X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Reportagens > Motos

Apresentação Yamaha YZ450 2010
Publicado em: 09/09/2009

Yamaha apresenta novo conceito no Motocross
MotoX.com.br - Texto: Lucídio Arruda - Fotos: Divulgação Yamaha


Yamaha YZ450F 2010

Depois de "perder" a corrida da injeção eletrônica em 2009 para suas concorrentes domésticas a Yamaha não só recuperou terreno no modelo 2010 como apresentou o conceito mais inovador para a próxima temporada.

Completamente redesenhada a YZ450F 2010 surpreende com um novo motor com o cilindro inclinado para trás. Não só isso, o fluxo de admissão e exaustão foi invertido com a alimentação pela frente e o escape atrás.

A nova disposição do motor trouxe novas posições para muitos componentes como o tanque de combustível, filtro de ar e cano de descarga. Vamos descobrir um pouco mais sobre a nova motocicleta.


Motor


Na vista explodida é possível notar o novo cabeçote de quatro válvulas e o virabrequim "fora de centro". Repare que a biela ainda está levemente inclinada no momento que o pistão atinge o Ponto Morto Superior.

A finalidade que levou à disposição do novo motor parece a mesma da Husaberg 2009, ou seja mover a massa o mais próxima possível do centro de gravidade da motocicleta. Ao contrário da Husaberg que "girou" o bloco do motor no quadro a Yamaha desenhou uma unidade 100% nova mantendo a disposição da carcaça e câmbio e deslocando o cilindro para trás.

Como não poderia deixar de ser o novo motor é alimentado por injeção eletrônica. A fábrica abandonou o cabeçote de 5 válvulas a favor de um 4 válvulas com duplo comando projetado especificamente para trabalhar em perfeita harmonia com a I.E.


Série especial branca

Outra interessante inovação do motor é o eixo do virabrequim deslocado em relação ao eixo do pistão. Assim no ponto morto superior a biela ainda está levemente inclinada e só fica 100% perpendicular em relação ao pistão no momento de maior força da combustão. Segundo a fábrica desta maneira o atrito entre pistão e cilindro é reduzido consideravelmente no momento de maior esforço do motor.

O pistão teve o diâmetro levemente aumentado e seu curso reduzido resultando em uma subida de giros ainda mais explosiva. A taxa de compressão também subiu. Foi para 12.5:1.

Quadro


Quadro 2009 (esquerda) e 2010 (direita)

Também completamente reformulado apresenta o par de feixes superior em "S" buscando o melhor equilíbrio entre a rigidez e flexibilidade.

O tanque também foi deslocado para trás com a bomba de combustível interna. O filtro de ar foi para a frente do tanque bem próximo à coluna de direção. A abas superiores acima dos radiadores são agora as tomadas de ar para o filtro.

O espaço do filtro foi tomado agora pelo cano de descarga. Em duas peças ele forma um "loop" antes de se encontrar com a ponteira. Na nova posição ele fica virtualmente inatingível em quedas, pedradas, obstáculos ou até mesmo em choques com outras motos.

Para acomodar o novo escape a garrafinha do amortecedor traseiro teve de ser reposicionada horizontalmente.

A balança traseira também foi redesenhada, enquanto a suspensão dianteira ganhou 10mm no curso. Confira abaixo o vídeo de apresentação do novo modelo e mais fotos.

Imagens Relacionadas:
Cabeçote mudou de cinco para quatro válvulas
Nova balança traseira
Conjunto virabrequim, biela e pistão
Conjunto de escape





© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet