X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Rally Dakar 2011 - 5ª etapa - Calama / Iquique
Publicado em: 07/01/2011

Paulo Gonçalves leva a BMW à primeira vitória após dez anos
Redação MotoX.com.br - Texto: Renato Fernandes - Fotos: Speedbrain


Paulo Gonçalves

5ª etapa (06/01) - Calama / Iquique - Total do dia: 459km
Deslocamento: 36km
Especial: 423km


Francisco "Chaleco" Lopez
Foto: Divulgação
Nesta etapa, onde a especial de 423 quilômetros ocupou quase todo o trajeto do dia, os pilotos encontraram pela frente uma variedade de tipos de terreno, que exigiu também tipos de pilotagem diferentes. Depois de um início travado em terreno rochoso, os competidores puderam acelerar forte e enfrentar as primeiras dunas do rali. O dia foi movimentado para as motocicletas, principalmente entre os primeiros colocados, com punição para Cyril Despres e o abandono de Olivier Pain.

Parecia que Francisco "Chaleco" Lopez, como nos anos anteriores, conseguiria repetir o feito de vencer uma etapa em casa, mas mesmo com uma pilotagem precisa e sem erros, o piloto chileno foi superado por Paulo Gonçalves. Na chegada a Iquique, que já está se tornando famosa pelo clima festivo e o grande público que acompanha a caravana, os fãs do piloto local já comemoravam sua vitória, que chegou a ser anunciada pela organização, quando Paulo Gonçalves, após uma revisão dos tempos, arrancou a vitória das mãos de Lopez. O português obteve uma excelente performance, que aliada à correção lhe deu o primeiro lugar. O português parou para atender Olivier Pain, tempo que foi descontando do seu total. O feito foi muito comemorado pela equipe BMW, que não vencia uma etapa do Dakar desde 2000, com Richard Sainct. 


Frans Verhoeven


Marc Coma
Foto: M. Maragni
Nesta etapa, a prova teve sua primeira baixa entre os dez primeiros colocados. Justo no momento em que vinha marcando o melhor tempo do dia, Olivier Pain sofreu uma forte queda no quilômetro 231 da especial, fraturando o pulso. Marc Coma, que cruzou a linha de chegada 13 minutos atrás de Lopez, também sofreu uma queda no início da especial e foi o primeiro a parar para atendê-lo. Depois, seguindo o regulamento, Coma seguiu e Gonçalves ficou para auxiliar Pain até a chegada do resgate. Os dois tiveram seus tempos corrigidos e o espanhol ficou com a quarta posição da etapa, logo a frente de Despres.

Com o resultado, Coma manteve a liderança da classificação geral abrindo uma diferença ainda maior no tempo acumulado, beneficiado por uma punição imposta à Despres. O francês da KTM cometeu um erro no precedimento de largada da 4ª etapa e teve dez minutos adicionados a seu tempo total. Agora, mesmo se mantendo em segundo, Despres está pouco mais de dez minutos atrás do líder. Chaleco Lopez continua em terceiro na classificação geral, seguido por Paulo Gonçalves e Helder Rodrigues. 


Jena Azevedo
Foto: Maindru Photo


Vicente De Benedictis
Foto: Maindru Photo
José Hélio não conseguiu repetir o bom desempenho das etapas anteriores e finalizou o dia na 16ª posição, caindo para 11º na classificação. Por outro lado, Vicente De Benedictis melhorou bastante em relação ao dia anterior, completando a etapa em 86º e subindo 40 posições na classificação. Agora, o brasileiro ocupa a 81ª colocação entre as 118 motos que ainda continuam no rali: "Ontem tive problema com o filtro de ar da moto e acabei ficando muito atrás na classificação. Hoje já deu para recuperar um pedaço", analizou De Benedictis.

Jean Azevedo se mantém regular na prova, chegando a Iquique na 14ª posição, a mesmo que ocupa na classificação geral. "Foi uma etapa muito dura e perigosa, pois passamos por pistas abandonadas, com muita valeta, rio seco e erosões. Para um piloto de moto, esse conjunto é bem complicado já que temos que redobrar a atenção no road book e na pilotagem. Vim num ritmo bom, tranquilo, evitando maiores complicações. Só no final da especial é que encontramos as dunas, mas apenas nos dez quilômetros restantes", explicou Jean. 



José Hélio

Resultado 5ª etapa
1 - Paulo Gonçalves (PRT) - 05:12:23
2 - Chaleco Lopez (CHL) - 05:14:41
3 - Frans Verhoeven (BEL) - 05:14:42
4 - Marc Coma (ESP) - 05:16:21
5 - Cyril Despres (FRA) - 05:16:33
6 - Helder Rodrigues (PRT) - 05:22:24
7 - Ruben Faria (PRT) - 05:24:28
8 - Jonah Street (USA) - 05:27:38
9 - Pal Anders Ullevalseter (NOR) - 05:29:24
10 - Juan Pedrero Garcia (ESP) - 05:29:59
14 - Jean Azevedo - (BRA) - 05:34:27
16 - José Hélio (BRA) - 05:39:41
86 - Vicente De Benedictis - (BRA) - 08:25:15




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet