X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Rally do Marrocos - Final - Zagora
Publicado em: 21/10/2012

Francês Cyril Despres desbanca adversários e coloca mais um título na coleção
Redação MotoX.com.br - Fotos: Marian Chytka / HRC / Juan Lozano Jorge Cunha / Vipcomm


Rally do Marrocos terminou com vitória do francês Cyril Despres


Joan Barreda
A experiência do francês Cyril Despres acabou prevalecendo no Rally do Marrocos. O piloto da KTM acrescentou o título a sua coleção, após terminar em terceiro lugar a etapa final neste sábado. Durante todas as seis provas, Despres teve forte concorrência. Uma das principais foi a do português Helder Rodrigues, que começou a competição na frente e venceu o último dia, com 1h50min50, mas na classificação final alcançou somente o 41º lugar, por conta de problemas na quarta fase. A vice-liderança na classificação ficou com o espanhol Joan Barreda e o terceiro posto com o chileno Chaleco Lopez.

Assista 5 vídeos na MotoX TV:
- Melhores Momentos 5ª etapa
- Melhores Momentos 4ª etapa
- Melhores Momentos 3ª etapa
- Melhores Momentos 2ª etapa
- Melhores Momentos 1ª etapa

Despres concluiu o rali com 17h58min36, apenas 6min52 à frente de Barreda. Quando iniciou a etapa final, Despres possuía pouco mais de cinco minutos de diferença para Barreda e tinha apenas 171 km para ratificar a vantagem. A noite anterior brindou os competidores com a chuva, mas os pilotos não encontraram grandes problemas para cruzar os leitos dos rios que antes estavam secos. "Eu sabia que tinha que sair e fazer uma boa corrida", frisou o vencedor.


Cyril Despres


Hélder Rodrigues
Barreda abriu a pista e Despres saiu em nono, bastante confiante. "Eu gosto desse tipo de pressão. Você tem que se concentrar 100%, porque sabe que pode perder a corrida. Agora é ótimo deixar o Marrocos com a vitória e ter um sentimento tão bom, também a respeito da moto e da equipe", completou.

O francês destacou a semana agitada e cheia de altos e baixos, assim como os problemas pelos quais diversos pilotos passaram. Marc Coma, seu companheiro de equipe e um dos favoritos, caiu durante a terceira etapa e ter de abandonar a competição com um ombro deslocado. "Esta foi nossa última corrida de 2012 e, da próxima vez que nos encontrarmos, será no Dakar 2013, em janeiro. Espero que Marc volte em breve e que possamos fazer um bom trabalho no Dakar", comentou o francês.

O brasileiro Felipe Zanol obteve um excelente resultado em sua primeira participação em uma prova no Continente Africano. Com o objetivo de ganhar experiência e ritmo para o Rally Dakar, o mineiro fez etapas regulares e terminou com a sétima posição geral. "Foi positiva minha participação. Antes de tudo, meu objetivo era terminar a corrida. Consegui isso e adquiri experiência. A prova foi dura e perigosa. O resultado poderia ter sido melhor se não tivesse errado (na sexta-feira). Mas terminei como melhor estreante e isso é importante", resumiu.


Paulo Gonçalves


Francisco 'Chaleco' Lopez
Hélder Rodrigues, companheiro de Zanol na equipe Honda, liderava a competição até a quarta etapa, quando teve um problema técnico e foi obrigado a abandonar o trecho. A má sorte jogou o português bem atrás na classificação e foi impossível se recuperar, mesmo com a vitória na última etapa. "Eu acelerei forte desde o início, pegando Barreda no Km 40. Passei por ele e abri a pista até o final. Chuvas da noite passada tinham danificado o percurso. Havia muitos perigos e, era preciso ter cuidado. O saldo do rali todo é positivo. Venci a primeira etapa, e estava liderando a classificação geral quando sofri um problema. Nós não devemos esquecer que estamos aqui principalmente para fazer a avaliação da máquina. O nível da moto é muito bom e estou ansioso para o próximo Dakar."

O espanhol Joan Barreda, que recentemente venceu o Rally dos Faraós no Egito, foi o piloto que melhor representou a Husqvarna na competição terminando muito próximo do primeiro colocado e com grandes chances de chegar na frente até o último dia. "Todos nós temos feito um excelente trabalho e estou muito satisfeito com o segundo lugar. Nós temos uma moto muito forte e um time que está bem preparado para o Dakar. Nossa missão de vir aqui e testar a equipe e moto foi alcançada. Esta é uma corrida muito intensa e perigosa, com muita navegação. Além disso, todos os melhores pilotos do mundo se voltaram para este rali, e é por isso que o resultado é ainda mais significativo".


Mathew Fish


Sam Sunderland
Na quinta etapa, disputada na sexta-feira, Despres teve dificuldades e terminou na nona posição. Quem ficou com a vitória foi Barreda, com 12 minutos de vantagem, nos 246 quilômetros de trechos cronometrados. O francês explicou os prolemas que teve. "Os primeiros quilômetros não estavam no road book e eu não tinha certeza que tinha feito a rota certa, então, decidi voltar para verificar", comentou ele. "Depois disso não foi fácil porque havia muitas faixas dos outros pilotos e outros veículos. Eu tinha duas opções, seguir as pistas ou fazer a minha própria e eu decidi fazer a minha própria e, quando você faz isso assim, pode custar tempo. A última parte foi muito rápida e eu estava tentando acelerar o máximo que pude."

Sam Sunderland, da Honda, fechou o dia com o terceiro lugar, seguido por Juan Pedrero e Paulo Gonçalves. Já Felipe Zanol teve seu dia mais complicado ao cometer um erro de navegação e finalizou em 14º. Zanol se equivocou em um trecho de 6km e demorou 12 minutos para reencontrar a rota. "Tive um erro primário de navegação que me prejudicou na etapa. Uma falha dessas no Dakar pode comprometer todo o meu trabalho", disse decepcionado o brasileiro ao final da prova.



Felipe Zanol


Brasileiro, sétimo colocado, foi o melhor estreante na prova
Por outro lado a quinta-feira foi o grande dia de Zanol, quando o mineiro terminou em terceiro lugar. A quarta etapa teve alto nível de dificuldade com 250 quilômetros de trechos cronometrados ao redor de Zagora, incluindo uma tempestade de areia. "Foi uma etapa extremamente difícil, mais uma vez com muita navegação. No momento da tempestade de areia praticamente não se enxergava nada. Foi a primeira vez que enfrentei uma situação desta, mas estou muito feliz e satisfeito com o resultado", concluiu Zanol.

A vitória neste trecho mudou de mãos mais uma vez e foi do polonês Jakub Przygonski, da KTM. Com a regularidade que lhe deu o título, 2min27s depois do vencedor, Ciryl Despres cruzou a linha de chegada em segundo. O francês Olivier Pain chegou logo atrás de Zanol, na quarta posição, seguido pelo holandês Frans Verhoeven.

As grandes equipes estiveram com força máxima na prova africana. Assim o evento reuniu os principais pilotos do mundo e terminou como uma boa prévia do próximo Rally Dakar. Agora o pensamento dos atletas da modalidade se volta ao maior rali mundial em mais uma edição na América do Sul.

Classificação Final

Pos. Piloto Resultado Final País Moto Tempo Diferença Penalidade
1 2 Despres Cyril Fra Ktm 17h58'36 00h00'00 00h00'00
2 8 Barreda Joan Esp Husqvarna 18h05'28 00h06'52 -00h00'27
3 7 Lopez Chaleco Chl Ktm 18h33'04 00h34'28 00h00'00
4 15 Verhoeven Frans Nld Yamaha 18h39'18 00h40'42 00h00'00
5 5 Goncalves Paulo Por Husqvarna 18h42'28 00h43'52 00h00'00
6 9 Pain Olivier Fra Yamaha 18h46'46 00h48'10 00h00'00
7 11 Miranda-zanol Felipe Bra Honda 18h47'59 00h49'23 00h00'00
8 35 Fish Mathew Aus Husqvarna 18h59'18 01h00'42 00h00'00
9 6 Przygonski Jakub Pol Ktm 19h00'51 01h02'15 00h00'00
10 17 Sunderland Sam Gbr Honda 19h08'35 01h09'59 00h34'00
11 26 Pedrero-garcia Juan Esp Ktm 19h18'20 01h19'44 00h30'00
12 10 Botturi Alessandro Fra Ktm 19h26'53 01h28'17 00h30'00
13 25 Pizzolito Javier Arg Honda 20h12'41 02h14'05 00h00'00
14 20 Van-niekerk Riaan Rsa Ktm 20h12'42 02h14'06 00h00'00
15 24 Curtis Darryl Rsa Ktm 20h27'10 02h28'34 00h00'00
16 16 Czachor Jacek Pol Ktm 20h43'14 02h44'38 00h00'00
17 12 Fretigne David Fra Yamaha 20h59'57 03h01'21 00h00'00
18 22 Campbell Johnny Usa Honda 22h46'52 04h48'16 01h30'00
19 33 Rios-barreto Felipe Per Ktm 23h17'42 05h19'06 00h30'00
20 29 Watt Stanley Irl Ktm 23h24'58 05h26'22 00h00'00

Resultados da sexta, quinta e quarta etapas

Pos. Piloto 6ª etapa País Moto Tempo Diferença Penalidade
1 3 Rodrigues Helder Prt Honda 01h50'50 00h00'00 00h00'00
2 26 Pedrero-garcia Juan Esp Ktm 01h51'09 00h00'19 00h00'00
3 2 Despres Cyril Fra Ktm 01h51'17 00h00'27 00h00'00
4 17 Sunderland Sam Gbr Honda 01h52'02 00h01'12 00h00'00
5 5 Goncalves Paulo Por Husqvarna 01h52'10 00h01'20 00h00'00
6 8 Barreda Joan Esp Husqvarna 01h53'03 00h02'13 00h00'00
7 7 Lopez Chaleco Chl Ktm 01h53'49 00h02'59 00h00'00
8 15 Verhoeven Frans Nld Yamaha 01h55'22 00h04'32 00h00'00
9 10 Botturi Alessandro Fra Ktm 01h55'33 00h04'43 00h00'00
10 9 Pain Olivier Fra Yamaha 01h55'53 00h05'03 00h00'00
11 30 Casteu David Fra Yamaha 01h56'06 00h05'16 00h00'00
12 11 Miranda-zanol Felipe Bra Honda 01h56'25 00h05'35 00h00'00
13 35 Fish Mathew Aus Husqvarna 01h57'54 00h07'04 00h00'00
14 34 Souvignet Romain Fra Yamaha 02h02'50 00h12'00 00h00'00
15 20 Van-niekerk Riaan Rsa Ktm 02h03'01 00h12'11 00h00'00
16 24 Curtis Darryl Rsa Ktm 02h03'17 00h12'27 00h00'00
17 6 Przygonski Jakub Pol Ktm 02h03'58 00h13'08 00h00'00
18 25 Pizzolito Javier Arg Honda 02h10'39 00h19'49 00h00'00
19 22 Campbell Johnny Usa Honda 02h11'31 00h20'41 00h00'00
20 19 Da-costa Bruno Fra Yamaha 02h11'33 00h20'43 00h00'00
Pos. Piloto 5ª etapa País Moto Tempo Diferença Penalidade
1 8 Barreda Joan Esp Husqvarna 02h42'55 00h00'00 00h00'00
2 3 Rodrigues Helder Prt Honda 02h44'15 00h01'20 00h00'00
3 17 Sunderland Sam Gbr Honda 02h47'18 00h04'23 00h00'00
4 5 Goncalves Paulo Por Husqvarna 02h50'41 00h07'46 00h00'00
5 7 Lopez Chaleco Chl Ktm 02h51'17 00h08'22 00h00'00
6 30 Casteu David Fra Yamaha 02h51'56 00h09'01 00h00'00
7 6 Przygonski Jakub Pol Ktm 02h55'20 00h12'25 00h00'00
8 2 Despres Cyril Fra Ktm 02h55'25 00h12'30 00h00'00
9 35 Fish Mathew Aus Husqvarna 02h55'51 00h12'56 00h00'00
10 15 Verhoeven Frans Nld Yamaha 03h00'11 00h17'16 00h00'00
11 20 Van-niekerk Riaan Rsa Ktm 03h05'12 00h22'17 00h00'00
12 9 Pain Olivier Fra Yamaha 03h05'40 00h22'45 00h00'00
13 21 Duclos Alain Fra Sherco 03h06'16 00h23'21 00h00'00
14 11 Miranda-zanol Felipe Bra Honda 03h06'19 00h23'24 00h00'00
15 25 Pizzolito Javier Arg Honda 03h07'12 00h24'17 00h00'00
16 10 Botturi Alessandro Fra Ktm 03h08'13 00h25'18 00h00'00
17 24 Curtis Darryl Rsa Ktm 03h15'59 00h33'04 00h00'00
18 16 Czachor Jacek Pol Ktm 03h17'23 00h34'28 00h00'00
19 18 Knuiman Hendrikus Nld Ktm 03h20'25 00h37'30 00h00'00
20 26 Pedrero-garcia Juan Esp Ktm 03h20'29 00h37'34 00h30'00
Pos. Piloto 4ª etapa País Moto Tempo Diferença Penalidade
1 6 Przygonski Jakub Pol Ktm 03h28'44 00h00'00 00h00'00
2 2 Despres Cyril Fra Ktm 03h31'11 00h02'27 00h00'00
3 11 Miranda-zanol Felipe Bra Honda 03h33'03 00h04'19 00h00'00
4 9 Pain Olivier Fra Yamaha 03h33'50 00h05'06 00h00'00
5 15 Verhoeven Frans Nld Yamaha 03h34'53 00h06'09 00h00'00
6 10 Botturi Alessandro Fra Ktm 03h37'46 00h09'02 00h00'00
7 35 Fish Mathew Aus Husqvarna 03h38'02 00h09'18 00h00'00
8 30 Casteu David Fra Yamaha 03h42'17 00h13'33 00h00'00
9 8 Barreda Joan Esp Husqvarna 03h43'54 00h15'10 00h00'00
10 7 Lopez Chaleco Chl Ktm 03h51'41 00h22'57 00h00'00
11 16 Czachor Jacek Pol Ktm 03h52'49 00h24'05 00h00'00
12 26 Pedrero-garcia Juan Esp Ktm 03h53'36 00h24'52 00h00'00
13 18 Knuiman Hendrikus Nld Ktm 04h00'58 00h32'14 00h00'00
14 21 Duclos Alain Fra Sherco 04h01'00 00h32'16 00h00'00
15 12 Fretigne David Fra Yamaha 04h02'41 00h33'57 00h00'00
16 22 Campbell Johnny Usa Honda 04h06'38 00h37'54 00h00'00
17 20 Van-niekerk Riaan Rsa Ktm 04h08'26 00h39'42 00h00'00
18 17 Sunderland Sam Gbr Honda 04h09'43 00h40'59 00h30'00
19 25 Pizzolito Javier Arg Honda 04h10'27 00h41'43 00h00'00
20 24 Curtis Darryl Rsa Ktm 04h12'11 00h43'27 00h00'00






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet