fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Mundial de Motocross

17ª etapa - Leon - México
Publicado em: 18/09/2015

Febvre mantém o domínio mesmo com o título na mão. Gajser abre mais vantagem na MX2 após provas dramáticas
Redação MotoX.com.br: Lucídio Arruda - Fotos: Ray Archer / Pasqual Haudiquert


Romain Febvre

Antes da etapa final programada para este final de semana nos Estados Unidos, o Mundial de Motocross passou pelo México com a 17ª e penúltima etapa em Léon.


Romain Febvre
Com a situação em relação ao título já definida na classe principal, a MX2 gerava o drama pela disputa entre Pauls Jonass e Tim Gajser. Para dramatizar mais ainda, chuvas torrenciais no sábado à noite deixaram o circuito em condições difíceis.

Chão originalmente duro, gradeado, excesso de água.... fica aquela meleca onde as motos “grudam” e complica muito a pilotagem. Por isso foram pouquíssimos os pilotos a se arriscarem no warm-up no domingo pela manhã. O número de inscritos já não foi animador: 18 na MXGP - incluindo quatro locais e um equatoriano, ou seja, apenas 13 pilotos regulares do campeonato – e 19 na MX2 compondo gates de largada mais murchos que o de costume.

As condições na primeira bateria de ambas as categorias foram mesmo complicadas. Para a segunda corrida a pista secou e deixou de herança as canaletas duras e irregulares. Os tempos baixaram em cerca de 15 segundos, mas não quer dizer que estava muito mais fácil. Vamos aos destaques de Léon.

MXGP


Shaun Simpson


Shaun Simpson
Romain Febvre, mesmo com o título no bolso, não aliviou a mão e conquistou sua sétima vitória. Dupla vitória. Mesmo com o pelotão dizimado por contusões não se pode tirar uma vírgula de crédito do garoto. O novato já impressionou desde o início da temporada com bons resultados. Depois de sua primeira vitória em bateria no GP Britânico ninguém mais o segurou.

Anda bem no seco, no molhado, no chão duro, médio, mole, lama. Não é um especialista na areia, mas mesmo assim não deixa de conquistar pódios ou mesmo vitórias no terreno. Um piloto completo. Feliz foi a Yamaha que tratou logo de renovar seu contrato no meio da temporada. Tem na equipe um piloto com boas possibilidades de conquistar muitos e muitos títulos.

Shaun Simpson foi o segundo colocado nas duas baterias. Que final de temporada espetacular para o britânico que venceu dois GPs no ano e foi “encampado” pelo time oficial KTM que teve seus três pilotos contundidos. Ao que parece Simpson continuará com sua equipe Hitachi Construction Machinery no ano que vem, cujo mecânico é seu próprio pai, mas terá status e equipamentos de fábrica. Há, Simpson conquistou também o título britânico recentemente. O piloto de 27 anos não pode reclamar de 2015.


A disputa entre Gautier Paulin e Evgeny Bobryshev se intensificou na reta final do campeonato


Gautier Paulin e Evgeny Bobryshev
Equipe HRC Honda – curiosamente a principal disputa nessa reta final do campeonato é interna entre os pilotos do time vermelho. Gautier Paulin foi contratado evidentemente como primeiro piloto, seria o homem da equipe para conquistar o título, mas sua performance não foi a esperada, exceto em Valkenswaard, Holanda, onde deu um baile na concorrência.

Dizem por aí que começou a temporada com uma contusão na mão, mas mesmo depois da metade do campeonato continuou apresentando resultados irregulares e errando mais do que era de se esperar. Por outro lado Evgeny Bobrishev continuou com seu estilo “russo”, tipo cabo enrolado e seja o que deus quiser, mas errou menos durante o ano e aos poucos foi adquirindo consistência nos resultados. Mais importante: não se machucou como de costume nas temporadas recentes.

No México os dois pilotos evidenciaram a rivalidade lutando bravamente por posições em um duelo animado nas duas baterias e o russo se saiu melhor em ambas. Na segunda corrida Paulin até conseguiu ultrapassá-lo para logo em seguida "prestar homenagem a Villopoto" virando para trás numa saída de curva de forma muito semelhante a queda que antecipou o fim de carreira do americano. Bobryshev tem 17 pontos de desvantagem a caminho dos EUA e tenho certeza que vai usar todas suas armas para lutar pelo vice-campeonato.


Glenn Coldenhoff

Vale destacar ainda o outro novato na categoria. Obviamente Glenn Coldenhoff tem sua temporada de novato ofuscada pelo espetacular campeonato de Febvre, mas o jovem holandês cresceu bastante de produção durante o ano, venceu um GP na Letônia e resultados entre os cinco primeiros se tornaram naturais. No México foi quarto nas duas baterias e é um cara para ficar de olho em 2016 quando passa a defender a KTM ao lado de Antonio Cairoli.


Pódio MXGP

MX2


Largada MX2


Pauls Jonass e Max Anstie após a chegada da primeira bateria
Mais que a velocidade, as quedas estão sendo primordiais para definir a situação na briga pelo título da categoria. Na primeira bateria foi Tim Gajser que escorregou na recepção de uma mesa e só pode assistir de longe o seu rival Pauls Jonnass vencer a corrida. O esloveno se recuperou até a quinta posição, último a não tomar volta do líder.

Na segunda bateria Jonass jogou uma boa chance fora ao perder aderência no exato momento que marcava o “holeshot” na linha branca. A queda na largada dificultou sua corrida, mas o “clímax” de sua corrida ainda estava por vir. Uma volta e meia depois, quando já tinha reconquistado 11 posições, ejetou de sua moto lá no terceiro andar de um triplo. Incrivelmente não se machucou, mas teve que terminar a corrida com a moto toda torta depois de passar nos pits para tentar alinhar a frente literalmente no chute.


Thomas Covington

As dificuldades dos líderes abriram caminho para um novo vencedor. Depois de chegar em quarto na primeira bateria, Thomas Covington se encontrou na liderança da segunda e conseguiu abrir terreno numa pista pronta para derrubar qualquer um. Ao final Gajser ameaçou uma aproximação, mas Covington tinha a situação sob controle e recebeu a bandeirada com pouco mais de seis segundos de vantagem.

O jovem piloto da Kawasaki não é uma face desconhecida no mundial. Depois de uma carreira amadora de sucesso nos EUA, Covington decidiu seguir seu projeto na Europa e surpreendeu na primeira prova ano passado no Catar com a terceira posição em uma das baterias. Porém, os bons resultados demoraram a se repetir enquanto a dura ladeira do aprendizado era encarada.


Pauls Jonass após a megaqueda na segunda bateria

Filho de um dos diretores da Monster Energy, a admissão na equipe oficial Kawasaki logo de início não foi uma dificuldade. Acontece que o Motocross é um dos poucos esportes a motor onde o dinheiro compra uma vaga, mas não compra resultados. Covington, que ocupa a 12ª posição no campeonato, foi o melhor naquele domingo mexicano e isso ninguém pode lhe tirar. Talvez a vitória no GP lhe dê confiança para entrar definitivamente no pelotão da frente em 2016.

Bom, voltando ao campeonato Gajser conquistou mais cinco pontos sobre Jonass o que dificulta bastante as chances do piloto da KTM virar o jogo nos EUA, entretanto, como já vimos várias vezes durante o ano, tudo pode acontecer. É grande a chance da Honda reconquistar um título Mundial nas categorias principais depois de 15 anos. O francês Frédéric Bolley ganhou na categoria 250cc em 2000.


Thomas Covington

Vídeos







Resultados

P. Nr MXGP Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 461 Febvre, Romain FRA YAM 25 25 50
2 24 Simpson, Shaun GBR KTM 22 22 44
3 777 Bobryshev, Evgeny RUS HON 20 20 40
4 89 Van Horebeek, Jeremy BEL YAM 14 18 32
5 259 Coldenhoff, Glenn NED SUZ 16 16 32
6 21 Paulin, Gautier FRA HON 18 12 30
7 12 Nagl, Maximilian GER HUS 13 15 28
8 111 Ferris, Dean AUS HUS 15 11 26
9 28 Rattray, Tyla RSA KAW 11 14 25
10 17 Butron, Jose ESP KTM 12 13 25
11 47 Waters, Todd AUS HUS 10 10 20
12 811 Sterry, Adam GBR KTM 9 9 18
13 400 Yamamoto, Kei JPN HON 8 8 16
14 525 Benenaula, Andres ECU HON 7 7 14
15 96 Garza, Alexis MEX KAW 6 6 12
16 225 Andrade, Eduardo MEX YAM 5 4 9
17 631 Justiniano, Romero ECU SUZ 2 5 7
18 520 Garcia, Donovan MEX SUZ 4 3 7
19 159 Martinez, Eduardo MEX SUZ 3 2 5

P. Nr MX2 Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 64 Covington, Thomas USA KAW 18 25 43
2 243 Gajser, Tim SLO HON 16 22 38
3 6 Paturel, Benoit FRA YAM 20 16 36
4 41 Jonass, Pauls LAT KTM 25 8 33
5 99 Anstie, Max GBR KAW 22 10 32
6 92 Guillod, Valentin SUI YAM 11 18 29
7 10 Vlaanderen, Calvin NED KTM 14 15 29
8 151 Kullas, Harri FIN HUS 15 13 28
9 33 Lieber, Julien BEL YAM 7 20 27
10 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 13 14 27
11 321 Bernardini, Samuele ITA TM 8 11 19
12 189 Bogers, Brian NED KTM 10 9 19
13 128 Monticelli, Ivo ITA KTM 6 12 18
14 172 Van doninck, Brent BEL YAM 12 5 17
15 61 Kriger, Nahuel ARG YAM 9 7 16
16 602 Rugerio, Alejandro MEX YAM 4 6 10
17 81 Hsu, Brian GER SUZ 5 0 5
18 152 Petrov, Petar BUL KAW 3 0 3

Classificação Geral
P. Nr MXGP Nat. Bike Total
1 461 Febvre, Romain FRA YAM 688
2 21 Paulin, G. FRA HON 566
3 777 Bobryshev, E. RUS HON 539
4 24 Simpson, Shaun GBR KTM 481
5 12 Nagl, M. GER HUS 442
6 89 Van Horebeek, J. BEL YAM 426
7 222 Cairoli, A. ITA KTM 416
8 259 Coldenhoff, G. NED SUZ 393
9 47 Waters, Todd AUS HUS 344
10 25 Desalle, C. BEL SUZ 331
11 22 Strijbos, K. BEL SUZ 287
12 111 Ferris, Dean AUS HUS 284
13 28 Rattray, Tyla RSA KAW 263
14 17 Butron, Jose ESP KTM 217
15 19 Philippaerts, D. ITA YAM 185
16 23 Charlier, C. FRA HON 183
17 9 de Dycker, Ken BEL KTM 155
18 183 Frossard, S. FRA KAW 128
19 39 Guarneri, D. ITA TM 126
20 2 Villopoto, R. USA KAW 124
21 11 Bengtsson, F. SWE HON 107
22 77 Lupino, A. ITA HON 97
23 991 Watson, Nathan GBR HUS 95
24 100 Searle, Tommy GBR KTM 74
25 156 Heidecke, A. GER KTM 59
26 400 Yamamoto, Kei JPN HON 42
27 121 Boog, Xavier FRA KAW 40
28 999 Goncalves, Rui POR HUS 39
29 20 Aranda, G. FRA KAW 32
30 337 Krestinov, G. EST HON 23
31 149 Ullrich, D. GER SUZ 23
32 62 Gercar, Klemen SLO HUS 23
33 212 Dewulf, J. BEL YAM 21
34 811 Sterry, Adam GBR KTM 18
35 221 Ratsep, Priit EST HON 16
36 40 Leok, Tanel EST KAW 15
37 120 Soubeyras, C. FRA YAM 15
38 525 Benenaula, A. ECU HON 14
39 289 Irt, Matevz SLO YAM 13
40 800 Alessi, Mike USA SUZ 12
41 909 Neurauter, L. AUT KTM 12
42 96 Garza, Alexis MEX KAW 12
43 173 Bertuzzo, P. ITA YAM 12
44 903 Aubin, Nicolas FRA SUZ 11
45 45 Nicholls, Jake GBR KTM 11
46 926 Delince, J. BEL HON 11
47 600 Ivanovs, Davis LAT KAW 11
48 225 Andrade, E. MEX YAM 9
49 8 Vanderstraeten, M. BEL YAM 9
50 185 Wouts, Kevin BEL KTM 7
51 631 Justiniano, R. ECU SUZ 7
52 177 Coates, Paul GBR YAM 7
53 520 Garcia, D. MEX SUZ 7
54 159 Martinez, E. MEX SUZ 5
55 147 Jönsson, J. SWE HUS 4
56 742 Nazarov, Maxim RUS KTM 4
57 871 Izoird, Fabien FRA HON 3
58 349 Larsen, N. DEN HUS 2
59 123 Hoshino, Y. JPN KTM 2
60 167 Edmonds, S. IRL HON 2
61 952 Macler, L. FRA SUZ 2
62 55 Irwin, Graeme GBR SUZ 2
63 13 Gijsbertsen, M. NED KAW 2
64 474 Boulard, Bryan BEL HON 1
65 174 Smith, Alfie GBR YAM 1
P. Nr MX2 Nat. Bike Total
1 243 Gajser, Tim SLO HON 556
2 41 Jonass, Pauls LAT KTM 538
3 99 Anstie, Max GBR KAW 506
4 92 Guillod, V. SUI YAM 475
5 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 467
6 84 Herlings, J. NED KTM 423
7 33 Lieber, Julien BEL YAM 418
8 1 Tixier, Jordi FRA KAW 393
9 6 Paturel, B. FRA YAM 356
10 152 Petrov, Petar BUL KAW 304
11 189 Bogers, Brian NED KTM 298
12 64 Covington, T. USA KAW 272
13 172 Van doninck, B. BEL YAM 265
14 59 Tonkov, A. RUS HUS 256
15 4 Ferrandis, D. FRA KAW 205
16 128 Monticelli, I. ITA KTM 182
17 95 Justs, Roberts LAT KTM 181
18 18 Brylyakov, V. RUS HON 170
19 151 Kullas, Harri FIN HUS 153
20 51 Getteman, Jens BEL HON 129
21 919 Watson, Ben GBR KTM 127
22 29 Jacobi, Henry GER KTM 104
23 321 Bernardini, S. ITA TM 104
24 85 Pootjes, Davy NED KTM 97
25 101 Zaragoza, J. ESP HON 68
26 811 Sterry, Adam GBR KTM 51
27 274 Lundgren, A. SWE HUS 50
28 119 Pocock, Mel GBR KAW 36
29 7 Graulus, Damon BEL YAM 33
30 10 Vlaanderen, C. NED KTM 29
31 766 Rauchenecker, P. AUT KTM 29
32 922 Fors, Kevin BEL YAM 28
33 132 Kutsar, Karel EST KTM 25
34 300 Golovkin, V. RUS KTM 22
35 81 Hsu, Brian GER SUZ 18
36 61 Kriger, Nahuel ARG YAM 16
37 97 Ivanov, M. BUL HUS 13
38 338 Herbreteau, D. FRA KAW 11
39 53 De Waal, M. NED KAW 11
40 5 Recchia, N. ITA YAM 10
41 602 Rugerio, A. MEX YAM 10
42 155 Otsuka, Gota JPN HON 10
43 15 Bonini, Davide ITA HUS 7
44 555 Guryev, Artem RUS KTM 7
45 141 Desprey, M. FRA KAW 7
46 93 Featherstone, G. GBR HON 5
47 71 Valente, C. SUI KTM 5
48 831 Wysocki, T. POL KTM 3
49 377 Lacan, Jordan FRA HON 3
50 211 Jaulin, S. FRA HON 3
51 223 Tropepe, G. ITA HON 2
52 122 Lapucci, N. ITA HON 2
53 140 Booker, Jordan GBR KTM 2
54 556 Mallet, Simon FRA HON 2
55 171 Penjan, T. THA HON 1
56 195 Furlotti, S. ITA KTM 1
57 117 Luzzardi, J. ARG HON 1
58 30 Hjortmarker, E. SWE KTM 1












Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet