X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Cerapió 2018 - Ceará - Piauí
Publicado em: 28/01/2018

Tunico Maciel é bicampeão do Rally Cerapió
Redação MotoX.com.br - Fotos: Tiago Giordani, Doni Castilho, Idário Café e Angelo Savastano

Em uma de suas edições mais difíceis, competição de regularidade percorreu cerca de 1.000 quilômetros em quatro dias de prova entre Ceará e Piauí
    
 

Tunico Maciel

Neste sábado (27), depois de aproximadamente 1.000 quilômetros de desafios entre Trairi (CE) e Teresina (PI), o Rally Cerapió 2018 chegou ao fim consagrando os campeões de sua 31ª edição. Os competidores também passaram por Sobral (CE), Parnaíba (PI) e Piripiri (PI) durante os quatro dias de prova e mais de 30 horas sobre a moto nos mais diversos tipos de terreno.

+ Depois de nove mil quilômetros, Matthias Walkner comemora o título de campeão do 40º Rally Dakar

O ponto alto do primeiro dia foi a descida da Serra de Urubuturama, mas o trecho de 214 km teve também muitas subidas testando a técnica dos pilotos. Com 279 km, o segundo dia foi o mais longo da competição e teve grande variedade de terreno, deixando o estado do Ceará para entrar no Piauí com muita areia na parte final. O terceiro dia prometia ser mais tranquilo, mas exigiu atenção redobrada com a navegação devido a sequência de laços que marcaram o percurso de 241 quilômetros. Pra terminar, no quarto dia, trilhas rápidas e técnicas fecharam os últimos 237 km de uma prova considerada das mais completas de todos os tempos. 


Sandro Hoffmann

Dominando a disputa desde o princípio, o mineiro Tunico Maciel, da Equipe Honda Racing, conquistou o bicampeonato na categoria Master, a principal da competição. "Foi uma das provas mais complexas que já corri na minha vida, com muita dificuldade, navegação. Pegamos chuva, areia, poeira e estou muito feliz em começar o ano com o pé direito", destacou.

Pedro Henrique Lage foi o vice-campeão, enquanto Alvaro Almeida subiu ao pódio na terceira colocação.


Leonardo Malagutti

A categoria Sênior teve um duelo de gerações na disputa pelo título, entre o veterano Sandro Hoffmann e o jovem Leonardo Malagutti. No final prevaleceu a experiência de Hoffmann, da KTM, que conquistou nada mais nada menos que o décimo título do Rally Cerapió/Piocerá. "Apesar do problema com o GPS, estou muito satisfeito com a prova. Posso afirmar que 2018 foi a mais pesada das 17 edições que participei", garantiu o capixaba.

Malagutti ficou satisfeito com seu desempenho. "Quatro dias de muita navegação, trilhas de nível altíssimo e médias mais difíceis ainda de serem cumpridas. Graças a Deus consegui ser bem regular durante todas as etapas, ficando atrás apenas do multicampeão Sandro Hoffmann", publicou o paulista em seu perfil em uma rede social.


Dário Júlio

Dário Júlio faturou invicto o título na Over 40, o quarto de sua história na competição. A cada dia três etapas foram disputadas e o mineiro levou a melhor nas 12! "De todas as edições que já fiz, esta foi a melhor, mais completa, com alto nível técnico, variação de terreno, trilha e dificuldade", ressaltou.

O paranense Péricles Dutra, campeão da Over 50, também aumentou a coleção de troféus do Cerapió. "É o quinto título que ganho e a prova melhora o nível a cada ano", avaliou.


Lenilson Viana

Na Executivo, Lenilson Viana, virou o jogo no último dia e foi campeão. "O Cerapió melhora todo ano e neste superou todas as nossas expectativas. Eu já participo há nove anos e no próximo estarei aqui novamente", garantiu.

Foi assim também na Moto Rally, onde o maranhense Constantino Castro Neto tornou-se campeão com apenas um ponto a mais que Caio César Araújo. "A competição foi muito específica. A cada dia, peguei o ritmo da prova e no fim, consegui a vitória", revelou.

O tocantinense Danilo da Motta conquistou o título da Novato. "Só digo que é um baita evento, muito bacana. Recomendo para todo mundo que gosta de moto", destacou.


Saul Zakkour

Saul Zakkour e Leildo Silva, pilotos do Rio de Janeiro (RJ) e São José dos Campos (SP), respectivamente, lideraram a prova nas Duplas. "A sensação do lugar mais alto do pódio é incrível. Foi honroso ganhar esse prêmio", comemorou Saul.

Patrick Carneiro, depois de vencer no ano passado a categoria Estreante, foi o líder da Júnior na edição 2018. "Neste ano a prova estava fantástica. Misturou um pouco de dificuldade física, técnica, muitos laços, uma combinação perfeita", disse o piauiense.

Assista nos vídeos abaixo alguns dos melhores momentos nos quatro dias do evento, que também contou com disputas em categorias para Carros, Quadris, UTVs e Bikes.

Vídeos:









Classificação final - Rally Cerapió 2018

Motos - Master
1º Tunico Maciel - Nº1 - Lavras (MG) - 289 pontos
2º Pedro Henrique Castrol Lage - Nº5 - Timóteo (MG) - 262 pontos
3º Alvaro Amarante Almeida - Nº2 - Lavras (MG) - 228 pontos
4º Bruno Pelizari - Nº50 - Palmas (TO) - 211 pontos
5º Gecilio Andrade - Nº4 - Salvador (BA) - 126 pontos

Motos - Sênior
1º Sandro Hoffmann - Nº32 - Venda Nova do Imigrante (ES) - 291 pontos
2º Leonardo Malagutti - Nº14 - São José dos Campos (SP) - 236 pontos
3º Lauro Lopes - Nº8 - Teresina (PI) - 229 pontos
4º Misael Amariz - Nº9 - Santa Maria da Boa Vista (PE) - 220 pontos
5º Wellington dos Santos - Nº12 - Lauro de Freitas (BA) - 204 pontos

Motos - Executivo
1º Lenilson Viana - Nº3 - Teresina (PI) - 282 pontos
2º Luiz Lobão Filho - Nº49 - Teresina (PI) - 282 pontos
3º Amos da Silva - Nº11 - Santo Antonio de Jesus (BA) - 234 pontos
4º Fabio de Farias - Nº18 - Campina Grande (PB) - 148 pontos
5º Edgley Sobrinho - Nº17 - Campina Grande (PB) - 100 pontos

Motos - Over 40
1º Dário Júlio - Nº21 - Lavras (MG) - 300 pontos
2º Gilso de Moraes - Nº28 - Londrina (PR) - 240 pontos
3º Cleberson Ovani - Nº6 - Vitória (ES) - 225 pontos
4º João Borges - Nº29 - Gurupi (TO) - 214 pontos
5º Gildo Balau - Nº25 - Palmas (TO) - 202 pontos

Motos - Over 50
1º Pericles Dutra - Nº23 - Londrina (PR) - 288 pontos
2º José Roberto Viana - Nº66 - Santa Maria de Jetibá (ES) - 268 pontos
3º Amilar Rodrigues - Nº34 - Timóteo (MG) - 243 pontos
4º José Américo Gaia - Nº46 - Cabedelo (PB) - 145 pontos
5º Celestino Colchete Neto - Nº26 - Rio de Janeiro (RJ) - 134 pontos

Motos - Júnior
1º Patrick Carneiro - Nº44 - Parnaíba (PI) - 249 pontos
2º Oscar Branco - Nº38 - Teresina (PI) - 233 pontos
3º Tiago de Melo - Nº36 - Luis Eduardo Magalhães (BA) - 213 pontos
4º Pedro Lucas Junior - Nº40 - Luis Eduardo Magalhães (BA) - 203 pontos
5º Henilton Pinheiro - Nº39 - Palmas (TO) - 188 pontos

Motos - Novato
1º Danilo da Motta - Nº57 - Araguaina (TO) - 252 pontos
2º Eudes Barbosa Junior - Nº47 - João Pessoa (PB) - 235 pontos
3º Djavan Loiola - Nº74 - Pedro II (PI) - 216 pontos
4º Laércio Gomes - Nº59 - Palmas (TO) - 199 pontos
5º Edmilson Vargas - Nº58 - Palmas (TO) - 192 pontos

Motos - Duplas
1º Saul Zakkour - Nº91A - Rio de Janeiro (RJ) - 281 pontos
   Leildo Silva - Nº91B - São José dos Campos (SP) - 281 pontos
2º Sandro Conci - Nº83A  - Fortaleza (CE) - 247 pontos
   André Luiz de Souza - Nº83B - Fortaleza (CE) - 247 pontos
3º Paulo Cabral - Nº84A - Fortaleza (CE) - 227 pontos
   Clóvis Viana Junior - Nº84B - Fortaleza (CE) - 227 pontos
4º Rui de Lima - Nº85A - Ananindeua (PA) - 202 pontos
   Andre Yamaguchi - Nº85B - Ananindeua (PA) - 202 pontos    
5º Alfredo Miranda Filho - Nº89A - Fortaleza (CE) - 192 pontos
   André Oliveira da Paz - Nº89B - Fortaleza (CE) - 192 pontos

Motos - Rally
1º Constantino Castro Neto - Nº106 - Caxias (MA) - 219 pontos
2º Caio Araujo - Nº77 - Parnaíba (PI) - 218 pontos
3º João Batista de Melo Neto - Nº65 - Parnaíba (PI) - 191 pontos
4º Claudio Castelo Branco - Nº70 - Parnaíba (PI) - 187 pontos
5º Savio Parente Junior - Nº75 - Fortaleza (CE) - 179 pontos




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet