fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Notícias > Últimas Notícias

Com grande chance de chuva, AMA Motocross segue para o Tennesse
Publicado em: 22/06/2017

Previsão é de quinta etapa enlameada no circuito de Muddy Creek
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Simon Cudby / Rich Shepherd / Lucidio Arruda

Brasileiro Gustavo Pessoa volta para correr mais quatro etapas


Blake Baggett

Com 80% de chances de trovoadas na sexta-feira e 60% no sábado, o circuito de Muddy Creek, no Tennessee, pode fazer jus ao nome durante a disputa da quinta etapa do AMA Motocross, no próximo dia 24. Com terreno de solo duro que pouco absorve a água, a estratégia da organização é evitar gradear a pista e deixar ela dura mesmo com o intuito da água escorrer pelos vales e não acumular - ou acumular pouco - no traçado.

+ Direto dos EUA: Um intruso entre Eli Tomac e Marvin Musquin

Na lama a única previsão possível é que as corridas ficam imprevisíveis. O francês Marvin Musquin, com seu passado europeu, poderia se aproveitar de alguma vantagem, mas com a recente contusão no menisco (joelho), sua situação só se agrava, pois está praticamente proibido de apoiar um dos pés no chão.


Eli Tomac

A rivalidade entre Blake Baggett e Eli Tomac anda bastante acirrada agora que ambos são francos candidatos ao título na 450. Essa briga já ocorreu antes na classe 250. Baggett foi campeão em 2012 (com Tomac em 3º) e Tomac deu o troco no ano seguinte (quando Baggett foi 4º). Ambos estão em busca do primeiro triunfo na classe principal. Porém, mais importante do que vencer no barro, será não transformar o dia num desastre por causa da lama.

Geralmente em situações assim vence quem for o mais rápido andando o mais devagar possível - perguntem a Carlos Campano - e as dificuldades podem abrir as portas para um novo vencedor, além dos cinco que já ganharam baterias esse ano.



A boa notícia da semana para o time da KTM é que Trey Canard está de volta.

250

Na classe 250 as coisas também devem ficar interessantes. Zach Osborne e Jeremy Martin prometem protagonizar a disputa pela coroa, como já comentou Edu Erbs em sua coluna desta semana. Osborne já participou de temporadas completas no Mundial de Motocross e correu até uma edição do Six Days de Enduro, uma experiência mais eclética que conta a seu favor na lama. Jeremy, por outro lado, pode enfrentar mais dificuldades, sendo a baixa estatura (pernas curtas...) um ponto adicional de desvantagem.

Entretanto, previsões com chuva - que caso o tempo seja bom não passam de mera especulação - podem se tornar chutes ao sabor do vento. Quando chove eu torço mesmo é para que o talento nato de algum piloto privado prevaleça sobre as estrelas das fábricas. A última vez que isso aconteceu nas duas categorias foi em Hangtown, 1991, ano que boa parte dos leitores ainda nem tinha nascido. Doug Henry (na 125) e John Dowd (na 250), ambos praticamente desconhecidos na época e nativos da região de New England (região que engloba icônico circuito de Southwick, Massachussets), aproveitaram a experiência adquirida nas ligas regionais, onde chovia acima da média, para vencerem as grandes estrelas da época.

Lembro de ter assistido a bateria da 250 na época (em vídeo tape...) e foi emocionante ver Dowd com uma CR250 original alcançar e ultrapassar Jean Michel Bayle em sua Honda oficial. Apenas uma bateria por categoria largou e Rodney Smith foi quinto colocado naquele dia.
 



Participação Brasileira

Conversei com Douglas, pai do Gustavo Pessoa, em Cornélio Procópio (PR) na abertura do Brasileiro de Motocross. Ele avaliou a participação nas duas primeiras etapas como muito positiva. Além do grande aprendizado, a pontuação em três de quatro baterias abriu olhos e algumas portas em equipes do AMA.

Gustavo voltou aos Estados Unidos agora para mais quatro etapas antes de retornar ao Brasil para a segunda corrida do campeonato nacional. O objetivo é acumular mais experiência e preparar o terreno para, quem sabe, uma temporada completa do AMA em 2018.


Gustavo Pessoa

Além do paulista Gustavo, o paranaense Pepê Bueno também desembarca nos Estados Unidos neste fim de semana. Mas só deve correr a partir da próxima etapa em Red Bud.

Cronometragem e resultados das baterias ao vivo

A classificação das baterias e a cronometragem ao vivo podem ser acompanhadas em tempo real neste sábado (17/07) no link: https://www.motox.com.br/liveresults/amamx/ . Os resultados das corridas são salvos e disponibilizados ao final de cada sessão.

Cronograma das baterias (horário de Brasília)
14:10 - 250 Class Moto #1
15:10 - 450 Class Moto #1
16:10 - 250 Class Moto #2
17:10 - 450 Class Moto #2



Classificação do campeonato

P. # 450 Pts
1 4 Blake Baggett 155
2 25 Marvin Musquin 147
3 3 Eli Tomac 144
4 21 Jason Anderson 129
5 20 Broc Tickle 115
6 19 Justin Bogle 112
7 15 Dean Wilson 110
8 33 Joshua Grant 106
9 14 Cole Seely 105
10 2 Cooper Webb 88
11 32 Weston Peick 76
12 30 Martin Davalos 71
13 51 Justin Barcia 69
14 40 Fredrik Noren 65
15 70 Dakota Alix 46
16 48 Christian Craig 37
17 111 Dean Ferris 29
18 68 Heath Harrison 23
19 244 justin hoeft 17
20 154 Brandon Scharer 15
21 97 Thomas Sipes 13
22 125 Josh Mosiman 13
23 606 Ronnie Stewart 13
24 90 Dillan Epstein 12
25 121 Cody Cooper 11
26 88 John Short 9
27 333 Rhys Carter 7
28 718 Toshiki Tomita 6
29 170 Zack Williams 6
30 926 Kaven Benoit 5
31 151 Dakota Tedder 5
32 544 Morgan Burger 3
33 921 Isaac Teasdale 2
34 941 Angelo Pellegrini 2
35 167 Zachary Bell 1
36 157 Jacob Baumert 1
P. # 250 Pts
1 16 Zachary Osborne 166
2 6 Jeremy Martin 148
3 26 Alex Martin 140
4 17 Joseph Savatgy 120
5 24 Austin Forkner 119
6 23 Aaron Plessinger 118
7 36 Adam Cianciarulo 109
8 108 Dylan Ferrandis 100
9 39 Colt Nichols 98
10 45 Mitchell Harrison 89
11 38 Shane McElrath 77
12 129 Sean Cantrell 69
13 342 Michael Mosiman 64
14 46 Justin Hill 56
15 78 Nick Gaines 41
16 183 Lorenzo Locurcio 35
17 50 Luke Renzland 29
18 42 Kyle Cunningham 29
19 31 RJ Hampshire 25
20 28 Mitchell Oldenburg 24
21 57 James Decotis 23
22 74 Bradley Taft 22
23 172 Mark Worth 15
24 486 Chase Sexton 13
25 558 Jerry Robin 12
26 128 Cameron Mcadoo 11
27 791 Gustavo Souza 9
28 677 Cody Williams 2
29 388 Brandan Leith 2
30 321 Bradley Lionnet 1
31 81 Henry Miller 1
32 105 Steven Clarke 1























Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet