fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

Red Bull Sea to Sky 2015 - Kemer - Turquia
Publicado em: 06/10/2015

Graham Jarvis vence e impede 'Grand Slam' de Jonny Walker
Redação MotoX.com.br: Maurício Arruda - Fotos: Lukasz Nazdraczew / Claudius Vasilescu


Largada na praia rumo ao topo da montanha

O ditado diz que chumbo trocado não dói, mas tentem convencer Jonny Walker disso neste momento, ainda com o sangue quente após a disputa do Red Bull Sea to Sky, o único dos grandes eventos de Enduro Extremo que o britânico não faturou em 2015. O responsável por quebrar a sequência na qual ele fecharia o chamado Grand Slam da modalidade foi Graham Jarvis, compatriota e grande adversário do piloto da KTM. Pois bem, ficou faltando a sexta e última vitória para Walker completar a sequência, mas dá para dizer também que neste momento ele prova do próprio veneno: dois anos atrás foi Jarvis quem esteve perto de alcançar o mesmo feito, mas foi impedido graças ao triunfo do concorrente nesta mesma prova.


Graham Jarvis

A disputa em Kemer, na Turquia, seguiu o formato das edições anteriores, com uma corrida na praia abrindo o evento, vencida por Walker, depois uma na floresta, onde o jovem sul-africano Wade Young foi o primeiro colocado, e, finalmente, a batalha decisiva rumo ao topo da montanha, concluída a uma altitude de 2.365 metros. Além dos três já citados, Andreas Lettenbichler e seu filho Manuel, Paul Bolton e Philipp Scholz, se destacavam entre os 300 competidores vindos de 30 países.


Jonny Walker

Depois de um bom início nas complicadas e técnicas seções do começo da montanha, Walker comandava a disputa, mesmo perseguido por Young durante um tempo. O momento crucial da prova foi o segundo e último ponto de reabastecimento, simplesmente ignorado por Jarvis, que seguiu direto e não parou. Com a estratégia, o veterano de 40 anos surpreendeu os concorrentes, ultrapassou Walker e assumiu a liderança. Quando voltou para a corrida, Walker sabia que seria muito difícil recuperar terreno nas trilhas individuais mais adiante.


Wade Young

A jogada de Jarvis funcionou e ele manteve mais de dois minutos de vantagem sobre o oponente, levando o título do Sea to Sky pela quarta vez em seis edições. "Realmente queria a vitória. Tem sido um longo ano sem vencer. Sabia que todo mundo tentaria forçar logo cedo, então deixei eles seguirem e fiz minha própria prova. Tinha um truque e pulei a segunda parada nos boxes, o que deu certo", destacou o campeão.

Sem mágoas, Walker se conformou com o segundo lugar. "É uma droga não vencer, ainda mais com uma temporada perfeita como essa, mas tive um bom desempenho. Sinto que fiz tudo certo, mas sabia que Graham tinha uma missão, hoje. O Grand Slam seria legal, mas tive um ano ótimo com cinco vitórias em uma modalidade muito difícil".


Pilotos de 30 países disputaram a prova

Wade Young completou na sequência, seguido por Bolton e Lettenbichler. "Estou muito feliz em obter meu primeiro pódio no Sea to Sky com o terceiro lugar. Queria um bom resultado aqui", revelou o sul-africano.

Vídeos









Resultado do Red Bull Sea to Sky 2015

1. Graham Jarvis (ING, Husqvarna) - 3 horas 8 minutos 35 segundos
2. Jonny Walker (ING, KTM) - 3:11:10
3. Wade Young (AFS, KTM) - 3:19:13
4. Paul Bolton (ING, KTM) - 3:20:19
5. Andreas Lettenbichler (ALE, KTM) - 3:20:59
6. Blake Gutzeit (AFS, Husqvarna) - 3:26:13
7. Jonathan Richardson (ING, KTM) - 3:30:43
8. Philipp Scholz (ALE, KTM) - 3:37:57
9. Manuel Lettenbichler (ALE, KTM) - 3:38:35
10. Ben Hemingway (ING, Beta) - 3:47:54

Mais fotos:


Jarvis recebendo a bandeirada


Pódio do Red Bull Sea to Sky 2015














Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet