fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Regional

Copa Neno Racing de Motocross - 6ª etapa - Caxambu - MG
Publicado em: 24/09/2015

Felipe Arantes conquista posição de destaque do evento com quatro vitórias
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luis Bueno


Largada da categoria Nacional Força Livre

A temporada 2015 da Copa Neno Racing de Motocross está se afunilando com disputas acirradas pelos títulos. Neste domingo (20), debaixo de um calor muito forte, clima totalmente contrário ao da semana anterior, quando intensas chuvas adiaram o evento, a cidade mineira de Caxambu deu continuidade ao campeonato com a realização da sexta etapa.

Ainda nos treinos da manhã o público que lotou o recinto da prova pôde conferir um prenúncio do que seriam as corridas ao longo do dia. Com uma pista muito técnica especialmente preparada para esta etapa, cheia de curvas travadas e poucos pontos de ultrapassagem, ficou claro que as baterias teriam muitos atrativos. Entre todos os participantes um se destacou pelo domínio de nada mais nada menos que quatro categorias: o jovem Felipe Arantes, que mesmo enfrentando esta verdadeira maratona sobre a moto subiu ao primeiro lugar do pódio em todas as provas que disputou.

Antes de vê-lo em ação, o público assistiu a MX4, primeira categoria a entrar pra valer na pista. E os pilotos "quarentões" mostraram que a experiência em alguns casos é tão ou mais importante que a velocidade. O paulista Fábio Aleixo se livrou do pelotão assumindo a liderança da bateria logo na largada e depois abriu vantagem. Nas últimas voltas o ponteiro recebeu a pressão de Nei Carneirinho, que não teve um bom início e se recuperou durante a prova, mas não o suficiente para tirar o primeiro lugar do adversário. A disputa pelas demais posições do pódio foi intensa e terminou com Joelis Sanches na terceira posição seguido por Carlos Romanelli e Marco Garcez.


Fábio Aleixo

Na segunda corrida, válida pela MX 230, Felipe Arantes já apareceu para destruir a concorrência. Ele assumiu a ponta logo na primeira curva e, mesmo com a pressão do segundo colocado Javan Ribeiro, recebeu a bandeirada na frente. Jonathan Pinguim subiu duas posições ao longo da prova e garantiu o terceiro lugar. Paulo Ferreira e André Merlo se alternaram na classificação e completaram a disputa na quarta e na quinta colocações.


Maicon Rosa


Eduardo Machado
Apesar de contar com poucos pilotos, a disputa na MX1 foi intensa e cheia de incertezas quanto ao resultado final até as últimas voltas. Maicon Rosa largou na frente e sem cometer erros fez o necessário para completar a prova em primeiro. Eduardo Moraes estava em segundo quando cometeu um erro já na fase decisiva permitindo a ultrapassagem de Matheus Alves. Apesar do tropeço, Eduardo ainda fechou a corrida em terceiro terminando a frente de Adão Laerte.

Eduardo Machado não deu nenhuma chance aos adversários na MX3. Largando na frente, ele apenas precisou administrar a vantagem conquistada para faturar a bateria. Nas demais colocações, a situação foi diferente com constantes trocas na classificação até as últimas voltas. Quem surgiu novamente no pódio foi Fábio Aleixo, que ganhou terreno ao longo da bateria para terminar no segundo lugar. Cristiano Bueno, André Forastieri e Joelis Sanches completaram os cinco primeiros ocupando as posições seguintes.

Antes do intervalo para manutenção da pista foi a vez dos pilotos da Nacional Estreantes se enfrentarem em disputas eletrizantes. Jonathan Pinguim conseguiu escapar dos enroscos e se saiu melhor que os adversários vencendo a prova de ponta a ponta. Paulo Ferreira fez boas ultrapassagem e concluiu na segunda posição. André Merlo oscilou em várias posições até concluir em terceiro. Rafael Castro largou bem, mas perdeu rendimento e terminou na quarta colocação seguido por Jhonatham Diorio.


Jonathan Pinguim

Após as premiações das primeiras provas e a manutenção do traçado, as disputas foram retomadas com a MX2 e a MX Intermediária correndo juntas, porém com a premiação em separado. Com mais uma bela corrida, competindo pela MX2, Felipe Arantes conquistou pela segunda vez o ponto mais alto do pódio. Na MX Intermediária, Maicon Rosa foi constante novamente e se manteve na primeira colocação. Também subiram ao pódio da MX2, Matheus Laves, na segunda posição, Lucas Garcez, na terceira, e Adão Boy, na quarta. Pela MX Intermediária, André Flore ficou com a segunda posição, Carlos Roamanelli assegurou a terceira e Adeison Diniz a quarta.

Eduardo Machado foi preciso na 125 Bronze e com uma bela prova levou a vitória. Nas demais posições os pegas foram mais equilibrados. Cristiano Souza, após altos e baixos no decorrer da disputa, concluiu na segunda posição seguido por Nei Carneirinho que superou Joelis Sanches na briga pelo terceiro lugar ja nas últimas voltas.

Na Força Livre Pró, o duelo entre dois pilotos que até então só tinham encontrado a vitória no evento foi a grande atração. Felipe Arantes e Maicon Rosa, cada um com dois triunfos, alinharam no gate para decidir quem teria a sequência interrompida. E quem levantou o caneco de campeão mais uma vez foi Felipe! Maicon Rosa manteve o ritmo do líder até pouco mais da metade da prova, mas sem chances de ultrapassá-lo se manteve em segundo. Eduardo Arantes completou a prova na terceira posição.


Felipe Arantes

Na última bateria do dia, válida pela classe Força Livre Nacional, adivinhe quem estava lá para marcar o nome na etapa de Caxambu? Claro, Felipe Arantes! Ele foi para sua quarta disputa e, como nas anteriores, venceu com boa vantagem. Javan Ribeiro foi mais um adversário que não conseguiu superar o destaque do dia, mas ao menos completou a corrida com uma boa segunda colocação. Jhonathan Pinguim foi constante assegurando a terceira posição, enquanto Paulo Ferreira assumiu o quarto posto após uma boa briga com André Merlo.


Pódio da categoria Força Livre Nacional

A Copa Neno Racing de Motocross tem o patrocínio de MRP Racing, Dablio Alta Performance, América Sports, Stocovich, IMS Race Wear, Paty Tendas, Droga Nova, MR Pró, Circuit e Montanna.

Resultados

MX4
1. #51 Fabio Aleixo
2. #77 Nei Carneirinho
3. #2 Joelis Sanches Costa

MX 230
1. #96 Felipe Arantes
2. #111 Javan Ribeiro
3. #22 Jonathan Pinguim

MX1
1. #387 Maicon David Rosa
2. #100 Matheus Alves
3. #2 Eduardo Moraes

MX3
1. #5 Eduardo Machado
2. #51 Fabio Aleixo
3. #987 Cristiano Bueno de Souza

MX Nacional Estreantes
1. #22 Jonathan Pinguim
2. #30 Paulo Roberto Pereira
3. #21 André Merlo

MX2
1. #96 Felipe Arantes
2. #100 Matheus Alves
3. #211 Lucas Garcez

MX Intermediária
1. #387 Maicon David Rosa
2. #228 André F. Flore
3. #3 Carlos Romanelli

125 Bronze
1. #5 Eduardo Machado
2. #987 Cristiano Bueno de Souza
3. #77 Nei Carneirinho

Força Livre Pró
1. #96 Felipe Arantes
2. #387 Maicon David Rosa
3. #2 Eduardo Arantes

Força Livre Nacional
1. #96 Felipe Arantes
2. #111 Javan Ribeiro
3. #22 Jonathan Pinguim








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet