X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

4ª etapa Brasileiro de Velocross - São Bento - SC
Publicado em: 03/10/2008

Duelos emocionantes marcam a primeira edição do Brasileiro de Velocross em Santa Catarina 
Texto e fotos: Gerson Côas - www.fcm.org.br  


Motódromo Veloferas


Largada VX1
A quarta etapa do Brasileiro de Velocross e a sexta etapa do Campeonato Catarinense agitaram o Motódromo Veloferas, em São Bento do Sul, SC, durante o final de semana, 27 e 28 de setembro. No total foram feitas 226 inscrições. Talvez esse número só não foi maior por conta da chuva que caía forte em diversas regiões do Estado. Em São Bento apenas pancadas esparsas, intercaladas com momentos de sol. Até parecia que foi acertado para que a chuva ajudasse na irrigação da pista! 


Leandro Lemos


Paulo Stédile
Essa foi a terceira prova realizada no local. Antes só uma promocional e outra prova regional. Feita a solenidade de abertura que contou com a presença dos integrantes do São Bento Trail Clube, da equipe Veloferas, dos comissários da CBM e FCM, do piloto Milton "Chumbinho" Becker e do ex-piloto de velocross Élcio Munhoz que foi homenageado pelos companheiros da cidade, foi dado o início das baterias. 

Clique e veja mais imagens da prova

E com gate cheio em quase todas as categorias, não faltaram duelos emocionantes. As duas categorias principais, VX1 e VX2, também foram as que apresentaram as brigas mais acirradas. E quem ganhou foi o público que compareceu em peso nas dependências do motódromo.

As baterias em São Bento

Na VX2 Luiz Henrique Zimermann largou na frente e manteve o posto por 12 das 15 voltas da corrida, quando depois de muita insistência foi superado pelo também catarinense Leandro Lemos, que antes, porém, precisou passar Marcelo Maziero e em seguida se livrar da pressão do paranaense Paulo Stédile. 


Largada VX2


Rafael Faria
Na quadriculada Leandro em primeiro, seguido de Zimermann, Stédile - os três separados por menos de um segundo - e do piloto local Lui André Fietz. O paranaense Rafael Faria, líder do certame, largou em décimo e com problemas na moto não conseguiu o seu ritmo habitual, mas chegou ao pódio com a quinta colocação.

Ao subir na moto de 450cc e alinhar para a categoria VX1 Rafael largou na frente e disparou rumo a quadriculada, vencendo com 12 segundos de vantagem. "Numa corrida como essa uma boa largada é 50%. Consegui sair na frente e com a pista limpa abri vantagem e depois administrei. Saio de São Bento muito feliz, pois mantenho a liderança da categoria e tenho chances de conquistar o título", disse Rafael.

Entretanto foi com a disputa pela segunda colocação que o público mais vibrou. Leandro largou em segundo, seguido de Stédile, Zimermann e Milton Jonathas Hobus.

Stédile logo se aproximou do vice-líder e dali em diante os dois protagonizaram o melhor pega da tarde. No trecho mais travado da pista o paranaense guiando uma Yamaha 250cc se jogava nas curvas pelo lado mais externo sem tirar a mão, atacando as paredes ou mesmo as canaletas, enquanto o catarinense com uma Honda 450cc levava vantagem nas retas. Se por alguns instantes perdia a posição, Leandro entrava de mão cheia no retão e tratava de recuperar o segundo lugar. 


Nasri Sarkiss
A definição só foi dada na volta final, justamente no trecho em que Stédile levava vantagem. Numa das curvas em que eles já faziam o traçado interno, o paranaense colocou a moto ainda mais por dentro e tomou a preferência na retomada da aceleração. E na ânsia de recuperar, Leandro deixou a moto desgarrar na saída da curva seguinte, perdendo o contato necessário para uma tentativa de dar o troco.

"Na metade da bateria em diante senti que eu poderia passar. Comecei a andar mais solto, nos traçados certos e no final deu certo. Sentir que o público estava torcendo por mim, mesmo eu sendo um paranaense contra um piloto catarinense é uma emoção e tanto. Acho que isso vale mais que uma vitória até", relatou Stédile.

Zimermann em quarto e Luciano de Oliveira em quinto completaram o pódio.

Na VX3 Sarkiss largou na frente com Sandro da Rosa e Braz dos Santos logo atrás. Braz passou a pressionar Sandro, conseguindo supera-lo na terceira volta. E com duelo desses dois que durou a bateria inteira Sarkiss aproveitou para abrir. Com a pista livre e sem pressão dos concorrentes o paranaense pode buscar as melhores linhas e distanciou ainda mais, seguindo rumo a vitória para vencer com 13" de vantagem para o segundo colocado Braz dos Santos, que levou a melhor por menos de 0,5".

Adenir da Veiga largou e terminou a bateria na quarta colocação, seguido de Williams Hendrikx. 


Público


Lui Fieltz
Para Sarkiss a vitória foi importante para consolidar a sua liderança do campeonato. "Graças a Deus deu tudo certo aqui, apesar de eu não ter feito um bom treino cronometrado. Eu achei um bom traçado durante a corrida, venci mais essa etapa e me isolo na liderança com boas chances de ser campeão da VX3 Brasileiro", disse o paranaense. Quanto à bateria Sarkiss admitiu que, apesar da vantagem no final, não foi uma corrida fácil. "A bateria foi bem difícil. Nessa prova estavam os pilotos de Santa Catarina, que andam muito rápido, o Brás, o pessoal do Rio Grande do Sul. A pista estava gradeada, meio pesada, mas eu tive uma boa largada, que ajudou bastante. O nível está alto e eu estou feliz por ter vencido mais uma", concluiu.

O piloto César Cernach venceu a classe VX3 Nacional liderando de ponta a ponta, sempre seguido de João Francener. Celmo Dzickanski ficou em terceiro.

A festa dos pilotos da casa aconteceu na Nacional A que teve como campeão Lui André Fietz ao comandar toda a bateria. "Consegui largar bem, larguei na primeira colocação e o meu concorrente (Jorge da Fonseca) também é de São Bento do Sul, então a gente fez uma dobradinha por São Bento. Ele veio pressionando até os 10 minutos. Eu consegui podar os retardatários o mais rápido possível e ele demorou um pouco, e aí eu abri uma vantagem e no final foi só administrar", relatou o vencedor.


Veja mais imagens da prova
Em terceiro ficou Volkmar Berchtold, seguido de Oscar Honorato Bueno e Luís Felipe Fietz, posições que foram definidas já na segunda das 15 voltas da bateria.

Pela classe TTR230 que largou juntamente com os pilotos da Nacional A, quem levou a melhor foi Jorge Henrique da Fonseca. Luiz Felipe ficou em segundo e Vinicius Kopp em terceiro.

Dentre as 30 motos que alinharam para a largada da classe Nacional B, foi a Yamaha 2T pilotada pelo catarinense Maicon Kraemer que pulou na frente. E dali em diante ele só abriu, marcando também a volta mais rápida da classe com o tempo de 1`06"773. "As motos com motor de 2T ainda tem chance. Mas eu consegui ter uma ótima largada. A 2T numa pista assim travada, é pior. Ela não traciona tanto, mas estamos provando que ela ainda tem chance de ganhar muitas corridas. Estamos bem esse ano. Só na primeira etapa do Brasileiro que quebrou a moto. Estamos fazendo um campeonato de recuperação e queremos chegar até o final ainda na frente", concluiu Kraemer.

Em segundo na bateria terminou o também piloto da casa Jacson Keil, com Eduardo Leodet em terceiro. Embora Jacson esperasse a vitória, esse resultado não o chateou tanto, pois na bateria da classe nacional 250cc ele abandonou com o motor quebrado. "Agora eu não consegui uma boa largada, mas está valendo. Problema mesmo foi na bateria da 250cc que eu parei com o pistão derretido. Eu estava rápido e sentia que poderia passar novamente o Leandro na parte da seqüência de curvas. Pena..." disse ele, referindo a bateria válida somente pelo catarinense, a classe nacional 250cc. 


Marcelo Maziero


Igor Farias
Nela Keil partiu na frente, foi superado por Leandro e logo abandonou. Para Leandro, só restou comemorar. "Eu queria agradecer ao meu pai, ao meu mecânico Toninho, que não mediram esforços. Ao Nenê Motos que vem dando um apoio pra gente. Queria agradecer a esse publico maravilhoso que veio".

Na categoria Júnior os melhores momentos foram proporcionados por Luís Felipe Fietz e por Paulo Krutzsch Júnior. Paulo comandou a bateria até a oitava passagem, porém começou a ter problemas com a moto. Ficou sem freio dianteiro por conta da perda da braçadeira do manicoto e também não conseguia trocar as marchas. Luís Felipe aproveitou, passou o concorrente e comemorou a vitória. Paulo Júnior ainda conseguiu o segundo lugar.

Na 55cc Igor Farias largou em primeiro e manteve a posição durante todo o percurso, conseguindo o primeiro lugar. João Gabriel da Veiga perdeu a segunda colocação na última volta para Mayron Boelling.

Lucas Gadotti começou comandando a 65cc, seguido de perto por José Brayan. Brayan passou a atacar e na quarta volta assumiu a dianteira. Forçando o ritmo, Brayan conseguiu a melhor volta da bateria na sexta volta. Porém, foi só faze-la que ele caiu, perdendo preciosos segundos e terminando a corrida na quarta posição. Crescendo durante a bateria, apareceu Sebastião da Silva Junior, que na última volta ultrapassou Lucas, conseguindo o primeiro lugar. Lucas ficou em segundo, e Thiago Winiarski, que vinha seguindo o ritmo de Sebastião, ficou em terceiro.


José Brayan e Lucas Gadotti
Na Street Edinilson Batista liderou de ponta a ponta. "Eu tive muita sorte. Larguei na frente, já fui o primeiro a cair no traçado e peguei a pista livre.", disse o piloto, que completou. "A bateria foi muito importante pra mim, pois estava junto com um Brasileiro. Tem bons pilotos aí como o Gilson Araújo, o Márcio Roberto Rover. Foi uma disputa bem acirrada, mas graças a Deus, eu ganhei a corrida", concluiu.

Gilson e Rover também mantiveram suas posições durante todo o percurso e conseguiram o segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Pela categoria Lander, que largou junto com a nacional B, somente três pilotos se prontificaram a participar da etapa. Entretanto, por questões técnicas, o resultado ainda não foi homologado.

A quarta etapa do Brasileiro de Velocross em conjunto com a sexta etapa do Campeonato Catarinense foi uma realização do São Bento Trail Clube e equipe Veloferas, com a supervisão da Federação Catarinense e Confederação Brasileira de Motociclismo. O patrocínio é da Yamaha, Riffel, H-Parts e Bentauto Motos.

Resultados

Categoria VX1
1º 19 Rafael Faria - Protork/Dash/Serginho Suspensoes/Mobidick
2º 88 Paulo Cesar Stedile - Nokia, Protork, Multi Loja,mundialprim,mitas, Dash
3º 4 Leandro Matos Lemos - Nene Motos/Thomas Motos/Dash/Mr Pro
4º 76 Luiz Henrique Zimmermann - Madrugadao Lanches/Biogas/Dudu Motos
5º 41 Luciano Oliveira - Aguia Negra/Tim/Chopp Club/Vip Pisoswiflorest
6º 866 Marcelo Maziero - Wt Transportes Ltda E Roll Star Jeans
7º 25 Milton Jonathas - Hobus Royalciclo, Motociclo Hb
8º 138 Lui André Fietz - Central Automoveis, Equipe Veloferas
9º 101 Paulo Krutzsch Jr - Honda Kg Motos/Nene Motos
10º 153 Nasri Weinhardt Sarkiss - Borges Da Silveira/ Tork/ Dash/ Casteloworks/
Categoria VX2
1º 4 Leandro Matos Lemos - Nene Motos/Thomas Motos/Dash/Mr Pro
2º 76 Luiz Henrique Zimmermann - Madrugadão Lanches, Biogas/Dudu Motos
3º 88 Paulo Cesar Stedile - Nokia,protork,multi Loja,mundialprimi,mitas,dash
4º 138 Lui André Fietz - Central Automoveis, Equipe Veloferas
5º 19 Rafael Faria - Protork/Dash/Serginho Suspensoes/Mobidick
6º 866 Marcelo Maziero - Wt Transportes Ltda E Roll Star Jeans
7º 110 Marcelo Galiotto - Morangos Galiotto, Multiparts, Casabellacontrutora
8º 916 Eder De Lima - Dash, Limas Automoveis, Veloferas, Posto Serra Alta
9º 720 Rodrigo Galiotto - Morangos Galiotto, Multiparts, Martini Racing, Casabella
10º 761 Maicon Júnior Kraemer - Motos Loli - Hotel Taió - Hcr Cartões Reciclados
Categoria VX3
1º 153 Nasri Weinhardt Sarkiss - Borges Da Silveira/ Tork/ Dash/ Casteloworks
2º 43 Braz Dos Santos - Cia.morango /Mcr
3º 118 Sandro Botelho Silveira Da Rosa - Caminhao Gaucho/Navarro Suspensoes
4º 712 Adenir Da Veiga - Biogas Jp Racing ,indacenter
5º 235 Williams Vidal Hendrikx - Lobao Estartec, Coelho Motos, Sideral Pre-mold
6º 29 Marcio Eduardo - Mielke Panificadora Nice E Jp Racing
7º 330 Carlos Alberto - Moeller Mais Confecções
8º 3 Maysa Pianezer - Romaq, Nene Motos, Cervejas Malta
9º 117 Sergio Carlos Pinheiro - Rodoplast / Tecnomotos
10º 8 Maurecir Mafra Só Rodas - Nossa Garagem - Siricross
Categoria VX3 Nacional
1º 7 Cesar Cernach - Colegio Monteiro Lobato/Dash
2º 38 Joao Silverio Francener - Moto Sport Auto Peças 101 E Nene Motos
3º 10 Celmo Dzickanski - Auto Elétrica Fronteira-ace Gases-gráficakoster-celmoto
4º 3 Ademar Werner Boettcher - Tonho Motos Koru Motos Awb Manutenção
5º 60 Amaro Lenfers - Moto Krieck,ferro Velho Aldeia,rancho Lb,fixabras
6º 501 Giovani Valente - Mecanica Pissaia,equipe Motocenter/Maju Multimarcas
7º 80 Ivanes Duarte - Bxo 8 Moto Peca Carabina Motopesas Retifica Paulistica Tuq
8º 88 Odirlei Artner De Lima - Trans Tazz Tres
9º 8 Almir Iargas De Paula - Equipe Veloferas
10º 914 Adilson Hubner - Hubner Motor Sports
Categoria Nacional A
1º 138 Lui André Fietz - Central Automoveis, Equipe Veloferas
2º 612 Jorge Fonseca - Paulinho Escap, Fenis Arte Visual, Radio Sao Bento Am
3º 7 Volkmar Berchtold - Markolf Bikes/Rikol/Tld/Metalurgica Zerbin
4º 43 Oscar Honorato Bueno - Koru Motos / Metalúrgica Mwg
5º 65 Luís Felipe Fietz - Equipe Veloferas/ Central Automoveis
6º 308 William Langhammer - Ffracing/Escapauto
7º 25 Volnei Da Fonseca - Power Som /Visa Motos/ Gilson Racing
8º 58 Jonata Eccel -
9º 818 Edgar Nogueira - Batuke Pneus E Rodas
10º 130 Fabiano Dzickanski - Celmoto - Ace Gases - Auto Elétrica Fronteira
Categoria Nacional B
1º 51 Maicon Júnior - Kraemer Motos Neno - Veda Motors
2º 228 Jacson Keil - Romaq Cabo Motos Central Auto Nene Motos EqVeloferas
3º 115 Eduardo Leodet - Hotel Vila Germânica
4º 5 Douglas Galkowski - Pepe Motos Niktur Vandizel Eletro Peça Sao Bento
5º 10 Wyllyn Alves - Ace Gases - AE Fronteira - Gráfica Koster - Tribuna Fronteira
6º 91 Marcos Cruz Wudarski - Romaq, Adrenalina, Maré Motos, Dash e Pro Tork
7º 501 Giovani Valente - Mec. Pissaia, Eq Motocenter, Maju Multimarcas, Bar Tocha
8º 22 Wandrey Niels - Theilacker Racing
9º 128 Jaime Lisboa - Equipe Veloterra
10º 2 Daniel Bartel - Casa Dos Bonecos Amenduim Racing
Categoria TTR230
1º 612 Jorge Fonseca - Paulinho Escap, Fenis Arte Visual, Radio Sao Bento Am
2º 65 Luís Felipe Fietz - Equipe Veloferas/ Central Automoveis
3º 4 Vinicius Kopp - Kopp Maquinas
4º 23 João Carlos Gruber -
Imagens Relacionadas:
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross
Brasileiro de Velocross





© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet