X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Brasileiro de Velocross 2019 Lapa - PR - 1ª etapa
Publicado em: 29/03/2019

Realizada em conjunto com o Paranaense de Velocross, abertura do campeonato nacional rendeu cerca de 550 inscrições distribuídas entre 20 categorias
Redação MotoX.com.br - Fotos: Anderson Wolff/Racecross e Lucas Basso


O Campeonato Brasileiro de Velocross começou na tradicional e veloz pista da Lapa, no Paraná, em um evento conjunto com o estadual da modalidade que foi um grande sucesso. O prestígio da prova pode ser medido pelo número expressivo de inscrições: 550, distribuídas entre 20 categorias. A quantidade exata de participantes não foi divulgada pelos organizadores.


Carlos Eduardo Franco

Entre tantos atletas, o sul-mato-grossense Carlos Eduardo Franco se destacou vencendo a VX1, principal categoria para motos importadas, e a 230cc Pró, para motos nacionais, além de ser o terceiro na VX2."Será a primeira vez que participarei de toda a competição. Fiquei feliz com o meu desempenho, pois o nível está muito forte", disse o piloto da Pro Tork Racing Team, atual campeão paraguaio da modalidade.


Rafael Faria

Na VX1, Carlos Eduardo largou na frente e venceu de ponta a ponta. Atual campeão, Rafael Faria suportou a pressão de Pepê Bueno e garantiu a segunda posição, enquanto Jacson Keil venceu a disputa com Rodrigo Taborda pela quarta posição.

A corrida da VX2, teve roteiro parecido, mas vencedor diferente. Rodrigo Taborda partiu na frente e venceu com uma vantagem segura sobre Rafael Faria. Novamente em segundo, o paranaense desta vez teve que contornar as investidas de Carlos Eduardo que acabou em terceiro. Após ter problemas com sua moto durante os treinos, Carlos Eduardo conseguiu uma emprestada para não ficar de fora da corrida e garantiu pontos importantes com a terceira posição.


Rodrigo Taborda

Na Nacional 230cc, Alex Júnior liderou boa parte da bateria enquanto Carlos Eduardo ganhava posições posições. Ao redor da metade da prova, Carlos assumiu a primeira posição e acelerou até a vitória com pouco mais de três segundos de vantagem sobre o rival. Rafael Faria mais uma vez foi destaque passando Rodrigo Taborda para terminar bem próximo de Alex, na terceira posição.

Mesmo com três pódios, Carlos Eduardo avalia que poderia ter se saido ainda melhor no evento. "Na VX1 saí na ponta e consegui administrar. Na 230cc Pró larguei em quarto e fui batalhando posições. Na VX2 sofri uma queda leve e enfrentei mais dificuldades. Fiquei feliz com o desempenho, mas vi detalhes que preciso melhorar".  


Maiara Basso

Atual tricampeã nacional da classe VXF Especial, Maiara Basso liderou a categoria do início ao fim e não deu chance as concorrentes. "Foi uma prova bem legal, em uma pista bastante rápida e de chão duro. Consegui largar na frente e imprimi um ritmo bom, conseguindo vencer com uma vantagem de mais de 25 segundos", destacou a atual tricampeã nacional de velocross que competiu com uma KTM 250SX-F.

A gaúcha de 22 anos da equipe KTM Sacramento decidiu de última hora disputar a prova, pois ainda não está na condição física ideal. "Estou voltando de lesão (na clavícula direita), não é fácil, então começar vencendo é muito bom. Tinha treinado muito pouco para essa etapa, mas deu tudo certo e agora vou focar na abertura do Brasileiro de Motocross no dia 14 de abril em Alfenas (MG)", completou a piloto que também defende o título nacional de motocross em 2019.


Alex Júnior

A Força Livre Nacional começou com uma forte queda de Jacson Keil na primeira volta, quando Alex Júnior assumiu a liderança. Impondo um ritmo bastante forte, Alex garantiu a vitória seguido por Edinilson Batista que ganhou algumas posições no início até alcançar a segunda posição. Antonio Brazaca completou em terceiro enquanto Jacson conseguiu uma excelente recuperação até a quarta posição.

A VX3 Especial consagrou Edinilson Batista que venceu seguido de perto pelo campeão brasileiro de motocross Willian Guimarães. Fazendo uma participação especial na competição, Willian faturou a VX4 Especial superando Fabiano Barg na disputa pela vitória, e a VX45 Especial onde Braz dos Santos foi o segundo colocado.


Jacson Keil

Outra interessante atração foi a disputa da classe TR125F Adultos, na qual competidores com mais de 18 anos aceleram as minimotos originais Pro Tork. Atual campeão da categoria, Lucas Nogueira venceu mostrando que está disposto a manter o título conquistado no ano passado. O vencedor faturou um prêmio de R$ 1.500, sendo que mais R$ 3.500 foram distribuídos entre o segundo e o 10º colocados.

Outros vencedores do evento foram: Kauã de Souza (65cc), Vitor de Borba (Júnior/85cc), Fabricio Rondoni (200cc), Anderson da Luz (Intermediária Nacional), Mozara Bittencourt (VXF Nacional), Marcio Lago (VX3 e VX4 Nacional), Marcos Augustin (VX45 e VX5 Nacional) e Marcelo Marques (VX5 Especial).


Willian Guimarães

A próxima prova do Brasileiro de Velocross será realizada nos dias 06 e 07 de abril, em Canelinha (SC), junto com a segunda etapa do Campeonato Catarinense. Já o Paranaense tem sua próxima rodada programada para os dias 4 e 5 de maio, em Campina Grande do Sul.

O Campeonato Pro Tork Paranaense de Velocross 2019 tem o patrocínio da Pro Tork - a maior fábrica de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes, além do apoio da Pirelli Pneus, Mobil, Acipar, Winn's e 5inco Gráficos.

Vídeos:







Resultados






















Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet