X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Rondônia

4ª etapa - Rondoniense de Motocross - Alta Floresta do Oeste - RO
Publicado em: 19/08/2010

Zamboni vence etapa e assume a liderança do campeonato na MX2
Redação MotoX.com.br - Com informações e fotos de Chico Limeira


Cézar Zamboni venceu duelo com Marco Túlio na MX2


Hérico Flores
O retorno de vários pilotos marcou a quarta etapa do Campeonato Rondoniense de Motocross, disputada no último fim de semana, 14 e 15 de agosto, na pista do Parque de Exposições, de Alta Floresta do Oeste. A festa foi prestigiada por um público de aproximadamente cinco mil pessoas.

Entre aqueles que retornaram às disputas na prova do último fim de semana estava Evandro Bucioli, que ainda se recupera de uma fratura na clavícula, Arnaldo Pereira, outro que se recupera de contusão, Rômulo Scherer e os irmãos Vinícius e Akio Yamada, ausentes desde o início da temporada.

Também retornando após uma queda, ocorrida ainda na primeira etapa do campeonato, disputada em Porto Velho, Arnaldo Pereira não foi feliz, mesmo após começar bem a disputa da MX Estreante. Quando brigava pela liderança, Arnaldo acabou se atrapalhando em uma disputa com Mailson Evandro, caindo e ficando na última colocação. Na primeira bateria da MX2, uma nova queda provocou seu abandono definitivo nesta etapa. 


Diego Henning


Chegada da categoria Força Livre Nacional
Abrindo as disputas, ainda pela manhã, ocorreu a largada da categoria MX Estreantes, com um total de nove pilotos. Após várias quedas entre seus concorrentes, Hérico Flores, piloto local, abriu vantagem e liderou até a bandeirada final. Nidval Amaral, de Ji-Paraná, completou na segunda colocação, Artur Gabriel, de Ouro Preto do Oeste, chegou em terceiro, Pauzanes em quarto e Mailson Evandro completou o pódio.

Mantendo um ritmo bastante forte para sua pouca idade, Lucas Belém, de Vilhena, mais uma vez fez uma corrida perfeita, na 65cc, largando na ponta e liderando até a chegada. Mateus Zill manteve a segunda posição, enquanto Leandro da Silva garantiu a terceira colocação. Igor Vasconcelos e o estreante Orlando Neto, fecharam o pódio. O pequeno Guilherme Maschio, de apenas seis anos, teve problemas com sua moto e não conseguiu completar a prova. Inconformado, Guilherme deixou a pista chorando, mas, sob aplausos do público. 


Cézar Zamboni


Lucas Belém
Entre os garotos com mais experiência da 85cc, Diego Henning manteve a escrita com facilidade, liderando de ponta a ponta. Lucas Belém completou na segunda posição, com Mateus Zilli em terceiro, Igor Mateus em quarto e Leandro da Silva na quinta posição. Enfrentando problemas, Gabriel Caiam completou a prova na última posição.

Na categoria com o maior número de motos, a Força Livre Nacional foi marcada por grandes duelos. Já na primeira bateria, Diego Ferrari começou bem, mas acabou prejudicado por um retardatário, caindo e perdendo várias posições. João Roberto, líder da categoria, ganhou a ponta e se manteve até o final. Victor Carlos não largou bem e, fazendo uma corrida de recuperação, terminou na segunda colocação. Na bateria seguinte, Vitim largou bem e se manteve a frente, resistindo a pressão do líder João Roberto até o final da prova. Com a ordem da segunda bateria, Vitim garantiu o lugar mais alto do pódio com João Chagas em segundo, ainda mantendo a liderança do campeonato. Talles Rodrigues que travou duelo acirrado com Rodrigo Mezzomo, terminou em quarto, com Jackson Bernardino na quinta posição.
 

Pódio MX2
Em ambas as baterias da MX2, Marco Túlio largou na ponta com Hugo Amaral em segundo e Cézar Zamboni na cola. Mesmo com a clavícula fraturada, Hugo forçou e passou Marco Túlio, porém errou o traçado num dos saltos, indo parar na cerca. Na queda o piloto perdeu duas posições. Zamboni aumentou o ritmo, neste momento, colando em Marco Túlio e, na entrada da curva, acelerou forte para assumir a frente do pelotão garantindo a vitória. A segunda bateria, praticamente, repetiu as ações da primeira, com os três pilotos mantendo as mesmas posições.

Restando ainda quatro etapas para completar a temporada 2010, com a vitória nas duas baterias, César Zamboni conquistou a liderança do campeonato, agora com 183 pontos, seguido de Marco Túlio com 178 e Hugo Amaral, em terceiro, com 173 pontos. 


Evandro Bucioli
Na MX3, os pilotos mantiveram o ritmo forte ditado por Evandro Bucioli, primeiro colocado. 

De acordo com o presidente da FMR, Reinaldo Selhorst, a etapa de Alta Floresta foi uma das mais fortes e provou que a temporada ainda terá grandes emoções e reviravoltas. A briga acirrada pela liderança nas principais categorias, assim como o desempenho de jovens pilotos mostram que o futuro do motociclismo de Rondônia será próspero. Selhorst agradeceu a participação do público de Alta Floresta e o empenho da prefeitura local.

Na 4ª Etapa do Estadual de Motocross 2010, a federação contou com a parceria da Prefeitura de Alta Floresta, apoio do Ministério dos Esportes, Petrobras, Eletrobras, Honda do Brasil, senador Acir Gurgacz, MegaBom, Lid’Agua, Cairu Transportes, Castilhos Estruturas Metálicas, Menzelub e Ciclo Cairu. 

Resultados

MX2
1º - 981 – Cézar Zamboni – Porto Velho
2º - 1 – Marco Túlio - Ariquemes
3º - Hugo Amaral – Porto Velho
4º - 191 – Diego Henning – Porto Velho
5º - 723 – Aparício Paixão – Porto Velho


65cc
1º - 444 - Lucas Belém - Vilhena
2º - 17 – Mateus Zilli - Vilhena
3º - 171 – Leandro da Silva - Buritis
4º - 172 – Igor Vasconcelos - Buritis
5º - 3 – Orlando Neto - Ariquemes

85cc
1º - 191 - Diego Henning – Porto Velho
2º - 444 – Lucas Belém – Vilhena
3º - 17 – Mateus Zilli - Vilhena
4º - 172 – Igor Mateus – Buritis
5º - 171 – Leandro Ribeiro - Buritis

MX Estreante
1º - 706 – Hérico Flores – Alta Floresta
2º - 10 – Nidval Amaral Ji-Paraná
3º - 717 – Artur Gabriel – Ouro Peto do Oeste
4º - 6 Pauzanes Carvalho – Porto Velho
5º - 81 – Mailson Evandro – Porto Velho

Força Livre Nacional
1º - 4 - Victor Carlos – Cacoal
2° - 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia
3º - 63 – Talles Rodrigues - Ariquemes
4º - 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste
5º - 22 - Jackson Bernardino – Vilhena

MX3
1º - 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura
2º - 81 – Jean Carlos – Porto Velho
3º - 10 – Nidval Amaral – Ji-Paraná
4º - 77 – Itamar Fernandes - Cacoal
5º - 6 - Pauzanes de Carvalho – Porto Velho



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet