fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Catarinense

Catarinense de Motocross 2017 Joinville - SC - 2ª etapa
Publicado em: 15/06/2017

Jean Ramos e Jetro Salazar protagonizam duelo pela vitória no CT Chumbinho
Redação MotoX.com.br -  Com informações e fotos de Tiago Wolff/Racecross


CT Chumbinho

O CT Chumbinho, em Joinville, sediou nos dias 10 e 11 a segunda etapa do Catarinense de Motocross. Além dos atletas locais, a competição recebeu muitos pilotos do Paraná em um fim de semana de clima favorável, bem diferente da abertura da temporada, em Indaial, que foi marcada por muita lama e barro.


Jean Ramos

Como na rodada anterior, Jean Ramos e Jetro Salazar foram os protagonistas na MX Pro, principal categoria do campeonato. A primeira bateria começou com a liderança de Jean, mas o equatoriano perseguiu o rival até encontrar o momento certo para ultrapassar e vencer com pouco mais de um segundo de vantagem. A disputa pelo terceiro lugar, igualmente movimentada, em boa parte da prova favoreceu Lucas Dunka, mas uma queda nos momentos decisivos abriu espaço para Pepê Bueno, que já aumentava o ritmo, conquistar a posição. Leonardo de Souza também superou Dunka completando na quarta posição.


Jetro Salazar

A segunda bateria começou com Jetro liderando e ganhando mais conforto na frente com um erro de Jean Ramos, que ocupava a segunda colocação. Mais adiante na prova foi a vez de Jetro errar e aí o adversário não vacilou: Jean ultrapassou, venceu a bateria e faturou a etapa devido ao melhor desempenho na segunda bateria. Jetro foi ao pódio em segundo e Leonardo de Souza em terceiro ocupando a mesma posição na bateria. Pepê Bueno foi o quarto colocado e Venício Voigt, depois de ocupar o terceiro lugar no início, acabou em quinto.


Leonardo Souza

Jean Ramos conquistou ainda a vitória na MX2, mesmo pressionado nos momentos finais por Léo Souza que perdeu um tempo precioso até assumir a segunda colocação com uma queda de Leandro Pará. Pepê Bueno terminou isolado em terceiro, com Venício Voigt e Leonardo Cassarotti completando os cinco primeiros.


Milton Chumbinho Becker

Anfitrião da prova, Milton Chumbinho Becker fez a festa faturando duas categorias: MX3 e MX4. Na primeira ele teve que superar Jhonatan Batista que puxou o pelotão no início da prova, mas não ressistiu a pressão do veterano. Na MX4, liderando desde do início, Chumbinho venceu com ampla vantagem sobre Erivelto Nicoladelli.


Ivo Konel

As classes 55cc e 65cc, que não competiram na primeira etapa por causa da chuva, tiveram rodada dupla. Ivo Konel, o Japinha, ganhou as duas baterias da 65cc, enquanto Eduardo Mielke fez o mesmo na 55cc.


Eduardo Mielke

Pela Intermediária MX2, o piloto da casa Vanderlei de Souza Jr., apesar de uma queda, garantiu a vitória. Na Intermediária MX1, Victor Fontana venceu uma disputa apertada com Maicon Frena. A Nacional também foi equilibrada, mas a vitória de Admilton Farias foi mais tranquila, com certa folga sobre Maurício Ricardo.


Vanderlei de Souza Jr.


Victor Fontana


Admilton Farias


Pepê Bueno


Largada MX4


Vídeos





Resultados

MX Pró (Soma das baterias)

1. Jean Carlo Ramos
2. Jetro Salazar
3. Leonardo de Souza
4. Pedro Henrique Rosa Bueno
5. Lucas Dunka
6. Venicio Voigt
7. Leandro Davids Araujo
8. Leonardo de Almeida da Silva
9. Jhonatan Batista
10. Leonardo Z. Cassarotti
11. Maicon Frena
12. Leonardo Augusto Nunes

MX Pró - Primeira Bateria
1. Jetro Salazar - 28:33.369
2. Jean Carlo Ramos - 1.726
3. Pedro Henrique Rosa Bueno - 50.085
4. Leonardo de Souza - 54.259
5. Lucas Dunka - 1 Volta
6. Leandro Davids Araujo - 1 Volta
7. Venicio Voigt - 1 Volta
8. Leonardo Z. Cassarotti - 1 Volta
9. Leonardo de Almeida da Silva - 1 Volta
10. Jhonatan Batista - 2 Voltas
11. Leonardo Augusto Nunes - 2 Voltas

MX Pró - Segunda Bateria
1. Jean Carlo Ramos - 28:06.858
2. Jetro Salazar - 9.974
3. Leonardo de Souza - 46.318
4. Pedro Henrique Rosa Bueno - 1 Volta
5. Venicio Voigt - 1 Volta
6. Lucas Dunka - 1 Volta
7. Leandro Davids Araujo - 1 Volta
8. Leonardo de Almeida da Silva - 1 Volta
9. Jhonatan Batista - 1 Volta
10. Maicon Frena - 1 Volta

MX2
1. Jean Carlo Ramos - 23:01.828
2. Leonardo de Souza - 0.526
3. Pedro Henrique Rosa Bueno - 13.101
4. Venicio Voigt - 57.377
5. Leonardo Z. Cassarotti - 1:07.549
6. Leonardo Augusto Nunes - 2:09.639
7. Leonardo de Almeida da Silva - 1 Volta
8. Vanderlei de Souza Junior - 1 Volta
9. Mauricio Perozin - 2 Voltas
10. Gabriel Gelsleister - 2 Voltas

MX3
1. Milton Becker - 18:00.859
2. Jhonatan Batista - 5.048
3. Alex Cavalca - 42.011
4. Leandro Matos Lemos - 1:08.024
5. Richard Berois - 1:13.790
6. Eduardo de Lavi - 1 Volta
7. Anisio Clasen - 1 Volta
8. Thell Adur - 1 Volta
9. Rogerio Schmitt - 1 Volta
10. Fernando Fraga - 1 Volta
11. Fabricio Farina - 1 Volta
12. Emerson Natalino Maciel Pereira - 1 Volta
13. Juliano Rodrigo Klasener - 3 Voltas
14. Frederico Gazola Andrigo - 4 Voltas

MX4
1. Milton Becker - 18:22.382
2. Erivelto Nicoladelli - 27.627
3. Richard Berois - 51.018
4. Thell Adur - 1 Volta
5. Anisio Clasen - 1 Volta
6. Rogerio Schmitt - 1 Volta
7. Luciano Luiz Farias - 1 Volta
8. Gildo Massocco - 2 Voltas
9. Marcos Roberto Holtman - 2 Voltas
10. Vanderlei Niehues Blazius - 3 Voltas

Intermediária MX1
1. Victor Alberto Fontana - 17:32.627
2. Maicon Frena - 0.459
3. Diego Heinig da Silva - 42.835
4. Renan Coldebella - 56.038
5. Admilton Farias - 1:02.222
6. Djohny Luiz de Aquino - 1:04.721
7. Osmair Cipriani - 1:10.876
8. Eduardo de Lavi - 1:13.075
9. Renato Lehmkuhl - 1 Volta
10. Fabricio Farina - 1 Volta

Intermediária MX2
1. Vanderlei de Souza Junior - 17:12.637
2. Rafael Dunka - 9.225
3. Marcos Paulo Holtman - 9.834
4. Gabriel Bohrer Andrigo - 14.234
5. Jean Carlos Lourenzetti Junior - 22.382
6. Bruno Felipe Hodecker - 59.267
7. Murilo Lima França - 1:08.039
8. Mauricio Perozin - 1:09.642
9. Gabriel Gelsleister - 1:10.896
10. Ivandro Linzmeyer - 1:12.043
11. Augusto Dalmut - 1:13.637
12. Cristian Gustavo Gomes - 1:15.627
13. Caiuri Sevegnani - 1 Volta
14. Darlan Milverstet - 1 Volta
15. Bernardo Zappellini - 1 Volta
16. Denilson Leiria dos Santos de Lima - 1 Volta
17. Alexandre Marcos Holtman - 3 Voltas
18. Agenor Varela - 3 Voltas
19. Marcelo Nota Battistella - 5 Voltas

Nacional
1. Admilton Farias - 15:11.251
2. Mauricio Ricardo Heindrickson de Abreu - 13.968
3. Sueder Alano Vieira - 20.800
4. Maicon Júnior Kraemer - 31.229
5. Emerson Natalino Maciel Pereira - 41.758
6. João Paulo Davila - 1 Volta
7. Sidnei Alano Vieira - 1 Volta
8. Regis Zonta - 2 Voltas
9. Anderson Luiz da Rosa - 4 Voltas

65cc

1. Ivo Petras Kurahashi Konell - 15:03.522
2. Gabriel Vinicius dos Santos Mielke - 7.132
3. Rafael Becker - 7.875
4. Otavio Pedro da Silva - 29.792
5. Vitor Hugo Jarosczevski de Borba - 43.043
6. Raul Miranda - 43.878
7. Kaua Formentin Vieira - 3 Voltas

55cc
1. Eduardo dos Santos Mielke - 11:57.993
2. Felipe Martini Tasca - 1:08.029
3. Artur Miranda - 2:21.185
4. Joaquim Atanasio Dias - 1 Volta







Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet