X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

1ª etapa Campeonato Paulista de Velocross - Pedreira - SP
Publicado em: 25/06/2009

Pedreira abre o Paulista de Velocross
Redação MotoX.com.br - Texto e Fotos: Renato Fernandes 


Largada 50cc


Lenon Pires
Já acostumada a receber provas de Velocross, a cidade de Pedreira - interior de São Paulo - foi escolhida como palco da abertura do Campeonato Paulista de Velocross, realizado no último domingo, dia 21 de junho. Apesar de já estarmos no inverno, o Sol apareceu com força e o calor predominou, dificultando ainda mais a vida dos pilotos que tiveram de enfrentar o circuito de alta velocidade, que contava com aproximadamente 1.000 metros e piso de terra fofa, bastante técnico.

Durante a tarde de sábado, ocorreram os treinos livres, para no dia seguinte pela manhã, serem realizados os treinos cronometrados das dez categorias. Depois das tomadas de tempo vieram na sequência as provas, com a categoria Importada Estreante dando início aos trabalhos. Lenon Pires assumiu a ponta logo na largada, passando a abrir a cada volta. Rapidamente ele conseguiu vantagem suficiente para apenas administrar sua liderança vencendo a bateria de estreia do campeonato. 


Luciano de Queiroz e Renan Pires


Luciana Morette
Por outro lado, pela segunda posição, a briga esquentou entre Ney Corsi, Bruno Mello e Luiz Pegorari, que mesmo sem largar bem, logo encostou no pelotão da frente. Os três andam juntos o tempo todo, até que Bruno, numa tentativa de ultrapassagem, acaba caindo e perde muito tempo até conseguir ligar sua moto, voltando em sexto. Sem folga para respirar, Corsi agora é pressionado por Pegorari e, num final de prova emocionante, realiza a ultrapassagem. Mas Corsi não desiste, força o ritmo e retoma a segunda posição, finalizando a prova com Pegorari apenas meio segundo atrás. Acompanhando tudo de perto, Fábio da Silva é o quarto, com o jovem Renan Pires em quinto.

E Renan, pulou do pódio de volta para o gate, para vencer a prova que reuniu as categorias 85cc, 65cc e Feminina. Fechando a primeira volta, as posições já se definiram, e Fábio dos Santos, que também acabara de correr a Importada Estreante, chegou a pressionar o líder por boa parte da prova, mas sem conseguir a ultrapassagem, finalizou com a segunda posição da 85cc. Luciano de Queiroz foi o vencedor da 65cc, terminando com a terceira posição geral, seguido por Willian Bongiorno, Mario Guarizo e Julio Corsi, que completaram o pódio da categoria. Luciana Morette foi a vencedora da classe Feminina, com Marina Del Poente em segundo. 


Luis da Silva e Diego Veronezzi


João Henrique
A Nacional Estreante e Nacional B também andaram juntas e Diego Veronezzi, a exemplo dos vencedores anteriores, largou na frente e venceu de ponta a ponta, garantindo a primeira colocação geral e de sua categoria, a Nacional B. Alcides Beazim foi o segundo colocado, enquanto em terceiro, finalizou José dos Reis. Com a terceira posição geral, Luis da Silva foi o vencedor da Nacional Estreante, onde Marcio Caetano foi segundo colocado. Em sua segundo prova do dia, Bruno Mello foi terceiro, assim como Ney Corsi que subiu ao pódio novamente, com a quarta colocação.

Pequenos só no tamanho, a garotada da 50cc acelerou como gente grande. João Henrique Pinto largou muito bem  disparando na liderança para vencer com 12 segundos de vantagem sobre Bruno Brunieri. Ele tentou acompanhar o ritmo do ponteiro no início da prova, mas teve que se preocupar com Kauê Andrade, que se manteve em terceiro o tempo todo, se aproximando perigosamente, finalizando a apenas dois segundos de Bruno. João Pedro Raimundo recebeu a bandeirada em quinto, depois de perder a quarta posição para Thiago Martins. 


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 505 Fotos!


Edmar Eulauterio
Mesmo menos potentes, as 250cc andaram na frente durante toda a prova da VX1 e VX2, que largaram juntas. Roberto Gardano largou em primeiro, com Edmar Eulautério no seu encalço. Este belo pega pela liderança, durou a prova inteira, com os dois pilotos chegando a emparelhar por várias vezes, até que a poucos metros da bandeirada, Gardano sofre uma queda. Com uma vantagem grande sobre os demais, mesmo demorando algum tempo para religar sua moto, ele ainda consegue garantir a segunda posição da VX2, que acabou vencida por Edmar, e teve Edvaldo Renê em terceiro. Pela VX1, Luis de Matos foi o vencedor, seguido por Diego Veronezzi, Breno Macedo e Lucca Stocco, que inscrito nas duas categorias, foi o quarto em ambas.

Mostrando porque vem faturando várias provas de Velocross, Ricardo "Cokinho" Belli, andou forte para vencer mais uma, liderando a Nacional A desde a largada, sem tomar conhecimento dos demais adversários. Diego Veronezzi, numa boa prova, fechou a primeira volta apenas na quinta posição. Adquirindo um bom ritmo, ele foi se recuperando para finalizar em segundo, a frente de Willian de Camargo. Outro piloto que fez uma excelente corrida, foi Alcides Beazin. Ainda na metade da primeira volta, foi obrigado a parar por causa de um cabo de embreagem solto. Ele mesmo solucionou o problema, correu atrás do tempo perdido, para receber a bandeirada num ótimo quarto lugar, seguido por Juliano Tavela em quinto. 


Luis de Mattos e Ricardo "Cokinho" Belli


Rubens Barbosa
Muito equilibrada, a categoria VX3 teve os quatro primeiros colocados andando juntos por toda a prova. Depois de completar a primeira volta em segundo, Rubens Barbosa assumiu a ponta e conseguiu abrir alguns segundos dos demais, o suficiente para se manter a frente e garantir a vitória. Pela segunda posição, a disputa ficou entre Breno Macedo e Ronaldo Ferreira, que numa emocionante chegada, cruzou a linha final com pouco mais de duzentos milésimos de vantagem sobre Breno, com Edson Raimundo, pouco mais atrás em quarto. Destaque também para Edvaldo Renê que saiu da última posição, para completar a prova na quinta colocação.

O Campeonato Paulista de Velocross é organizado pela Panini Sport Promoções & Eventos, que faz um agradecimento especial aos seus patrocinadores, BRC Escapamentos e a empresa carioca Moto Biu, que está apostando no crescimento da modalidade e apoiará também o Campeonato Carioca de Velocross que começará em breve também com realização da Panini Sport. O campeonato conta ainda com o apoio de IMS e Polisport, supervisão da Federação Paulista de Motociclismo e cobertura completa do site MotoX.com.br e Revista Pro Moto. Esta primeira etapa, teve o apoio da Prefeitura Municipal de Pedreira com as Secretarias de Esportes, Obras, Saúde, Meio Ambiente.

Resultados

Importada Estreante
1 913 Lenon Pires
2 39 Ney Corsi
3 187 Luiz A. Pegorari
4 422 Fabio Jose Da Silva
5 919 Renan Pires
6 690 Bruno Mello
7 41 Alexandre Souza Teixeira
8 87 Fabio Dos Santos
85cc
1 919 Renan Pires
2 87 Fabio Dos Santos
65cc
1 236 Luciano De Queiroz Filho
2 16 Willian Bongiorno
3 22 Mario Guarizo Silva
4 322 Julio Corsi
Feminina
1 39 Luciana Morette
2 195 Marina Del Poente
Nacional B
1 399 Diego Veronezzi
2 817 Alcides Beazim
3 765 Jose Ricardo Dos Reis
Nacional Estreante
1 151 Luis Eduardo Da Silva
2 26 Marcio Tadeu Caetano
3 690 Bruno Mello
4 39 Ney Corsi
50cc
1 210 Joao Henrique Pinto Da Silva
2 33 Bruno Brunieri
3 97 Kaue Andrade Souza Jr
4 27 Thiago Martins
5 21 Joao Pedro Raimundo
6 57 Lucas Soares Cordeiro
7 92 Vitor Godoy Andrade
8 7 Andre Dos Santos
VX1
1 19 Luis Henrique De Matos
2 399 Diego Veronezzi
3 141 Breno Macedo
4 892 Lucca Stocco
VX2
1 913 Edmar Eulauterio
2 226 Roberto Bordon Gardano
3 504 Edvaldo Rene
4 892 Lucca Stocco
Nacional A
1 901 Ricardo Belli
2 39 Diego Veronezi
3 446 Willian Lopes De Camargo
4 817 Alcides Beazim
5 18 Juliano Aparecido Tavella
6 74 Jonas Tavella
7 411 Roger Willian Delabio
8 11 Beppe Callegari
VX3
1 112 Rubens Barbosa
2 241 Ronaldo Ferreira
3 141 Breno Macedo
4 21 Edson Roberto Raimundo
5 504 Edvaldo Rene
6 129 Cesar Del Poente
7 326 Rodrigo Samos Santovito
8 617 Rogerio Bertolini






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet