X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Enduro

X Games Moto X - Munique - Alemanha
Publicado em: 02/07/2013
Clique e saiba mais

Munique recebeu a terceira rodada do X-Games. Etapa do EnduroCross foi considerada a mais difícil da temporada da competição
Redação MotoX.com.br - Carolina Arruda - Fotos: ESPN./ Lukas Pilz


Estádio Olímpico onde aconteceram as disputas do EnduroCross


Nate Adams e Javier Villegas em disputa no Moto X Speed & Style
Neste domingo, Munique, o coração da Alemanha, recebeu a terceira rodada do X-Games. A etapa alemã ficou marcada por novidades, como um estádio exclusivo para as disputas das motos, também pelo público animado e participativo, e pela chuva, obrigando a maior parte das disputas a serem adiadas para domingo, quando o tempo abriu na cidade.

Veja também: Vídeos - Momentos históricos do X-Games sobre duas rodas

Por ser realizado em estádio fechado, o Moto X Speed & Style não precisou ser adiado e encerrou o segundo dia do evento. A categoria é um misto da velocidade e agilidade do motocross, mas necessita de manobras do freestyle em cada volta para que o piloto some pontos. Não é só velocidade, é preciso estilo também.

Seguindo o estilo clássico do freestyle, a briga pela medalha de ouro seguiu o formato de disputas homem a homem até a final, entre os dois melhores da noite. Desde a fase classificatória o chileno Javier Villegas chamou muita atenção em todas as baterias que disputou, diga-se de passagem, as mais equilibradas da noite. Disputando curva a curva, ele superou o suíço Mat Rebeaud na semifinal e deixou o consagrado Nate Adams de fora da final, depois de capitalizar em cima de um tombo do californiano.
 

Pilotos antes do início das disputas


Javier Villegas e Mike Mason na briga pelo ouro
Na disputa pelo X de ouro, Villegas enfrentou Mike Mason, e aí esteve o problema para o sulamericano. Também destaque nas disputas do dia, Manson havia sido o mais rápido na classificatória e seguiu o roteiro na final: saiu na frente na largada e, ainda com manobras muito mais fortes, abriu uma vantagem de quase nove segundos para conquistar a medalha de outro. O bronze ficou para Nate Adams completando o pódio.

O EnduroCross fez parte da lista de competições adiadas para o domingo. Não muito diferente do Moto X Speed & Style, os veteranos ficaram sem medalha de ouro. A primeira bateria classificatória foi palco da disputa acirrada entre Mike Brown e Taddy Blazusiak pelo primeiro lugar com direito a troca de posições em vários trechos da pista. Um erro de Brown foi o suficiente para Blazusiak levar a vitória nesta fase. Alfredo Gomez, Taylor Robert e Max Gerston também avançaram para a final.

A primeira classificatória mostrou o trecho de pedras e troncos como o mais difícil e traiçoeiro da pista. Kyle Redmond pôde confirmar isso na segunda bateria classificatória: liderando com boa margem em relação ao segundo colocado, ele caiu entre as pedras e troncos, e foi ultrapassado por quase todos os pilotos da bateria. Sofrendo com o imprevisto, Redmond conseguiu se recuperar e cruzar a linha de chegada na quinta posição, resultado suficiente para ir direto à final. Graham Jarvis levou a melhor seguido por Justin Soule, Colton Haaker e Jonny Walker.

Vídeo - Final do Moto X Speed & Style:



Na Last Chance, os cinco pilotos a completarem o gate de largada da final foram: Cory Graffunder, Ricky Dietrich, Gary Sutherlin, Mike Hartmann e Bryan Roper. Nesta bateria, a vitória de Graffunder foi esmagadora sobre os concorrentes, uma vantagem de mais de vinte segundos. Andreas Lettenbichler e Juha Salminen, pilotos usuais nos grandes campeonatos de enduro, ficaram de fora da bateria principal.

Na disputa pelo ouro, Mike Brown fez o holeshot e, mais uma vez, confirmou a perfídia do trecho de pedras e troncos: nessa parte, ficou para trás e abriu mão da vitória. O caminho ficou livre para Taylor Robert, o piloto que nunca havia chegado ao pódio na competição, liderou até o final, com uma pilotagem fluída e rápida, e estreou no topo. Vale destacar, que perto da chegada, Robert caiu mas subiu na moto à tempo, antes de ser ameaçado por Alfredo Gomez.

Vídeo - Final do Enduro X Masculino:



“Os melhores pilotos de extremo enduro do mundo estavam aqui, foi a prova de EnduroCross mais difícil que enfrentamos, foi incrível”, analisou Robert. O piloto não deixou de falar da seção mais comentada da prova: “Foi horrível! Estava tudo molhado e enlameado, aquelas pedras eram escorregadias, não tinha grip. Era uma batalha passar por ali!”, completou.

Alfredo Gomez ficou com a prata, à frente de Taddy Blazusiak, que também perdeu o ritmo na seção “traiçoeira”, mas ainda foi bronze. Mike Brown foi quinto colocado, atrás de Graham Jarvis.

De volta às competições, depois de ficar de fora do ErzbergRodeo, Blazusiak comentou a prova feliz por estar de volta, mesmo que não no topo. “Cometi um baita erro na primeira volta, estava entre os três primeiros e fiquei para trás. Então recomecei, dei duro durante a prova e consegui o pódio, o que foi bom”, avaliou.

Seguindo o roteiro da prova masculina, a categoria feminina não viu mais uma vitória da (quase) imbatível Laia Sanz. Maria Forsberg desbancou a favorita e quebrou a invencibilidade de Sanz, que não largou bem e, enquanto lutava para ultrapassar as concorrentes, viu Forsberg abrir uma margem de vantagem grande. Sanz ficou com a prata e Sandra Goméz foi bronze.

Vídeo - Final do EnduroX Feminino:



“É legal conseguir vencer aqui no estádio olímpico, ainda mais no percurso mais difícil que tivemos”, cometou Maria Forsberg. “É preciso se manter mentalmente forte e não deixar um tombinho ou erro qualquer te atrapalhar”, encerrou - deixando a pergunta se o comentário seria uma indireta ou conselho para a principal concorrente.

Outras disputas do Moto X na etapa alemã foram no Best Whip e Step Up. Na disputa pelo ouro da melhor "entortada", Jeremy Stenberg foi o escolhido pelos fãs, seguido por Edgar Torronteras e Lance Coury. No "salto em altura" Libor Podmol comemorou seu primeiro X de ouro superando Matt Buyten e Ronnie Renner. Os resultados completos de todas as modalidades estão na tabela no final da matéria.

Vídeo - MotoX Step Up:



Até o momento, desde a passagem por Foz do Iguaçu até Barcelona e Munique, somam-se 16 dias de competição em diversas modalidades radicais, que agora chegam próximo do fim. A próxima parada do X-Games é em Los Angeles, Califórnia, daqui um mês, no dia 1º de agosto, onde se encerra a temporada dos jogos de verão.

Resultados

Pos Enduro X Masculino Tempo
1 Taylor Robert 11:36.111
2 Alfredo Gomez 11:48.868
3 Taddy Blazusiak 12:05.966
4 Graham Jarvis 12:33.410
5 Mike Brown 12:51.856
6 Kyle Redmond 11:54.622
7 Cory Graffunder 11:59.915
8 Jonny Walker 12:10.835
9 Gary Sutherlin 12:25.957
10 Colton Haaker 12:30.165
11 Max Gerston 13:07.423
12 Justin Soule 11:37.059
13 Mike Hartmann 11:42.895
14 Bryan Roper 12:40.636
15 Ricky Dietrich 10:39.098
Pos Enduro X Feminino Tempo
1 Maria Forsberg 8:12.407
2 Laia Sanz 8:32.618
3 Sandra Gómez Cantero 8:41.825
4 Maria Franke 9:34.462
5 Rachel Gutish 9:52.916
6 Chantelle Bykerk 9:54.039
7 Tarah Gieger 8:35.783
8 Kacy Martinez 9:14.648
9 Steffi Laier 10:00.893
10 Jolene Van Vugt 8:17.634
Pos Best Whip Votos dos fãs %
1 Jeremy Stenberg 65.00
2 Edgar Torronteras 14.00
3 Lance Coury 12.00
4 Nate Adams 7.00
5 Ronnie Renner 2.00
6 Wes Agee --
Pos Moto X Step Up - Final Altura (em pés)
1 Libor Podmol 29.00
2 Matt Buyten 28.00
3 Ronnie Renner 28.00
4 Massimo Bianconcini 25.00
4 Brian Deegan 25.00
6 Brian Foster 25.00
Pos Moto X Speed & Style Pts
1 Mike Mason 3.00
2 Nate Adams 6.00
3 Mat Rebeaud 8.00
4 Edgar Torronteras 8.00
5 Josh Sheehan 10.00
6 Javier Villegas 12.00
7 Ronnie Renner 12.00
8 Lance Coury 13.00






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet