X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

RX Graphics

KTM Sacramento

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Loja Ibox28

Nacar Yamaha

JPS Racing

Coach Motocross

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Taça São Sebastião de Veloterra - 3ª etapa - São Sebastião - SP
Publicado em: 07/08/2018

Local que foi sede do evento abrigará futura pista de motocross no litoral norte paulista
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luis Bueno

Felipe Oliveira conquistou cinco vitórias no evento


Evento superou as expectativas

No primeiro domingo de setembro, dia 2, a Taça São Sebastião de Veloterra entrou na reta final com a terceira etapa superando as expectativas dos organizadores que já começam a elaborar a próxima temporada. Durante o evento, o prefeito Felipe Augusto descerrou a placa inaugural da pista de motocross prevista para ser construída no local, atendendo a reivindicação dos pilotos da região. A área, mais um atrativo turístico para a cidade, também terá uma pista de veloterra.

+ Veja mais fotos na Galeria de Imagens da prova

Sob o comando de Degmar Fernandes, organizador e idealizador do campeonato, a equipe Velopraia Racing seguiu a risca o cronograma e horários das provas demostrando respeito aos pilotos e ao público. Além comparecerem em grande número, os competidores interagiram com os locutores em sorteios de brindes movimentando os intervalos das baterias. O local do evento contou com uma ampla praça de alimentação, banheiros e arquibancadas. Já os boxes ficaram dentro do Balneário do Trabalhador, em frente a pista com muito espaço para atender as equipes.


Prefeito Felipe Augusto descerrou a placa inaugural da pista de motocross prevista para ser construída no local

Em uma pista bem técnica, de acordo com a avaliação da maioria dos pilotos, a categoria VX3 deu início ao dia de competições. Felipe de Oliveira teve um certo trabalho nas primeiras voltas, mas depois conseguiu abrir vantagem seguindo na ponta até a bandeirada na primeira de cinco vitórias que conquistaria até o fim do evento. Depois de uma boa largada, Paulinho Box 18 errou e foi ao chão ainda no início perdendo muito tempo, mas conseguiu uma ótima recuperação entrando novamente entre os cinco primeiros. Sávio Santos assumiu a segunda colocação depois na segunda metade da prova permanecendo até as duas últimas voltas quando foi superado por Paulinho. Paulo Paulera e Adelson Stylo terminaram em quarto e quinto respectivamente.   


Felipe de Oliveira

Emerson e Gabriel Reis travaram um duelo de gigantes até a metade da VX2. Na fase decisiva, Gabriel encontrou uma linha mais rápida superando Emerson e assegurou o lugar mais alto do pódio. Gustavo Rodrigues conquistou três posições garantindo justamente a terceira posição. Igor Galvão se manteve na quarta colocação seguido por Adelson Stylo.


Gabriel Reis

Na categoria Nacional B, o piloto Nelson 121 foi perfeito durante toda a prova vencendo com certa folga. Constante, Luís Fernando obteve a segunda posição também sem grande dificuldade. Já Murilo Cabral teve mais trabalho para terminar em terceiro após trocar posição com um rival algumas vezes.


Nelson 121

Felipe de Oliveira subiu no ponto mais alto pela segunda vez no dia na prova da VX1, novamente com uma apresentação impecável desde a queda do gate até a bandeirada final. Nas últimas voltas até recebeu pressão de Paulinho Box 18 - que depois de conquistar duas posições encostou no líder - mas não cedeu ao segundo colocado. Rogério, pilotando a moto 411, também foi bem conquistando posições até alcançar a terceira colocação. Juninho Muk e Paulo Paulera completaram o pódio na quarta e quinta posições.


Luís Gustavo

Em um dia inspirado, Felipe de Oliveira foi o grande nome vencendo todas as categorias que participou e, para completar, levou o troféu de campeão na Nacional A, liderando de ponta a ponta. Ronan Rodrigues, após assumir a segunda colocação, chegou a pressionar o líder, mas em um erro sofreu uma queda e teve que se contentar com a segunda posição. Alex Mota subiu um posto e terminou em terceiro.

Os pilotos da 230cc fizeram o público vibrar com muita disputa pelo primeiro lugar. Após muita briga, Luís Gustavo saiu vitorioso seguido por Diego, da moto nº 7, na segunda colocação e logo na sequência Reinaldo Quincas. André Luís, após algumas ultrapassagens, terminou em quarto e Anderson Oliveira na quinta posição.


Nikolas Tapari

Como em todas as etapas os pilotinhos da 50cc deram show. Mesmo com apenas dois participantes a prova divertiu o público e foi cheia de emoções. Nikolas Tapari foi rápido e de cara fez o Holeshot. No entanto, Rick Tapari logo ocupou a primeira colocação, mas cometeu um erro e foi ao chão permitindo que Nicolas ultrapassasse abrindo vantagem. Rick voltou a encostar no ponteiro, mas caiu novamente a poucas voltas do final e então o rival soube administrar recebendo a bandeirada em primeiro.

Emerson assumiu a ponta na largada da Força Livre Importada sendo perseguido por Igor Galvão durante quase toda a prova. Nas últimas voltas, Galvão abandonou com problemas deixando o rival mais tranquilo na frente. Luís Fernando herdou a segunda posição apesar das dificuldades para mantê-la já que Sacaneta vinha na sua cola. Alexandre Balbino foi constante e terminou na quarta colocação.


Emerson

Quem colocou mais uma vitória na conta foi Felipe de Oliveira que faturou a Força Livre Nacional sem tomar conhecimento dos adversários: largou na ponta e disparou até receber a bandeirada. Luís Fernando tentou acompanhar o ponteiro, mas não conseguiu manter o ritmo e manteve a segunda colocação. Diego, após bom duelo com Gabriel, se deu melhor na disputa pela terceira posição. O quinto degrau do pódio ficou com Alessandro que subiu uma posição no decorrer da prova.


Cleber Alexandre

Os pilotos da Juvenil e Penélope largaram juntos para uma bela corrida. Cleber Alexandre conquistou a vitória e o público que vibrou a cada passagem do pilotinho pela arquibancada. Murilo Cabral foi bem na prova terminando com a segunda colocação da Juvenil e terceiro no geral. Já na Penélope a piloto Edna Costa não deu chances as adversárias faturando o primeiro lugar entre as meninas e o segundo no geral. Adriana Santos e Luiza Helena terminaram nas posições seguintes.


Edna Costa

Apenas com pilotos locais, a Prata da Casa levantou o público que vibrou com Felipe de Oliveira que levou mais um primeiro lugar alcançando um total de cinco vitórias no dia. A segunda colocação ficou com Luís Fernando que foi firme na briga pela posição com Gabriel, que acabou em terceiro.

Eduardo Ilha foi o vencedor da VX4. Após uma bela disputa cheia de trocas de posições, ele assumiu em definitivo a ponta. Sacaneta também fez boa prova terminando na segunda colocação. Cidão conclui em terceiro seguido por Alexandre Balbino e Anderson Oliveira.


Eduardo Ilha

A Taça São Sebastião de Veloterra tem o apoio da Prefeitura Municipal de São Sebastião, Secretaria de Cultura, Secretaria de Esportes, Secretaria de Saúde, Secretaria de Serviços Públicos, Universo Honda, Red Dragon, Shopping das Moto Peças e Motul.


Resultados

VX3

1. Nº 357 Felipe de Oliveira
2. Nº 18 Paulinho Box 18
3. Nº 468 Savio Santos
4. Nº 15 Paulo Paulera
5. Nº 37 Adelson Stylo
6. Nº 7 Juninho Muk
7. Nº 71 Eliezer Rodrigues
8. Nº 34 Reinaldo Quincas
9. Nº 27 Alexandre Balbino
10. Nº 09 Thiago

VX2

1. Nº 90 Gabriel Reis
2. Nº 96 Emerson
3. Nº 55 Gustavo Rodrigues
4. Nº 98 Igor Galvão
5. Nº 37 Adelson Stylo
6. Nº 30 Anderson
7. Nº 5 Cesar Hen
8. Nº 27 Alexandre Balbino
9. Nº 730 Dallison

Juvenil
1. Nº 219 Cleber Alexandre
2. Nº 99 Murilo Cabral
3. Nº 15 Vinicius

Nacional B
1. Nº 121 Nelson
2. Nº 215 Luís Fernando
3. Nº 99 Murilo Cabral
4. Nº 77 Marco
5. Nº 85 Sergio Alexandre
6. Nº 37 Erick

Penélope
1. Nº 83 Edna Rocha
2. Nº 68 Adriana Santos
3. Nº 775 Luisa Helena

Prata da Casa
1. Nº 707 Felipe de Oliveira
2. Nº 147 Luís Fernando
3. Nº 777 Gabriel
4. Nº 77 Marco
5. Nº 29 Lucas
6. Nº 71 Eliezer Rodrigues
7. Nº 27 Alexandre

VX1
1. Nº 357 Felipe Oliveira
2. Nº 18 Paulinho Box 18
3. Nº 411 Rogério
4. Nº 77 Juninho Muk
5. Nº 15 Paulo Paulera
6. Nº 458 Savio Santos
7. Nº 17 Alexandre Balbino
8. Nº 147 Luís Fernando
9. Nº 632 Mario

230cc
1. Nº 215 Luís Gustavo
2. Nº 7 Diego
3. Nº 34 Reinaldo Quincas
4. Nº 27 André Luís
5. Nº 83 Anderson Oliveira
6. Nº 9 Thiago Oliveira
7. Nº 770 Gabriel
8. Nº 78 Marcos
9. Nº 29 Lucas Roberto
10. Nº 216 Alessandro
11. Nº 6 Cidão
12. Nº 2 Sergio
13. Nº 3 Kaique

Força Livre Importada
1. Nº 96 Emerson
2. Nº 147 Luís Fernando
3. Nº 333 Sacaneta
4. Nº 27 Alexandre Balbino
5. Nº 98 Igor Galvão

Força Livre Nacional
1. Nº 707 Felipe de Oliveira
2. Nº 215 Luís Gustavo
3. Nº 7 Diego
4. Nº 770 Gabriel
5. Nº 216 Alessandro
6. Nº 19 Ronan Rodrigues
7. Nº 27 André Luís
8. Nº 27 Alexandre
9. Nº 44 Junior Boy
10. Nº 34 Reinaldo Quincas

50cc
1. Nº 22 Nikolas Tapari
2. Nº 158 Luiz Henrique Tapari

Nacional A
1. Nº 707 Felipe de Oliveira
2. Nº 19 Ronan Rodrigues
3. Nº 93 Alex Mota
4. Nº 22 Douglas
5. Nº 38 Buziano
6. Nº 22 Alessandro
7. Nº 44 Junior Boy
8. Nº 91 Fernando Louco
9. Nº 115 Rodolfo

VX4
1. Nº 147 Eduardo Ilha
2. Nº 333 Sacaneta
3. Nº 4 Cidão
4. Nº 27 Alexandre Balbino
5. Nº 83 Anderson Oliveira




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet