X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

3ª etapa - Carlos Barbosa - RS - Mais detalhes do evento
Publicado em: 02/05/2007

A espetacular etapa do Rio Grande do Sul!
Texto e fotos: Maurício Arruda


Pela quinta vez a cidade de Carlos Barbosa, RS, sediou uma etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross e novamente a corrida gaúcha foi um espetáculo imperdível. 
Esta foi a terceira etapa do circuito nacional em 2007, realizada nos dias 27 e 28 de abril, num evento que tem tudo para ser o melhor da temporada. 


Breve videoclips da prova na MotoX TV
Arquibancadas ainda maiores que as dos outros anos foram montadas no local e logo estavam totalmente tomadas pelo apaixonado público gaúcho (estimado pela organização em 25 mil pessoas). A já tradicional pista possui saltos espetaculares e proporciona um belo show. Um enorme salto triplo inaugurado na edição passada do evento é o grande desafio para os pilotos, que encaram também grandes pulos em descida, subida, costelas, steps, tudo mesclado em trechos de alta e baixa velocidade. 

Veja também
: Galeria de Imagens da Prova com 549 Fotos!

Dentro da pista nossos pilotos confirmaram com batalhas eletrizantes o alto nível técnico da competição num momento que é importantíssimo nas disputas dos títulos com a temporada aproximando-se da metade. A temperatura com um pouco de frio durante os treinos, mas amena nas corridas e o sol brilhando por todo final de semana também contribuíram para um grande evento no sul do país (no ano passado choveu).  

Nos treinos de sábado os mais rápidos garantiram um ponto extra (novidade do regulamento nesta temporada) além da primeira opção na escolha do gate. Milton Chumbinho Becker (MX3), Eduardo Rudnick (65cc), Hector Assunção (85cc) e Jean Ramos (MXJr) conquistaram a pole em suas respectivas categorias, mas ninguém estampou maior sorriso que Leandro Silva. O paranananaense garantiu a primeira posição nas duas categorias que disputa, MX2 e MX1, um feito inédito!

Alguns acidentes também marcaram o dia, o principal deles com Rafael Zenni (durante o cronometrado da MX1, que chegou a ser interrompido). O paulista sofreu uma forte queda no triplo, fraturou a clavícula e assim ficou fora do evento.

Consternação no motociclismo nacional


Daniel Guelman
Clique e Veja uma Pequena Homenagem
No domingo foi durante a última volta do warm-up da categoria 85cc que um acidente seríssimo deixou o clima triste entre a imprensa especializada e pilotos. O jovem carioca Daniel Guelman teve uma violenta queda, foi prontamente atendido pela equipe médica no local, e em seguida foi transferido para um hospital da região com lesões na cabeça e na perna. Infelizmente a notícia posterior não foi a que todos aguardavam. No momento em que esta reportagem era escrita Guelman estava internado em Bento Gonçalves após uma delicada cirurgia. Nesta quarta-feira (02/05) recebemos a notícia de seu falecimento

Impossível expressar a tristeza que atingiu as pessoas ligadas ao esporte. Um dos pilotos de maior talento da nova geração, com um futuro promissor pela frente, partiu. Só podemos desejar aos familiares e amigos que encontrem conforto neste momento tão doloroso. 

Abaixo seguem as informações das corridas desta 3ª etapa do campeonato.

MX3 - Segunda vitória para Chumbo


Alexandro Martins


Milton Chumbinho Becker
Na categoria MX3 Milton Chumbinho Becker largou com seu favoritismo ampliado pelo fato do então vice-líder do campeonato, Rogério Nogueira, não comparecer nesta etapa. O gate cheio ajudou a aumentar a expectativa na primeira corrida do evento e, dada a largada, vimos um domínio absoluto do catarinense.

No início bem que Alexandro Martins, o Anão, tentou acompanhar o ritmo do ponteiro. No entanto poucas voltas depois Chumbinho tinha vantagem confortável na liderança. Na segunda posição Alexandro também conseguiu vantagem, mas nem por isto esta foi uma prova morna. A disputa pelo terceiro lugar compensou, com intensa batalha envolvendo 5 pilotos, dentre eles o gaúcho Léo Lopes, fato que levantou as arquibancadas.

O paranaense Nico Rocha retornou ao circuito nesta etapa e depois de muita disputa com Antônio Miranda, Mariana Balbi e Fábio Aleixo o paranaense escapou levemente deste grupo iniciando uma nova briga com Léo Lopes. Não me recordo de ter visto um Léo Lopes tão disposto e batalhando por uma posição como desta vez.


Nico Rocha
Nos momentos finais da prova Nico conseguiu alguns segundos de vantagem, mas foram várias trocas de posições entre os dois até Nico conseguir definitivamente a terceira colocação. Enquanto isso Chumbinho e Anão confirmavam as duas primeiras posições. Léo Lopes fechou em quarto com Antônio Miranda na quinta posição. Fábio Aleixo em sexto e Mariana Balbi (que no dia seguinte embarcou para os EUA) em sétimo completaram o pelotão que rendeu fortes emoções a esta bateria. Marco Muller, Nasri Sarkis e Wilson Sato ficaram com oitava, nona e décima posições da prova.

Milton Chumbinho Becker (1º colocado): "É muito gostoso andar aqui no Rio Grande do Sul, foi uma prova excelente, um público maravilhoso mais uma vez... lotado no sábado, lotado no domingo. A equipe Pro Tork está fazendo um ótimo trabalho, as motos Kawasaki são boas demais, estão proporcionando isto tudo para mim e estou muito contente".

Alexandro Anão Martins (2º colocado): "Nas primeiras duas curvas acelerei tudo para conseguir a segunda posição, consegui acompanhar o Chumbinho por duas voltas, mas não quis forçar o ritmo para não errar. Preferi garantir a segunda posição a tentar arriscar. O campeonato é longo, vou continuar me dedicando para pelo menos buscar o segundo lugar". 

Nico Rocha (3º colocado): "Por causa da lesão que eu sofri perdi muito preparo físico e voltei a competir agora com uma 250cc (4 Tempos). Ela perde um pouco para as 450cc usadas pelos meus concorrentes, mas não poderia ser um retorno melhor... no final da prova comecei a ver o Anão (2º colocado), só que eu já estava bem cansado. Nas próximas provas vamos recuperar isto". 

MX2 - Wellington Garcia quebra sequência de Leandro Silva


Leandro Silva


Swian Zanoni
Na MX2 o pole position Leandro Silva conseguiu também o Holeshot, seguido por Marcello Ratinho Lima e Lucas Moraes. Na segunda volta as coisas já haviam mudado: Leandro seguia na frente, mas agora com seu companheiro de equipe Wellington Garcia na segunda colocação.

Para Ratinho as coisas se complicaram, o piloto Vaz Yamaha sofreu uma queda retornando na última posição. Ainda no início da prova Wellington consegue a ultrapassagem sobre o líder e logo em seguida Leandro comete um erro perdendo mais uma posição. Quem cresce nas primeiras voltas é Swian Zanoni que já havia ultrapassado Lucas Moraes assumindo assim a segunda posição.

Nas demais posições as disputas envolvem Thales Vilardi, Rodrigo Selhorst, Kurtt Rocha e Luiz Zimmermann. Paulinho Stédile também se destaca colocando entre os dez primeiros classificados. O ritmo imposto pela dupla da Honda é frenético e eles vão ganhando vantagem dos demais.

Swian comprova que não marcou o segundo tempo dos treinos à toa e firma-se na terceira posição com Lucas fazendo o mesmo em quarto. Na metade da prova a principal disputa é pelo quinto lugar entre Selhorst e Thales. A esta altura Ratinho realiza uma grande recuperação e já ultrapassa Paulo Stédile colocando-se entre os dez primeiros, no entanto ainda longe da disputa pelo pódio.


Lucas Moraes


Rodrigo Selhorst
Na ponta Wellington garante a vitória com Leandro, apesar de duas leves quedas durante a prova, em segundo e Swian comemorando bastante a terceira posição. Lucas Moraes finaliza em quarto e Selhorst em quinto. Na última volta Thales Vilardi cai na disputa pela sétima posição e abandona a prova. Kurtt Rocha (8º) e Luiz Zimmermann (7º) também são ultrapassados por Ratinho que atinge a sexta colocação. O mineiro Tunico Miranda fica com a nona posição enquanto Stédile receba a quadriculada em décimo.

Wellington Garcia (1º colocado): "Todos os pilotos estão muito bem preparados. No início eu passei o Ratinho e o Lucas (Moraes) que acabou me passando de volta, não foi nada fácil, mas eu consegui chegar rápido no Leandro (Silva). Eu consegui ultrapassá-lo e ele caiu, então abri uma boa vantagem que mantive até o fim graças a Deus". 

Leandro Silva
(2º colocado): "Não estava muito inspirado, vamos ver se melhoro para segunda bateria (da MX1), mas foi bom. Larguei bem, o Wellington (Garcia) impôs um ritmo mais forte no começo, tentei passar ele de novo, forcei demais uma freada e acabei caindo. Depois estava chegando nele aos pouquinhos quando errei novamente. Acontece, está bom o segundo, o que vale é o campeonato".

Swian Zanoni (3º colocado): "Quero agradecer primeiro a Deus por este resultado. Tive uma boa largada no pelotão da frente e consegui manter o ritmo dos dois primeiros. Conseguimos abrir uma boa vantagem do quarto colocado (Lucas Moraes) e isso me deu um conforto maior no final da prova quando consegui administrar bem a terceira posição".
 
65cc - Trí-legal Gustavo Rorrato!


Kaio Miranda


Gustavo Roratto
"Foi a maior emoção da minha vida". Estas foram as palavras do pequenino Gustavo Rorrato a reportagem do MotoX após a bateria da categoria 65cc. O jovem gaúcho literalmente fez trepidar as arquibancadas do motódromo de Carlos Barbosa.

Invicto em 2007 e também vencedor da etapa final na temporada passada Rorrato segue mais do que embalado e já possui o dobro de pontos (mais um!) que seu perseguidor mais próximo na classificação geral da temporada. Nesta sua terceira vitória ele conseguiu vantagem no início da prova para administrar a liderança no final da corrida.

Assim como na etapa passada Pablo Reginato começou bem a corrida, a qual chegou a liderar, mas ainda no início uma queda comprometeu sua participação. Pablo retornou a corrida, mas abandonou definitivamente na sexta passagem. A esta altura Roratto liderava a corrida, primeiro com Eduardo Rudnick na perseguição, depois com Kaio Miranda. 


João Ribeiro
Rudnick, dono do melhor tempo nos treinos cronometrados, caiu perdendo bastante tempo finalizando a prova apenas na 20ª posição. Rorrato respirou na liderança e a briga pelo segundo lugar ficou quente com várias trocas na posição entre João Ribeiro e Kaio Miranda. Em quarto Tauan Brenner sofria pressão de Rodrigo Riffel.

No final bandeirada para Gustavo Rorrato que fez a festa com o público gaúcho. Kaio Miranda marcou seu melhor resultado na categoria com a segunda posição. João Ribeiro fechou a bateria em terceiro pouco a frente de Tauan Brenner e Rodrigo Riffel. Leonardo Lizott liderou o segundo pelotão terminando em sexto com Endrews Armstrong em sétimo em uma prova vindo de trás. Manoel Kuhn, Gustavo Pessoa e Marcos Holtmann completaram os dez mais rápidos na etapa.

85cc - Hector conquista segunda vitória


Hector Assunção


Gustavo Takahashi
Na categoria 85cc quem saiu na frente foi uma 150cc (acho que está chegando a hora de mudar o nome da categoria - talvez MXbase?) pelas mãos de Marçal Muller. Mas ainda na primeira volta quem tinha a liderança era Hector Assunção, deixando Marçal em uma boa briga com Gustavo Takahashi.

Rodrigo Santos vinha na sequência com Everaldo Lima e a paranaense Jéssica Michely Gemniczail na sexta posição. Aliás as mulheres tiveram mais duas representantes nesta etapa na categoria além de Jéssica, as paulistas Stefany Serrão e Sabrina Paiúta. Stefany fez sua estréia na temporada e conquistou dois pontos com a 14ª posição enquanto Sabrina finalizou na 17ª posição.

Na ponta Hector administrou com tranquilidade a bateria e garantiu sua segunda vitória no campeonato. A disputa entre Marçal Muller e Gustavo Takahashi prosseguiu até o final com leve vantagem para Takahashi, que com o resultado manteve a liderança na classificação geral. 


Marçal Muller
Situação semelhante ocorreu na batalha entre Rodrigo Lama e Everaldinho pela quarta posição. Inversão de posições na penúltima volta e também na última. Rodrigo fica com o quarto lugar.

A sexta posição ficou com Gabriel Zenni que está subindo de produção e teve uma boa recuperação nesta etapa onde fez uma má largada. Felipe Simões ficou com o sétimo lugar seguido por Gabriel Marques, Jéssica Michely e Luiz Ganassoli.

Hector Assunção agora ocupa a vice-liderança no campeonato e comentou: "Não fui bem na primeira etapa, mas consegui vencer nas duas seguintes e agora estou próximo do líder do campeonato. Foi uma prova muito boa pra mim, não cansei, consegui ultrapassar o Marçal Muller e não tive problemas".

MXJr - Jean, Jean e Jean!


Rafael Faria


Jean Ramos
De 78 pontos possíveis Jean Ramos garantiu 77 até o momento na categoria MXJr, a mais nova das realizadas no campeonato nacional. O único ponto não conquistado pelo líder do campeonato foi o da pole position na etapa passada, obtido por Rafael Faria, piloto que ainda recupera-se de uma lesão, mas promete reagir nesta disputa.  

De fato os garotos de até 18 anos que competem na classe estão realizando provas das mais competitivas, por isto apesar do grande desempenho de Ramos ainda é cedo para uma aposta no campeão pois muito ainda irá acontecer. Também é fato que o paranaense foi preciso mais uma vez, com domínio total da prova gaúcha. 

Quem largou na frente nesta etapa foi Dudu Lima, mas algumas curvas depois Anderson Cidade fez a ultrapassagem para em seguida Jean Ramos assumir a primeira posição. Ainda no comecinho da prova, Deni Tuka Abreu, que chegou a ocupar o terceiro lugar neste início, caiu acabando com suas chances de pódio.


Dudu Lima
Gustavo Amaral e Mairon Mergener completavam o primeiro pelotão em uma intensa disputa pelo quarto lugar. Mergener também caiu perdendo contato. Na frente Jean consegue administrar alguns segundos de vantagem enquanto Anderson Cidade perde rendimento e posições: "Minha moto ferveu nos dois treinos de sábado e no domingo de manhã nem treinei para poupá-la, a gente desmontou a moto, fez o que pode, ela aguentou bem até os 10, 12 minutos. O importante é que eu terminei bem, meu preparo está muito bom e é isso que importa. Agora é só trabalhar na moto, melhorar uns defeitos que eu venho tendo e ir para próxima", disse o piloto que finalizou na quarta posição.

Quem recuperou posições nos últimos minutos foi Rafael Faria que além de Anderson superou Dudu Lima (3º ao final) para concluír a prova na segunda posição. Gustavo Amaral disputou a quinta posição até a bandeirada e levou vantagem sobre Kaian Teixeira. Com o quinto lugar o paulista manteve a vice-liderança da categoria.


Anderson Cidade
Na sétima posição Gabriel Gentil foi o melhor classificado entre os recém-chegados da categoria 85cc. Mairon Mergener recuperou-se até o oitavo lugar seguido por Heinz Crispim e André Veiga.

Jean Ramos (1º colocado): "Foi uma prova bastante difícil, eu estava perdido em alguns traçados, perdi ritmo de prova e meus adversários começaram a chegar muito rápido. No final tentei me concentrar ao máximo também porquê os retardatários estavam me atrapalhando muito. Acho que foi uma prova justa e vamos trabalhar mais para a próxima etapa".

Rafael Faria (2º colocado): "Não tive um bom início, em sexto ou sétimo, e tive uma queda. Mas imprimi um ritmo muito bom e consegui terminar em segundo lugar. Ainda estou me recuperando da lesão (no pulso), vou treinar mais forte para conquistar a vitória na próxima". 

Dudu Lima (3º colocado): "Larguei em primeiro, mas acabei errando uma curva e me passaram. Me recuperei, mas no final fiquei cansado e o Faria conseguiu a segunda posição".

MX1 - Wellington de novo em conquista inédita!


Wellington Garcia


João Marronzinho
A categoria rainha do motocross mostrou que era mesmo dia dos garotos da Honda. Apesar de nos treinos cronometrados os cinco primeiros estarem no mesmo segundo, Leandro Silva e Wellington Garcia trataram de abrir vantagem desde o começo na hora da corrida.

Na largada um acidente envolvendo Davis Guimarães e Marcos Cordeiro deixou os dois pilotos de fora da prova. Na frente logo os quatro primeiros começaram a ganhar terreno em relação aos demais. Leandro Silva, Wellington Garcia, João Marronzinho e Roosevelt Assunção imprimiram um ritmo forte e em pouco tempo Pipo Castro, dono da quinta posição, estava distante do grupo.

Lucas Moraes sofreu uma queda ainda no início da bateria e teve seu resultado prejudicado. Quem também começou entre os últimos foi Marcello Ratinho que precisou pela segunda vez no dia realizar uma prova de recuperação. Os dois recuperavam rapidamente várias posições enquanto Fábio Andolhe ultrapassava Rodrigo Selhorst para assumir a sexta posição. 

Douglas Parise, que venceu a corrida da categoria na etapa de Carlos Barbosa em 2005, desta vez sofre com uma contusão e acaba abandonando a prova após andar na décima posição. Kristofer Florenzano também segue em uma temporada abaixo de seu potencial e não consegue mais do que a 11ª posição final na bateria.


Roosevelt Assunção
Passam-se os minutos e cada vez mais a briga pela liderança se restringe a Leandro Silva e Wellington Garcia. Marronzinho não consegue acompanhar o ritmo dos ponteiros e perde contato, por outro lado consegue folga em relação a Roosevelt. Pipo Castro acaba isolando-se na quinta posição.

A briga pelo sexto lugar é que esquenta com Ratinho conseguindo a ultrapassagem sobre Andolhe. O gaúcho finaliza a corrida em sétimo desapontado já que em determinados momentos viu a possibilidade de pódio quando aproximou-se de Pipo Castro. Lucas Moraes é o oitavo e o regular paraguaio Willian Garcia segue somando pontos com a nona posição. Pelas beiradas ele segue bem na classificação geral onde ocupa o sétimo posto. Rodrigo Selhorst ficou com a décima posição da corrida.

No pódio alterações só entre os dois primeiros e com polêmica! Já próximo ao final Wellington, que perseguiu o companheiro de equipe Leandro a prova inteira e bastante próximo, surge na primeira posição onde recebe a bandeirada (Marrom, Roosevelt e Pipo confirmaram 3ª, 4ª e 5ª posições). Houve jogo de equipe (?), era a pergunta mais ouvida após o final da prova. Com Wellington vencendo ele não apenas retomou a liderança de Marronzinho (da equipe Pro Tork), como também abriu uma importante vantagem em um campeonato bastante equilibrado até o momento. Com a palavra os pilotos:


Pipo Castro
Wellington Garcia
(1º colocado): "Acordei muito bem hoje, eu estava inspirado e fui pro gate da MX2 querendo muito a vitória. Lutei com todas as minhas forças, larguei em quarto, mas consegui recuperar muito rápido, ultrapassei o Leandro, ele caiu e eu consegui abrir vantagem. Quando ele caiu novamente aí eu consegui folga mesmo e conquistei a vitória. Já na categoria MX1 ele largou em primeiro, eu em segundo e fui administrando a prova esperando que ele pudesse cansar um pouco. Ele não cansou, mas no final acabei passando e terminei a prova em primeiro".

Leandro Silva (2º colocado): "Nesta etapa eu larguei na ponta nas duas provas, o que é bem bacana e desde o princípio estávamos disputando (ele e Wellington). Nossa equipe adotou a estratégia do Wellington vencer na MX1 para tentar abrir uma diferença nos pontos e, quando faltavam duas voltas, deixei ele passar".   

João Marronzinho (3º colocado): "Ontem (no sábado) eu caí (uma queda junto com Ratinho durante os treinos) e este tombo me prejudicou bastante. Eu estou sofrendo muito com uma dor nas costas, muito forte. Acredito que se não fosse esta lesão eu conseguiria acompanhar eles (Wellington e Leandro), não sei se ganharia, mas pelo menos estaria bem mais próximo deles. Não cansei, mas minha respiração ficou prejudicada e doeu bastante". 


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 549 Fotos!
Roosevelt Assunção
(4º colocado): "Ainda estou um pouco sem ritmo, estou voltando agora, mas a cada etapa estou um pouco melhor. Eu estava brigando com o Marrom, estavamos no mesmo ritmo, só que eu errei e ele abriu um pouco. Neste momento perdi totalmente o ritmo de corrida, me desconcentrei, errei curvas, ele abriu mais e eu resolvi tirar a mão, me poupar e treinar mais para próxima". 

Pipo Castro (5º colocado): "Estou feliz com o resultado, fiz uma boa largada, o que não estava acontecendo para mim nas etapas do Brasileiro até agora. Consegui manter a quinta colocação até o final e acho que está de bom tamanho, a categoria está bastante forte, os pilotos da MX2 fortificaram muito a bateria. Ainda estou em adaptação a categoria, vou tentar manter a sequência de pódios e ser o mais regular possível para se Deus quiser estar entre os primeiros no final do ano. Também quero manter a invencibilidade no Arena Cross, tentar o tri-campeonato que é onde eu estou apostando minhas fichas".

O Campeonato Brasileiro de Motocross tem organização da Fatto, supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), patrocínio de Honda e Mobil, co-patrocínio de Yamaha e Pro Tork e apoio de Volkswagen Caminhões, Pirelli.

Classificação Geral do Campeonato
(*Classificação da MX3 atualizada)
P. Mx3 Patrocinio Pontos
1 1 Milton Becker Pro Tork 72
2 21 Alexandro Valerim Toque De Pele Intima- Grillo Moto 49
3 912 Rogerio Nogueira Tampinha- Honda 36
4 28 Leo Lopes Www.leomotos.com.br 32
5 44 Mariana Balbi Fox- Zoolo- Orbital- Cia Athletica- Ba 30
6 909 Jorge Negretti 26
7 57 Antonio Miranda Recreio Vw- Rod Max- Cargo 21
8 48 Ricardo Sebbe Raid- Shift- Vaz- Circuit- Mitas- Emg 19
9 85 Marco Muller Ramarim- Asa 18
10 29 Mario Lucio Mr Pro- Protork- Minas Compresso 18
11 14 Nico Rocha Protork 16
12 58 Fabio Aleixo Carlão Racing- Directlink 15
13 211 Adilson Araujo Moto Zum- Ccaa- Maguila Motos- Pre 12
14 59 Ricardo Raspa 11
15 158 Nasri Sarkis Sideral Premoldados- Juba Motos 7
16 64 Alessandri Dias Mrp Racing 7
17 84 Wilson Sato Honda- Tampinha- Pirelli 6
18 106 Asaji Janagihara American Cross 5
19 34 Carlos Ketterman Total- Copasa Motos- Nelson Impo 5
20 80 Sandro Silveira 4
21 211 Adilson Araujo Moto Zum- Ccaa- Maguila Motos 3
22 63 Alencar Krefta Pro Tork- Mitas- R2- Orma- Navarro 3
23 233 Ricardo Sato Ss Motos- Cultural Mkt- Ccar 3
24 89 Eliseu Glanert Odontomedica Glanert- Joaçaba 2
25 88 Ciro Schossler 2
26 147 Evaristo Filho Kaerre- Flash Beer 2
27 118 Sergio Fernandes Motomania- Poa- Total Distribu 1
28 101 João Filho Lavanderia John Cler 1
P. Mx2 Patrocinio Total
1 1 Leandro Nunes Honda - Asw - Mr Pro - Karekas Motos - B 72
2 5 Wellington Garcia Honda - Pirelli - Asw - Mobil - Did - Ngk 62
3 4 Marcelo Lima Vaz - Yamaha - Fox - Bridgestone - Pro Cir 43
4 11 Lucas Moraes Yamaha - Dunas - Vort.x - Motul - Vaz - Did 42
5 23 Swian Zanoni Zanoni Racing - Motorex - Benazi Imp. 35
6 16 Rodrigo Selhorst Honda - Asw - Mobil - Orbital - 33
7 25 Kurtt Rocha Oasis Racing - Barigui Motos - Suzuki 23
8 69 Antonio Miranda Moto Bh - Zoom Moto Center - Ims - Mr P 23
9 36 Edson Bertos Ims - Ting - Dismotor - B Carneiro - Borges 15
10 19 Thales Villardi Honda - Asw - Mobil - Oakley - Ngk - Pirelli 14
11 31 Leonardo Sebben Sebben Sport - Maxibus - Kelmack - Taur 11
12 46 Luiz Zimmermann Tholokko - Jp - Thomas - Ims 10
13 47 Elievan Junior Karekas Motos - Mr Pro - Benazi - Navar 8
14 969 Raul Gonçalves Yamaha - Moto X - Motorex - Ucp Aerobi 7
15 788 Paulo Stedile Protork - Mitas 6
16 43 Rodrigo Zen Charrua - Motul 5
17 744 Filipe Godoi Motul - Fox - Orbital - Slim - Vortex - M. Ne 5
18 78 Richard Bermudez Gold Magaxine - Funce 3
19 118 Kurt Feichtenberguer Artsport - Ims - Bolsa Esp Gov Goias - L 3
20 128 Marco De Oliveira Benazi Racing - Gil Preparações 2
21 27 Daniel Chies 1
P. Mx1 Patrocinio Total
1 5 Wellington Garcia Honda - Pirelli - Asw - Mobil - Di 70
2 1 João Paulino Pro Tork - Mitas - Motoshop 62
3 3 Leandro Silva Honda - Asw - Mrpro - Kareka 54
4 11 Lucas Moraes Yamaha - Dunas - Vort. X - Mot 32
5 6 Roosevelt Assunção Honda - Mobil - Ngk - Did - Pirel 29
6 7 Cristopher Castro Yamaha - Pro Tork - Geraçã 25
7 37 William Garcia Daltoe Competições 20
8 16 Rodrigo Selhorst Honda - Asw - Mobil - Orbital 19
9 26 Davis Guimarães Usa Connection - Dunas - Vor 18
10 15 Adrian Cantero Protork - Tork - Melizzos S A 14
11 49 Fabio Andolhe Protork - Pneus Rinaldi 13
12 35 Rafael Zenni Pro Tork 11
13 4 Marcelo Lima Vaz - Yamaha - Fox - Bridgesto 10
14 10 Douglas Parise Suzuki - Oasis Racing - Petro 7
15 9 Massoud Nassar Tassi Transportes - Jarbin 7
16 17 Marcos Cordeiro Racetech - Motorex - Circuit 6
17 12 Kristoper Floenzano Suzuki - Petrobras - Habibs 5
18 77 Uiran Silva Stylo Metais - Circuit 4
19 22 Djony Aquino Pai - Mcr - Motoshop - Tbtrac 4
20 581 Jonatas Migliorini Migliorini Auto Peças 3
21 42 Rodrigo Siqueira Suzuki J Toledo - Tobey Mot 3
22 68 Luciano Martins Viação Dorico Ltda 2
23 359 Felipe Grimberg Duboy Racing - Vaz - Mrpro - C 2
24 945 Carlos Anuncio Team Gracar - Presicolor - 2
25 521 Vagner Oliveira Cometa Moto Center 1
P. Mxjr 1ªmx 2ªmx 3ªmx Total
1 18 Jean Ramos 26 25 26 77
2 73 Gustavo Amaral 20 11 11 42
3 24 Rafael Faria 0 21 20 41
4 338 Eduardo Lima 11 13 16 40
5 99 Mairon Mergener 16 8 8 32
6 40 Deni Filho 13 16 1 30
7 65 Anderson Cidade 7 9 13 29
8 32 Kaian Evangelista 6 10 10 26
9 150 Heinz Chrispim 5 3 7 15
10 224 João Feltz 3 7 5 15
11 103 Andre Veiga 8 0 6 14
12 313 Pedro Ramos 10 0 0 10
13 931 Gabriel Gentil 0 0 9 9
14 131 Gustavo Fochesato 9 0 0 9
15 711 Ariel Muller 0 5 2 7
16 90 Marco Tulio 0 6 0 6
17 713 Gabriel Montenegro 0 0 4 4
18 808 Renan Baier 0 4 0 4
19 220 Romulo Neto 4 0 0 4
20 551 Kaique Polimeno 0 0 3 3
21 823 Rodrigo Ranieri 0 2 0 2
22 826 Marcos Roza 2 0 0 2
23 189 Bruno Leles 0 1 0 1
24 157 Paulo Krutzsch 1 0 0 1
P. 85 1ªmx 2ªmx 3ªmx Total
1 6 Gustavo Takahashi 25 16 20 61
2 4 Hector Assunção 4 26 26 56
3 10 Marçal Muller 20 20 16 56
4 11 Rodrigo Santos 16 11 13 40
5 121 Everaldo Filho 13 8 11 32
6 19 Gabriel Zenni 8 10 10 28
7 16 Felipe Simões 11 4 9 24
8 51 Cezar Zamboni 10 5 6 21
9 7 Douglas Santos 4 13 0 17
10 39 Gabriel Marques 7 0 8 15
11 916 Eder De Lima 0 6 5 11
12 13 João De Oliveira 6 3 1 10
13 55 Daniel Guelman 0 9 0 9
14 137 Mateus Basso 9 0 0 9
15 32 Luis Ganassoli 0 0 7 7
16 333 Hugo Marchi 0 7 0 7
17 20 Pablo Sebben 1 0 4 5
18 33 Willian Aurafi 5 0 0 5
19 97 Stefany Serrão 0 0 3 3
20 173 Camilo De Vargas 0 0 2 2
21 40 Caio Celino 0 2 0 2
22 107 Francisco Mota 2 0 0 2
23 77 Richard Rodrigues 0 1 0 1
P. 65 1ªmx 2ªmx 3ªmx Total
1 10 Gustavo Roratto 25 25 25 75
2 222 João Ribeiro 16 5 16 37
3 34 Rodrigo Riffel 14 11 11 36
4 7 Endrews Armstrong 20 1 9 30
5 4 Marcos Holtman 11 13 6 30
6 18 Pablo Reginatto 9 20 0 29
7 11 Kaio De Miranda 0 7 20 27
8 6 Eduardo Rudnick 10 16 1 27
9 26 Tauan Brenner 0 10 13 23
10 15 Manoel Kuhn 7 6 8 21
11 16 Leonardo Lizott 0 8 10 18
12 19 Anderson Amaral 5 9 4 18
13 9 Thiago Formehl 8 3 5 16
14 536 Gustavo Pessoa 1 0 7 8
15 99 Ricardo Jurça 4 0 3 7
16 22 Filipe Sorrentino 6 0 0 6
17 23 Halex Dalfovo 0 4 1 5
18 37 Guilherme Guarnieri 3 0 0 3
22 65 Venicio Voigt 0 0 2 2
19 138 William Ferreira 0 2 0 2
20 45 Lucas Frazão 2 0 0 2
21 96 Gustavo Borges 0 1 0 1
                            



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet