X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Velocross do Parmira - Amparo - SP
Publicado em: 02/12/2009

Mesmo com chuva, primeira edição do evento foi um sucesso
Redação MotoX.com.br - Texto e Fotos: Renato Fernandes 


Largada Nacional Pró


Fábio da Silva
A chuva bem que tentou, mas não conseguiu estragar a realização do primeiro Velocross do Parmira. O evento aconteceu no dia 29 de novembro, dentro das dependências do agradável Bougainville Hotel Fazenda, em Amparo, interior paulista.

Construída especialmente para esta competição em uma arena de cavalos, a pista de piso arenoso ajudou a drenar um pouco a água, permitindo a realização da prova, mesmo com a chuva indo e vindo no decorrer de todo o dia. Alheio ao clima, um bom número de pilotos compareceu e se divertiu no terreno pesado e encharcado.

Prova do sucesso do evento, foi que apenas duas categorias foram reunidas em uma única largada e somente as categorias menores (50, 65 e 85) e a feminina foram adiadas para o fim do dia, aguardando a pista estar em melhores condições.

Mesmo o pequeno atraso para colocar o circuito em ordem, pois choveu durante toda a madrugada de sábado para domingo, não impediu a realização dos treinos da manhã, onde todos puderam sentir como seriam difíceis as provas que aconteceriam na sequência. 


Bruno Lopes


Nelson Moraes
A VX3 foi a primeira a encarar a areia pesada. Vicente Nunes largou na frente, seguido por Filó e Fábio da Silva que superou José Alves já na primeira volta. As posições pareciam estar se definindo, até que na quinta volta tudo mudou. Romeu Vialli que largou em último e já ocupava a quarta posição, sofreu uma queda, voltando para a última posição. 

O mesmo acontecendo com o líder, que também cai e volta em penúltimo. Com isto, Filó se atrapalha e Fábio se aproveita para pular do terceiro para a liderança, conseguindo se manter na frente e vencer. José Alves assume o segundo posto, mas muito pressionado por Filó, que se recuperou rapidamente, acaba superado, finalizando em terceiro. 

Vicente consegue encostar em Auro Guadaguini e o supera, assumindo o quarto posto, mas já sem chances de alcançar os ponteiros, assim como Vialli, que demorou muito para conseguir retornar e terminou em sexto, uma volta atrás. 


Vicente Nunes


Betinho Eugênio
Gate lotado e muitas quedas e abandonos na Nacional Amador. Ivan Camargo fez o holeshot, mas quem fechou a primeira volta na frente foi Ronaldo Coco. 

Os dois passam a brigar muito pela ponta, com Ivan a recuperando e poucas voltas depois a perdendo novamente para Ronaldo. Neste meio tempo, Bruno Lopes que havia largado em sétimo, mostra desenvoltura no terreno encharcado e na sexta volta, pula direto da quinta para a segunda posição, passando a pressionar o líder. 

Ivan faz o que pode para se manter na frente, até que na última volta Bruno escolhe melhor o traçado e dá o bote para vencer esta equilibrada categoria. Ivan mantém a terceira posição, à frente de Bruno Melo, que depois de ocupar a terceira posição, sofreu uma queda, caiu para as últimas posições e numa excelente recuperação finalizou em quarto. 

Quatá, que também chegou a andar em terceiro, se manteve entre os líderes numa prova constante e sem cair, completando os cinco primeiros colocados. 


Diego Parmira venceu a VX1 e Nacional Pró


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 593 Fotos!
Nelson Moraes venceu a Nacional B, depois de superar Gabriel Lenzi na segunda volta, para a partir daí conseguir abrir um pouco e terminar com quase quinze segundos de vantagem sobre Wagner "Magrão" Araújo, segundo colocado, que também se aproveitou dos problemas enfrentados por Lenzi, para assegurar a posição. 

A exemplo dos líderes, Willian Camargo logo se consolidou na terceira posição, deixando a briga pelas demais vagas no pódio, entre Tiago Augusto, Sandro Wolf e Gustavo Fedel. Sem conseguir segurar estes dois últimos, Tiago foi superado primeiro por Sandro que conquistou a quarta posição, perdendo também o quinto posto para Gustavo, duas voltas depois.

Assim como na primeira prova do dia, na VX4, Vicente Nunes largou mais uma vez na ponta, mas desta vez se manteve firme na frente para vencer de ponta a ponta. Toninho da Mata também assumiu a segunda posição logo que o gate caiu, seguido por Ivan Camargo, que conquista mais um terceiro lugar. Mesmo abandonando a prova, Fábio Sega garante ainda a quarta posição. 


Guilherme Dorigatti

A Nacional Pró foi mais uma prova que contou com gate lotado e mesmo vencendo de ponta a ponta, Diego Parmira teve trabalho para se manter na frente, com vários pilotos em seu encalço tentando lhe roubar a ponta. O primeiro deles foi Ricardo Cokinho, que pressionou o líder até sofrer uma queda na quarta volta. Conseguindo voltar rápido, logo já era o terceiro, mas sem chances de alcançar os ponteiros. Na sequência, foi a vez de Eliandro Tonelada tentar a sorte na busca pela liderança, mas também caiu, retornando apenas em décimo segundo, perdendo as chances de pódio. 


Rafaela Recanelli
Depois de largar em sexto, Edson Efundini logo ocupava o quarto posto, passando a herdar as posições deixadas por Cokinho e Tonelada, assumindo a segundo posição e a mantendo até o final. Destaque para Romeu Vialli, que depois de largar apenas em décimo quinto, foi conquistando colocações, passando a brigar com Sagui pela quarta posição, antes mesmo da metade da prova. Levando a melhor, garantiu o quarto degrau do pódio, com Sagui pouco mais atrás em quinto. 

Largando juntas, a VX1 e VX2, teve os vencedores de cada uma das categorias definidos já na largada. Betinho Eugênio fez o holeshot e mesmo muito pressionado por Diego Parmira, se manteve á frente para vencer de ponta a ponta na geral e em sua categoria, a VX2. Com o segundo lugar, pouco mais de três segundos atrás do líder, Diego garantiu a vitória na VX1. 

Completando os cinco primeiros na geral, vieram Luis Beazin, que teve de brigar muito para finalizar em terceiro, a frente de Vicente Nunes na quarta posição, superando Sagui à três voltas da bandeirada final. Na classificação por categorias, o pódio da VX1 foi formado por Diego Parmira, Sagui, Márcio Pinheiro, Toninho da Mata e José Alves. Pela VX2, os cinco primeiros foram, Betinho Eugênio, Luis Beazin, Vicente Nunes, Vitor e Stefano Mello. 


Luizinho Queiroz venceu as categorias 85cc e 65cc

Após uma pequena pausa para manutenção de pista, principalmente para se reduzir as enormes cavas que se formaram, e premiação das categorias já disputadas, a Importada Amador alinhou no gate. 


João Pedro Raimundo
Em apenas uma volta, Vitor Nora teve uma prova de extremos, depois de fazer o holeshot e liderar, abandonou a prova na volta seguinte, mas mesmo assim, ainda garantindo a quinta posição. João Oliveira assume a ponta, trazendo com ele Guilherme Dorigatti, que depois de pressionar o ponteiro por algumas voltas, conquista a liderança na quinta volta, para não perdê-la mais. Oliveira se mantém em segundo, a frente de Matheus Peron, conquistando a terceira posição, depois de largar em último. Também beneficiado pelo abandono de Nora, Fernando Giovannoni, que caiu ainda na primeira volta, finaliza a prova na quarta colocação.

Com as condições de pista melhorando, foi a vez da 85cc e Penélope largarem, onde Guilherme Recanelli largou na frente e liderou até a metade da prova, quando sofreu uma queda, caindo para as últimas posições. A esta altura, Luizinho Queiroz, que havia feito uma má largada, já ocupava a segunda posição e após ganhar a liderança, apenas administrou sua vantagem, recebendo a bandeirada na primeira posição. Destaque também para Lucas Musseli, que largou em nono e foi conquistando posições para finalizar em segundo. Jean Rodrigues teve muito trabalho para finalizar em terceiro, brigando com vários pilotos pela posição, chegando a ficar por várias voltas atrás de Júlio de Souza, mas recuperando o posto nas voltas finais. 

Atrás de Júlio, pela quinta posição geral, veio Rafaela Recanelli, vencedora da categoria Penélope. Com a sexta colocação geral, Willian Bongiorno foi o quinto colocado da 85cc. Jennifer Pereira e Fernanda Cavalheiro, largaram muito bem e ocupavam posições no pelotão da frente, mas prejudicadas por quedas no decorrer da prova, finalizaram na segunda e terceira colocações, respectivamente. Luciana Moretti foi a quarta colocada, seguida por Marina Del Poente em quinto. 


Alcides Beazin

Único representante da 50cc, que largou junto com a 65cc, João Pedro Raimundo quase conseguiu o holeshot, mas depois de uma largada excepcional, um pequeno erro a poucos metros da marca de holeshot, o jogou para a última posição. Sem desanimar, recuperou posições, finalizando na quinta colocação geral. Com isto, quem assumiu a frente e liderou as primeiras voltas foi Matheus, porém sua liderança durou pouco. Mostrando desenvoltura no terreno pesado, Luizinho Queiroz já era o novo líder na terceira volta, conquistando sua segunda vitória seguido no dia. 

Matheus se manteve em segundo, enquanto Júlio Corsi sofria com a pressão de Igor Galvão, por quase toda a prova, chegando a perder a terceira posição na sétima volta, mas retomando-a em definitivo no giro seguinte. Quatázinho foi o sexto colocado, quinto na 65cc, depois de largar em quarto e cair logo no início da prova. Pedro Buzatto fechou os seis primeiros da 65cc.

E São Pedro realmente deu uma chance às categorias infantis, pois logo após o término das mesmas, a chuva forte chegou e para ficar. As duas baterias ainda por realizar, as principais da competição, Nacional Gold e Importada Gold, foram realizadas com a pista quase que totalmente alagada.

A sorte não esteve ao lado de Pedro Beagin na Nacional Gold. Depois de largar na frente, liderar até a nona volta, perder a liderança e retomá-la na volta seguinte, é obrigado a abandonar faltando apenas três voltas para o término da prova, como consolo, ficou ainda com a sétima colocação. Alcides Beazin, que havia roubado a ponta de Pedro no meio da prova, se manteve perto do líder e não teve problemas em vencer depois de receber a primeira posição de presente. 

Largando em segundo e se mantendo na posição até a décima volta, quando uma queda o derrubou para a quinta posição, finalizando em quarto, com o abandono de Beagin. Muito a vontade no "dilúvio", Nelson Moraes se recuperou de uma má largada, recebendo a bandeirada numa excelente segunda colocação, a frente de Cokinho que depois de oscilar entre a quarta e quinta posição, chegou a ocupar o segundo posto, mas superado por Moraes, finalizou em terceiro. Destaque também para Tiago Augusto, que saiu da última posição, para alcançar um lugar no pódio com a quinta posição. 


Pedro Beagim

Fechando a primeira edição do Velocross do Parmira, na Importada Gold, parece que Pedro Beagim afogou o azar em alguma das muitas poças do circuito. Logo depois de fazer o holeshot, Diego Parmira cai e Beagin assume a ponta, para desta vez não perdê-la mais, conseguindo vencer não somente a prova, mas a chuva que aumentava cada vez mais. Como na bateria anterior, Alcides Beazin saiu lá de trás, desta vez para finalizar em segundo, superando Fábio da Silva, que foi o terceiro, na metade da prova. Numa prova consistente, Márcio Pinheiro se manteve na quarta posição desde o início, enquanto Diego finalizava em quinto, depois da queda na primeira volta. Depois de cair na largada e sofrer outra queda na quarta volta Betinho Eugênio abandonou a prova.

O Velocross 01 - Velô do Parmira, foi organizado por Parmira, Ney Corsi e Zig, contou com cronometragem por transponders da Asfaltozero e orientação desportiva da LIVRE Brasil. Patrocínio de Bougainville Hotel Fazenda, Macedo Veículos, Carolina Transportes, Ultra-lub, Circuito das Águas Materiais de Construção, Pedrita pisos e pedras, Cervejaria Krill, Lenzi Distribuidora de Bebidas, Grupo Lena e Village Di Fiori, Cappi Recuperadora de Veículos, Auto Posto 2000, Borracharia Mão na Roda, Mega Som, Supermercado Antonelli, Miami Motos, Miami Náutica, G7 Nutrição esportiva, Papelaria Beabá, DGP motos, Evolution Security, Nivaldo injeção eletrônica, Imobiliária Gebamar, Ferrosul produtos siderúrgicos, Joias Líder, Tribord bordados, Frizzo comunicação visual, NP malhas, Offsex, Água Gelo e APEM - Associação Pinhalense de esporte a motor em Espirito Santo Do Pinhal-SP. Apoio da Prefeitura Municipal de Amparo, Secretaria de Esportes e Turismo, Jornal A Tribuna, Jornal A Gazeta, Rádio Cidade das Águas, Transamerica, TV SRTV e Luizinho preparações.

Resultados
P. Gold Importada V Tempo Dif
1 738 Pedro Beagim Neto 17 16:05.680
2 817 Alcides Beazin 17 16:09.586 3.906
3 4 Fabio Pinto Da Silva 17 17:00.731 55.051
4 157 Marcio Luis Pinheiro 16 16:49.495 1 Lap
5 399 Diego Parmira 15 16:30.164 2 Laps
6 226 Betinho Eugênio 3 3:00.938 14 Laps
P. Vx1 V Tempo Dif
1 226 Betinho Eugênio 16 13:17.052
2 399 Diego Parmira 16 13:20.827 3.775
3 46 Luis Gustavo Beazin 15 13:19.866 1 Lap
4 44 Vicente Nunes 15 14:01.752 41.886
5 211 Sagui 15 14:05.098 45.232
6 157 Marcio Luis Pinheiro 15 14:06.500 46.634
7 46 Toninho Da Mata 15 14:08.192 48.326
8 887 Vitor 14 14:03.967 2 Laps
9 51 José Luis Alves 13 13:37.335 3 Laps
10 722 Stefano Mello 4 5:46.191 12 Laps
P. Over 30 V Tempo Dif
1 4 Fabio P Da Silva 12 11:12.820
2 2 Filó 12 11:18.353 5.533
3 51 José Luis Alves 12 11:28.529 15.709
4 44 Vicente Batista Nunes 12 11:29.708 16.888
5 Xx Auro Guadaguini 12 11:48.854 36.034
6 3 Romeu Vialli Neto 11 11:30.373 1 Lap
P. Over 40 V Tempo Dif
1 44 Vicente B. Nunes 12 11:06.185
2 46 Toninho Da Mata 12 11:49.183 42.998
3 74 Ivan Ferreira De Camargo 11 11:45.847 1 Lap
4 71 Fabio Sega 3 3:29.361 9 Laps
P. Importada Estreante V Tempo Dif
1 Xx Guilherme Dorigatti 12 10:57.476
2 54 João Paulo Oliveira 12 11:05.406 7.930
3 18 Matheus Peron 12 11:33.704 36.228
4 4 Fernando Giovannoni 12 11:50.625 53.149
5 43 Vitor Nora 1 53.082 11 Laps
P. Gold Nacional V Tempo Dif
1 817 Alcides Beazin 17 15:43.682
2 215 Nelson Moraes 17 15:45.586 1.904
3 90 Cokinho 17 16:12.666 28.984
4 11 Edsinho 17 16:29.555 45.873
5 15 Tiago Augusto 17 16:30.314 46.632
6 910 Bruno Melo 15 15:54.842 2 Laps
7 207 Pedro Beagin 14 12:56.320 3 Laps
8 119 Tonelada 6 5:32.787 11 Laps
9 399 Diego Parmira 4 5:26.430 13 Laps
10 Xx Julio Souza 3 2:52.790 14 Laps
P. Nacional A V Tempo Dif
1 399 Diego Parmira 14 12:57.877
2 11 Edson Efundini 14 13:15.560 17.683
3 90 Cokinho 14 13:38.172 40.295
4 3 Romeu Vialli Neto 14 13:53.256 55.379
5 211 Sagui 13 13:02.914 1 Lap
6 207 Isaac Beazin 13 13:17.396 14.482
7 Xx Renan Alves 13 13:18.549 15.635
8 Xx Auro Guadaguini 13 13:21.320 18.406
9 119 Tonelada 13 13:29.643 26.729
10 765 Baiano Serra Negra 13 13:43.149 40.235
P. Nacional B V Tempo Dif
1 215 Nelson Moraes 14 13:38.135
2 114 Wagner Araujo Magrão 14 13:52.389 14.254
3 46 Willian Lopes Camargo 13 13:40.845 1 Lap
4 7 Sandro Wolff 13 13:49.279 8.434
5 711 Gustavo Fedel 13 14:01.802 20.957
6 18 Eder Lui Chicaneco 12 13:42.198 2 Laps
7 49 Quatá 12 13:48.270 6.072
8 203 Carlos Recanelli 11 13:42.086 3 Laps
9 15 Tiago Augusto 10 10:54.900 4 Laps
10 11 Gabriel Lenzi 4 5:23.754 10 Laps
P. Nacional Esteante V Tempo Dif
1 62 Bruno Lopes 11 11:51.394
2 129 Ronaldo Côco 11 11:59.443 8.049
3 74 Ivan Ferreira Camargo 11 12:13.495 22.101
4 910 Bruno Melo 11 12:23.427 32.033
5 49 Quatá 11 12:29.067 37.673
6 69 Caio Mahana 11 12:44.169 52.775
7 27 Tiaguinho 11 12:54.738 1:03.344
8 46 Linguiça 10 12:02.672 1 Lap
9 71 Fabio Sega 10 12:09.931 7.259
10 84 Isaias Biazotto 10 12:10.856 8.184
P. 85cc V Tempo Dif
1 236 Luizinho Queiroz 12 11:38.036
2 22 Lucas Musseli 12 12:01.922 23.886
3 841 Jean Rodrigues 12 12:19.833 41.797
4 Xx Julio De Souza 12 12:30.484 52.448
5 237 Rafaela Recanelli 11 11:47.450 1 Lap
6 151 Willian Bongiorno 11 11:50.288 2.838
7 22 Jennifer Pereira 11 12:35.763 48.313
8 23 Fernanda Cavalheiro 11 12:50.542 1:03.092
9 42 Luciana Moretti 10 12:29.528 2 Laps
10 238 Guilherme Recanelli 10 12:30.377 0.849
P. 65cc V Tempo Dif
1 236 Luizinho Queiroz 12 11:49.513
2 7 Matheus 12 12:39.880 50.367
3 22 Julio Corsi 10 12:46.716 2 Laps
4 49 Igor Galvão 10 13:23.094 36.378
5 21 João Pedro Raimundo 9 12:06.384 3 Laps
6 49 Quatazinho 8 12:31.121 4 Laps
7 235 Pedro Buzatto 7 13:05.657 5 Laps






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet