X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Rally dos Sertões - 2ª, 3ª e 4ª etapas - Rio Verde (GO) - Três Lagoas (MS)
Publicado em: 05/08/2015

Disputa entre Jean Azevedo e Ramon Sacilotti esquenta na metade da competição
Redação MotoX.com.br - Fotos: Marcelo Maragni, Victor Eleutério, Doni Castilho, André Chaco,
Victor Eleuterio
Marcelo Machado, Gustavo Epifânio e Magnus Torquato/Foto Arena/Vipcomm


Ramon Sacilotti


Jean Azevedo
Com a competição chegando à metade durante a quarta etapa, a disputa pelo título esquentou como nunca no Rally dos Sertões 2015. Neste ponto, os competidores cruzaram o Estado de Goiás e chegaram ao Mato Grosso do Sul, totalizando 1.356km percorridos desde a largada no Autódromo Internacional de Goiânia. Trechos de alta velocidade e as belas paisagens do trajeto tem sido as maiores constantes no roteiro dos pilotos.

Nesta quarta-feira, Ramon Sacilotti aproveitou os 426km de distância entre São Simão (GO) e Três Lagoas (MS) para entrar de vez na briga pelo título das Motos, conquistando a segunda vitória consecutiva nesta edição. Agora o conterrâneo de Jean Azevedo está a menos de dois minutos do líder. "Hoje, largando na frente, a estratégia era se concentrar bem na navegação, para não errar ou passar por algum perigo. Deu tudo certo e não passei por nenhum susto", contou Sacilotti.

Na defesa da liderança do rali, Jean Azevedo segue com a regularidade de sempre e completando o dia em segundo. "Na hora que fui largar arrebentou o cabo da embreagem, então tive que fazer toda a especial sem o acionamento dela. Foi a primeira vez que isso aconteceu. Agora é trocar algumas coisas, deixar a moto inteira para aguentar as duas etapas maratona, já que não teremos assistência. Espero que minha cota de azar tenha acabado para que daqui para frente eu possa andar sem nenhum problema", desabafou Jean.


Guilherme Cascaes



Adrien Metge
A terceira posição foi extremamente disputada entre Brasil e França. Adrien Metge conseguiu ultrapassar Guilherme Cascaes para completar o top 3 do dia, entretanto o catarinense da Yamaha segura a terceira posição na classificação geral. Cascaes também lidera a Production Aberta. "Tenho feito uma pilotagem segura para chegar a Foz do Iguaçu com uma colocação boa. Estou tranquilo, a moto está 100%, se comportando muito bem. Então, agora é poupar para a etapa maratona, que não pode ter auxilio mecânico das equipes", declarou.

Quem se despediu da disputa pelo título foi Gregório Caselani. O piloto enfrentou problemas mecânicos, perdendo várias posições e, acumulando grande prejuízo no cronômetro, despencou na classificação e agora é apenas o 28º colocado.

Sobre quatro rodas, Marcelo Medeiros segue imbatível entre os quadriciclos. O competidor lidera a categoria com 25 minutos de vantagem sobre o segundo colocado, Pedro Costa. "Como tomei um penal ontem, hoje vim mais tranquilo, com medo de errar. Deu para chegar à vitória. Agora teremos a etapa maratona, é revisar o equipamento, descansar e partir para a prova", afirmou o maranhense.


Bruno Varela e Mayckon Padilha

Entre os UTVs o dia se encerrou em clima de festa, pelo menos para a família Varela: pai e filho venceram a mesma especial nesta quarta-feira. Bruno Varela, filho caçula de Reinaldo Varela líder da categoria carros, conquistou a primeira posição junto do navegador Mayckon Padilha. No acumulado, a dupla Bruno Sperancini e Lourival Roldan, terceira na etapa, segue na ponta.

Terceira etapa


Gregório Caselani
A terceira etapa, realizada na terça feira, começou a desenhar a classificação mais equilibrada que vemos neste momento. No caminho entre Itumbiara (GO) e São Simão (GO), Ramon Sacilotti deu o primeiro recado de que está na briga pelo título, faturando o melhor tempo. "A especial foi típica de Sertões, mesclando todo tipo de terreno, com um pedaço travado e outros de alta. Consegui imprimir um ritmo legal e assumir a segunda colocação", destacou o piloto que neste momento passou a vice-líderança da competição.

Depois de duas vitórias seguidas, Jean Azevedo enfrentou um dia difícil, mas mantendo a primeira posição geral. O paulista passou por um incidente que atrapalhou sua concentração durante o restante da etapa: "Hoje foi bem difícil para mim, subimos uma serra e passamos por algumas plantações. Na descida, em um lugar travado, peguei um caminhão de frente e passei um susto. Depois, tive que abrir três porteiras. Não consegui mais me concentrar na prova. Agora é colocar a cabeça no lugar, voltar a ter confiança", contou o competidor, que completou a especial na terceira colocação.

A segunda posição na etapa ficou com Gregório Caselani, que neste dia pôde comemorar um saldo positivo. Quem também finalizou o dia com um sorriso no rosto foi Guilherme Cascaes, dono do quarto tempo geral e vencedor na categoria Production Aberta. Tunico Maciel completou o top 5.


Marcelo Medeiros

Entre os quadriciclos, o maranhense Marcelo Medeiros teve o primeiro tropeço, perdeu um waypoint, mas apesar do terceiro lugar na especial seguiu com uma vantagem confortável na liderança do acumulado. A vitória ficou com Mauro Almeida. "Hoje foi uma etapa divertida. Eu gostei, andei como se fosse uma prova de motocross. Minha caixa de câmbio teve um problema, andei em quarta marcha o tempo inteiro, mas pude fazer um bom resultado", contou o uruguaio.

Segunda etapa

Na segunda-feira, no percurso de Rio Verde (GO) a Itumbiara (GO), válido pela segunda etapa, a vitória ficou com Jean Azevedo. Com o tempo de 1h19min54s, o paulista acumulou a segunda vitória consecutiva e vantagem na liderança do rali. "Foi bem rápido o dia todo, no meio das plantações. Foi bom também porque consegui poupar o motor para o restante da competição", disse o piloto da Honda.


Dário Júlio

Apesar do excelente resultado, na verdade Jean não foi o mais rápido do dia. Adrien Metge perdeu a chance da primeira vitória ao ser penalizado em dois minutos, por exceder a velocidade em um trecho com radar. Desta forma acabou com o segundo posto. "Percebi que cometi um erro, mas procurei não me preocupar. O importante é que tenho aprendido a cada dia. Quero continuar assim, tentando fazer o melhor possível", declarou o francês.

Quem completou o pódio da segunda etapa foi Ramon Sacilotti com sua Kawasaki. Comemorando 38 anos de idade, Dário Júlio foi o quarto colocado à frente de Tiago Fantozzi, da X Rally Team.


Equipe Honda nos bastidores

As temidas etapas maratona começam nesta quinta-feira (6), quando a competição se despede de Três Lagoas (MS) e parte rumo a Euclides da Cunha Paulista (SP). Serão 587km, sendo 291 de trecho cronometrado. A quinta etapa será apenas o primeiro trecho onde competidores não poderão contar com assistência externa na manutenção dos veículos.

Mais fotos:


Adrien Metge


Ramon Sacilotti


Jean Azevedo


Guilherme Cascaes

Vídeos:





Classificação geral após quatro etapas:

Pos Motos Esp. 1 Esp. 2 Esp. 3 Esp. 4 Parcial Final Penalidade Total Diferença do 1º
1 Jean Azevedo 02:13:52.0 01:19:54.1 03:02:24.4 02:53:08.6 09:29:19.1   9:29:19 -
2 Ramon Sacilotti 02:18:31.7 01:21:50.5 02:59:36.2 02:50:57.8 09:30:56.2   9:30:56 00:01:37
7 Guilherme Cascaes 02:19:30.0 01:23:18.6 03:04:47.1 02:57:09.6 09:44:45.3   9:44:45 00:15:26
9 Adrien Metge 02:17:57.2 01:19:00.8 03:04:18.6 02:57:03.3 09:38:19.9 00:07:00.0 9:45:19 00:16:00
16 Tunico Maciel 02:19:42.7 01:24:30.5 03:05:45.9 02:58:07.4 09:48:06.5 00:01:00.0 9:49:06 00:19:47
21 Tiago Fantozzi 02:19:36.0 01:23:04.3 03:10:08.9 02:57:47.1 09:50:36.3 00:01:00.0 9:51:36 00:22:17
15 Dario Julio 02:22:12.0 01:23:02.6 03:07:38.5 03:06:27.6 09:59:20.7   9:59:20 00:30:01
12 Marco Pereira 02:25:32.6 01:24:48.1 03:08:46.0 03:04:50.6 10:03:57.3 00:09:00.0 10:12:57 00:43:38
4 Julio Zavatti 02:35:26.1 01:37:33.9 03:19:56.0 03:14:23.1 10:47:19.1   10:46:29 01:17:10
10º 11 Marcos Finato 02:32:35.1 01:33:30.8 03:21:26.9 03:17:09.3 10:44:42.1 00:02:21.0 10:47:03 01:17:44
11º 14 Flavio Cota 02:39:36.0 01:31:58.2 03:26:16.0 03:23:23.4 11:01:13.6 00:12:00.0 11:13:13 01:43:54
12º 19 Norton Lopes 02:43:14.6 01:37:08.6 03:31:59.3 03:25:01.6 11:17:24.1 00:01:00.0 11:18:24 01:49:05
13º 39 Rafael Milan 02:45:25.3 01:52:25.8 03:27:45.8 03:18:26.6 11:24:03.5 00:01:12.0 11:25:15 01:55:56
14º 23 Marcos Colvero 02:46:02.2 01:40:45.0 03:40:05.6 03:27:32.4 11:34:25.2 00:04:00.0 11:38:25 02:09:06
15º 30 Luis Arena 03:09:57.1 01:40:27.2 03:31:16.3 03:17:53.6 11:39:34.2 00:00:42.0 11:40:16 02:10:57
16º 17 Ronie Von 02:53:50.5 01:43:30.4 03:44:05.5 03:35:49.4 11:57:15.8 00:03:39.0 12:00:54 02:31:35
17º 29 Eduardo Gouvea 02:43:53.1 01:40:18.7 03:42:35.5 03:27:40.3 11:34:27.6 00:28:12.0 12:02:39 02:33:20
18º 10 Moara Sacilotti 02:49:54.8 01:46:48.3 03:41:02.0 03:44:57.5 12:02:42.6   12:02:42 02:33:23
19º 18 Wagner Jovenal 02:50:28.6 01:38:36.4 03:52:27.8 03:39:01.2 12:00:34.0 00:08:00.0 12:08:34 02:39:14
20º 33 Andre Assumpcao 02:57:18.2 01:44:47.6 03:46:06.1 03:35:47.4 12:03:59.3 00:06:18.0 12:10:17 02:40:58
21º 27 Kassiano Burtett 03:01:23.8 01:56:28.4 03:27:11.9 03:46:20.7 12:11:24.8 00:00:21.0 12:11:45 02:42:26
22º 38 Clodoaldo Uemura 02:57:07.7 01:48:19.6 03:54:12.0 03:35:45.4 12:15:24.7 00:07:33.0 12:22:10 02:52:51
23º 28 Eligio Schimitt 02:55:38.0 01:38:47.6 03:31:33.4 03:49:27.8 11:55:26.8 00:41:00.0 12:36:26 03:07:07
24º 25 Vicenti Benedictis 02:57:48.3 01:52:10.7 03:53:09.1 04:45:18.7 13:28:26.8 00:01:48.0 12:42:16 03:12:57
25º 36 Igor Verdum 03:04:19.6 01:44:22.7 03:51:20.5 04:00:00.0 12:40:02.8 00:19:00.0 12:59:02 03:29:43
26º 40 Alexandre Durigan 03:19:33.5 01:54:29.9 03:59:47.2 03:50:53.7 13:04:44.3 00:03:45.0 13:05:33 03:36:14
27º 8 Adhemar Pereira 02:48:53.1 01:46:22.0 03:41:56.9 03:43:40.1 12:00:52.1 01:15:00.0 13:14:09 03:44:50
28º 6 Gregorio Caselani 02:16:13.0 01:28:59.5 03:01:14.1 04:00:00.0 10:46:26.6 06:31:00.0 17:17:26 07:48:07
29º 26 Rodrigo Montemor 02:42:59.3 02:30:00.0 03:34:33.1 03:24:07.6 12:11:40.0 07:02:15.0 19:12:44 09:43:24
30º 22 Daniel Crema 02:28:27.4 01:38:08.0 05:00:00.0 04:00:00.0 13:06:35.4 10:50:00.0 23:46:44 14:17:25
31º 3 Ricardo Martins 02:18:41.3 01:32:04.5 05:00:00.0 04:00:00.0 12:50:45.8 10:58:06.0 23:48:51 14:19:32
32º 34 Christian Costantini 02:47:39.4 02:02:23.5 04:16:04.2 04:00:00.0 13:06:07.1 13:10:15.0 25:51:47 16:22:28
33º 20 Dimas Matos 02:47:52.7 01:42:40.1 03:42:32.2 04:00:00.0 12:13:05.0 13:55:00.0 26:08:05 16:38:45
34º 31 Elvis Bittencourt 03:30:00.0 02:30:00.0 03:54:48.1 04:36:27.3 14:31:15.4 15:50:00.0 29:33:44 20:04:25
35º 35 Jose Scipiao 03:10:18.8 02:03:23.2 05:00:00.0 04:00:00.0 14:13:42.0 21:36:45.0 35:50:27 02:21:07
36º 5 Guilherme Piva 02:26:03.2 02:30:00.0 05:00:00.0 04:00:00.0 13:56:03.2 33:20:00. 47:16:03 13:46:44
37º 32 Rodrigo Vendramini 03:30:00.0 02:30:00.0 05:00:00.0 04:00:00.0 15:00:00.0 32:35:00. 47:35:00 14:05:40
38º 13 Rodrigo Marques 03:14:07.2 02:30:00.0 05:00:00.0 04:00:00.0 14:44:07.2 36:26:21. 51:10:28 17:41:09





Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet