fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

Pró - 5ª etapa - Domingo - Tapejara - RS
Publicado em: 13/11/2015

Leonardo Almeida vence na Júnior e é o primeiro campeão da temporada
Redação MotoX.com.br - Fotos: Maurício Arruda

Carlos Campano fortalece liderança na MX1, Pepê Bueno vence pela primeira vez na MX2 e Duda Parise coloca uma mão na taça da MX3


Largada da categoria MX1


Leonardo Almeida comemorando o título antecipado na Júnior
A quinta e penúltima etapa do Brasileiro de Motocross Pró fez o campeonato reviver seus grandes momentos no Rio Grande do Sul, no último domingo (8). O Motódromo Severino Borilli, em Tapejara, surpreendeu em sua estreia com a ótima infraestrutura e, ao que tudo indica, deve permanecer no calendário nacional nas próximas temporadas. A cidade vestiu a camisa do evento, haviam referências por todos os lados, nas ruas e nos comércios, com isso o resultado não poderia ser outro: a população compareceu em peso, encheu as arquibancadas e fez da prova uma grande festa.

Veja também:
- Como foram os treinos cronometrados
- Galeria de imagens de domingo
- Galeria de imagens de sábado

A chuva não deu as caras nas corridas, mas caiu durante a madrugada e provocou o cancelamento do warm-up, o treino de aquecimento da manhã. Aos poucos o tempo abriu, contribuindo para que o circuito ficasse em boas condições para as provas. Para completar, o fim de semana definiu o primeiro campeão nacional de 2015: Leonardo Almeida, com a vitória no CT Borilli, confirmou o título da temporada na Júnior. Nas demais classes, a disputa segue até a última e decisiva fase, já nos dias 21 e 22 deste mês.


Paulo Alberto

A MX1 seguiu com a intensa disputa entre pilotos brasileiros e estrangeiros, ou melhor, principalmente entre o paranaense Jean Ramos e o espanhol Carlo Campano que mais uma vez ocuparam as duas primeiras colocações ao término do fim de semana. Mas, além dele, vários outros andaram forte promovendo disputas acirradas.

Na primeira bateria, apesar do esforço dos nacionais, foi o português Paulo Alberto quem conseguiu levar a melhor depois de perseguir Jean Ramos por praticamente toda a corrida. Os dois se distanciaram dos demais e fizeram uma briga particular pela vitória. Nas últimas duas voltas, Paulo apertou o ritmo e conseguiu superar Jean, que tentou dar o troco, mas não conseguiu conter o ataque do piloto da Honda e acabou com a segunda colocação.


Jean Ramos

Já Carlos Campano largou mal e teve dificuldades para avançar no pelotão. O piso duro e o formato do traçado deixaram vários trechos com apenas uma linha rápida, o que deixou o trabalho de recuperação do líder do campeonato mais complicado. Nas voltas finais, longe dos ponteiros, o espanhol assumiu o terceiro lugar, superando o inglês Adam Chatfield e o equatoriano Jetro Salazar, quarto e quinto colocados, respectivamente.

No sexto lugar terminou outro gringo, o venezuelano Carlos Badiali, enquanto os brasileiros só reapareceram na lista nas posições seguintes: Jorge Balbi foi o sétimo, seguido por Thales Vilardi, Rafael Faria e Marcello Ratinho Lima.


Jetro Salazar

Na segunda corrida, Campano deu a volta por cima e chegou na frente, o que lhe garantiu a vitória geral da etapa. Desta vez os dois únicos candidatos ao título - Paulo Alberto ficou sem chances ao abandonar a bateria com problemas mecânicos após um início desfavorável - fizeram uma briga direta, que teve a participação também de Jetro Salazar, piloto que começou liderando. Jean ultrapassou o equatoriano algumas voltas depois que seu companheiro de equipe. A briga entre os três seguiu até a bandeirada, com Jetro em terceiro, alguns segundos atrás da dupla da Yamaha. Jean se manteve forte, mas ficou com o segundo lugar novamente. Carlos Badiali, em quarto, e Thales Vilardi em quinto, também cumpriram a disputa com boas apresentações.

Na soma das baterias, depois do vencedor Campano terminaram Jean Ramos, Jetro Salazar, Carlos Badiali e Adam Chatfield. Com a vitória, o espanhol deu um passo importante na luta pelo título. "Choveu muito à noite, não tivemos o treino hoje (domingo). É uma largada muito difícil. Nunca vi algo assim. A pista sai plana e depois sobe. Se soltasse a moto já empinava. Na primeira bateria empinou muito. O Jean me fechou, quase caí na metade da reta. Eu larguei muito atrás, era bem difícil ultrapassar. Acabei errando e caindo. Mas, deu certo. Andei mais ou menos bem e cheguei em terceiro. Na segunda liguei bem, passei o Jetro. O Jean ficou perto a bateria toda, mas também não tentou ultrapassar. Eu tentei não cair, o que era muito duro, era muito fácil de errar. Eu estou muito feliz que saio daqui sem machucar nada e com um ponto a mais", disse o espanhol.


Carlos Campano

Jean segue na briga pelo título, mas o resultado complicou um pouço as coisas. "Sem o warm up hoje de manhã ficou um pouco difícil. Eu costumo usar para aquecer e ver a pista. Na primeira bateria eu fiz tudo certo, mas logo no começo a parte física acabou pegando. Eu tentei administrar até o último momento. O Paulo acabou me passando faltando uma volta e meia. Cometi um erro e condenei um pouco as minhas chances de ser campeão. Dei meu melhor. Acredito que estou na minha melhor fase, mas preciso me empenhar mais para ser campeão. Tenho que acreditar mais e arriscar mais. Acho que foi uma prova justa, o resultado foi justo. Na segunda bateria o Campano largou na frente e imprimiu um bom ritmo. Ele cometeu erros e eu também. Eu também poderia ter focado mais em conseguir a vitória. Agora é me concentrar para vencer as duas baterias no Rio de Janeiro e esperar um tropeço dele para ser campeão."

Jetro Salazar, ficou feliz com o retorno ao pódio, ainda mais depois de uma etapa tão difícil. "Graças a Deus foi um bom final de semana para mim. A última corrida, em São José, foi muito ruim para mim. Eu sai dali decepcionado por como eu andei. Mas agora eu me recuperei, fiz o meu melhor tempo no cronometrado. Na primeira bateria ia brigando com o Paulo Alberto e o Jean até que cai e na segunda bateria consegui chegar na frente. Tinha um ritmo bom, só que o Campano tinha umas trilhas melhores do que as minhas e me passou. É difícil, essa pista tem uma trilha só e você tem que atacar muito para poder ultrapassar, mas foi um bom resultado para nós", disse o piloto da Escuderia X.


Largada da categoria MX2

A primeira bateria da MX2 começou com Hector Assunção fazendo uma boa largada, mas o líder do campeonato não conseguiu segurar a concorrência por muito tempo. Pepê Bueno perseguiu o ponteiro por cerca de metade da prova, quando conseguiu a ultrapassagem e, daí em diante comandou a prova rumo a primeira vitória na carreira. Fábio dos Santos, o Moranguinho, superou Enzo Lopes no início da prova e duas voltas depois de Pepê ultrapassou Hector para conquistar a segunda colocação. O paulista terminou em terceiro, seguido por João Pedro Ribeiro que precisou de várias ultrapassagens para levar o quarto lugar. O gaúcho Enzo, depois de uma parada no pit stop para trocar os óculos, fechou os cinco primeiros superando Caio Lopes na última volta.

Na segunda bateria, as posições quase se inverteram. Enzo teve um ascensão espetacular, dominou todas as voltas e, repetindo o ocorrido na prova inicial, também faturou pela primeira vez uma bateria da categoria. Hector, que ocupou o segndo posto no início da corrida, parecia bem na prova, tanto que chegou a registrar a melhor volta, mas um pneu furado acabou com sua chance de um bom resultado. Mesmo assim ainda completou a disputa na 13ª posição.


Pepê Bueno e Fábio dos Santos

Moranguinho e Pepê subiram duas posições em relação ao início e fecharam a bateria em segundo e terceiro. No final, distantes do líder e um do outro, ambos foram mais cautelosos na espera pela bandeirada, especialmente Pepê que garantiu a vitória na etapa com o resultados. Dudu Lima e João Pedro atrás.

Na soma das baterias, além de Pepê em primeiro, o pódio teve Moranguinho em segundo, Enzo em terceiro, João Pedro em quarto e Dudu em quinto. Hector fechou a etapa em sétimo e manteve a liderança do campeonato com bons 25 pontos de folga sobre Dudu Lima, o equivalente ao primeiro lugar de uma bateria.


Enzo Lopes

Para Pepê, um dos segredos do sucesso na etapa foi treinar dobrado durante o fim de semana. "Isso ajudou. Muitos pilotos puderam vir aqui em Tapejara treinar entes, eu não pude. Então, resolvi com a minha equipe andar na categoria MX1 (seguindo uma possibilidade aberta pelo regulamento). Essa é uma pista difícil. Quanto mais você anda, melhor fica. Não andei forte na MX1, foi só para conhecer a pista mesmo. Me senti bastante confortável na segunda bateria. Eu estava atacando, mas recebi placa de que o terceiro lugar era suficiente para vencer. Foi a primeira vez que venci na MX2. Na primeira corrida eu larguei atrás. O Hector estava muito rápido, então, eu esperei, tive calma. Havia muito barro, mas eu sabia que tinha velocidade para vencer. Esperei e ataquei no momento certo. O Fabinho chegou no final, mas estava tudo sob controle. Eu estava bem fisicamente e consegui administrar até o final."


Hector Assunção segue líder do campeonato da MX2

Para Fabinho, o resultado foi positivo. "Na primeira bateria larguei bem, estive entre os cinco. Tive uma boa prova de recuperação porque vim em um bom ritmo até o final. Depois de uns 20 minutos meu braço travou, tive um pouco de problema e acabei terminando em segundo. Na segunda não tive uma largada muito boa de novo, mas me mantive ali e consegui melhorar", analisou.


Roman Jelen

O esloveno Roman Jelen - que não soma pontos no campeonato - conquistou com grande facilidade mais uma vitória na MX3. Desde os reinos cronometrados, quando marcou o melhor tempo, ele mostrou a que veio e cruzou a linha de chegada com grande vantagem sobre o segundo colocado, Duda Parise. "A pista de hoje estava muito boa depois da chuva que tivemos durante a noite e a organização estava ótima. Boa pista, bons saltos. Eu gostei muito, foi uma pista difícil, bastante molhada, mas foi mais fácil para mim comparando com os outros pilotos porque eu tenho mais experiência nesse tipo de pista com cavas. Mas foi difícil para mim porque eu não treino há uma semana por causa do transporte das motos. Estou muito feliz pela vitória e muito feliz pelo Duda também. É sempre bom correr com esses pilotos", destacou o piloto da IMS Honda. 

O uruguaio Pablo Florín também acelerou forte, ocupou a vice-liderança em parte da prova e fechou a bateria na terceira posição. O quarto posto ficou com Erivelto Nicoladelli e o quinto com Willian Guimarães.


Duda Parise

Com o resultado, Duda segue na liderança, muito próximo de conquistar o título da temporada. "Vim fazendo um trabalho muito forte durante todo o ano. Nunca relaxei e também nunca forcei. Fiz um trabalho específico que tem dado erro. Quero seguir no foco agora. Tenho uma boa vantagem, mas Motocross é um esporte complicado. Não se pode dizer que já ganhou o campeonato até a última bandeirada", disse o gaúcho que precisa de apenas mais um ponto na grande final, já que o principal adversário, o catarinense Milton Chumbinho Becker, sofreu uma queda em Tapejara e completou a corrida apenas na 13ª colocação.


Léo Almeida

A Júnior foi a única categoria a definir o campeão de forma antecipada. Léo Almeida largou na frente e acelerou rumo à vitória. Porém, acabou caindo e voltou na sétima colocação tento que ir novamente em busca do resultado. Conseguiu e mostrou estar um degrau acima da concorrência. Três voltas antes do fim, superou o seu companheiro de equipe Léo Cassarotti e venceu confirmando o título. Cassaroti acabou em segundo, um pouco mais atrás. Thiago Brenner fez uma prova consistente, perseguiu os líderes e foi premiado com o terceiro lugar, seguido por Bruno Schmitz e Tallys Brito.

O campeão ficou até surpreso com o resultado tão positivo. "Sofri uma queda quando estava com uma boa vantagem. Me desesperei porque bati as costas, mas na hora pensei que o campeonato poderia acabar aqui. Peguei a moto e me levantei. Vários pilotos me passaram. Aí pensei que tinha que ir para o tudo ou nada. Comecei a dar o meu melhor. Cada vez mais me soltei e agora está aí, fui campeão brasileiro com uma etapa de antecedência."


Leonardo Cassarotti

Léo Cassarotti lamentou ter deixado a vitória escapar, já que teve a prova nas mãos por um tempo. "Abri um bom ritmo e quando meu companheiro caiu, eu assumi a liderança. Tentei manter até o final, mas depois de um erro, ele conseguiu me ultrapassar e fiquei em segundo. Faltou um pouco de gás no final para tentar chegar", comentou.

O Brasileiro de Motocross define os demais títulos nos dias 21 e 22 de novembro, em Três Rios (RJ), onde será realizada a sexta e última etapa de 2015.

Vídeo:



Clique aqui para ver os resultados de cada bateria e mais vídeos do evento

Classificação geral do campeonato:

P. # MX1 M Equipe Pts Dif
1 1 Carlos Campano Jimenez Yam Yamaha / Grupo Geração / Asw / Pirelli / alpinestars / Lcm 233 0
2 10 Jean Carlo Ramos Yam Yamaha / Geração / Pirelli / Asw / Zeta / Drc / Jmr Escola De Motocross / Serginho Suspensoes 217 16
3 211 Paulo Alberto Hon Honda / Mobil / Pirelli / Ims / Vulcano 181 52
4 920 Jetro Salazar Hon Escuderia X / Honda / Xmotos Do Brasil / belparts / Motul 167 66
5 3 Antonio Jorge Balbi Junior Kaw Pro Tork, Kawasaki / Tendas Ltda / Rfix / Samurais / Elementos Do Corpo 156 77
6 407 Adam Chatfield Hon Honda / Ims / Vulcano / Ipiranga / levorin 146 87
7 27 Thales Vilardi Felix Da Silva Yam Asw / Yamaha / Sub27 / Pirelli / Motul / wladas 122 111
8 21 Wellington Garcia Matos Hon Honda / Ims / Pirelli / Mobil 119 114
9 22 Carlos Vicente Badiali Hernandez Yam Yamaha / Grupo Geração / Asw / Pirelli / mtf 115 118
10 101 Humberto Alejandro Martin Garaicoechea - Belparts E Borilli Pneus / Fly, 100%, pod / Banda Audioparts / Stocoparts / Dedel Motos / Tutu Racing 112 121
11 5 Marcello Ferreira De Lima Kaw Emg Racing / Kawasaki / Rinaldi 106 127
12 87 Otávio Pelegrino Chicaroni Yam Playstation / Alpinestars / Pista Do alemão Motocross / Marcos Negretti Preparações / Gaia Mx / Faat faculdades 62 171
13 909 Miguel Cordovez Hon Escuderia X / Honda / Xmotos Do Brasil / belparts / Motul 56 177
14 931 Rafael Zenni Hon Zenni Racing / Rafael Zenni Mx Training / Fox Rodas / Ims / Cobreq / 5inco Graphics 46 187
15 700 Rodrigo Pereira Nhemihes Taborda Hon Belparts / Serginho Suspençoes 45 188
16 116 Rafael Da Silva Faria Yam Yamaha/Geração/Monster / Asw/Pirelli / serginhosuspensoes / Rock/Brenopreparaçoes / Yamalube/Falmargraficos 35 198
17 16 Gelson Almeida Carlos Kaw Margel Veiculos / Pix Graphics / Ims racing 29 204
18 720 Rodrigo Galiotto Yam Lider Mx Peças E Equipamentos / Morangos galiotto / Martini Racing Suspensões / Biker Acessórios / Motostyle graficos / Borilli Racing 20 213
19 18 Leonardo Seibert Limberger Yam Whoop / Works Suspension / Motostyle graphics 19 214
20 111 Gustavo Pereira Do Amaral Kaw Rota Do Mar-sport Company / mcr-mormaii-borilli Pneus / Briger Jeans,point Grafics / Mr Pro, academia Goup 18 215

P. # MX2 M Equipe Pts Dif
1 1 Hector Freitas Assunçao Hon Honda / Mobil / Ims / Pirelli,yoshimura / Riffel / Vulcano. 211 0
2 2 Eduardo Ferreira Lima Kaw Emg Racing / Kawasaki / Rinaldi 186 25
3 282 Joao Pedro Pinho Ribeiro Yam Yamaha/M3suspensoes / Grupo Geração / pirelli/Drc/Zeta / Asw / Falmar Graficos / Yamalube 169 42
4 16 Enzo Lazaro Pedo Lopes Ktm Pirelli/Oakley / Motul/Ktm-dafra / Red bull / Circuit / Fox / Works Suspension 167 44
5 987 Fabio Aparecido Dos Santos Yam Yamaha, Grupo Geracao,pirelli / asw,zeta,drc / Yamalube,falmar Graficos / Negretti Preparações 165 46
6 97 Pedro Henrique Rosa Bueno Ktm Protork- Jett- Troylee Desingn / sacramento Racing / Serginho Suspencion / Feirãomx / 5inco 163 48
7 134 Caio Lopes Fernandes Hon Ims / Honda / Levorin / Ipiranga / edgers / M. Negreth-gaiamx-nicoboco 119 92
8 945 Leonardo De Souza Hon Escuderia X 110 101
9 891 Gustavo Pessoa De Souza Hon Ims / Honda / Levorim / Ipiranga / itamaracá 89 122
10 31 Jose Brayan Padilha Soares Yam Kaiani Malhas / Ims / Schumi Motos / biogas / Mx Tech / Zequinha Racing 80 131
11 112 Endrews Armstrong Nhemihes Hon Chicken Brasil / Orange Bh / Kini redbull / Serginho Suspension / Gringa Mx / Leonelo Radiadores 76 135
12 83 Anderson Pereira Do Amaral Kaw Rota Do Mar/Irrigacao Borborem / borilli/Mcr/Briger/Mormaii / Sport Company/Av Tec / Mr Pro / Point graphics/ Gaia Mx / / Posto Shell Borborema 67 144
13 58 Leandro Davids Araujo Hon Stocovich / Fazenda Rosinha / Jmr Escola de Motocross 58 153
14 127 Ismael Da Costa Rojas Hon Conti Cola/Big Power/Fox / Rock parts/Borilli Pneus/ / Enzo Racing/Ask Motors Py / Pro Bike Py/Aero motos Assis / Mrp Racing/Jose Bruno 54 157
15 932 Rodrigo Lama De Andrade Santos Hon Honda / X Moto Do Brasil / Belparts / motul / Escuderia 50 161
16 48 Jose Felipe Mombach Yam Supermercados Mombach / Ims 46 165
17 61 Frederico Molina Spagnol Yam Yamaha / Asw / Subs / Pirelli / Motul / prorace Belparts 44 167
18 32 Carlos Tavares Evangelista Hon Honda / Pirelli / Ims / Orbital 41 170
19 24 Tauan Henrique Brenner Yam Yamaha / Grupo Geração / Asw / Pirelli / yamalube / Falmar Graficos 33 178
20 119 Gabriel Lucas Soares Hon Skullracing / Tdg Construtora / Edgers / cjmotos 32 179

P. # MX3 M Equipe Pts Dif
1 992 Douglas Scartazzini Parise Hon Escuderia X / Borilli Racing / Bsc / moto & Cia / Polibra 100 0
2 2 Milton Becker Kaw Pro Tork / Borilli / Tbt / Grifft graficos / Chumbinho Training 76 24
3 21 Willian Aparecido Alves Guimaraes Pro Pro Tork / Agua De Coco Obrigado / Cti / mega Mix 70 30
4 932 Erivelto Donizete Rossi Nicoladelli Hon Chapam Moto Peças / Meneguel Motos Peças / Ims Moto Shopping / Yamaha Alto G 53 47
5 81 Mariana Napoles Balbi Kaw Pro Tork / Kawasaki / Tendas Ltda / Rfix / Samurais / Elementos Do Corpo 53 47
6 9 Richard Gabriel Berois Bermudez Ktm Sudati Mdf / Luciano Lâminas / Rede green.com/Mais Engenharia / Supermercado Chico/ Asw / / Mormaiil/ Durag / Moto Shop / Tbt / Richard Berois Competição 34 66
7 98 Alessandri Pereira Dias Hon Mrp Racing / Asw / Slin Graficos / Mcb tear Offs 33 67
8 86 Leandro Schwindt Ktm Cargovale Transportes / Sobrerodas racing Sports / Prorace Suspenções / Tardin Langerie 32 68
9 227 André Stocovich Hon Stocovich Design 32 68
10 29 Stefany G. Serrao Hon Honda Ims General Motos / Motul / pirelli / Ipiranga / Ls2 Capacete / Rock Parts Coroa 31 69
11 731 Vagner Lachi Hon Freeway / Protork / Enzo Suspencao / renova Grafx / Plmx 27 73
12 727 Gustavo De Oliveira Visoto Ktm Visoto Equipamentos / Midia Veiculos 24 76
13 911 Rene De Albuquerque Rodrigues Hon Água Poá / Kbça Racing / Betarello fitnes / Grupo Plancon 22 78
14 929 Ricardo Franzini Hon Escuderia X / Honda / Xmotos Do Brasil / belparts / Motul 21 79
15 788 Paulo Cesar Stedile Hon Protork / Motorsjan / Mitas / 5inco / stedilecar 20 80
16 75 Fabiano Guimaraes Ribeiro Kaw Borilli Pneus / Loma Noivas / Artcross / biker / Meia Oito Moto Peças / Manancial Eventos 19 81
17 25 Walter Sergio Tardin Hon Tardin Lingerie 18 82
18 225 Tiago Benevides De Carvalho Kaw Bertato & Benevides 16 84
19 37 Vinicius Rachid Da Silva Hon   15 85
20 999 Cassio Luis De Lima Kaw Bamba Racing / Casa De Shows Luana 14 86

P. # MXJr M Equipe Pts Dif
1 62 Leonardo De Almeida Da Silva Hon Dunas/Honda / Pirelli / Ims / Dirt action / Serginho Suspensoes / Rock Parts 122 0
2 101 Renato Costa Mattos Paz Yam Yamaha Geração / Pirelli / Asw / Aguas poa / Mrpro / Yamalube 93 29
3 24 Thiago Henrique Brenner Yam Yamaha / Grupo Geraçao / Asw / Pirelli / yamalube / Zetta / Drc / Falmar Graficos 92 30
4 183 Tallys Nathan Silva Brito Kaw Rótulo Do Corpo / Kawasaki / Arte Tendas 80 42
5 40 Bruno Fensterseifer Schmitz Ktm Tbt Suspensoes / Transportadora Regional expres / Ferragens Fensterseifer 69 53
6 25 Leonardo Zequinão Cassarotti Hon Dunas / Honda / Ims / Pirelli 59 63
7 92 Marcus Henrique Dias Lera Kaw Tribo Motos / Body Health / Stocovich 53 69
8 55 Renan Goto Hon Mrpro / Ims / Pro-racing 47 75
9 989 Leonardo Augusto Nunes Kaw Kawasaki Green Team / Adrenalina Mx / stocovichi Design / Nitrogenius Prod Quimicos / Jmr Escola De Motocross / Luciano Racing 46 76
10 91 Gabriel Germano Canella Hon Retifica São Francisco 31 91
11 11 Joaquim Antonio Neto Ktm Pirelli / Mineração Itaminas / Atms trasnportes / Suspenção Aftershocks / Pref. Mun. De Sarzedo 29 93
12 21 Lays Lobato Cazadini Yam Circuit / Mrpro / Max Cargo / Cazzadini veiculos / Jailton Motos / Turinhos Motos 28 94
12 383 Augusto Caliman Ktm Açai Vitanat Racing / Serraria caliman/Ct Mt Racing / Auto Peças Moura / Ultragaz / Nicolly transportes / Viação Caliman 28 94
14 170 Keven Willian Ikeda Ramos Ktm Ctmtracing / Asw 26 96
15 111 Iuri Beltrao Naves Ktm Sementes Gerpan / Cj Motos 25 97
15 777 Thiago Faitanin De Oliveira Ktm Orange Bh / Ktm Racing / Ct Gasolina 25 97
17 57 Joseildo Ferreira Lopes Junior Ktm Motel Puras Sedução / Ims / Alto Posto oliveira / D?bok / Cuecas Do?gessy / Alto Escola 2001 18 104
18 221 Joao Pedro De Freitas Raimundo Ktm Techno Metais / Santa Maria Coffee / duda Preparações / All Sign Graficos 17 105
19 61 Enzo Pereira De Oliveira Ktm Dg21 / Ims / Acaivitanati 16 106
20 17 Darlan Milverstet Apr   13 109









Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet