X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Enduro

Enduro de Aracruz - ES
Publicado em: 30/06/2015
Clique e saiba mais

Ian Blythe ameaça a liderança de Rômulo Bottrel, mas não consegue desbancar o mineiro no campeonato
Redação MotoX.com.br - Fotos: Janjão Santiago/YSports

Norte-americano supera mineiro na briga pela vitória geral da rodada, mas diferença segue a mesma na classificação


Rômulo Bottrel


Vista aérea da base das equipes
Em terras capixabas no último fim de semana, dias 27 e 28, o Campeonato Brasileiro de Enduro promoveu as 5ª e 6ª etapas da temporada 2015. Com base montada na Praça da Paz, na cidade de Aracruz (ES), o evento recebeu mais de 130 participantes. A infraestrutura disponibilizada para equipes e público foi um dos pontos fortes da rodada, mas o principal destaque ficou para os percursos das especiais, que desafiaram os pilotos até os últimos momentos da prova.

O sábado que começou ensolarado terminou de forma inesperada. Além do terreno escorregadio, a chuva deu as caras no final do dia e foi fator decisivo na disputa pela vitória geral. Com cerca de 50m de especial, Bruno Crivilin (Júnior) se "desentendeu" com a vegetação molhada e foi ao chão. O erro do atleta da Júnior e piloto da casa, acabou tirando ele da disputa geral pela ponta, que ao longo do dia ficou entre Rômulo Bottrel e Ian Blythe, ambos da E1.

No final da prova, o Enduro Teste do Verne, por conta da chuva, decidiu o vencedor do primeiro dia: o mineiro Rômulo Bottrel. O norte-americando Blythe foi o segundo à frente de Crivilin, que no domingo fez questão de marcar presença na briga com os mais experientes novamente e mais uma vez o trio se alternou nas primeiras colocações a cada especial.


Ian Blythe

Se no primeiro dia a vantagem foi do mineiro, no segundo o norte-americano se deu melhor e acabou, pelo critério de desempate, com o primeiro degrau do pódio do Enduro de Aracruz. “Foi um fim de semana de muita pressão e disputa entre eu e o Bottrel. Venci algumas especiais e ele venceu outras. Fiquei em segundo no sábado e isso me deixou bastante chateado. No domingo, abri uma boa vantagem no início da prova, mas cometi um erro e perdi o tempo que ganhei. Foi muito difícil e estou muito feliz por vencer o segundo dia e o geral da etapa", revelou Ian Blythe, vencedor da E1 e da geral no enduro.


Rigor Rico
Mesmo com a segunda posição na E1 durante o domingo, Bottrel segurou a liderança do campeonato por seis pontos de vantagem. “Foram dois dias de muito equilíbrio, estamos andando em um ritmo parecido. Ganhei a prova de sábado com a vantagem de 16 segundos. Hoje perdi tempo no início e ainda levei um tombo, acabei em segundo lugar a apenas seis segundos do Blythe”, relatou o mineiro que somou os mesmos 47 pontos do adversário. A terceira colocação da E1 na soma do fim de semana ficou com Felipe Carlette.

Para os pilotos da E2 o Enduro de Aracruz foi uma prova de resistência. O paranaense Loandro Anton foi o mais rápido do final de semana, seguido de Rigor Rico e Júlio Ferreira, que retorna à competição depois de uma lesão no fêmur.

Rigor, que lidera, teve imprevistos na reta final da prova. “Foi bastante disputado, no sábado cheguei a liderar uma boa parte da competição, mas perdi muito tempo no último enduro teste e fiquei em segundo. Domingo comecei bem, ganhei várias especiais até que torci o joelho na última volta e quase abandonei, terminei no sacrifício e sem chances na disputa. Estou chateado, senti muita dor e espero que a lesão não seja nada grave", contou o piloto que ampliou a vantagem no campeonato para 11 pontos.

Bruno Crivilin dominou a categoria Júnior. O piloto de 18 anos fez mais do que isso, se destacou por competir de igual para igual com os atletas da categoria principal. A segunda colocação ficou o paulista Vinícius Calafati e em terceiro terminou o mineiro Ronald Santi.


Bruno Crivilin

"Senti uma grande pressão no primeiro dia, mas consegui vencer. No segundo dia fiquei mais à vontade, larguei bem, consegui chegar em várias especiais na segunda colocação geral da prova e o mais importante é que ampliei para 12 pontos a diferença para o segundo colocado na minha categoria", explicou Crivilin.

A prova também foi válida pelo Campeonato Brasileiro Feminino e quem se deu bem de novo foi a paulista Janaína Souza. Na segunda colocação ficou Tainá Aguiar.

Outros vencedores da rodada foram Michel Cechet, na E35, e Bruno Martins, na E4. Ambos faturaram os dois dias de prova em Aracruz.


Pódio da categoria E1

A próxima prova do Campeonato Brasileiro será realizada em Nova Lima (MG), nos dias 15 e 16 de Agosto.

Resultado geral
1º Ian William Blythe - KTM - 47 pontos
2º Romulo Bottrel – Honda - 47 pontos
3º Bruno Crivilin – KTM - 40 pontos
4º Vinicius Ribeiro - KTM - 33 pontos
5º Gustavo Pellin - KTM - 33 pontos

Categoria E1
1º Ian William Blythe - 47 pontos
2º Romulo Bottrel –  47 Pontos
3º Felipe R. Carlette - 38 Pontos
4º Diego Colett - 38 Pontos
5º Anderson Vieira - 29 Pontos

Categoria E2
1º Loandro Anton - 50 Pontos
2º Rigor Rico - 44 Pontos
3º Julio Cesar - 38 Pontos
4º Mauricio Rizzon - 38 Pontos
5º Paulo Beninca - 32 Pontos

Categoria E Júnior
1º Bruno Crivilin - 50 Pontos
2º Vinicius Calafati - 44 Pontos
3º Ronald Santi – 38Pontos
4º Vinicius Lopes (Musa) - 38 Pontos
5º Otavio Carradori – 31 Pontos

Categoria E 35
1º Michel Cechet - 50 Pontos
2º Jomar Grecco - 44 Pontos
3º Diogo Resende - 36 Pontos
4º Marlon Indio dos Santos - 36 Pontos
5º Rodrigo Cavalini - 36 Pontos

Categoria E4
1º Bruno Martins - 50 Pontos
2º Victor Miranda - 44 Pontos
3º Tiago Wernersbach - 38 Pontos
4º Jaime Zorzal - 36 pontos
5º Fabricio Theiss - 29 Pontos

Classificação do Campeonato Brasileiros de Enduro FIM 2015

Categoria E1

1º Romulo Bottrel - 144 Pontos
2º Ian Blythe - 138 Pontos
3º Diego Colett - 112 Pontos
4º Felipe Carlette - 110 Pontos
5º Joao Ferreira Lima - 70 Pontos

Categoria E2
1º Rigor Rico - 132 Pontos
2º Loandro Anton - 121 Pontos
3º Mauricio Rizzon – 101 Pontos
4º Julio Cesar - 88 Pontos
5º Caue Aguiar - 72 Pontos

Categoria EJúnior
1º Bruno Crivilim - 147 Pontos
2º Vinicius Calafati - 135 Pontos
3º Ronald Santi -112 pontos
4º Otavio Carradori - 98 Pontos
5º Vinicius Lopes (Musa) - 96 Pontos

Categoria E35
1º Michel Cechet - 100 Pontos
2º Marlon Santos - 92 pontos
3º Cassiano Marcos - 56 Pontos
4º Gustavo Henrique - 50 Pontos
5º Eurico Borgonovi - 45 Pontos

Categoria E4
1º Bruno Martins -  150 Pontos
2º Fabricio Theiss - 103 Pontos
3º Victor Camargo - 44 Pontos
4º Wanderson Henrique - 44 Pontos
5º Guilherme Frutuoso - 42 Pontos









© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet