fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

Enduro FIM Xperience da Mulher - Itupeva - SP
Publicado em: 07/03/2016

Enduro FIM Xperience da Mulher inova com intercâmbio internacional
Redação MotoX.com.br - Fotos: Maurício Arruda

Segunda edição da prova contou com 80 competidoras, seis vindas de Portugal


Janaína Souza, campeã Geral e da categoria EM1 no Enduro FIM Xperience da Mulher

O Enduro FIM Xperience da Mulher segue fazendo história no motociclismo nacional. Neste domingo (6), antecipando em dois dias a comemoração do Dia Internacional da Mulher, a segunda edição da prova mostrou a força feminina na modalidade reunindo 80 competidoras pelas trilhas de Itupeva (SP), um crescimento de quase 70% no número de inscritas. Realizada no entorno do Shopping SerrAzul, a prova também foi válida pela primeira etapa da categoria Feminina do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM e da Copa EFX Brasil. Com atletas de diversas regiões do país, o evento ainda inovou com a realização de um intercâmbio com seis pilotos de Portugal que viajaram da Europa para o Brasil especialmente para o evento.

Veja mais fotos na galeria de imagens do evento


Tainá Aguiar

Com ótimo desempenho, Janaína Souza não se intimidou com os trechos lisos e escorregadios do percurso. A paulista foi a mais rápida entre todas competidoras, faturando a classe EM1 e também a Geral com o tempo total de 45min10s91. "Diferente do ano passado, o tempo ajudou bastante hoje. As especiais estavam boas, bem técnicas. As meninas também conseguiram desenvolver bastante. Ninguém se atrapalhou muito e consegui ter um bom rendimento. É ótimo começar o ano assim vencendo. É mais uma vitória para conquistar o título até o final do ano", comemorou Janaína.


Prova teve participação recorde em sua segunda edição


Maria Aparecida de Moura
Com uma pilotagem forte, Tainá Aguiar também se destacou com a vitória na EM2, além de também faturar o segundo lugar na Geral. "A prova foi razoavelmente tranquila. Contávamos que teria bastante barro, mas o tempo ajudou. E até para que todas as meninas pudessem cumprir, o trajeto foi mais tranquilo. Não cometi nenhum grande erro e quase consegui o resultado esperado. Ganhei na minha categoria pelo Brasileiro, na Geral acabei ficando em segundo com uma diferença de quase um minuto para a Janaína", disse Tainá.

Muitas competidoras vieram de longe para a disputa, como foi o caso da capixaba Franciela Sabino, vencedora da categoria EM3. "Viajei cerca de 800km para a minha primeira prova profissional. Nunca havia disputado um enduro e foi uma experiência maravilhosa", avaliou. Para ela, o resultado foi uma surpresa. "Não esperava vencer. Esperava talvez um quinto lugar pelo meu esforço. Agora primeiro lugar, nunca imaginei."

Mostrando que não há limites para quem tem força de vontade, Karla Damasceno, primeira colocada entre as veteranas da Over 50, descreveu a alegria de superar os desafios. "Estou aqui para ganhar de mim mesma. De um ano para outro, melhorei muito meu tempo. Coisa que eu não fazia antes, esse ano eu já fiz. Desci a ponte sozinha, me virei e só cai duas vezes. Ano passado, perdi a conta dos tombos! Então a evolução é minha. Não interessa competir com as outras meninas, sei que a cada ano estou me superando", disse.


Franciela Sabino


Silvania Almeida
Karla elogiou a iniciativa da prova exclusiva para mulheres. "Para quem ainda não consegue participar em uma categoria Pró, é complicado competir com homens na pista. Então em uma prova feminina, sei que só vou encontrar mulheres e elas vão respeitar. Tanto que não houve nenhum acidente. A tendência é só crescer. E isso é importante, porque tem muitas mulheres que andam na terra, mas ainda não têm confiança de competir enduro", explicou.

A presença das portuguesas da equipe Ninfas do Off-road enriqueceu o evento com a troca de experiências proporcionado pelo intercâmbio internacional. A ideia da criadora do grupo, Mônica Perpétua, é juntar e fortalecer a presença feminina no esporte. "Faço enduro há um ano e criei as Ninfas do Off-road nesta mesma época. Quando comecei, vi que não havia muitas mulheres e as que andavam eram sozinhas com os amigos. Era uma aqui, outra ali, cada uma no seu canto. Então resolvi criar a página do Facebook e isso começou a chamar as meninas para o grupo. Hoje em dia já temos em torno de 100 mulheres", contou Mônica.

Para Mônica, a principal diferença de andar no Brasil foi o solo. "Muito diferente. Lá em Portugal, onde ando e onde algumas meninas andam, é muita pedra e aqui é muita lama, bastante escorregadio. Completamente diferente", explicou. A experiência de vir ao país agradou as portuguesas. "Estamos adorando, achamos fantástico e pretendemos voltar no ano que vem".


Lilian Chagas

A vivência também foi positiva para as brasileiras, como destacou a campeã Janaína Souza. "Desde o dia que chegaram, estou acompanhando elas. Treinamos juntas e dei algumas dicas, já que elas não estão acostumadas com o nosso solo. É muito bacana essa experiência, esse intercâmbio. A cultura também é diferente, mas elas curtiram muito o Brasil e estão esperando as brasileiras de coração aberto".


Karinna Gross

A competição também consagrou Maria Aparecida de Moura, Silvania Almeida, Lilian Chagas e Karinna Gross, campeãs das categorias EM4, EM5, Over 30 e Over 40, respectivamente. Entre as equipes, a Motofield faturou o primeiro lugar com os pontos acumulados por Janaína Souza, Tainá Aguiar e Lilian Chagas.


Karla Damasceno

Para Fábio Simões, diretor do Adrenatrilha Trail Club, não falta disposição para ampliar ainda mais o estímulo à presença feminina no esporte. "Vamos continuar incentivando as mulheres e tenho certeza que no próximo ano vamos ultrapassar 100 inscrições. Se depender da Adrenatrilha, daqui um tempo as mulheres terão um campeonato só para elas", revelou.


Pódio das Equipes

A próxima parada do evento será na Europa. "No dia 12 de novembro é certeza, teremos a EFX da Mulher edição Portugal", confirmou Fábio. "Tem um grupo já discutindo com as meninas que têm interesse de ir. Nós vamos levantar fundos para a equipe brasileira. Estamos buscando parcerias para moto e hospedagem", completou o diretor do Adrenatrilha Trail Club.


Fábio Simões, do Adrenatrilha Trail Club, com as pilotos portuguesas da equipe Ninfas do Off-road

Nos próximos dias a equipe Adrenatrilha concentra-se na preparação da primeira etapa da Copa EFX Brasil, prova que também será realizada no Shopping SerrAzul, dentro de duas semanas, no dia 20 de março, com os principais pilotos e equipes do país.


Resultados

EM1 (Pró Importada)
1. 4 Janaina Souza, 0:45:10,09
2. 2 Jéssica Sâmia, 0:55:42,05
3. 1 Vera Marisa Dias Nogueira, 0:57:46,00
4. 3 Climénia Cristina C. Mestre, 1:08:57,07

EM2 (Pró Nacional)    
1. 7 Tainá Aguiar, 0:46:37,10
2. 5 Bárbara Neves Gonzaga, 0:52:09,10
3. 9 Tatiane Szczerepa, 0:54:51,05
4. 8 Laura Nunes de Oliveira Santos, 1:04:11,04
5. 6 Sonia Lima Cancela, 1:21:07,03

EM3 (Novata Nacional - motos acima de 151cc)
1. 45 Franciela Sabino Correa, 1:02:15,03
2. 29 Juliana Coelho, 1:03:21,01
3. 39 Alessandra Bacelar Horita, 1:14:52,04
4. 38 Daniele Nabessima Denicoli, 1:15:06,09
5. 36 Daniela Ap.f.da Cruz, 1:17:53,03

EM4 (Novata Nacional - motos até 150cc)
1. 49 Maria Aparecida Alves de Moura, 3:06:28,05
2. 50 Flavia Rodrigues Pereira, 4:42:43,04

EM5 (Novata Importada)
1. 16 Silvania Medeiros Almeida, 0:58:17,04
2. 17 Karinne Machado de Souza, 1:27:33,08
3. 19 Thalia Poltronieri, 2:28:59,06
4. 20 Edna do Prado Mariana Oliveira,  4:36:36,04
5. 21 Renata Lopes Mendes Mazoni, 4:47:00,00

Over 30
1. 58 Lilian Chagas, 0:54:48,06
2. 64 Lucianna Timm Tripaseca, 0:55:14,05
3. 63 Livia Batistine Friço, 0:56:49,05
4. 54 Marina Caleffi de Souza, 0:59:45,10
5. 55 Fabíola Lima, 1:07:36,09

Over 40
1. 72 Karinna Gross, 1:00:53,04
2. 69 Luciana Giordano Consul, 2:48:28,06
3. 70 Carla Pires Gonçalves, 2:49:50,07
4. 68 Mariana Machado, 4:39:53,03
5. 73 Virginie Hurst, 5:15:00,00

Over 50
1. 75 Diankarla de Freitas Damasceno, 3:46:46,03
2. 76 Adriana Santos, 4:43:19,09
1. 71 Rosa Cecilia Freitas, NC

Resultado por Equipes
1. Motofield 2:26:37,05 75pts
Janaina Souza
Tainá Aguiar
Lilian Chagas

2. Kapangas Enduro Team 2:42:15,09 64pts
Bárbara Neves Gonzaga
Tatiane Szczerepa
Lucianna Timm Tripaseca

3. Katana Team 3:03:16,03 63pts
Livia Batistine Friço
Franciela Sabino Correa
Laura Nunes de Oliveira Santos

4. Minas Off Road Team 3:09:15,04 63pts
Silvania Medeiros Almeida
Juliana Coelho
Fabíola Lima

5. Ninfas do Off Road Portugal 3:27:51,01 54pts
Vera Marisa Dias Nogueira
Climénia Cristina Costa Mestre
Sonia Lima Cancela

Download dos resultados completos (arquivo PDF)
Resultado por Categorias
Resultado Geral
Resultado por Equipes

O Enduro FIM Xperience da Mulher, realizado pelo Adrenatrilha Trail Club, conta com o patrocínio da Honda, o co-patrocínio da Rinaldi e IMS e o apoio do Shopping SerrAzul, ASW, Motofield, Sig Visual, Sacramento Store, Revista Pró Moto, Transvania Transporte Executivo, Quality Resort & Convention Center Itupeva, Stocovich e Edgers.








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet