X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Motocross Catarinense

2ª Etapa da Copa Norte Catarinense de MX - Piçarras - SC
Publicado em: 23/01/2007
Clique e saiba mais

Mais de 180 pilotos prestigiaram a competição
Fotos: Tiago  Wolff - www.racecross.com 


Rafael Farias

A cidade de Piçarras, no litoral norte de Santa Catarina, recebeu no domingo (14/01), a 2ª etapa da edição 2007 da Copa Norte Catarinense de Motocross. Ao todo, foram mais de 180 pilotos inscritos, divididos em 11 categorias válidas pela competição, além de uma bateria extra. 


Mirko dos Santos


Bryan do Santos
Das 11 categorias, três precisaram de classificatórias, pois o número de pilotos inscritos era superior ao tamanho do gate de largada. Após as classificatórias, foi realizada a bateria da Categoria Amigos, restrita a membros dos Motoclubes que ajudam na realização das provas. Renato “pezão” Dunka, organizador da prova, foi também o vencedor da bateria. 

Já no inicio da tarde a categoria MX3 abriu as disputas pela Copa. Braz do Santos saiu na frente, com Mirko dos Santos logo atrás na segundo colocação. Braz segurou a pressão imposta por Mirko até a metade da prova, quando foi superado na seção de costelas. Na disputa Braz acabou caindo, e perdeu contato com os líderes. Mirko venceu a prova assumindo a liderança da competição. Rogério Schimit foi o segundo colocado, e Edson Haley ficou logo atrás com a terceira colocação. 


Gilmar Bianquese
Na 55cc, Rodrigo Montagna saiu na frente, mas logo foi superado por Bryan do Santos e Matheus Oliveira. Bryan assumiu a ponta, não deu chance aos adversários e pode comemorar a segunda vitória na competição. Matheus ficou com a segunda colocação, e Leonardo de Souza foi o terceiro colocado. 

A categoria Street largou com o gate cheio, Gilmar Bianquese mais uma vez dominou a prova e venceu sem ser ameaçado. Rafael Michel foi o terceiro colocado, com o resultado segue na liderança da competição. 

Na 65cc, Rodrigo Riffel venceu de ponta a ponta, com Tauan Brenner na segunda colocação. Com o resultado, os dois estão empatados na primeira colocação da classificação geral, ambos com 45 pontos. Vinícius Rosa ficou com a terceira colocação, pouco a frente de Bryan dos Santos. 

Na 125cc(MX2), quem roubou a cena foi Rafael Farias, que após um problema na largada, começou a prova com mais de meia pista de desvantagem para os demais oponentes. Rafael foi se recuperando a cada volta, e com uma tocada forte foi superando os adversários. 


Rodrigo Riffel
Rafael terminou a prova na 4ª colocação, cruzando a linha de chegada ao lado de Paulo Krutsch Jr, terceiro colocado na bateria. Leandro Smackovicz assumiu a ponta no início da bateria e venceu com uma certa tranquilidade. João Paulo Feltz que largou na frente e logo foi superado por Leandro, terminou a prova na segunda colocação. Rafael Dunka, correndo com uma CR85cc foi o quinto colocado. 

Na 85cc, Luis Felipe Claudino largou na frente, seguido de Eder de Lima. Rafael Dunka, piloto da casa, ficou preso no gate, e teve que fazer uma prova de recuperação. Enquanto na frente, Luis Felipe e Eder brigavam pela ponta, mais atrás Rafael acelerava para recuperar o tempo perdido. Após a metade da prova Rafael encosta nos líderes e após disputar com Luiz Felipe, assume a ponta para vencer em casa. Luis Felipe segura a pressão imposta por Eder e fica em segundo. Eder de Lima, mesmo com uma queda na última volta, termina na terceira colocação. 


Leandro Smackovicz


Rafael Dunka
Na categoria Trilheiros Especial, Anderson Chupel largou na frente, e venceu de ponta a ponta. Fernando chegou a pressionar o líder no inicio da prova, mas foi perdendo contato, e teve que se contentar com a segunda colocação. Leodemar Junior ficou com a quarta colocação, e assume a ponta na disputa pelo titulo da categoria.
Na Trilheiros Nacional quem dominou foi Ramon França, vencendo de ponta a ponta. Edenilson de Souza, teve que se contentar com a segunda colocação, mas segue na liderança da competição. Murilo França após muita disputa terminou na terceira colocação. 

Na Força Livre Nacional, alguns pilotos se enroscaram na primeira curva, enquanto Darlan Marcondes, que largou na frente, aproveitava para acelerar e fugir do bolo. Darlan pode administra a vantagem, e vencer a prova. Murilo França foi o segundo, e logo atrás, seu irmão Ramon foi o terceiro, após fazer uma prova de recuperação. 


Ramon França


Anderson Chupel
A Força Livre Especial foi a última bateria do dia e não poderia ser melhor. Leandro Smackovicz saiu na frente, seguido de perto por Djohny Aquino e logo atrás, por João Feltz, Anderson Chupel e Rafael Farias. Na frente, Djohny e Leandro trocam posições numa bonita disputa, enquanto logo atrás, Rafael supera Anderson e João para então chegar nos líderes. Rafael supera os dois, e assume a liderança para vencer a prova. Djohny até tentou acompanhar Rafael, mas teve que se contentar com a segunda posição. Leandro terminou em terceiro e João Feltz em quarto. Com o resultado, Leandro segue líder na disputa pelo titulo. 

A prova teve o patrocínio de JP Racing, Ivana Corretora de Imóveis, Contabilidade Progresso, Délcio Motos, Mercado e Verdureira 3K, Só Equipa e apoio da prefeitura do município.  A próxima etapa da competição, esta marcada para os dias 10 e 11 de fevereiro, na cidade de Camboriú SC.          


Darlan Marcondes
    






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet