fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Regional

Copa Backfish MX Park - 1ª etapa - São Paulo - SP
Publicado em: 21/05/2016

MX Park realiza nova temporada com apoio da Back Fish
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Ronaldo Sampaio


Largada da categoria Intermediária Ouro

A tradicional pista MX Park, em São Paulo (SP), deu início nos dias 14 e 15 de maio a mais uma temporada de sua habitual copa, que esse ano conta com novo patrocínio, da Backfish, marca que atua no segmento de Surf, mas que também aposta em diversos outros esportes radicais, incluíndo agora o nosso querido motocross. O apoio é muito bem vindo, principalmente considerando o atual cenário econômico.
 
Por conta da abertura do nacional da modalidade, realizado no mesmo fim de semana na cidade de Limeira no interior do Estado, esperava-se uma redução no número de participantes, mas os gates cheios na maioria das categorias deixam claro que muita gente preferiu acelerar do que assistir... dentre os destaques da prova, Deninho Alves não decepcionou, garantindo a vitória nas principais categorias.


Os pilotos da MX5 abriram o evento. Valmir "Dedé" Antunes largou na ponta e manteve o ritmo constante depois de conquistar uma pequena vantagem nas primeiras voltas. Enquanto Dedé mantinha uma liderança relativamente tranquila, Edson Almeida duelou a prova toda com Manezinho Lisboa para no final da bateria garantir a segunda posição. O patrão, proprietário do MX Park, Edson Jácome, garantiu a quarta posição, com Marquinho Loureiro fechando os cinco primeiros colocados.


Valmir Dedé Antunes

A bateria seguinte, da classe MX3, é sempre muito disputada, o que mais uma vez se confirmou. Já na freada no fim da reta de largada Joãozinho Batista, Diego Jimenes e Júlio Preto estavam no páreo. Joãozinho foi quem se deu bem e assumiu a liderança enquanto Dener Alves e Diego Jimenes ocupavam a segunda e a terceira posições. Os três começaram uma intensa disputa pela vitória e, apesar da resistência, Joãozinho acabou perdendo duas posições depois da metade da prova para completar na terceira colocação. Diego seguiu até o final da bateria perseguindo Dener, mas não conseguiu chegar próximo o suficiente para tentar a vitória que acabou nas mão do adversário. Guilhermo Gragnolath e Maurílio Silva foram quarto e quinto colocados, respectivamente.


Leandro Lauria

Na MX Park Prata um pelotão compacto se formou no início da bateria brigando pelas primeiras posições. Leandro Lauria assumiu a ponta e venceu a prova defendendo a posição até a última volta. Bruno Mendonça foi o segundo colocado, Vanderley Real o terceiro, Willian Mendes o quarto e David Catosso o quinto colocado.


Dener Alves

Em seguida os pilotos da MX4 alinharam para sua bateria. Dener Alves, que havia vencido a MX3, venceu mais uma vez, e nessa prova não teve adversário por perto, ele assumiu a ponta na primeira volta e abriu grande vantagem até a bandeirada. Luciano Ferreira largou em posições intermediárias alcançando o segundo lugar antes da metade da bateria. Logo atrás, Juliano Preto, que iniciou a prova nas últimas posições, garantiu a terceira colocação em uma bela prova de recuperação. Herbert Tresold e Kabalo Viana completaram os cinco primeiros.


Fábio Thomas

A Intermediária Prata foi uma prova movimentada, com três líderes. O primeiro foi Alexsander Klages, que perdeu o posto desclassificado por rodar abaixo do tempo mínimo de volta permitido para a categoria. Ele deu lugar a Rafael Tenório, que tinha Fábio Thomas na sua cola e não resistiu por mais do que três voltas. Fábio venceu a prova e Rafael teve que se contentar com a segunda posição. Kabalo Viana foi o terceiro colocado, à frente de Orlando Ferreira e Celso Paulo.


Deninho Alves

As categorias MX1 e MX2 largaram juntas. Quando o gate baixou Diego Jimenes assumiu a liderança, Deninho Alves superou Joãozinho Batista e partiu para cima do líder, que resistiu o quanto pôde. Deninho assumiu a ponta perto da metade da prova e na frente pôde imprimir seu ritmo, abrindo vantagem até a bandeirada. Atrás de Diego, que confirmou o segundo lugar, muita disputa e trocas de posições até que finalmente Jean Marino assumiu a terceira colocação geral. Guilherme Negrão foi o quarto colocado e Bruno Batista o quinto colocado. Deninho venceu no resultado geral correndo pela MX1. Na MX2, com a terceira colocação geral, Jean Marino foi o vencedor.


Jonathan Moreira

Depois de uma pausa para premiar os vencedores das primeiras baterias e uma manutenção no capricho, as provas retornaram. A primeira a entrar na pista foi a Nacional, vencida com competência por Jonathan Moreira. Jorge Henrique foi o segundo colocado, Felipe Santiago o terceiro, Vanderlei Real o quanto e Rafael Saccheto o quinto.


Guilherme Preto

Neemias Tavares liderou as primeiras voltas de Intermediária Ouro, mas até o final da bateria havia perdido duas posições, finalizando em terceiro. O vencedor foi Guilherme Preto, que fez o caminho inverso e cresceu na prova até assumir a ponta. Luciano Ferreira, apesar de mais uma largada ruim, alcançou a segunda posição na última parte da bateira. Alexadre Thomazzo, Marcelo Silva e Marcos Topogigio foram terceiro, quarto e quinto colocados.


Felipe Santiago

A MX Park Ouro foi vencida por Felipe Santiago, que havia largado entre os primeiros colocados e alcançou a liderança definitivamente. Atrás dele Marcelo, Rafael Saccheto, Alexandre Borracha e Paulo Farias compuseram o pódio.

A última bateria foi a Super Final, reunindo os melhores colocados das baterias anteriores que são convidados para a corrida. Bruno Batista pulou na ponta com uma largada perfeita, imprimiu um ritmo forte e abriu vantagem nas primeiras voltas, enquanto Diego Jimenes mais uma vez tentava segurar Deninho Alves. Não deu, aos cinco minutos de prova Deninho já era o segundo colocado e mais um par de voltas já ameaçava o líder. Dessa forma a estratégia de Bruno era evitar a ultrapassagem tanto quanto possível. Metade da prova já havia ficado para trás quando Deninho finalmente completou a manobra. O esforço de Bruno consumiu muita energia e ele ainda perdeu a segunda posição para Diego Jimenes. Luciano Ferreira e Leonardo Alves completaram a quarta e quinta colocações da bateria.


Próxima etapa será realizada nos dias 18 e 19 de junho

A Copa Backfish MX Park de Motocross tem patrocínio de Backfish, e o apoio de 2DI Publicidade, Turismo Visual, New Implantes, Village e MX Family. A segunda etapa acontecerá nos dias 18 e 19 de junho.

Resultados

MX5

1º -  99 Valmir Antunes
2º -  76 Edson Almeida
3º -  108 Manuel Lisboa
4º -  993 Edson Jácome
5º -  118 Marquinho Loreiro
6º -  41 Vanderley Real
7º -  988 Celso Paulo
8º -  7 Mauro Varella

MX3
1º - 91 Dener Alves
2º - 12 Diego Jimenes
3º - 4 João Batista
4º - 14 Guilhermo Gragnolath
5º - 718 Maurilio Silva
6º - 787 Ivanildo Gomes
7º - 88  Alexandre Thomazzo
8º - 35  Alex Sander
9º - 341 Andre Marques
10º - 220 Julio Preto

MX Park Prata
1º - 569 Leandro Lauria
2º - 98 Bruno Mendonça
3º - 740 Vanderley Real
4º - 34 Willian Mendes
5º - 48 David Catosso
6º - 55 Otho Santos
7º - 612 David Lima
8º - 777 Diego Lacombe
9º - 1 Ícaro Real
10º - 42 Rubens Pampolin

MX4
1º - 91 Dener Alves
2º - 777 Luciano Ferreira
3º - 220 Julio Preto
4º - 28 Herbert Tresold
5º - 725 Kabalo Viana
6º - 787 Ivanildo Dias
7º - 99 Valmir Antunes
8º - 54 Neemias Tavares
9º - 14 Guilhermo Gragnolat
10º - 35 Alex Sander

Intermediária Prata
1º - 86 Fábio Thomas
2º - 612 Rafael Tenorio
3º - 725 Kabalo Viana
4º - 28 Oralando Ferreira
5º - 998 Celso Paulo
6º - 51 Fábio Castellar
7º - 111 Robson Hussein
8º - 5 Eder Somensari

MX1
1º - 188 Denner Alves (Denninho)
2º - 12 Diego Jimenes
3º - 282 Guilherme Negrão
4º - 55 Bruno Batista
5º - 4 João Batista
6º - 118 Leonardo Alves
7º - 116 Guilherme Preto

MX2
1º - 311 Jean Marino
2º - 292 Guilherme Negrão
3º - 118 Leonardo Alves
4º - 28 Herbert Tresold
5º - 14 Thiago Nunes
6º - 88 Alexandre Thomazzo
7º - 97 Leonardo Santos
8º - 100 Alisson Barreto

MX Nacional
1º - 404 Jonathan Moreira
2º - 202 Jorge Henrique
3º - 95 Felipe Santiago
4º - 41 Vanderlei Real
5º - 03 Rafael Saccheto
6º - 93 Marcelo Marques
7º - 56 Alexandre Borracha
8º - 740 Vanderlei Filho
9º - 76 Ari Barreto
10º - 82 Willians Kabello

Intermediária Ouro
1º - 116 Guilherme Preto
2º - 777 Luciano Ferreira
3º - 54 Neemais Tavares
4º - 88 Alexandre Thomazzo
5º - 399 Marcelo Silva
6º - 4 Marcos Topogigio
7º - 67 Edson Almeida
8º - 65 Anivaldo Cabral
9º - 178 Maurilio Silva
10º - 243 Maurilio Felipe

MX Park Ouro
1º - 95 Felipe Santiago
2º - 93 Marcelo Marques
3º - 03 Rafael Saccheto
4º - 56 Alexandre Borracha
5º - 15 Paulo Farias
6º - 76 Ari Barreto
7º - 86 Victor Moreira
8º - 111 Robson Hussein
9º - 00 Iris Penna
10º - 740 Vanderlei Filho

Super Final
1º - 188 Denner Alves (Denninho)
2º - 12 Diego Jimenes
3º - 55 Bruno Batista
4º - 969 Laercio Neves
5º - 118 Leonardo Alves
6º - 4 João Batista
7º - 25 Alexsander Langes 
8º - 718 Maurilio Silva
9º - 28 Orlando Ferreira
10º - 292 Guilherme Negrao








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet