fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

30º Baja Portalegre 500 - Portugal
Publicado em: 02/11/2016

Luís Oliveira conquista bicampeonato na tradicional prova portuguesa
Redação MotoX.com.br - Fotos: Divulgação


Luís Oliveira

A 30ª edição do Baja Portalegre 500, a mais tradicional prova fora de estrada de Portugal, consagrou Luís Oliveira bicampeão nas motos. O piloto, velho conhecido dos brasileiros já que há dois anos disputou uma temporada inteira no Brasil, também venceu a corrida em 2015. Foram dois dias de competição, o primeiro reservado ao prólogo e a um trecho com pouco mais de 80 quilómetros. No segundo e mais importante, a caravana percorreu cerca de 300 km por um percurso em terreno predominantemente duro e seco.

Depois da vitória no prólogo por uma diferença mínima, Oliveira assistiu a reação de Antônio Maio na primeira etapa. Apesar de enfrentar problemas na moto no trecho final, após uma passagem na água, Maio superou o adversário por aproximadamente 26 segundos e assumiu a liderança da prova.


Antônio Maio

No entanto, Maio cometeu uma falha no segundo dia e Oliveira recuperou a liderança. Depois o piloto da Oliveira Racing Team determinou o ritmo da prova até o final, completando a competição com quase sete minutos de margem sobre o vice-campeão Sebastian Buhler. João Lourenço foi o terceiro na frente de João Vivas e Hélder Rodrigues.

"Estou muito feliz. Vencer era o meu objetivo e consegui alcançá-lo. Foi uma prova dura. Estou cansado. Quero agradecer a todos os que me ajudaram, em especial a este público fantástico. O segredo desta vitória está em treinar durante todo o ano e ter motos boas", disse Oliveira.

Maio sofreu para completar a prova na sexta colocação, mas foi recompensado conquistando o título Absoluto no Campeonato Português de TT pela segunda vez na sua carreira. Após uma queda no início do dia decisivo, onde fraturou a clavícula esquerda, o piloto ainda precisou cumprir 336 quilómetros para concluir a disputa.


Roberto Borrego

"Foi uma prova muito sofrida. Tive uma queda ao quilômetro 10. Devo, mesmo, ter uma clavícula partida. Desde esse momento fiquei com problemas na moto e tive que andar muito devagar", explicou Maio antes de confirmar a lesão.

Entre os quads, Roberto Borrego venceu pela quinta vez, alcançando um novo recorde à frente de Rodrigo Pagaime e Vítor Caeiro. Na classe UTV/Buggy o título ficou com João Silva que superou Pedro Mendes e o francês Stéphane Peterhansel.

Vídeos





Classificação final Motos (geral):

1º Luis Oliveira, 5h10min18seg
2º Sebastian Buhler, a 6min56seg21
3º João Lourenço, a 9min43seg88
4º João Vivas, a 13min04seg12
5º Hélder Rodrigues, a 15min44seg86
6º Antônio Maio, a 25min49seg25
7º Daniel Jordão, a 27min17seg82
8º Guilherme Caldeira, a 27min57seg64
9º Luis Morais, a 28min55seg25
10º Martim Ventura, a 29min57seg34







Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet