X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

9ª etapa - Copa BRC de Velocross - Bragança Paulista - SP
Publicado em: 10/08/2009

Campeonato chega ao final com disputas por títulos em várias categorias
Redação MotoX.com.br - Texto e Fotos: Renato Fernandes 


Largada Nacional A


Matheus Emílio
Um belo circuito de 1.100 metros, foi o palco da final da Copa BRC de Velocross. Montada em um pesqueiro, na cidade de Bragança Paulista (SP), a pista rodeada por lagos, contou com toda a infra-estrutura do local, o que agradou bastante aos pilotos e familiares, que sempre acompanham as competições. O dia estava excelente para a competição, e as chuvas que caíram nos dias anteriores, ajudaram a deixar o traçado no ponto ideal, bastando à organização, apenas gradear a terra algumas vezes durante o dia.

A 65cc foi a primeira a largar e, apenas um ponto separava o piloto local de Bragança, Matheus Emílio sobre Wilian Bongiorno. Sem dar chance a seu adversário, Matheus tratou de acelerar forte assumindo a ponta já na largada, rapidamente abriu uma distância confortável, o que lhe permitiu administrar a liderança, vencendo de ponta a ponta e comemorando o título da categoria. Bongiorno não teve a mesma sorte, largou em terceiro, vinha tirando a diferença para o líder mas se enroscou com outro piloto e foi ao chão, voltando a prova, conseguiu recuperar a terceira colocação, finalizando atrás de Otávio Carradori. Completaram o pódio, Bruno Zamana em quarto e Luiz Felipe Maciel em quinto. 


Vitor Soares


Jonas Tavella
Victor Soares e Thiago Martins brigavam pelo título da 50cc, onde Victor levou a melhor. Largando em primeiro, logo na primeira volta já abre bastante vantagem sobre os demais, vencendo a bateria e levando o campeonato. João Henrique Silva se manteve em segundo por todo o tempo, a frente de Thiago que com o resultado, foi o vice campeão. A quarta e quinta colocações também se estabeleceram logo nas primeiras voltas, com Kauê Souza e Guilherme Barbosa, respectivamente.

Logo no início da Importada Estreante, duas disputas se formaram. Pela liderança Jonas Tavella era fortemente pressionado por Tomé, enquanto logo atrás, Baninho Pegorari e Ivan Maranato, brigavam pela terceira posição. Num ritmo muito forte, os quatro faziam uma prova à parte dos demais, até que pouco antes da metade da bateria, Tomé abandona deixando o caminho livre para Tavella vencer. 


Murilo Fadel


Ramon Sacilotti
Disputando agora a segunda colocação, Maranato leva a melhor, finalizando em segundo à frente de Pegorari, que com a terceira posição, garante o título da categoria. Silas Brolo foi o quarto, depois de largar no pelotão intermediário, trazendo sempre com ele, Warley que terminou logo atrás em quinto. Mesmo terminando a prova na oitava colocação, Waldir Durce garantiu o vice-campeonato da Importada Estreante.

Murilo Fadel venceu de ponta a ponta a Nacional Estreante, mas o destaque foi para o campeão da categoria, Michel da Costa que teve muito trabalho para conquistar o título. Caindo logo após a largada, fez uma excelente prova de recuperação, finalizando em segundo, logo à frente de Marcio Caetano, seu concorrente direto pelo campeonato. Completaram os cinco primeiros, André Silva e Adriano Faria. 



Edson Cascata


Alcides Beasin
As categorias VX1 e VX2 largaram juntas e foi muito disputada, com Edison Cascata, Ique Mattos, Ramon Sacilotti e Daniel Vergueiro, brigando pela liderança. Pela VX1, Cascata conseguiu se manter a frente de Ique, conquistando o campeonato. Enquanto Sacilotti foi o vencedor, a segunda colocação de Daniel Vergueiro, lhe garantiu o título da VX2, que teve ainda Toquinho Luis, André Veloso e Cristiano Florezzi completando o pódio da categoria. Mesmo não participando desta última etapa, Matheus Lima foi o vice-campeão da VX2.

Apesar de ter seu campeão já definido, não faltou emoção e belas disputas na 230F. Egnaldo Rodrigues já tinha o título assegurado e, mesmo sem se arriscar demais, finalizou na terceira colocação, deixando a briga pela ponta com Alcides Beazin e Fernando Sibinel. 



Juninho Delalana


Veja também: Galeria de Iagens da Prova com 669 Fotos!
Num ritmo muito forte e dispostos a vencer a última etapa do campeonato, os dois se distanciaram muito dos demais. Beazin foi o grande vencedor, conseguindo resistir aos ataques de Sibinel, que teve que se contentar com a segunda colocação. Cascatinha andou algum tempo na sexta posição, mas conseguiu subir uma posição, garantindo um lugar no pódio, logo atrás de Juliano Tavella, que com a quarta colocação, foi o vice-campeão em uma das mais equilibradas categorias do campeonato.

Juninho Delalana fez uma excelente largada na Nacional B, mas atrás dele, vários pilotos vão ao chão, forçando a paralisação da prova. Sem maiores consequências, todos alinham para a segunda largada e Delalana, mais uma vez, mostra sua superioridade na categoria, saindo na frente, vencendo de ponta a ponta e ainda de quebra, levando o título de campeão. Jean Nicolai assegurou a segunda colocação, também logo após a largada, enquanto Galdino Neto foi o terceiro, ficando com o vice-campeonato da categoria. Isac Beasin foi o quarto, seguido por Adriano da Silva. 



Sérgio Barbosa


Rogério Bertolini
Na sequência o gate cai para a Over 30 e 40, onde Toquinho Luiz levou a melhor depois de disputar a ponta com Sergio Barbosa, vencendo a Over 30, ficando com a vice-liderança no campeonato. Na sequência vieram Eneias Ribeiro, Juliano Tavella e Roni de Carvalho. O campeão da categoria, Daniel Vergueiro finalizou em sexto. 

Rogério Bertolini venceu a Over 40, com Robert Seichi em segundo, em uma das poucas categorias que já tinha o campeonato definido com antecedência. Edson Cascata e Edson Raimundo, já haviam conquistado os títulos de campeão e vice, respectivamente.

Muito equilibrada, a Nacional A só teve seu vencedor definido, após a bandeirada. Jonas Tavella larga na frente, seguido de muito perto por Edson Refundini, Fabinho Silva e Juninho Delalana. Não demora muito para os quatro se distanciarem dos demais, formando um pelotão compacto. Pouco depois, Edson assume a ponta e mesmo sob muita pressão, consegue mantê-la até o final, conquistando a difícil vitória. 



Edson Refundini


Beasin venceu novamente na Nacional Força Livre, assim como...
Logo atrás finalizaram Tavella em segundo, Fabinho em terceiro e Delalana em quarto, que conquista seu segundo título no campeonato. Vindo lá de trás, Samuel fez boa recuperação para fechar o pódio com a quinta colocação. José Ricardo “Baiano”, mesmo tendo problemas durante a prova e finalizando na nona colocação, foi o vice-campeão.

Mesmo tendo problemas durante a prova, Juninho Delalana levou seu terceiro título para casa, desta vez na Nacional Força Livre. Juninho chegou a largar na frente, mas ainda na primeira volta foi superado por Fabio Silva, que passou a ter a companhia de Alcides Beasin e Fernando Sibinel. Após várias trocas de posições, Beasin consegue a vitória, com Sibinel em segundo e Fabio em terceiro. Isac Beasin foi o quarto, seguido por Samuel Madeira. Eliandro Tonelada, mesmo sem participar da etapa, havia conquistado pontos suficientes para garantir o vice-campeonato. 


... Sacilotti que, além da MX2, também venceu da Importada Força Livre


Campeonato tembém terá edição no Estado do Rio de Janeiro
Fechando o dia e o campeonato, veio a Importada Força Livre, que teve Ique Mattos largando na frente, mas não resistiu ao ataque de Ramon Sacilotti ainda na terceira volta, cedendo a posição. Sacilotti disparou na frente, para vencer com certa tranquilidade, sua segunda prova do dia. Ique se manteve em segundo, assegurando o título do campeonato, enquanto André Veloso fechava a prova na terceira colocação. Cristiano Florezi foi o quarto e Fabio Santos, andando de "oitentinha" foi o quinto. O vice-campeão da categoria foi Cleiton Grassi.

"Gostaria de agradecer aos patrocinadores, Escapamentos BRC, Motobiu Racing, Motul Racing Lub, IMS, Polisport, e já estamos trabalhando em um novo campeonato, a Copa Carioca BRC de Velocross que começa no próximo final de semana, dias 15 e 16 de agosto, na cidade de Tanguá (RJ). A prova será realizada no mesmo local onde no ano passado, aconteceu uma das etapas do Brasileiro de Cross Country", informou Luiz Panini, da Panini Sport, empresa organizadora da Copa BRC de Velocross.


Pódio Importada Estreante

Resultados
50cc
1. 57 Vitor Soares
2. 210 João Henrique Silva
3. 127 Thiago Martins
4. 97 Kauê Andrade Souza
5 . 87 Guilherme Barbosa
6. 29 Pedro Buzato
7. 7 André D. Santos
8. 92 Victor A. Souza
Campeão #57 Vitor Soares
Vice #127 Thiago Martins
65cc
1. 7 Matheus Emilio
2. 265 Otávio Carradori
3. 16 Willian Bongiorno
4. 90 Bruno Oliveira Zamana
5. 27 Luis Felipe Maciel
Campeão #7 Matheus Emílio
Vice #16 Wilian Bongiorno
Over 30
1. 7 Sergio Barbosa (prego)
2. 99 Toquinho Luiz
3. 04 Eneias G. Ribeiro
4. 18 Juliano Tavella
5. 28 Roni C. De Carvalho
6. 275 Daniel Vergueiro
Campeão #275 Daniel Vergueiro
Vice #7 Sergio Barbosa
over 40
1º 617 Rogério Bertolini
2. 117 Robert Seichi
Campeão #46 Edson Cascata
Vice #21 Edson Raimundo (betão)
Nacional Estreante
1. 11 Murilo Fadel
2. 37 Michel Da Costa
3. 26 Marcio Tadeu Caetano
4. 4 André Silva
5. 242 Adriano Faria
6. 18 Gabriel Tavela
7. 211 Claudio Augusto C.
8. 3 Rodolfo
Campeão #37 Michel Costa
Vice #26 Marcio Tadeu Caetano
Nacional A
1. 11 Edson Refundini
2. 18 Jonas Tavella
3. 4 Fabinho Silva
4. 333 Juninho Delalana
5. 17 Samuel M.
6. 08 Jean Nicolai Souza
7. 207 Isac Beasin
8. 242 Everton João
9. 765 José Ricardo (baiano)
10. 193 João Cezar
11. 139 Alexandre Brito (brc)
Campeão #333 Juninho Delalana
Vice #765 José Ricardo (baiano)
Nacional B
1. 333 Juninho Delalana
2. 9 Jean Nicolai Souza
3. 212 Galdino Neto
4. 206 Isac Beasin
5. 95 Adriano G. Da Silva
6. 8 Alexandre Moreira
7. 1 Edson Refundini
Campeão #333 Juninho Delalana
Vice #212 Galdino Neto
Nacional 230F
1. 817 Alcides Beasin
2. 666 Fernando Sibinel
3. 4 Egnaldo Rodrigues
4. 18 Juliano Tavella
5. 46 Cascatinha
6. 212 Galdino Neto
7. 11 Luis A. Sousa
8. 181 Alexandre Brito (brc)
Campeão #4 Egnaldo Rodrigues
Vice #18 Juliano Tavella
Nacional Força Livre
1. 817 Alcides Beasin
2. 666 Fernando Sibinel
3. 4 Fabio Silva
4. 207 Isac Beasin
5. 17 Samuel Madeira
6. 212 Renan Neguinho
7. 08 Jean Nicolau Souza
8. 333 Juninho Delalana
Campeão #333 Juninho Delalana
Vice #119 Eliandro Consorte (tonelada)
VX-1
1. 46 Edison Cascata
2. 19 Ique Mattos
Campeão #46 Edson Cascata
Vice #19 Ique Mattos
VX-2
1. 512 Ramon Sacilotti
2. 275 Daniel Vergueiro
3. 99 Toquinho A. Luis
4. 11 André Felipe Veloso
5. 375 Cristiano Florezi
6. 117 Robert Sechi
7. 87 Fabio Santos
Campeão #275 Daniel Vergueiro
Vice #105 Matheus Lima
Importada Estreante
1. 18 Jonas Tavella
2. 147 Ivan Maranato
3. 87 Baninho Pegorari
4. 608 Sillas Brolo
5. 100 Warley
6. 77 Carlos E. Costa
7. 04 Guerra
8. 91 Waldir Durce
9. 4 JK.
10. 14 Gabriel Alexandre
Campeão #87 Baninho Pegorari
Vice #91 Waldir Durce
Importada Força Livre
1. 512 Ramon Sacilotti
2. 19 Ique Mattos
3. 11 André Felipe Veloso
4. 375 Cristiano Florezi
5. 87 Fabio Santos
Campeão #19 Ique Mattos
Vice #377 Cleiton Grassi






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet