X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > AMA Supercross

3ª etapa - Anaheim II - CA
Publicado em: 20/01/2015
Clique e saiba mais

Com segunda vitória, Ken Roczen amplia vantagem no campeonato
Redação MotoX.com.br: Lucídio Arruda – Fotos: Simon Cudby e Garth Milan


Largada 450

O AMA Supercross 2015 passou pela terceira de 17 etapas e, aos poucos, o ritmo que dará o tom da temporada vai se ajustando. A segunda corrida em Anaheim foi marcada por uma nova vitória tranquila de Ken Roczen, pela ultrapassagem na última volta de Cooper Webb pela liderança na 250 Oeste, muitas quedas e pela rara e polêmica bandeira preta. Confira os destaques da prova.


Ken Roczen comemora mais uma vitória


Ryan Dungey
Ken Roczen: o alemão toma a dianteira e assume o favoritismo com competência no campeonato, fechando em 1º, 2º e 1º em três etapas das 450 até aqui. Um excelente começo de temporada! O estilo de Roczen, muito à vontade na RCH Suzuki, também contribui para reforçar seu favoritismo. Além disso o garoto é bastante leal nas disputas com os adversários e se sai muito bem em frente às câmeras. É atualmente o piloto que qualquer chefe gostaria de ter em sua equipe. Enquanto Tomac não resolver suas dificuldades com as largadas, o oceano continuará azul a frente de Ken Roczen.

Ryan Dungey: o “Sr. Consistência” continua com seu programa “devagar e sempre”. Claro que “devagar” é uma palavra completamente inapropriada para a velocidade real de Dungey, mas é a impressão que fica, que ele sempre poderia arriscar um pouquinho mais. É assim que as coisas funcionam para ele, onde o importante é chegar à reta final do campeonato bem posicionado na briga pelos pontos. Então, quem sabe, chega a hora de arriscar um pouquinho mais, quando o risco valer a pena.

Eli Tomac: largou em sétimo e perdeu um tempo precioso para avançar ao primeiro pelotão no início da corrida, mesmo com as quedas de Andrew Short e Jason Anderson. O piloto da Geico Honda marcou a volta mais rápida da corrida, mas não teve chances de avistar Roczen, nem incomodar Dungey.

Justin Barcia: fez sua melhor corrida do ano, mesmo sem uma boa largada (o que aconteceu também nas outras duas finais), chegando na quarta posição a 20 segundos do líder e 12 do terceiro colocado Tomac. Acho que tem potencial para beliscar vários pódios durante o ano, mas sem a consistência necessária para brigar todo final de semana com os ponteiros.

Broc Tickle: quinto colocado, o companheiro de equipe de Roczen teve também sua melhor corrida até aqui na temporada. Alcançou a quinta posição na sexta volta ao ultrapassar David Millsaps, que liderou no início e despencou até a nona posição. Tickle garantiu o posto quando Blake Baggett caiu nas costelas e a disputa entre os dois se encerrou.


Cole Seely

Cole Seely: depois de duas etapas fora dos dez primeiros alcançou um resultado melhor com a sexta posição. Chegou a ocupar o posto antes ser tocado por Justin Barcia e cair para décimo, mas manteve o ritmo forte e também foi beneficiado pelo incidente entre Canard e Reed (saiba mais abaixo) para chegar em sexto.

Jason Anderson: começou a corrida muito bem com boas chances de chegar ao segundo pódio na temporada, mas não conseguiu desviar de Andrew Short que caiu bem a sua frente e depois de despencar para a 14ª posição, ainda salvou um sétimo lugar que o mantém em terceiro nos pontos.

Quedas, quedas e mais quedas

Como é tradição, as pistas vão ficando mais difíceis com o passar das etapas. Mas uma pista difícil não precisa ser sinônimo de perigosa. Os encaixes bicudos e recepções quadradas mandaram vários pilotos para o chão, incluindo Andrew Short na 450 e Jessy Nelson que liderava a corrida da 250 com certa vantagem. Até mesmo o nosso Jean Ramos ficou no prejuízo com uma fratura no braço ao saltar curto num triplo, mesmo sem ter caído da moto.

Outro causador de quedas são os blocos de espuma, “proteção” que não simpatizo muito. As vezes cumprem sua função ao evitar que uma moto saia voando para fora da pista, ou ao menos diminuem o alcance do acidente. Mas muitas vezes os próprios blocos causam acidentes, como nos casos de Nelson e do próprio Canard ao ser empurrado por Reed. Piores são os casos quando um piloto toca o bloco com a pedaleira em alta velocidade ou quando aterrissam de um grande salto em cima de um desse blocos.

Bandeira preta


Trey Canard
O principal fator polêmico da etapa não poderia ser outro: o enrosco entre Trey Canard e Chad Reed e o posterior troco dado pelo australiano que resultou em sua sumária desclassificação do evento.

Bom, Canard cometeu um tremendo erro de julgamento ao acreditar cegamente que Reed manteria a mesma linha da volta anterior. Ei, os pilotos mudam seus traçados ao longo da corrida, regra básica que os novatos aprendem no início de suas carreiras. Seja para defender posição, fugir de buracos que se formam ou mesmo procurar linhas mais rápidas. Entretanto, não houve maldade premeditada de Canard, foi um incidente de corrida. Causado por erro de julgamento, mas um incidente de corrida.

Já o troco de Reed foi de uma ingenuidade improvável para um piloto tão experiente. Exatamente quando os 49 mil pares de olhos do estádio estavam focados nos dois pilotos e ainda completamente fora de uma disputa por posição. Na minha opinião Reed não tinha a intenção de derrubar Canard, apenas obrigar o piloto a dar uma freada e deixar seu “recado”. O problema é que Canard estava completamente desprevenido, com a mão do freio ajustando os óculos e acabou atropelando um "derrubador" bloco de espuma.

A bandeira preta foi o recado da AMA que não aceita esse tipo de retaliação na pista. Mas apenas onde não há disputa por posições, caso contrário é praticamente um vale tudo como já vimos em algumas ocasiões nessa temporada. Antes desta, a mais recente bandeira preta no campeonato ocorreu em 2009 quando Kyle Chrisholm, tomando volta, bloqueou o próprio Chad Reed para ajudar seu então companheiro de equipe James Stewart.

250 Oeste


Largada 250 - Jessy Nelson (28) manteve a ponta até cometer um erro

Na prova da região Oeste Jessy Nelson tinha tudo para conquistar a segunda vitória quando errou o encaixe de um salto e foi ao chão. Ainda salvou uma sexta posição, mas perdeu a liderança do campeonato para o vencedor Cooper Webb.


Cooper Webb é o novo líder do campeonato

Por sinal foi uma vitória espetacular. Acho que podemos classificar assim qualquer vitória depois de se largar fora dos dez primeiros. Webb cruzou a primeira volta apenas em 12º e conquistou o primeiro posto na última das 15 voltas com uma agressiva ultrapassagem sobre Tyler Bowers. Uma vitória assim deixa um recado bem direto para a concorrência.


Justin Hill

No próximo sábado o campeonato prossegue em Oakland, Califórnia.

Vídeos









Resultados

P. # 450 BIKE Diff MV TEAM/SPONSORS
1 94 Ken Roczen Suz RM-Z450 20 Laps 1:02.359 RCH Soaring Eagle/JimmyJohns/Suz Factory Racing
2 5 Ryan Dungey KTM 450 SX-F +05.221 1:02.310 KTM/REDBULL/MOTOREX/WP/AKRAPOVIC/DUNLOP
3 3 Eli Tomac Hon CRF 450 +08.281 1:01.987 GEICO Hon
4 51 Justin Barcia Yam YZ450F +20.599 1:02.934 Autotrader/Toyota/Yam
5 20 Broc Tickle Suz RM-Z450 +26.998 1:03.350 RCH Soaring Eagle Jimmy JohnsSuz Factory Racing
6 14 Cole Seely Hon CRF 450 +31.486 1:03.106 Team Hon HRC
7 21 Jason Anderson Hus FC450 +43.552 1:03.144 Rockstar Energy Hus FactoryRacing
8 15 Dean Wilson KTM 450 SX-F +45.480 1:04.580 KTM/REDBULL/MOTOREX/WP/AKRAPOVIC/DUNLOP
9 18 David Millsaps Kaw KX 450F +49.007 1:04.360 Monster Energy Kaw
10 4 Blake Baggett Suz RM-Z450 +51.316 1:03.000 Yoshimura Suz FactoryRacing/Motorex/Dunlop/Renthal/Sho
11 41 Trey Canard Hon CRF 450 +51.776 1:02.656 Team Hon HRC
12 24 Brett Metcalfe Suz RM-Z450 +1:02.967 1:04.232  
13 11 Kyle Chisholm KTM 450 SX-F 19 Laps 1:05.548  
14 27 Nicholas Wey Kaw KX 450F +11.150 1:06.283 Mafia MotoCrew/PasionMX
15 42 Ben Lamay Yam YZ450F +16.883 1:06.534 CycleTrader.com | Rock River YAMAHA| Larry Beardsley, CPA
16 53 Jimmy Albertson Yam YZ450F +23.890 1:06.103 arma energy motorsport.com yamaha
17 12 Jacob Weimer Kaw KX 450F +33.223 1:04.687 Team Tedder
18 92 Cade Clason Hon CRF 450 18 Laps 1:07.778 Gurrnaid Energy/ AG motorsports,Rocket Exhaust, JT Racing,
19 800 Mike Alessi Suz RM-Z450 15 Laps 1:04.068 Smartop MotoConcepts Racing
20 33 Joshua Grant Kaw KX 450F 10 Laps 1:04.302 Discount Tire Racing/TwoTwoMotorsports
21 29 Andrew Short KTM 450 SX-F Factory Edit DNF   BTO Sports - KTM - WPS
22 22 Chad Reed Kaw KX 450F 9 Laps   Discount Tire

P. # 250 BIKE INTERVAL BESTTIME TEAM/SPONSORS
1 17 Cooper Webb Yam YZ250F 15 Laps 1:03.099 Yamalube/Star Racing/Yam
2 911 Tyler Bowers Kaw KX 250F +06.065 1:03.797 Monster Energy/Pro Circuit/Kaw
3 32 Justin Hill KTM 250 SX-F +07.122 1:04.450 KTM/REDBULL/MOTOREX/WP/AKRAPOVIC/DUNWOP/FOX
4 16 Zach Osborne Hus FC250 +09.928 1:04.613 Rockstar Energy Hus FactoryRacing
5 34 Malcolm Stewart Hon CRF 250 +17.594 1:04.958 GEICO Hon
6 28 Jessy Nelson KTM 250 SX-F +18.092 1:03.460 Troy Lee Designs/ Lucas Oil/ RedBull/ KTM
7 100 Joshua Hansen Kaw KX 250F +18.943 1:05.096 Kaw/Motosports.com/Fox/Supertech/DonnieHWnsenMX A
8 31 Alex Martin Yam YZ250F +29.079 1:05.387 CycleTrader.com | Rock River YAMAHA| RoostMXW
9 130 Thomas Hahn Hon CRF 250 +35.145 1:05.598 Motosport.com/DPI/Hon
10 40 Shane Mcelrath KTM 250 SX-F +38.216 1:05.346 Troy Lee Designs/ Lucas Oil/ RedBull/ KTM
11 57 Jackson Richardson Hon CRF 250 +40.724 1:05.601 XPR Motorsports/Renegade/Galfer/6Dhelmets/RacW tech titani
12 86 Zackery Freeberg Yam YZ250F +45.634 1:06.447 -- none listed --
13 157 Aaron Plessinger Yam YZ250F +53.244 1:05.950 Yamalube/Star Racing/Yam
14 981 Austin Politelli Yam YZ250F +56.718 1:06.921 51FIFTY ENERGY DRINK
15 85 Landen Powell KTM 250 SX-F +1:00.937 1:06.826 LSI, Miller Motorsports Park, TuffCountry,Proven,SWortsmen for
16 61 Michael Leib Hon CRF 250 +1:07.621 1:07.011 Rocket Performance/OnTrack/Excelsure/RXR
17 71 Cole Martinez Yam YZ250 14 Laps 1:06.741 SLAYTON RACING
18 65 Scott Champion Yam YZ250 +02.542 1:06.499 SLAYTON RACING
19 44 Zachary Bell Hus FC250 +17.623 1:06.970 Rockstar Energy Hus FactoryRacing
20 275 Johnny Jelderda Hon CRF 250 +38.246 1:09.575  
21 217 Ryan Breece Yam YZ250F +1:13.464 1:08.749  
22 66 Chris Alldredge Kaw KX 250F 7 Laps 1:04.171 Monster Energy/Pro Circuit/Kaw

P. # 450  
1 94 Ken Roczen 72
2 5 Ryan Dungey 60
3 21 Jason Anderson 51
4 3 Eli Tomac 46
5 41 Trey Canard 43
6 51 Justin Barcia 43
7 20 Broc Tickle 38
8 23 Weston Peick 32
9 29 Andrew Short 31
10 18 David Millsaps 30
11 14 Cole Seely 29
12 4 Blake Baggett 28
13 12 Jacob Weimer 26
14 15 Dean Wilson 23
15 22 Chad Reed 22
16 24 Brett Metcalfe 18
17 800 Mike Alessi 17
18 10 Justin Brayton 14
19 11 Kyle Chisholm 8
20 27 Nicholas Wey 7
21 42 Ben Lamay 6
22 53 Jimmy Albertson 6
23 33 Joshua Grant 6
24 75 Joshua Hill 5
25 92 Cade Clason 3
26 199 Kyle Partridge 2
27 211 Tevin Tapia 1
28 64 Aj Catanzaro 1
P. # 250  
1 17 Cooper Webb 64
2 28 Jessy Nelson 60
3 911 Tyler Bowers 60
4 16 Zach Osborne 54
5 32 Justin Hill 53
6 157 Aaron Plessinger 40
7 34 Malcolm Stewart 39
8 40 Shane Mcelrath 39
9 100 Joshua Hansen 34
10 130 Thomas Hahn 30
11 31 Alex Martin 27
12 61 Michael Leib 25
13 44 Zachary Bell 24
14 38 Matthew Bisceglia 18
15 65 Scott Champion 17
16 86 Zackery Freeberg 15
17 57 Jackson Richardson 13
18 71 Cole Martinez 12
19 981 Austin Politelli 12
20 85 Landen Powell 8
21 66 Chris Alldredge 7
22 148 Trevor Reis 6
23 341 Nico Izzi 6
24 217 Ryan Breece 4
25 275 Johnny Jelderda 1
26 97 Darryn Durham 1










© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet