X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Motocross Catarinense

Catarinense de Motocross e Brasileiro de 50cc - Chapecó - SC
Publicado em: 18/08
Clique e saiba mais

Motocross em Chapecó, um presentão aos Pais!
Texto e fotos: Gerson Coas / FCM 

Ao completar 15 anos o Autódromo da cidade de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, pela segunda vez na sua história cedeu lugar às motocicletas. No final de semana em que era comemorado o Dia dos Pais, 12 e 13 de agosto, os fãs do motocross acompanharam a terceira e quarta etapas do Campeonato Brasileiro de Minicross 55cc, e paralelamente, a quinta etapa do Riffel Motocross – competição que tem o status de Campeonato Catarinense. 


Largada 50 A



Maurício Treichel
No Brasileiro de Minicross os garotinhos que se deram bem e fizeram ainda maior a alegria de seus pais foram o gaúcho Enzo Lopes (A), o catarinense Maurício Treichel (B) e o paulista Ricardo Jurça (C). Nas baterias válidas para o Riffel MX, três das oito classes foram vencidas pelos pilotos da casa: Treichel foi novamente o mais rápido da classe 55cc, Douglas dos Santos comemorou na 85cc e Tiago Baú faturou de ponta a ponta a nacional. 

Veja também as Imagens da Prova

Já a MX1 marcou a primeira conquista de Djonhy Aquino na categoria, enquanto Marronzinho manteve o domínio na MX2 e Milton Chumbinho venceu a MX3. Na intermediária Erivelto Nicoladelli chegou a sua segunda vitória da temporada, e na 65cc o primeiro lugar foi para o gaúcho Gustavo Roratto que liderou a desde a largada.

BRASILEIRO DE MINICROSS

Na tarde do sábado, após duas sessões de treinos e os devidos ajustes, os 34 pilotos com idades de 5 a 11 anos e motos monomarcha de até 55cc partiram para a 3a etapa do campeonato. Na bateria da categoria “A” o garotinho Enzo Lopes assumiu a ponta ao fechar a primeira volta e disparou rumo a quadriculada. O paranaense Gabriel dos Santos ficou em segundo e Guilherme da Costa, de São Paulo, terminou em terceiro. 


Enzo Lopes



Ricardo Jurça
As categorias “B” e “C” largaram juntas. Na “B” os três primeiros lugares ficaram com pilotos de Chapecó: Treichel, seguido de Leonardo Neto e Jivago Rigo Filho. Treichel liderou o pelotão de ponta a ponta, seguido do líder da “C” Ricardo Jurça. Leonardo Neto andou em terceiro até a última volta quando caiu na sessão de costelas, perdendo a posição para o gaúcho Lucas Peuhs, segundo da “C”. O catarinense Rodrigo Montagna ficou em terceiro na “C”.

No domingo, a quarta etapa foi ainda pela manhã e confirmou os resultados do sábado. Na bateria da “A” nada de mudanças entre os três primeiros colocados Enzo, Gabriel e Guilherme, assim como ocorreu na “C” que teve Jurça à frente de Peuhs e Montagna. Na “B” mais uma vez vitória de Treichel, enquanto Leonardo abandonou após uma queda quando disputava a vice-liderança com o também catarinense Brayan Soares. Na segunda posição terminou Jivago Rigo e em terceiro o paranaense João Marcelo Coelho, resultados que definiram nessa ordem a classificação geral do fim de semana.

RIFFEL MX – consolidando o retorno de Chapecó ao circuito estadual 


Largada Nacional



Milton Chumbinho Becker
Também no domingo aconteceram as largada das baterias do Riffel Motocross na remodelada pista de 1400 metros, que divide o espaço com o traçado utilizado pelos automóveis nas provas de velocidade na terra. Participando pela primeira vez este ano no Riffel MX, o piloto Milton Chumbinho que é daquela região e hoje detém 11 títulos nacionais, largou na classe MX3 e venceu, seguido de Alexandro Martins, líder do certame, mas que começou na última colocação e precisou fazer uma prova de recuperação. “Foi uma pena. Deixei o motor apagar na largada e aí não teve jeito. Queria ter tentado andar junto com o Chumbo, até porque estamos correndo juntos também no Brasileiro”, relatou Martins.

Na MX2 Marronzinho manteve-se invicto ao comandar a bateria desde a largada, deixando a briga acontecer pela segunda colocação. No início Vandrigo Fabris, Luiz Zimermann, Anderson Cidade e Germano Vandrezen andaram embolados. Mas como era de se esperar o forte calor do início da tarde tratou de esfriar essa disputa ao longo dos quase 30 minutos de prova. Zimermann, também mais adaptado às pistas rápidas, saiu-se melhor, fechando a bateria em segundo, seguido de Anderson, Germano e Richard Beróis, quinto colocado. Vandrigo teve problemas e terminou na 11a colocação. 

"És o 1º! "


Djonhy Aquino



Douglas Dos Santos
Já a bateria da MX1 não foi boa para Marronzinho que chegou a Chapecó com aproveitamento total nessa categoria e na MX2. Ou melhor, não foi boa nem para ele e nem para o seu companheiro na equipe Suzuki/Petrobrás, o gaúcho Douglas Parise, vencedor da etapa de Chapecó em 2005. Depois dos dois dividirem a primeira curva, a volta inicial foi completada com Marron na frente, seguido de Djonhy Aquino em segundo e Parise em terceiro. Porém a corrida terminou para Parise na volta seguinte com uma queda que lesionou o seu joelho direito, quando ele e o Djonhy se chocaram na saída da curva da largada, com os motores de 450cc a plena aceleração. Djonhy seguiu sem nada sofrer.

Logo atrás Zimermann e Cidade repetiam o duelo da MX2, enquanto Martins buscava a aproximação para tentar entrar nessa briga. 

Veja também as Imagens da Prova


João Paulino Marronzinho



Tiago Bau
Porém na metade da prova, por volta dos 16 minutos, Marron que já tinha grande vantagem foi obrigado a abandonar sem a corrente de transmissão...

Djonhy, sem saber, assumiu a liderança da bateria e por mais que o seu pai tentasse repassar a informação na placa (És o 1o), essa não chegou ao destino! O mesmo aconteceu com Zimermann, Martins e Anderson, que travavam uma corrida a parte, e aos poucos se aproximavam do Djonhy, mesmo sem saber que então ele era o líder.

Quando a placa de última volta foi levantada pelo diretor de prova com os quatro andando juntos o público vibrou. Anderson que se aproveitou de erros de Zimermann e Martins, passou a pressionar Djonhy que então fez o que devia para defender a sua posição. “Pela manhã eu vi fui rápido, sabia que podia chegar. Mas não acreditava chegar em primeiro. Eu achava que ser terceiro, segundo... estava bom para mim”, disse Djonhy que dedicou essa vitória ao seu pai e chefe de equipe, o Tomáz. 

Na intermediária Erivelto Nicoladelli e Erivaldo da Silva Jr., o Bileca, iniciaram a bateria lado a lado. Mas logo Nicoladelli tomou a frente e ditou o ritmo da prova. Bileca então passou os 15 minutos da prova seguido por Anísio Clasen. Thell Adur que no início ocupava a quarta colocação, perdeu o posto para os locais Rafael Chavier e Cássio de Lima. 


Erivelto Nicoladelli


Gustavo Roratto
Já a classe destinada às motos nacionais foi liderada de ponta a ponta pelo piloto da casa Tiago Baú. Na largada Baú e Vitor Honnef, também piloto da região, botaram um ritmo muito acima da média. Porém Honnef não o manteve nas voltas seguintes, sobretudo quando teve furado o pneu traseiro da sua Tornado. Ramon França que vinha forte assumiu o segundo lugar e Luciano Miozzo o terceiro. Nos instantes finais um acidente envolvendo o piloto Sidnei Schaukauski obrigou o enceramento da bateria para o seu atendimento. Felizmente nada de grave. E como Tiago não pontua pelo Riffel, Ramom levou os 25 pontos, esquentando a corrida pela vice-liderança da classificação.

Na 85cc Douglas dos Santos conseguiu repetir o feito do ano passado, quando na última volta superou Gabriel Gentil. Dessa vez, porém, foi um pouco antes. Gabriel liderou a bateria pelo maior número de voltas, mas no terço final o motor da sua CR começou a falhar e com a perda do desempenho ele não conseguiu segurar Douglas, que também dedicou a vitória a seu pai.


Veja abaixo as Imagens da Prova
Na 65cc
alinharam 22 pilotos. Dada a largada foi Gustavo Roratto quem pulou na frente liderando o pelotão, seguido de Marcos Holtmann. Porém, após cerca de 15 minutos de prova poucas posições se alteraram entre os ponteiros, terminando Roratto em primeiro, com Holtmann em segundo e Talles Hess em terceiro. Holtmann e Hess lideram a classificação geral do campeonato, agora com quatro pontos a favor de Holtmann. 

Na 55cc 18 garotos voltaram à pista para mais uma largada. Diferente do Brasileiro, no Riffel MX não há subdivisão por idade. Maurício Treichel foi novamente o mais rápido, fechando o final de semana invicto com cinco vitórias nas baterias que disputou. Leonardo Neto, recuperado do susto tomado na bateria da manhã, acelerou forte e ficou em segundo, à frente de Lucas Peuhs. Rodrigo Montagna fechou a prova em quarto, Jivago Filho em quinto e Enzo Lopes em sexto.

A quinta etapa do Riffel MX e a terceira e quarta etapas do Brasileiro de Minicross foi uma realização do Moto Clube Chapecó, em parceria com o Automóvel Clube e a supervisão da Federação Catarinense de Motociclismo – FCM.

Categoria "a"
Pos. N.º Piloto Equipe Total
10 Enzo Lazaro Lopes Alpinester, Bridgestone 25 25 50
51 Gabriel Gomes Dos Santos Chulin, Mcr, Sercontel 20 20 40
33 Guilherme Torres Da Costa Asw, Fox, Geral Motos 16 16 32
199 Leonardo Limberger Zanella Cia De Eventos 13 11 24
46 Gustavo Moura Bamba Racing, Vm Motos 11 10 21
56 Raul Rodrigues Salmazo Seng, Rr Motos, Est. Itap. 10 9 19
71 Carlos Tavares Evangelista H&m Motos, Dirt Action 9 8 17
101 Henrique Araujo Estofados Edu, Treviso
80 Renato Paz Len, Asw, Fox 8 7 15
10º 6 Ana Vitoria Lucatelli 5 6 11
11º 277 August Camargo Móveis Camargo 6 5 11
12º 444 Igor Farias Farias & Cavalheiro 4 4 8
13º 101 Pietro Pimentel Pimenta Peças 7 0 7
14º 811 Kaue Wandscher Crealista Markes 2 0 2
Categoria "b"
16 Maurício Treichel Motocar, Abn, Asw, Sundown 25 25 50
36 Leonardo Neto Gambatto Motos, Engeaço 20 0 20
32 Jivago Rigo Filho Arte Midia, Trans. Tiquim 16 20 36
30 Mateus Mendoça Len Motor, Asw, Orbital 13 10 23
18 João Marcelo Augustin Coelho Mtos Savages, Protech 11 16 27
28 Djalma Carvalho De Brito Transbrito, Motoville 10 9 19
3 José Brayan Padilha Soares Pl 9 11 20
6 Jaison Gamba Caman, Clic Divisa, Lito 8 7 15
22 Kioman De Jesus Navarro Tonin Bala Moto Peças 7 13 20
10º 48 Emanoel Bertoletti Ati Pedras 6 8 14
11º 108 Renan Magnani Magnani, Ronetran, Perot 5 6 11
12º 177 Lucas Camargo Móveis Camargo 4 5 9
13º 212 Beatriz Miozzo Supermercado Bia 3 4 7
14º 114 Henrique Hermes Schmitt Motoshop 2 3 5
Categoria "c"
14 Ricardo Jurça Z Racing School 25 25 50
8 Lucas Peuhs Moto Center Suzuki 20 20 40
43 Rodrigo Lincon Montagna Banca Brasil, Jatai Tra 16 16 32
98 Eloi Cavalheiro Jr(juninho) Faria E Cavalheiro 13 13 26
171 Hayato Franca Franca Multimarcas 11 11 22


Categoria MX1 (força Livre Especial)
120 Djohny Luiz De Aquino Amauri/Hgf/Tbt Racing
215 Anderson Cidade Mcr/Moto Shop
91 Alexandro Valerin Martins Toquedepele/Vhm/Mrpro
19 Luis Henrique Zimermann Tailaker/Mcr
36 Leo Lopes Leo Motos.com.br
107 Rafael Chavier Da Cruz Tapeçaria Chacoence
132 Richard Berois Rinaldi/Geracao/Mcr
89 Erivaldo Da Silva Junior Ref.sta.catarina
43 Tiago Bordin Mcr/Midia Sim/Serconte
10º 925 Eliseu Glanert Dental Glanert
Categoria MX2 (125cc)
1 João Marronzinho Júnior Suzuki/Petrobrás/Circuit
19 Luiz Henrique Zimmermann Tailaker Racing/Mcr
215 Anderson Cidade Motoshop
199 Germano Vandrezen Auto Posto Santa Rosa
132 Richard Berois Geração Automóveis/Pneus Rinaldi/Mcr Racing
81 Virlei Wandscher Cerealista Marques
926 Jackson Lovatel Escritório Advocacia
43 Tiago Bordin Sercontel/Schulin Moto
23 Marcel Maisson Vm Motos/Cia Da Roda
10º 313 Gustavo Wallner Navajo Veic./Xiru Racing
Categoria MX3 (máster)
1 Milton Chumbinho Becker Riffel/Honda Amauri
91 Alexandro Valerim Martins Toque Pele/Vhm/Mr Pro
36 Leo Lopes Alpinester/Bridgestone
911 Anisio Clasen Motosho/Geração Motos
349 Claiton Detoni Casa Leve/Pizzaria Carl
49 Rogério Schmit Motoshop/Asw
925 Eliseu Glanert Dental Glanert
6 Jarbas Vezaro O Jornal
128 Gelson Vaccaro Vaccaro Oeste
10º 759 Genésio Ferreira Funilaria Zukfer
Categoria Intermediária
2 Erivelto Nicoladelli Bet Car/Wolf Racing
89 Erivaldo Da Silva Júnior Retifica Santa Catarina
911 Anisio Clasen Motoshop/Geração Motos
107 Rafael Chavier Da Cruz Tapeçaria Chapecoense
999 Cássio Luiz De Lima Bamba Racing
702 Thell Adur Ww.jarva.com.br
23 Marcel Maisson Vm Motos/Cia Da Roda
49 Rogério Schmit Motoshop/Asw
925 Eliseu Glanert Dental Glanert
10º 81 Virlei Wandscher Cerealista Marques
Categoria Força Livre Nacional
79 Tiago Bau Estofaria Bau
4 Ramon Lima Franca Fausto Aut/ Cris Auto
212 Luciano Miozzo Supermercado Bia
200 Vitor Honnef Uli Motos/ Moveis Henn
13 Darlan Marcondes Da Silva Mcr/ Maxibras/ Zorba Rac.
71 Wallace Bressan Moto Sul
122 Eduardo Appel Siil/ Protork/ Surpass
28 Ivan Cesar Sardagna Zequinha/ Toloko/ Cunha
3 Otavio Kich Motpeças/Uli Motos
10º 2 Jacir Glanert Oeste Moto/Posto N10
Categoria 85cc
83 Douglas Dos Santos Luiz Aut./Mcr/Bamba/Mr
9 Gabriel Gentil Honda/Exp. Joaçaba/Mshop
55 Luiz Felipe Claudino Papirus Contabilidade/Pneus Ubiratan
54 Rafael Sofiati Hotel Caminho Das Águas Piratuba
Categoria 65cc
20 Gustavo Roratto Stefen Pneus/Pirelli
23 Marcos Paulo Holtmann Vale Fertil/Gvt/Boeing Marcas
10 Talles Hess Hess Express/Mcr/Aero
28 Pablo Reginatto Rinaldi/Pisquilos
100 Hallex Dalfovo Dalfovo Veic. Mot. Util
37 Tauan Brenner Contab. Progesso
35 Manoel Humberto Kuhn Trankuhn/Pneus Rinaldi
41 Venicio Voigt Pref. Braço Trombudo
66 Ricardo Loyola Filho Spo Motos Suzuki/Bv
10º 175 Mailon Dallago Coagril/Moto E Cia
Categoria 55cc
16 Mauricio Treichel Motocar/Abn/Asw/Sundow
36 Leonardo Neto Gambatto Motos/Engeaço
8 Lucas Peuhs Moto Center Suzuki
43 Rodrigo Lincon Montagna Banca Brasil/Jataí Tra.
32 Jivago Rigo Filho Transp.tiquim/Artmidia
10 Enzo Lazaro Lopes Alpinestar/Bridgestone
3 José Brayan Padilha Soares Past. Zanoti
88 Eloi Cavalheiro Jr (juninho) Farias & Cavalheiro
108 Renan Magnani Vm Motos/Renetran
10º 199 Leonardo Limberger Zanela Cia De Eventos
                
Imagens Relacionadas:
Gabriel
Guilherme
Pódio 50A
Jivago
João
Leonardo
Maurício
Podio 50B
Treichel e Leonardo
Largada
Jurça
Lucas
Pódio
Rodrigo
Jivago
Pódio 55 Catarinense
Hallex
Largada 65
Marcos
Pódio
Talles
Douglas e Gabriel
Gabriel
Gabriel e Douglas
Geral
Geral
Geral
Anísio
Erivaldo
Erivelto
Pódio
Anderson
Largada
Largada
Luis
Marronzinho
Marronzinho e Douglas
Richard
Anderson
Germano
Marronzinho
Pódio
Priminho
Anísio e Anão
Chumbinho e Rogério
Leo
Pódio MX3
Rogério
Pódio Nacional
Ramon
Vitor





© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet