X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > AMA Supercross

2020 San Diego - CA - 6ª etapa
Publicado em: 14/02/2020
Clique e saiba mais

Cooper Webb vence a primeira do ano. Ferrandis assume controle antes da pausa na 250 Oeste.
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Simon Cudby / Octopi


Largada 450

O Monster Energy AMA Supercross 2020 completou a sua sexta etapa com o quarto vencedor diferente na classe principal. O atual campeão Cooper Webb, finalmente, subiu ao topo do pódio, colocando mais gasolina na fogueira que esquenta a corrida pelo título.

Após algumas etapas em estádios de futebol, o campeonato voltou a visitar um de beisebol, o que significa pista mais travada e velocidade média um pouco menor. Um dos méritos do traçado, foi de favorecer bastante as opções de ultrapassagens. Nas finais vimos várias delas, inclusive com boas batalhas, trocos e manobras de "x" entre os peixes grandes.


Largada 450

Cooper Webb - Começou o ano gripado, e obteve um resultado péssimo na segunda etapa. Em Oakland voltou a ser o "velho" Cooper Webb de 2019, que atacava todas as voltas, principalmente no final, quando o fôlego da maioria já está num nível baixo. Na quinta etapa tirou 4 segundos de Roczen em apenas duas voltas e conseguiu a segunda posição na última curva.


Cooper Webb

Em San Diego Webb largou na frente e foi logo atacado por Adam Cianciarulo, que lhe tomou a ponta. Depois de alguma "interação" nas voltas iniciais, teve a paciência de segurar o ímpeto e voltar a atacar num momento mais apropriado, já na 20ª volta. Retorna pra casa com a vitória e um impulso na confiança que só se consegue com o troféu de primeiro lugar.


Adam Cianciarulo

Adam Cianciarulo - O piloto da Kawasaki é um dos raros casos de quem sobe de categoria no Supercross e já vai pras cabeças. Domina a técnica e a velocidade nos estádios, tanto que foi o mais rápido nas tomadas de tempo em todas as etapas. Mas treino é treino e corrida é corrida. Ser rápido o bastante durante os 20 minutos mais uma volta é uma coisa bem diferente do que voar em apenas uma volta nos treinos. Porém é consenso geral que uma vitória de Cianciarulo na 450 não deve demorar. Em San Diego liderou nada menos que 20 voltas, nas regras de alguns anos atrás seria o vencedor em San Diego.


Blake Baggett

Blake Baggett - Já disse e volto a repetir: Bagget é um dos pilotos mais técnicos da atual safra e deve voltar a frequentar o pódio mais vezes durante o ano. Porém ainda comete erros na hora do aperto. Na etapa passada largou bem e estava na briga pela liderança com Ken Roczen, quando beijou o chão ao se afobar numa tentativa de ultrapassagem. Em San Diego andou próximo dos dois primeiros e, apesar de não entrar diretamente na briga, finalizou em terceiro com certa tranquilidade.


Eli Tomac

Eli Tomac - Pra quem foi empurrado pra fora da pista na primeira curva, o quarto lugar de Tomac é um feito e tanto. Recuperou posições rapidamente no início e sua batalha com Justin Barcia foi um dos pontos altos da noite. Mesmo fora do pódio, a etapa foi lucrativa para o piloto da Kawasaki, que sai de San Diego a apenas um ponto do líder Roczen.


Justin Barcia

Justin Barcia - O piloto da Yamaha ainda não conseguiu repetir os resultados das duas primeiras etapas, onde venceu e foi segundo. Mas não deixa de ser um dos pilotos mais espetaculares na pista. Em Oakland fez uma prova de recuperação bastante agressiva, assim como foi agressiva sua defesa de posição contra Tomac. Deixou o recado que vende o peixe caro.

Ken Roczen - Após as duas vitórias, a regularidade tem sido o grande trunfo do alemão. Até a quinta etapa era o único piloto a chegar todas entre os cinco primeiros. Em San Diego seu conservadorismo o deixou na sexta posição. É um Roczen diferente de alguns anos atrás, hoje parece evitar a qualquer custo o contato físico com os adversários. Nas últimas etapas foi ultrapassado quatro vezes por Tomac e em nenhuma ofereceu muita resistência, parecendo conformado por não estar rápido o bastante. Em Oakland, quando tentou defender-se do ataque de Webb na última curva o saldo foi um pé direito inchado, que até colocou em dúvida sua participação em San Diego, além de perder a posição do mesmo jeito.


Ken Roczen

Em San Diego, após assistir de camarote toda a briga Barcia x Tomac, Roczen não pareceu muito disposto a partir pra cima do piloto da Yamaha. Pareceu conformado com a sexta posição. Pensando a longo prazo, parece que a cautela é sua principal virtude. O exemplo perfeito do novo modus operandi de Roczen aconteceu quando ele evitou saltar o duplo de chegada quando  Tomac e Barcia não saltaram na sua frente, era uma boa oportunidade de ganhar pelo menos uma posição. Alguém imaginaria, por exemplo, Jason Anderson fazendo isso?

Jason Anderson - Por falar no piloto da Husqvarna, em San Diego tivemos um exemplo de como sua agressividade custou caro. Ultrapassou Justin Brayton com um chega pra lá, um tanto desnecessário e recebeu a retaliação na curva seguinte. A queda custou caro a Anderson que finalizou a etapa apenas em 14º, um resultado nada bom para quem ainda está na briga pelo título.

Aaron Plessinger - Impossível deixar de falar do segundo piloto da Yamaha oficial. Crescem os boatos e indícios de que a cabeça de Plessinger estaria a prêmio na equipe e até seu desejo de voltar a disputar o GNCC, principal série do Cross Country norte-americano. De fato, o rapaz ainda não mostrou um resultado satisfatório e condizente com a expectativa em torno de seu nome. Talvez o tornozelo fraturado ano passado ainda o incomode. O fato é que em San Diego Plessinger deixou escapar a oportunidade de um resultado que poderia ser um divisor de águas na sua temporada. Após o holeshot e todo alvoroço nas primeiras curvas, fez as primeiras voltas no mesmo ritmo dos ponteiros. Jogou tudo pro alto quando a traseira da sua Yamaha ultrapassou a dianteira numa saída de curva.


Aaron Plessinger

Com a promoção de Dylan Ferrandis à classe 450 em 2021, nas condições atuais, não precisamos nem discutir quem cederia o espaço na equipe. Além disso, com uma dupla como Barcia e Ferrandis a Yamaha ficaria com os pilotos mais agressivos da pista. Uma dupla pra tocar o terror na concorrência.


Pódio 450

250 Oeste - Dylan Ferrandis comanda a garotada


Dylan Ferrandis

A final em San Diego colocou nas três primeiras posições os três pilotos mais fortes da divisão oeste. Nestas seis etapas ficou claro que Dylan Ferrandis, Austin Forkner e Justin Cooper estão (pelo menos) um degrau acima dos demais em termos de competitividade. Também é claro que o francês fica com a cobertura do bolo e é o homem a ser batido na categoria.

Ferrandis buscou Forkner e executou uma ultrapassagem - obviamente com um block pass - que não deu chances ao piloto da Pro Circuit revidar. Cooper perdeu algum tempo atrás de Michael Mosiman e viu os dois ponteiros se distanciarem, mas analisando seus tempos de volta, percebemos que em San Diego ele não tinha o ritmo necessário para acompanhar Ferrandis e Forkner.


Austin Forkner

Apesar dessa pequena superioridade de Ferrandis em termos de velocidade, o jogo ainda está aberto entre os três. Pelas próprias características da categoria, uma má largada aqui ou um pequeno erro ali, podem inverter a situação na corrida ao título. Com a pausa de "férias" de meio de temporada para os pilotos da categoria, também é um período onde os pilotos podem buscar elevar seu jogo ou achar o ajuste perfeito da motocicleta, e retornar mais forte no reinício da série. De qualquer forma, o atual campeão Ferrandis, tem a liderança garantida pelas próximas semanas.


San Diego Supercross 2020

Vídeos











Resultados

P. # 450 Moto Dif M.V. Equipe
1 1 Cooper Webb KTM 450SX-F Factory Edi 25 Laps 49,445 KTM/RED BULL/MOTOREX/AKRAPOVIC/W
2 9 Adam Cianciarulo Kaw KX450 +02,751 49,757 MONSTER ENERGY KAWASAKI
3 4 Blake Baggett KTM 450SX-F Factory Edi +05,554 49,848 Team rocky mountain/WPS/KTM
4 3 Eli Tomac Kaw KX450 +09,123 49,857 MONSTER ENERGY KAWASAKI
5 51 Justin Barcia Yam YZ450F +11,597 49,681 Monster Energy Yam Factory Racing
6 94 Ken Roczen Hon CRF450R Works E +17,676 49,569 Team Hon HRC, Red Bull, Fox Racing, Go
7 10 Justin Brayton Hon CRF450R +22,938 51,033 Hon HRC
8 27 Malcolm Stewart Hon CRF450R +24,877 50,253 Smartop/Bullfrog Spas/Motoconcept Hon,
9 46 Justin Hill Hon CRF450R +27,305 51,159 Smartop/MotoConcepts/Bullfrog Spas Hon
10 7 Aaron Plessinger Yam YZ450F +28,372 50,037 Monster Energy Yam Factory Racing
11 16 Zach Osborne Hus FC450 Factory +33,886 51,131 Rockstar Energy Hus Factory Racing
12 37 Martin Davalos KTM 450SX-F Factory Edi +38,326 50,883 Team Tedder / Monster Energy Racing
13 15 Dean Wilson Hus FC450 Factory +39,442 51,189 Rockstar Energy Hus Factory Racing
14 21 Jason Anderson Hus FC450 Factory 24 Laps 50,491 Rockstar Energy Hus Factory Racing
15 64 Vince Friese Hon CRF450R +08,723 52,025 Smartop BullFrog Hon
16 34 Tyler Bowers Kaw KX450 +12,857 52,153 Triggr/RAK Racing/AHM Factory Services/Ka
17 50 Benny Bloss Yam YZ450F +17,077 52,100 Rock River Yam
18 11 Kyle Chisholm Yam YZ450F +29,341 52,121 TEAM CHZ, TILUBE, ROCKRIVER, RICKIEF
19 61 Alex Ray Kaw KX450 +40,188 52,189 SGB_Racing, Maxxis, Babbitts Kaw
20 817 Jason Clermont Kaw KX450 22 Laps 53,811 TBD
21 22 Chad Reed Hon CRF450R 13 Laps 52,239 Mountain Motorsports, cbdMD, Fox, Arma, B
22 71 Ryan Breece Suz RMZ450 6 Laps 54,167 HEP Suz
P. # 250 Oeste Moto Dif M.V. Equipe
1 1W Dylan Ferrandis Yam YZ250F 19 Laps 50,258 Monster Energy/Star Racing/Yam
2 52 Austin Forkner Kaw KX250 +06,123 50,411 Monster Energy, Pro Circuit, Kaw,
3 32 Justin Cooper Yam YZ250F +13,063 50,984 Monster Energy Star Racing Yam
4 28 Michael Mosiman Hus FC250 +21,864 50,623 Rockstar Energy Hus Factory Ra
5 30 Brandon Hartranft KTM 250SX-F Factory Edi +37,758 52,080 Troy Lee Designs- Red Bull- KTM
6 101 Luke Clout Hon CRF250R +41,165 51,998 Penrite Hon Racing
7 45 Jacob Hayes Hus FC250 +47,014 52,876 Gas Monkey Energy/AJE Motorsports/L
8 95 Carson Brown Hus FC250 +48,761 52,778 JMC Motorsports Racing, FLY Racing,
9 57 Derek Drake KTM 250SX-F Factory Edi +49,226 52,548 Troy Lee Designs- Red Bull- KTM
10 26 Alex Martin Suz RMZ250 18 Laps 52,292 JGR/Yoshimura/Suz Factory Racing
11 106 Jay Wilson Yam YZ250F +06,901 52,993 Altherm, JCR, Yam, MXStore, Berry
12 55 Martin Castelo Hus FC250 +08,904 53,715 JMC Motorsports Racing / FLY/ Husqva
13 90 Killian Auberson Hus FC250 +11,962 53,727 Gas Monkey Energy/AJE Motorsports/L
14 108 Aaron Tanti Yam YZ250F +31,338 52,838 Complete Parts, Serco Yam
15 88 Logan Karnow Kaw KX250 +35,619 55,156 Team PR-MX Just1 Wossner Pelletier K
16 118 Cheyenne Harmon Hon CRF250R +40,150 55,066 Cheyenneharmon.com/ Maxim Hon,
17 60 Mitchell Falk Hon CRF250R 17 Laps 53,908 Team BWR Engines, LTEC Undergroun
18 952 Ludovic Macler Kaw KX250 +09,240 55,774 Lmx-Racing
19 837 Bryson Gardner Hon CRF250R +12,423 55,389 BWR Engines, LTech, SSI Decals, MX A
20 97 Chris Howell Hus FC250 +15,634 55,871 Viral Brand, Ride Motorsports, Fly Raci
21 284 Lorenzo Camporese Kaw KX250 14 Laps 55,406 GAERNE, SCOTT, SHOEI, LC384, OV
22 29 Cameron Mcadoo Kaw KX250 7 Laps 51,138 Monster Energy Pro Circuit Kaw

Classificação Geral

P. # 450 Pts
1 94 Ken Roczen 130
2 3 Eli Tomac 129
3 1 Cooper Webb 121
4 51 Justin Barcia 116
5 9 Adam Cianciarulo 113
6 21 Jason Anderson 105
7 4 Blake Baggett 90
8 27 Malcolm Stewart 90
9 10 Justin Brayton 89
10 16 Zach Osborne 75
11 46 Justin Hill 75
12 7 Aaron Plessinger 70
13 15 Dean Wilson 69
14 64 Vince Friese 60
15 37 Martin Davalos 50
16 34 Tyler Bowers 34
17 19 Justin Bogle 24
18 61 Alex Ray 19
19 49 Chris Blose 18
20 22 Chad Reed 17
21 11 Kyle Chisholm 15
22 71 Ryan Breece 13
23 50 Benny Bloss 13
24 44 Kyle Cunningham 11
25 53 James Decotis 4
26 817 Jason Clermont 3
27 82 Cade Autenrieth 3
28 31 Fredrik Noren 2
29 67 Jerry Robin 1
30 86 Joshua Cartwright 1
P. # 250 Oeste Pts
1 1W Dylan Ferrandis 135
2 32 Justin Cooper 128
3 52 Austin Forkner 122
4 30 Brandon Hartranft 110
5 26 Alex Martin 98
6 45 Jacob Hayes 89
7 101 Luke Clout 83
8 28 Michael Mosiman 82
9 57 Derek Drake 78
10 40 Mitchell Oldenburg 72
11 95 Carson Brown 72
12 55 Martin Castelo 53
13 90 Killian Auberson 51
14 108 Aaron Tanti 50
15 83 Jett Lawrence 46
16 106 Jay Wilson 45
17 72 Robbie Wageman 43
18 170 Michael Leib 32
19 62 Christian Craig 29
20 29 Cameron Mcadoo 27
21 88 Logan Karnow 27
22 60 Mitchell Falk 24
23 118 Cheyenne Harmon 17
24 227 Derek Kelley 13
25 952 Ludovic Macler 12
26 284 Lorenzo Camporese 7
27 97 Chris Howell 6
28 929 Taiki Koga 5
29 837 Bryson Gardner 4








© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet