fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Supermoto

Brasileiro de Supermoto - 3ª etapa - Praia Grande - SP
Publicado em: 19/11/2015

Chiquinho Velasco vence rodada final, mas Rafael Fonseca leva o nono título nacional na SM1
Redação MotoX.com.br - Fotos: Ricardo B. Santos e Mori Action Media

Após contratempos por causa do clima, campeões foram coroados no Kartódromo de Praia Grande


Largada da categoria SM1

Depois de passar por Anápolis (GO) e Registro (SP), o Campeonato Brasileiro de Supermoto realizou a grande decisão da temporada, este fim de semana, no Kartódromo de Praia Grande (SP). E a terceira e última etapa teve de tudo. Além das emoções na pista, os pilotos precisaram enfrentar grandes contratempos por conta do clima, que exigiu atenção especial e deu trabalho aos participantes.

Veja mais fotos na galeria de imagens do evento

A surpresa de sábado foi a forte chuva que atingiu o litoral paulista e prejudicou a estrutura de box dos pilotos à noite, depois dos treinos. Os ventos chegaram a 90 km/h e levaram grande parte da estrutura das equipes. Felizmente os imprevistos foram superados e a competição continuou com sucesso, premiando os campeões de 2015.


Chiquinho Velasco

No domingo, a pista ainda foi atingida pela chuva, mas o show tinha que continuar e a decisão prosseguiu mesmo assim. Na SM1, a principal categoria da competição, a briga foi entre Rafael Fonseca e Chiquinho Velasco. Os dois largaram lado a lado na primeira bateria, mas Velasco assumiu a ponta na primeira curva. Fonseca apertou o ritmo já no início, tentando a recuperação, mas cometeu um erro e abriu espaço para o adversário. Sem desistir, o líder do campeonato partiu novamente para cima do líder e desta vez conseguiu a ultrapassagem, vencendo a disputa. Chiquinho Velasco fechou a bateria em segundo lugar, seguido por Fernando Orsi, Kleber Justino e Cleber Augusto.


Rafael Fonseca

Na segunda bateria, Chiquinho usou a experiência e fez o mesmo jogo da primeira corrida, atacando logo no início. A briga pela liderança desta vez foi diferente, pois Fonseca sofreu uma queda e demorou para conseguir retornar, ficando longe do primeiro lugar. Com o principal adversário enfrentando dificuldades, Chiquinho fez o necessário para administrar a liderança até a bandeirada sem correr grandes riscos nas voltas finais. Mais de 30 segundos atrás, Cleber Augusto confirmou a segunda colocação batendo Kleber Justino. Rafael Fonseca cruzou logo atrás dos dois, na quarta posição. A soma das baterias favoreceu Chiquinho Velasco, que faturou a vitória na etapa. Mesmo assim, Fonseca somou pontos suficientes para comemorar o nono título nacional da carreira, enquanto Chiquinho ficou com o vice-campeonato.


Pedro Rehn

A temporada da SM2 ficou nas mãos do estreante na competição Pedro Rehn. Ele fechou a disputa da melhor forma possível com uma dupla vitória nas baterias do dia, ambas de ponta a ponta. Francisco Fox, que também brigava pelo título, teve problemas com falta de combustível na primeira bateria e deixou ir por água abaixo as chances de ficar com o campeonato. Cleber Guimarães foi o segundo colocado na primeira bateria, José Júnior o terceiro, Wilson Guimarães o quarto e Sílvio Amadio o quinto. Na segunda bateria Fox terminou com a segunda posição e assim conquistou o vice-campeonato. Wilson Guimarães ficou com a terceira posição, Júnior com o quarta e Sílvio Amadio com a quinta.


Khadun Lima

Nas SM3 Khadun Lima dominou as duas baterias desde o início e conquistou o título brasileiro. Na somatória das duas provas, Eduardo Venzol ficou com a segunda posição e também com o vice-campeonato. Thiago Marques foi o terceiro, Alexandre Martins o quarto e Helton Bomer o quinto colocado.


Felipe Teixeira

Na SM3 Pró, Felipe Teixeira e Alex Pavaneli protagonizaram uma grande disputa nas duas baterias. Felipe saiu na frente na primeira, mas Alex acabou tomando a ponta, deixando o oponente em segundo, com Herbert Zangrossi em terceiro, Paulo Brito em quarto e Marcio Cavalheri em quinto.

Na segunda bateria, Felipe largou forte e dominou a disputa, sem dar muitas chances a Alex. Com o resultado, Felipe garantiu o título do campeonato pela primeira vez. "Só quem me acompanha sabe de todas as minhas dificuldades, por isso, todos nós nos abraçamos e choramos juntos", comentou o piloto que também ajudou na organização do evento.


Alex Pavaneli

Alex Pavaneli ficou em segundo na bateria final, Gilson Viscardi em terceiro, Paulo Brito em quarto e Herbert Zangrossi em quinto. Brito conquistou o vice-campeonato.


Simão Lawant

Simão Lawant venceu a primeira bateria da SM4 liderando do início ao fim. Anderson Fornielles ficou em segundo, Beto Viera em terceiro e Júnior Américo em quarto. Na segunda bateria, Lawant caiu e completou a prova na segunda posição, deixando a vitória com Beto Vieira. Júnior Américo ficou com a terceira posição. Anderson Fornielles, quarto colocado na bateria, conquistou o título da categoria. Ranieri Brasil teve problemas mecânicos na moto durante os treinos de sábado e não competiu, mas com a pontuação das outras etapas ficou com o vice-campeonato.


Anderson Fornielles

"O Supermoto mostrou porque cresce a cada dia. Os pilotos foram solidários uns com os outros, quem tinha tenda acomodou quem não tinha. Todos se ajudaram e no final, mesmo com chuva, até o público compareceu, fechamos a temporada com chave de ouro", disse a organizadora Daniella Velasco.


A final do Campeonato Brasileiro de Supermoto contou com o patrocínio de Motul (FGF Máxima lubrificantes), Brasmotec Retrovisores, Regis Motos, Plasmoto, Velasco Racing, Stocovich, América Sports, SAC seguros, Loja KR e Sugoi Sushi. A SQD Sportwear apoiou o evento e premiou cada vencedor com um conjunto de segunda pele.

Vídeos:





Resultados da terceira etapa

Pos SM1 Bateria 1 MV Vts T Total Dif Líder VM (km/H)
1 46 Rafael Fonseca 46 00:43.979 21 00:16:40.453 --- 86,94
2 71 Chiquinho Velasco 71 00:45.383 21 00:16:44.730 00:04.277 86,59
3 136 Fernando Orsi 136 00:45.558 21 00:16:49.428 00:08.975 86,17
4 20 Kleber Justino 20 00:45.636 21 00:16:49.874 00:09.421 86,17
5 1 Cleber Augusto 01 00:45.909 21 00:17:03.980 00:23.527 84,99
6 24 Adelmo Dias 24 00:46.792 20 00:16:44.388 -1 Volta(s) 82,47
7 88 Willian Shuts 88 00:50.625 19 00:17:20.963 -2 Volta(s) 75,64
8 4 Felipe Ribeiro 04 00:51.925 18 00:16:54.113 -3 Volta(s) 73,49
9 6 Breno Soares 06 00:52.257 17 00:17:16.062 -4 Volta(s) 67,93
Pos SM1 Bateria 2 MV Vts T Total Dif Líder VM (km/H)
1 71 Chiquinho Velasco 71 00:44.343 22 00:16:53.312 --- 89,91
2 1 Cleber Augusto 01 00:44.480 22 00:17:26.385 00:33.073 87,08
3 20 Kleber Justino 20 00:45.337 22 00:17:28.970 00:02.585 86,91
4 46 Rafael Fonseca 46 00:44.510 22 00:17:31.126 00:02.156 86,66
5 136 Fernando Orsi 136 00:45.630 21 00:17:21.775 -1 Volta(s) 83,52
6 88 Willian Shuts 88 00:49.979 20 00:17:23.820 -1 Volta(s) 79,39
7 4 Felipe Ribeiro 04 00:50.313 20 00:17:42.021 00:18.201 77,97
8 6 Breno Soares 06 00:52.808 17 00:17:00.409 -3 Volta(s) 69,00
9 24 Adelmo Dias 24 00:46.307 16 00:13:28.065 -1 Volta(s) 81,98
Pos Cat SM2 e SM4 Bateria 1 MV Vts T Total Dif Líder VM (km/H)
1 88 SM 2 Pedro Rehn 88 00:48.573 20 00:17:10.118 --- 80,39
2 145 SM 2 Cleber Guimarães145 00:48.599 20 00:17:22.962 00:12.844 79,46
3 747 SM 2 José Junior 747 00:48.975 20 00:17:27.099 00:16.981 79,08
4 43 SM4 Simão Lawant 43 00:49.888 20 00:17:43.673 00:33.555 77,89
5 146 SM 2 Wilson Guimarães146 00:48.545 20 00:17:45.090 00:34.972 77,75
6 81 SM 2 Silvio Amadio 81 00:50.214 20 00:17:53.224 00:43.106 77,17
7 444 SM4 Anderson Fornielli 444 00:51.235 19 00:17:21.260 -1 Volta(s) 75,56
8 83 SM 2 Francisco Fox 83 00:48.910 19 00:17:28.223 -1 Volta(s) 75,06
9 17 SM4 Beto Vieira 17 00:50.144 19 00:17:45.051 -1 Volta(s) 73,86
10 60 SM4 Junior Américo 60 00:50.673 16 00:17:16.586 -4 Volta(s) 63,94
Pos Cat SM2 e SM4 Bateria 2 MV Vts T Total Dif Líder VM (km/H)
1 88 SM 2 Pedro Rehn 88 00:47.386 20 00:16:55.599 --- 81,58
2 83 SM 2 Francisco Fox 83 00:48.573 20 00:17:14.289 00:18.690 80,08
3 146 SM 2 Wilson Guimarães 146 00:48.176 20 00:17:26.651 00:31.052 79,16
4 747 SM 2 José Junior 747 00:49.155 20 00:17:34.120 00:38.521 78,56
5 17 SM4 Beto Vieira 17 00:48.670 19 00:16:57.980 -1 Volta(s) 77,35
6 43 SM4 Simão Lawant 43 00:49.013 19 00:17:00.413 -1 Volta(s) 77,12
7 60 SM4 Junior Américo 60 00:50.137 19 00:17:00.933 -1 Volta(s) 77,12
8 81 SM 2 Silvio Amadio 81 00:50.239 19 00:17:17.306 -1 Volta(s) 75,85
9 145 SM 2 Cleber Guimarães145 00:48.565 16 00:18:07.627 -4 Volta(s) 60,94
10 444 SM4 Anderson Fornielli 444 00:50.231 15 00:16:57.241 -5 Volta(s) 61,06
Pos Cat SM3 Pró e SM3 Bateria 1 MV Vts T Total Dif Líder VM (km/H)
1 232 SM3 Pró Alex Pavanelli232 00:50.403 19 00:16:40.013 --- 78,66
2 86 SM3 Khadun Lima 86 00:51.075 19 00:16:59.552 00:19.539 77,19
3 28 SM3 Pró Felipe Teixeira28 00:51.144 19 00:17:03.220 00:23.207 76,89
4 84 SM3 Thiago Marques 84 00:51.003 19 00:17:04.008 00:23.995 76,82
5 16 SM3 Pró Herbertzangrossi 16 00:51.567 19 00:17:06.889 00:26.876 76,67
6 67 SM3 Eduardo Venzol 67 00:52.632 18 00:16:43.636 -1 Volta(s) 74,30
7 46 SM3 Alexandremartins 46 00:52.840 18 00:16:45.720 -1 Volta(s) 74,15
8 8 SM3 Marcelo Caetanoda Silva 08 00:52.797 18 00:16:49.019 -1 Volta(s) 73,86
9 11 SM3 Pró Paulo Brito 11 00:50.931 18 00:16:58.553 -1 Volta(s) 73,20
10 6 SM3 Jeferson Friche06 00:54.021 18 00:17:08.733 -1 Volta(s) 72,49
11 114 SM3 Helton Bomer 114 00:54.016 18 00:17:22.965 -1 Volta(s) 71,52
12 81 SM3 Pró Marcio Cavalheri81 00:55.328 17 00:16:45.307 -2 Volta(s) 70,03
13 75 SM3 Kleber Fumaça 75 00:55.155 17 00:16:52.310 -2 Volta(s) 69,55
14 29 SM3 Juninho Trudes 29 00:55.436 13 00:17:21.872 -6 Volta(s) 51,70
Pos Cat SM3 Pró e SM3 Bateria 2 MV Vts T Total Dif Líder VM (km/H)
1 28 SM3 Pró Felipe Teixeira28 00:49.171 19 00:16:42.603 --- 78,50
2 232 SM3 Pró Alex Pavanelli232 00:48.951 19 00:16:42.769 00:00.166 78,50
3 69 SM3 Pró Gilson Viscardi69 00:50.437 19 00:17:15.397 00:32.794 76,00
4 11 SM3 Pró Paulo Brito 11 00:50.167 19 00:17:16.983 00:34.380 75,93
5 86 SM3 Khadun Lima 86 00:49.687 19 00:17:17.691 00:35.088 75,85
6 67 SM3 Eduardo Venzol 67 00:50.428 19 00:17:18.906 00:36.303 75,78
7 84 SM3 Thiago Marques 84 00:50.909 19 00:17:22.780 00:40.177 75,49
8 16 SM3 Pró Herbertzangrossi 16 00:50.880 19 00:17:23.304 00:40.701 75,42
9 46 SM3 Alexandremartins 46 00:51.006 19 00:17:26.351 00:43.748 75,20
10 114 SM3 Helton Bomer 114 00:50.993 19 00:17:26.489 00:43.886 75,20
11 29 SM3 Juninho Trudes 29 00:51.993 18 00:16:55.238 -1 Volta(s) 73,42
12 6 SM3 Jeferson Friche06 00:51.438 18 00:17:09.475 -1 Volta(s) 72,42
13 81 SM3 Pró Marcio Cavalheri81 00:51.422 18 00:17:25.732 -1 Volta(s) 71,31
14 8 SM3 Marcelo Caetanoda Silva 08 00:51.960 17 00:16:42.714 -2 Volta(s) 70,24
15 75 SM3 Kleber Fumaça 75 00:54.128 17 00:17:00.747 -2 Volta(s) 69,00








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet