X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

Brasileiro de Motocross 2019 Morrinhos - GO - 2ª etapa - Domingo
Publicado em: 25/05/2019

Hector Assunção vence e lidera campeonato nas classes Elite MX e MX1
Redação MotoX.com.br - Fotos: Maurício Arruda

Fabio Santos conquista vitória na MX2


Largada MX3

Depois da chuva e do cancelamento em Alfenas (MG), o Brasileiro de Motocross 2019 deu efetivamente a largada para as principais categorias em Morrinhos (GO) nos dias 18 e 19 de maio. Realizada em conjunto com a abertura do campeonato estadual, a prova foi bastante prestigiada pelos pilotos e também pelo público que acompanhou no domingo as provas nas classes profissionais, entre outras.

+ Galeria de Imagens com fotos do domingo na segunda etapa do Brasileiro de Motocross 2019
+ Galeria de Imagens com fotos da sexta e do sábado na segunda etapa do Brasileiro de Motocross 2019

Na primeira bateria da MX1, Carlos Campano conquistou a vitória superando Hector Assunção. O espanhol atacou no início e ultrapassou o paulista que fez o holeshot e acabou cedendo à investida do rival. Depois de algumas voltas Hector voltou a acelerar o ritmo dando a impressão de retomaria a liderança, mas foi um alarme falso.


Hector Assunção

Quem também andou forte, em ritmo similar ao dos dois primeiros, foi Jetro Salazar. Mas o início do equatoriano não foi dos melhores, ele chegou a perder três posições caindo para o sétimo posto antes de se recuperar até o terceiro lugar. Já Paulo Alberto, ainda retomando a melhor forma depois de uma lesão na mão, foi o quarto colocado seguido por Jean Ramos em quinto.

A bateria da MX2 começou com Lucas Dunka na frente escoltado por Léo Souza, seu companheiro na equipe Honda. Mas a dobradinha não durou muito, já que Fredy Spagnol mostrou logo nas primeiras voltas que tinha velocidade para brigar pela vitória.


Carlos Campano

O piloto da Pro Tork ultrapassou Souza ainda no início da prova e antes da metade já brigava pela liderança. Foi questão de tempo para Spagnol superar Dunka e disparar. Apesar de abrir vantagem o paulista ainda precisou se preocupar com um determinado Fabio Santos vindo de fora dos 10 primeiros e ainda lutando com as dores de um joelho torcido durante os treinos.

O atual campeão assumiu o segundo lugar e se aproximou perigosamente, mas Fredy confirmou a primeira posição. Dunka fechou a disputa no terceiro posto com Léo Souza em quarto e Marcelo Leodorico fazendo bonito com sua 150 2T na quinta posição.


Jetro Salazar

Na Elite MX, onde além da própria classificação a disputa também vale como segunda bateria da MX1 e da MX2, Hector conquistou mais uma excelente largada e levou a corrida de ponta a ponta faturando também a vitória na soma da MX1. Em segundo também desde o início, Jetro ficou um pouco abaixo do ritmo do companheiro e teve que se conformar com a segunda posição. 

Campano chegou a perder posições no início, superado por Jean Ramos e Pepê Bueno ao cair quando tentava ultrapassar Jetro, mas depois, apesar de uma nova queda mais adiante, completou no terceiro lugar. Jean Ramos foi o quarto colocado, enquanto Fabio Santos foi o quinto colocado geral e o melhor da MX2 conquistando o primeiro lugar na soma da categoria.


Fabio Santos

Hector Assunção (1º colocado MX1 / 1º colocado Elite): "Foi um bom começo de campeonato já que a primeira etapa foi cancelada devido à chuva. Já terminei o ano passado com um ritmo muito bom vencendo as duas baterias da última etapa e isso me deixou bastante motivado. A pista estava bem técnica, bastante esburacada, como a que eu e meus companheiros de equipe treinamos, então me senti em casa e vencer me deixou bastante contente e ainda mais animado. Também acompanhei a vitória do meu irmão (Roosevelt) na MX3, assisti a corrida inteira e torci por ele". 

Carlos Campano (2º colocado MX1 / 3º colocado Elite): "Foi um fim de semana bom, a verdade é que eu tinha muita sede de ganhar as duas baterias. Na primeira larguei em terceiro, mas consegui ganhar bem. Na segunda também larguei em terceiro, mas a pista estava meio molhada e acabei caindo tentando ultrapassar o Jetro e fiquei muito atrás. Estava tentando recuperar, tirar a diferença para os primeiros, quando meio que me enrosquei com um retardatário e cai novamente. Estou em terceiro, não estou longe do Hector, então está tudo bem para a próxima".


Fred Spagnol

Jetro Salazar (3º colocado MX1 / 2º colocado Elite): "Na primeira volta da primeira bateria cometi um erro que me deixou pra trás, tive que fazer ultrapassagens e quando já estava encontrando o ritmo cometi mais um erro, deixei desligar a moto e complicou. Gastei muita energia e consegui um terceiro. Na segunda bateria larguei bem, atrás do Hector, mas não tive fôlego para dar o tiro e ir pra cima dele que conseguiu um ritmo muito legal. Queria vencer, mas estamos perto nos pontos e vamos trabalhar mais para a próxima etapa e tentar vencer".

Fabio Santos (1º colocado MX2): "Foi bem difícil. Eu já tinha machucado o joelho e acabei batendo o pé no chão (nos treinos) torcendo novamente. Consegui provar pra mim mesmo que era possível ganhar mesmo assim e estou bastante feliz com o resultado, trabalhei duro pra isso e espero continuar assim até o final do ano".


Leonardo Souza

Fred Spagnol (2º colocado MX2): "A primeira bateria foi bem legal, tive uma largada mediana, mas consegui várias ultrapassagens no começo e quando eu vi que dava pra atacar assumi a liderança. Na segunda acabei ficando um pouco, meu adversário conseguiu melhores ultrapassagens no começo. Tive um erro de comunicação (com a equipe) e acabei perdendo a segunda colocação na última volta".

Tetracampeã brasileira de motocross, Maiara Basso estreou na temporada 2019 confirmando o favoritismo na categoria MXF. A gaúcha dominou a corrida mesmo após um imprevisto na largada. "Infelizmente não consegui largar bem. Meu gate não baixou e acabei largando atrás, mas logo nas primeiras curvas recuperei posições e já estava no segundo lugar quando fechei a primeira volta. Procurei me concentrar bastante, consegui achar umas linhas boas na pista que estava bem técnica, com bastante canaletas e buracos, e consegui imprimir um ritmo bom. Vencer a primeira etapa (na abertura do campeonato a categoria MXF foi uma das canceladas devido à chuva) é sempre muito importante", disse a piloto da equipe Pro Tork, Rinaldi, KTM Sacramento.


Maiara Basso

Larissa Laira, que liderou o início da corrida, acabou com a segunda colocação quase um minuto atrás da rival. Tatiane Poltronieri, Sarah Raquel eThalia Poltronieri completaram as cinco primeiras da categoria.

Voltando ao circuito nacional após cinco anos, Roosevelt Assunção (irmão do vencedor da Elite, Hector Assunção) brilhou na MX3 conquistando a vitória. Atual campeão, Marcos Campos Cordeiro fez uma prova consistente e garantiu o segundo lugar com Willian Guimarães em terceiro, Jhonatan Batista em quarto e Claudner Coelho em quinto
 

Roosevelt Assunção

Bernardo Tibúrcio e Felipe Menezes fizeram uma boa disputa na 65cc. Apenas nos momentos finais Felipe conseguiu uma leve vantagem para comemorar a vitória. Pietro Piroli, José Bráulio e Bruno Rodrigues completaram o pódio da categoria.
 

Felipe Menezes

A MXJR também foi definida na reta final. Gabriel Mielke liderou a maior parte da corrida, mas Henrique Henicka apertou o rival nos minutos finais e levou a vitória. Guilherme Bresolin foi o terceiro lugar mais rápido.


Pódio MXJR

Na MX2JR Vanderlei de Souza fez as ultrapassagens necessárias no início e faturou a vitória seguido por Joaquim Neto. A recuperação de Marcelo Leodorico, que caiu na primeira volta e veio das últimas posições, foi outra grande atração com o piloto fazendo várias ultrpassagens até alcançar o terceiro lugar.


Henrique Henicka

+ Galeria de Imagens com fotos do domingo na segunda etapa do Brasileiro de Motocross 2019
+ Galeria de Imagens com fotos da sexta e do sábado na segunda etapa do Brasileiro de Motocross 2019

Nos dias 1 e 2 de junho, em Três Lagoas (MS), o Campeonato Brasileiro de Motocross realiza a terceira etapa da temporada 2019.


Vanderlei de Souza

Resultados

Elite MX

1. Hector Assunção
2. Jetro Salazar
3. Carlos Campano
4. Jean Ramos
5. Fábio Santos

MX1 primeira bateria
1. Carlos Campano
2. Hector Assunção
3. Jetro Salazar
4. Paulo Alberto
5. Jean Ramos

MX1 (soma das baterias)
1. Hector Assunção
2. Carlos Campano
3. Jetro Salazar
4. Jean Ramos
5. Paulo Alberto

MX2 primeira bateria
1. Frederico Spagnol
2. Fabio Santos
3. Lucas Dunka
4. Leonardo Souza
5. Marcelo Leodorico

MX2 (soma das baterias)
1. Fabio Santos
2. Frederico Spagnol
3. Leonardo Souza
4. Lucas Dunka
5. Leonardo Cassarotti

Clique aqui para conferir os resultados completos em todas as categorias




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet