X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

1ª etapa Copa BRC de Velocross - Pedreira - SP
Publicado em: 30/01/2009

Copa BRC de Velocross abre temporada paulista da modalidade
MotoX.com.br - Texto e fotos: Luiz C. Garcia


Pedreira sediou a abertura do campeonato


Victor Alexandre
O interior paulista recebeu a abertura da Copa BRC de Velocross, iniciando a temporada 2009 da modalidade. A cidade de Pedreira foi o palco da prova que deu início ao campeonato organizado pela Panini Sport, empresa que levará toda sua excelente estrutura ao longo da competição.

A prova contou com total apoio da prefeitura local e ótimos parceiros (IMS, Duda Preparações, Steel Joint, Polisport e Conti Eventos), indicação de que a copa tem tudo para repetir o sucesso do ano passado. Mais de cinco mil reais em brinde (ponteiras, bota, camisas, etc) foram distribuídos entre os primeiros colocados e o holeshot de cada bateria. A cronometragem, realizada com transponder, foi mais um destaque da prova que contou com ótimo número de pilotos, apesar da variação das condições climáticas, que se alternou entre fortes pancadas de chuva e Sol forte. Essa condição exigiu muita técnica e perícia dos pilotos que percorreram a pista de mil metros e terra vermelha. 

A categoria 65cc foi a primeira a entrar para sua bateria, com a pista ainda seca. Guigão largou na frente e foi abrindo uma boa vantagem no começo da prova o que lhe garantiu a vitória. Luciano Queiroz ficou em segundo com certa vantagem em relação ao terceiro colocado Willian Bongiorno. Matheus Emilio foi o quarto e Vinícius Marcon ficou na quinta colocação. 


Guigão


Michel
A criançada continuou na pista com a 50cc, que largou logo em seguida. A briga pela ponta ficou entre Victor Soares e seu xará Victor Alexandre. Soares deixou sua moto morrer quando era pressionado deixando a ponta para Victor Alexandre. Alifer Rodrigues por sua vez assumiu o segundo lugar com Thiago Lima em terceiro. Victor Soares retornou na quarta colocação e começou uma prova de recuperação enquanto Kauê andava tranqüilo na quinta colocação. 

Victor Alexandre aproveitou e abriu uma enorme vantagem dos demais. Não demorou muito para Victor Soares brigar pelo segundo lugar com Alifer Rodrigues. Na batalha entre os “Victor” o Alexandre levou a melhor, o Soares ficou em segundo. Alifer Rodrigues, Thiago Lima e Kauê completaram os cinco primeiros.
 
A Importada Estreante largou com bom número de pilotos no gate. Baninho Pegorari venceu a prova mesmo tendo Waldir José logo atrás. Pela terceira posição Zezinho andou tranqüilo sem incomodar os ponteiros e sem ser incomodado. O quarto lugar foi de Marco Souza que assumiu a posição com uma ultrapassagem no final da prova. Segundo informações da cronometragem e da organização do evento o piloto Juninho Delalana, que chegou a liderar a bateria foi desclassificado, mas não foi informado o motivo. 


Baninho Pegorari


Edson Cascata
Duas baterias classificatórias definiram os pilotos que largaram na categoria Nacional Estreante. Uma briga muito interessante se formou pela primeira posição entre Pedro, Thiago Zanutello, Michel e Milton Amperico. Zanutello foi ficando para trás e terminou na décima posição. Michel, andando mais forte, assumiu a ponta trazendo para a briga Milton Amperico. 

Na ponta, Michel conseguiu abrir uma distância segura, mas não cômoda para Milton Amperico. Pedro, na terceira posição, andou o tempo todo na mesma balada dos ponteiros. Atrás a briga ficou entre Thiago Rodrigues e Paulo Sgarbi pela quarta colocação com Rodrigues levando a melhor.
 
A chuva começou a cair na categoria VX1. E a briga pela liderança o tempo todo ficou entre Edson Cascata e Telinho. Edison só viu a vitória em suas mãos quando, na última volta, Telinho perdeu o controle e caiu deixando a moto morrer. Ique Mattos que vinha na terceira posição assumiu o segundo posto. Rogério Bertolini foi o terceiro, Rafael Arruda foi o quarto e em quinto ficou Breno. Telinho terminou na sexta posição.
 
Com a pista enlameada e gate cheio foi dado a largada da Nacional 230. Ficou difícil distinguir quem era quem devido ao barro escondendo a numeração das motos e ainda muitos que competiram sem número lateral da moto, sorte da organização que tinha transponder e conseguiu controlar tranquilamente a posição dos competidores. Egnaldo Rodrigues foi jogado para fora da pista na largada, mas retornou e venceu a bateria. Ricardo Moraes foi o segundo e Jonas Tavella o terceiro. Juliano Tavella ficou na quarta colocação e em quinto Rodrigo B. 


Egnaldo Rodrigues


Daniel Vergueiro
Murilo Tomazelli e Marcelinho Souza travaram um belo duelo na VX2. Frederico Oliveira veio na terceira posição em boa parte da corrida. Pelo quarto lugar Mauricio Colman e Rodrigo Eugênio também disputavam posições. Tomazelli foi administrando muito bem os ataques de Marcelinho e viu a vitória nas mãos quando Marcelinho caiu na parte final da prova. Com isso Frederico Oliveira assumiu o segundo posto e Roberto Eugênio ficou na terceira posição após ultrapassar Maurício Colman. Na quinta colocação ficou Fabiano Rodrigues. 

Outra disputa muito bonita ocorreu na Nacional B entre Juninho Delalana e Alan Ferro. Os dois chegaram a trocar de posições, mas no final da prova Delalana assumiu a ponta
vencendo a prova. Heitor Campos ficou tranqüilo na terceira posição. Completaram o pódio João Paulo Fuentes, como quarto colocado, e Lucas Sanavio na quinta colocação.
 

Juninho Delalana


Alan Ferro
Na Over 30 a disputa pela liderança só foi decidia na penúltima volta quando Eliandro Tonelada caiu deixando o caminho aberto para Daniel Vergueiro que ficou com a liderança definitivamente. Breno ficou em segundo, mas sofreu a prova inteira os ataques de Marco Lopes. Abdo Salomão ficou na quarta colocação e Eliandro Tonelada terminou em quinto. 

Novamente Alan Ferro e Juninho Delalana fizeram um bom duelo pela liderança, dessa vez na categoria Nacional A. E o resultado também foi diferente. Alan Ferro levou a melhor sobre Delalana, após varias alternâncias. Igor Sanavio andou tranqüilo na terceira posição. Abdo Salomão foi o quarto e Henrique Augusto foi o quinto. 

Edison Cascata não tomou conhecimento da concorrência e venceu de ponta a ponta a Over 40 com uma boa vantagem em relação ao segundo colocado Rogério Bertolini. A disputa ficou para a terceira posição entre João Cabelo e Edson Raimundo. Cabelo conseguiu segurar a posição deixando Raimundo em quarto. Gilberto Paschoalin foi o quinto. 


Murilo Tomazelli


Eliandro Tonelada
A penúltima bateria do dia foi da Nacional Força Livre. E foi em grande estilo, com ótima briga pela liderança da prova. Juninho Delalana largou na terceira posição, mas na segunda volta assumiu a ponta, mas em uma disputa intensa com Eliandro Tonelada e Marcelinho Souza. Diego Parmira largou em segundo, mas na primeira volta perdeu o controle da moto e caiu. Fez uma corrida de recuperação e mesmo pressionado por Rodrigo B. terminou em quarto. 

Pela primeira posição, Delalana e Tonelada se alternavam na ponta tendo por perto Marcelinho Souza, pronto para dar o bote. Mas um problema com o freio de sua moto fez com que Marcelinho abandonasse a disputa pela liderança. Na parte final da prova Eliandro Tonelada assumiu a ponta vencendo a bateria. Juninho Delalana ficou em segundo. 

A última bateria a entrar na pista foi a Força Livre Importada. Rafael Arruda andou forte no barro e levou a prova de ponta a ponta. Marcelinho Souza mais uma vez foi um dos protagonistas e, mesmo muito pressionado por Ricardo, conseguiu o segundo lugar. Ique Matos ficou com o quarto lugar.


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 485 Fotos!

A próxima etapa da competição está marcada para o dia 15 de fevereiro, o local ainda será definido (confira em breve as informações no calendário do MotoX. A Copa BRC de Velocross tem patrocínio de BRC Escapamentos, IMS, Duda Preparações, Steel Joint, Polisport e Conti Eventos.


Rafael Arruda

Resultados 

50cc
1º 28 Victor Alexandre 49,703
2º 85 Victor Hugo Soares 49,296
3º Alifer Rodrigues 53,243
4º 27 Thiago Martins De Lima 53,450
5º 1 Kauê 59,067
6º 222 Luciomar Francisco 57,714
7º 33 Bruno Brunieri 58,726
8º Caio 1,01,501
9º 95 Julio Corsi 1,01,458
10º 26 Felipe Rosa Rodrigues 1,08,278
65cc
1º 35 Guigão 42,405
2º 236 Luciano Queiróz 44,571
3º 16 Willian Bongiorno 47,74
4º 7 Matheus Emilio 46,825
5º 800 Vinicius Marcon 47,519
6º 139 Eduardo "educhapinha" 51,741
7º 111 Henrique Tominaga 52,068
8º 55 Kelvin 48,287
Over 30
1º 275 Daniel Vergueiro 42,529
2º 141 Breno 45,058
3º 922 Marco Rogério Lopes 45,697
4º 16 Abdo Salomão 46,622
5º 119 Eliandro Tonelada 43,044
6º 5 Alexandre Mendes 47,653
7º 77 Mineiro 47,735
8º Alexandre B.r.c. 54,467
9º 14 Ricardo Nunes Do Rego 45,526
10º 1 José Luis Marcon 48,184
Over 40
1º 46 Edson "cascata" 44,530
2º 617 Rogério Bertolini 45,650
3º 1 João Batista "cabelo" 45,978
4º 21 Edson Roberto Raimundo 44,939
5º 77 Gilberto Paschoalin 47,636
6º 11 Cabral 1,01,481
7º Frederico Da Costa 54,410
Nacional Estreante
1º 94 Michel 41,684
2º 9 Milton Amperico 41,958
3º 25 Pedro 43,179
4º 31 Thiago Rodrigues 44,764
5º 168 Paulo Cesar Sgarbi 45,336
6º 203 Carlos Valdemir 45,446
7º 451 Anderson Madeira 44,936
8º 75 Tiago Parizoto 44,140
9º 4 Pedro 45,946
10º 8 Thiago Zanutello 43,704
Nacional A
1º 9 Alan Ferro 43,277
2º 333 Juninho Delalana 44,371
3º 14 Igor Sanavio 47,745
4º 68 Abdo Salomão 51,089
5º 203 Henrique Augusto 49,859
6º 765 Baiano Serra Negra 50,708
7º 33 Sujeira 44,427
8º Carlos Daniel 53,723
9º 451 Renato Hanser 45,987
Nacional B
1º 333 Juninho Delalana 42,329
2º 9 Alan Ferro 42,647
3º 764 Heitor Campos 44,958
4º 641 João Paulo Fuentes 45,606
5º 4 Lucas Sanavio 45,857
6º 1 David Willian 47,166
7º 56 Pedro Cordeiro 48,003
8º Gleison 47,002
9º 51 Anderson Santos 50,283
10º 94 Heitor Vilanova 50,430
Nacional 230
1º 4 Egnaldo Rodrigues 48,995
2º 11 Ricardo Moraes 49,768
3º 74 Jonas Tavella 49,157
4º 18 Juliano Tavella 49,777
5º 13 Rodrigo B. 50,454
6º 399 Diego Palmira 49,386
7º 3 Vinicius Domingues 50,621
8º 32 Sandro Bueno 52,522
9º 74 Marcos Massa 52,691
10º 42 Matheus Zig 54,410
Nacional Força Livre
1º 119 Eliandro Tonelada 41,637
2º 333 Juninho Delalana 42,469
3º 94 Marcelinho De Souza 42,701
4º 399 Diego Palmira 45,005
5º 13 Rodrigo B. 44,069
6º 32 Sandro Camargo 46,797
7º 85 Nelson Prado Junior 55,450
VX1
1º 46 Edson Cascata 45,313
2º 19 Ique Mattos 45,659
3º 617 Rogério Bertolini 46,921
4º 262 Rafael Arruda 45,659
5º 141 Breno 46,950
6º 34 Telinho 44,677
7º 4 Rubens Binho 47,052
8º 60 Eduardo Balan 47,669
9º 99 Alexandre Aranha 49,073
10º 14 Robson Ribeiro 51,665
VX2
1º 917 Murilo Tomazelli 41,123
2º 91 Frederico Oliveira 41,111
3º 22 Roberto Eugênio 41,206
4º 26 Maurício Colman 41,481
5º 26 Fabiano Rodrigues 43,345
6º 5 Ricardo 42,926
7º 211 Lucas Garcez 43,200
8º 399 Diego Palmira 44,551
9º 14 Ricardo Nunes Do Rego 43,486
10º 77 Mineiro 44,153
Importada Estreante
1º 87 Baninho Pegorari 45,287
2º 91 Waldir José 45,119
3º 515 Zezinho 44,984
4º 55 Marco A. De Souza 46,658
5º 125 Mouse 47,321
6º 232 André Balan 46,371
7º 94 Silvio 50,108
8º 51 Roberto Bardela 48,524
9º 199 Glaucia 51,100
10º 77 Rulio Cesar Ribeiro 48,712
Importada Força Livre
1º 262 Rafael Arruda 40,409
2º 94 Marcelinho De Souza 40,661
3º 5 Ricardo 40,575
4º 19 Ique Mattos 43,204






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet