fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

Pró - 1ª etapa - Domingo - Limeira - SP
Publicado em: 21/05/2015

Temporada começa com Paulo Alberto (MX1) e Gustavo Pessoa (MX2) liderando principais categorias
Redação MotoX.com.br - Fotos: Maurício Arruda


Largada da categoria MX1

Demorou, mas a abertura do Brasileiro de Motocross Pró compensou a espera pelo início do campeonato. No domingo (17), diante de um público que lotou as arquibancadas do motódromo Carlos Alberto Nunes, no Horto Florestal, em Limeira (SP), foram muitas disputas, quedas, trocas de posição e, como tem sido nos últimos tempos, domínio estrangeiro na classe principal. O português Paulo Alberto saiu na frente na MX1, mesmo sendo a estreia do piloto Honda na categoria. Gustavo Pessoa teve um excelente início de campeonato, com a vitória na MX2, e Leonardo de Souza subiu ao lugar mais alto do pódio na Júnior.

Veja também:
- Galeria de imagens de domingo
- Galeria de imagens de sábado
-
Como foi a corrida da MX3 e mais detalhes do primeiro dia do evento
- Vídeo com imagens inéditas do evento

Para esta edição do evento nacional, o circuito paulista ganhou uma camada de areia em pouco mais da metade do traçado, mantendo o piso mais compacto e veloz nas partes de relevo mais acentuado. O resultado agradou o público e a grande maioria dos pilotos. No trecho próximo das arquibancadas, um vai e vem de mesas proporcionou um show de saltos aos espectadores, mas uma maior variedade de obstáculos certamente valorizaria mais as disputas, assim como os pilotos de melhor nível técnico.

MX1


Paulo Alberto

A MX1 começou quente e com cerca de 12 pilotos das principais equipes deixando a vida dos competidores privados bastante complicada. Como este ano os estrangeiros não podem competir na MX2, eles ficaram concentrados na classe principal, deixando tudo ainda mais equilibrado. Na primeira bateria, Paulo Alberto ignorou o fato de que era sua estreia na categoria e saiu na frente, com o equatoriano Jetro Salazar assumindo a segunda colocação. Seu compatriota, Miguel Corodovez, que este ano fará sua primeira temporada completa no Brasil, logo superou Marcello Ratinho Lima pela terceira posição. Pouco atrás, a briga por posições movimentava o pelotão com Wellington Garcia, Jean Ramos, Adan Chatfield e Antonio Jorge Balbi. Enquanto isso, o atual campeão, Carlos Campano recuperava espaço, vindo da 10ª colocação.

Balbi deu adeus ao pelotão com uma violenta queda em um salto, mesmo assim conseguiu retornar, apesar das escoriações e da moto toda torta. Na frente, Paulo Alberto abriu vantagem em primeiro e venceu com mais de 11 segundos sobre Salazar que, sem conseguir atacar o líder, consolidou o segundo lugar. Campano continou ganhando posições até colar em Cordoves, ao redor da metade da prova, quando ganhou a terceira posição, na qual terminou distantes 32 segundos do vencedor. Jean Ramos também se aproximou e passou o piloto da Escuderia X, ficando com a quarta colocação, o melhor resultado entre os brasileiros. Cordovez foi o quinto, Garcia o sexto, Chatfield o sétimo e Ratinho o oitavo. Em nono e décimo, Humberto Martin e Carlos Badiali, completaram os pilotos na mesma volta do líder.


Jetro Salazar

Na segunda bateria, Paulo Alberto foi o responsável por uma largada embolada. Depois de uma escorregada, o português cruzou a frente de Salazar e os dois melhores da prova anterior acabaram no chão já na primeira curva, levando outros pilotos com eles. Miguel Cordovez escapou da confusão e despontou na frente, mas Carlos Campano logo passou ao comando da prova enquanto o equatoriano sofria com a pressão de outros concorrentes perdendo mais posições. Jean Ramos assumiu o segundo lugar, Adam Chatfield o terceiro, Wellington Garcia o quarto e Carlos Badiali o quinto.

Campano foi abrindo vantagem, mesmo passando por vários retardatários, e as posições atrás pouco se alternaram. A grande atração era a recuperação de Paulo Alberto. Ele foi escalando a classificação até encostar no primeiro pelotão. Ficou claro que era o mais veloz na pista, tanto que mesmo precisando superar os adversários conseguiu a melhor volta da bateria com um tempo quase um segundo mais baixo que o do líder Carlos Campano.


Carlos Campano

Enquanto os concorrentes brigavam por espaço, Paulo Alberto atropelava todos, até se aproximar e pressionar Jean. Com uma bela ultrapassagem, o português assumiu o segundo posto, ainda com quatro voltas para uma tentativa de aproximação ao líder. A diferença caiu consideravelmente até a bandeirada, mas Campano comemorou o primeiro lugar ainda com quatro segundos de folga para administrar. Alberto, Jean, Chatfield, Wellington e Badiali completaram a bateria na sequência. Salazar conseguiu se recuperar até o sétimo posto, superando Balbi na briga pela colocação.

Na somatória deu Paulo Alberto na primeira posição da etapa. A segunda colocação ficou com Campano, seguido por Jean, Jetro e Chatfield.

A alegria do português era nítida, após a boa estreia na categoria. "Esse fim de semana foi perfeito para mim. Na primeira bateria consegui entrar bem. Foi bem mais fácil conseguir a vantagem. Na segunda tive um percalço na primeira curva, que fez com que eu caísse. Larguei em último. Sabia que teria que dar 150% de mim para acabar na melhor posição possível. Felizmente consegui terminar em segundo e primeiro no geral", comentou.


Adam Chatfield

A pista de Limeira, foi um ponto positivo para Paulo. "A pista assim com areia me agrada. Tinha bastante buracos. Estava bem difícil. A mistura de areia com chão duro é um pouco mais difícil. Se fosse toda de areia me agradava mais. Tenho que parabenizar a organização pelo espetáculo."

Apesar do bom resultado, Campano lamentou alguns problemas. "Foi um fim de semana complicado. Nem andei no treino livre. Ficamos todo o sábado tentando resolver os problemas da moto para melhorar para o domingo", contou, referindo-se ao acerto da motocicleta, que passou por ajustes, especialmente no motor que ganhou uma configuração mais mansa para a prova. "Na primeira bateria larguei atrás. Até que ultrapassei bem rápido, só que cheguei no Wellington e não tinha como passar. Tentei muito, perdi cinco ou seis voltas. Quando cheguei em terceiro, o Jetro e o Paulo Alberto estavam bem longe. Na segunda larguei bem, me coloquei entre os cabeças na primeira volta, em um pouco de vantagem. A pista estava difícil, não tinha porquê arriscar. Com certeza é melhor começar ganhando. O Paulo estava muito bem, mas eu estava com um bom ritmo. Achei que podia ter brigado pelas duas vitórias, mas hoje ele ganhou. Vamos para a próxima", completou.


Jean Ramos

Melhor brasileiro na categoria principal, Jean Ramos achou positivo o resultado. "Foi uma prova boa. Na primeira bateria andei muito tenso. Não tive uma boa largada. Na segunda consegui largar melhor, mantive um bom ritmo. Só que também não consegui andar em 100%. A pista estava muito dura, bem esburacada, não me senti tão confortável nesse estilo de pista com a moto. Foi um fim de semana produtivo com o terceiro no geral, muito melhor do que comecei no ano passado. Vou continuar focando nas largadas e tentar ficar mais confortável com a moto, que tenho chance de brigar pela vitória."


Choque entre Paulo Alberto e Jetro Salazar provocou queda coletiva na segunda largada
Clique e veja mais fotos na galeria de imagens

O paranaense se lembra da qualidade dos adversários, que demonstram que a temporada será novamente muito equilibrada. "O Paulo e o Campano estão muito bem. O Jetro também está com uma velocidade boa. Hoje eles encontraram a pista com bastante areia e esburacada, o que faz com que eles prevaleçam porque gostam desse tipo. Tenho que continuar focado e treinar um pouco mais nesse tipo de pista e focar também em terreno duro, que é o que encontramos mais nas corridas. Mas, já vimos que o Campano e o Paulo devem ser os grandes nomes desse ano também", analisou.

MX2


Largada da categoria MX2

As baterias da categoria MX2 foram bastante movimentadas. Na primeira, Gabriel Carbonera liderou por um breve momento, abrindo espaço para Rodrigo Lama e Fábio Santos que, se recuperando de uma lesão, surpreendeu por estar na briga pelas primeiras posições no início da corrida. No entanto, em poucas voltas, Dudu Lima assumiu o comando da prova. Fábio naturalmente perdeu ritmo, enquanto Lama se manteve na briga ocupando a vice-liderança na maior parte da prova.
João Pedro Ribeiro também se aproximou e passou a atacar Lama. O atual campeão Hector Assunção, que deixou a moto apagar na largada, teve que correr atrás do prejuízo para chegar ao primeiro pelotão. Seu companheiro de equipe Gustavo Pessoa, também após uma péssima largada, surpreendeu pois ultrapassou ainda mais pilotos, além do próprio Hector, para entrar na briga pelo pódio.


Dudu Lima

Dudu aproveitou que a disputa estava concentrada na segunda colocação e escapou na frente até a vitória. Nas últimas voltas a dupla da Honda ganhou posições. Gustavo, com uma apresentação consistente, conquistou o segundo lugar com uma pequena vantagem sobre Hector. Lama completou em quarto comemorando bastante o resultado. Endrews Armstrong, mais um que fez prova de recuperação após cair na largada, ficou em quinto.


Gustavo Pessoa

Na segunda bateria, Caio Lopes assumiu a liderança no início, com Hector Asunção na segunda colocação. Dudu Lima vinha em terceiro, mas logo perdeu a posição para Gustavo Pessoa. As posições se mantiveram por várias voltas, até Gustavo passar Hector, iniciando o ataque ao líder. Após algum tempo perseguindo o ponteiro, Gustavo encontrou o ponto para fazer a ultrapassagem, momento em que houve um toque com Caio, que quase foi ao chão, mas prosseguiu na prova em segundo.

Na liderança, Gustavo abriu vantagem e garantiu a vitória com mais de 10 segundos de margem. Hector, que chegou a alcançar a vice-liderança na segunda metade da corrida, teve problemas no motor da moto e foi obrigado a diminuir o ritmo até finalizar em sexto. Quem cresceu no final foi Dudu, que conquistou a segunda colocação, apesar da pressão de Pepê Bueno que recebeu a bandeirada colado ao concorrente, em terceiro. Caio acabou em quarto e João Pedro Ribeiro em quinto.


Hector Assunção

A soma das duas provas deu a vitória geral a Gustavo Pessoa que, bastante emocionado, chorou após a bandeirada. "Eu não esperava ganhar porque alguns pilotos são muito rápidos. Mas, continuei firme e consegui. Ainda é muito cedo para o campeonato, mas quero estar bem focado para conseguir mais vitórias até o final. Eu subi para a MX2 em 2013, no ano passado ainda estava me adaptando, mas fui o quinto no geral e, agora, consegui minha primeira vitória na categoria", celebrou.


Pepê Bueno

Dudu Lima também somou 47 pontos, o mesmo número de Gustavo, porém, ficou com a segunda colocação porque o adversário venceu a segunda bateria, critério de desempate. O paulista de Monte Mor chegou perto e acredita que foi um bom resultado para o começo. "O que importa é ter um bom início de temporada. Foi o que eu consegui fazer. Consegui largar bem e me destacar na primeira bateria. Isso foi muito bom para mim. Na segunda não larguei tão bem e tive que me desgastar bastante para andar junto com eles. Estou bem feliz, o campeonato apenas começou e já ficar em segundo, empatado, é muito importante", disse Dudu.


João Pedro Ribeiro

Hector Assunção teve alguns altos e baixos, mas no fim das contas, o terceiro lugar no geral foi uma boa posição. "A primeira bateria não foi muito boa. Acabei deixando a moto morrer no gate, foi um erro meu. Consegui fazer uma boa prova de recuperação. Forcei bastante. Exigiu bastante preparo físico. Na segunda consegui fazer uma boa largada. Saí em segundo. Eu não estava me sentindo muito à vontade na pista. Estava andando bem, mas não estava conseguindo fluir. Procurei fazer uma prova boa. Estava em segundo, mas infelizmente, tive um problema mecânico no final. Não sabia o que era, então, procurei ir devagar para não correr os risco de me machucar e comprometer a temporada", esclareceu.

Júnior


Leonardo de Souza

Na categoria Júnior, realizada em apenas uma bateria, Leonardo de Souza garantiu uma boa vantagem sobre os concorrentes. Ele fez uma excelente prova desde o início e venceu de ponta a ponta. Bruno Schmitz largou em segundo, seguido por Leonardo Nunes, mas pouco depois, Leonardo Cassarotti, que não teve uma boa largada, veio de trás para assumir a vice-liderança. Foi aí que teve início a disputa mais polêmica da prova. Renato Paz, o Muguinho, não deu muito tempo para a alegria do adversário e tomou o segundo posto, porém, a disputa entre os dois seguiu por várias voltas, com algumas dividas bastante intensas. Na mais forte delas, bem em frente a uma das arquibancadas, Cassarotti foi parar fora da pista, com a moto danificada. O público não perdoou e após o episódio vaiou Muguinho a cada passagem pelo ponto.

Mas a segunda colocação ainda não estava definida. Tallys Brito fez uma corrida espectácular. Ele saiu da 16ª posição e foi ganhando espaço até alcançar o segundo lugar. Muguinho foi ultrapassado na última volta e se segurou em terceiro, mesmo com uma penalização de 20 segundos imposta pela direção de prova devido ao incidente com Cassarotti. Josenildo Ferreira Júnior, em quarto, e Thiago Brenner, em quinto, também em uma disputa definida no giro final, completaram o pódio.


Tallys Brito

Sair na frente na competição deu ainda mais ânimo ao jovem vencedor. "Essa vitória me deu bastante confiança. Nos treinos eu consegui uma vantagem por poucos segundos. Na corrida eu fiz o que tinha feito nos treinos, me mantive rápido e mantive a constância. Me dei bem nessa pista, ela já me trouxe muitas alegrias desde o ano passado. Não me vejo acima de nenhum dos meus adversários, mas a partir de agora, quero administrar o campeonato. Ganhando a primeira etapa, com certeza, comecei com o pé direito", comentou.


Pódio da categoria Júnior

A segunda etapa do campeonato está marcada para os dias 15 e 16 de junho, em Paty do Alferes (RJ).

Vídeo


Classificação Geral

P. No. MX1 Pts
1 211 Paulo Alberto 47
2 1 Carlos Campano Jimenez 45
3 10 Jean Carlo Ramos 38
4 920 Jetro Salazar 36
5 407 Adam Chatfield 32
6 21 Wellington Garcia Matos 31
7 22 Carlos Vicente Badialihernandez 26
8 909 Miguel Cordovez 26
9 5 Marcello Ferreira De Lima 25
10 3 Antonio Jorge Balbi Junior 23
11 101 Humberto Alejandro Martingaraicoechea 21
12 27 Thales Vilardi Felix Da Silva 20
13 931 Rafael Zenni 16
14 700 Rodrigo Pereira Nhemihestaborda 14
15 16 Gelson Almeida Carlos 9
16 117 Lucas Publio Ferreira Salviano 7
17 740 Diego Rogerio Tavares 7
18 87 Otávio Pelegrino Chicaroni 6
19 150 Daniel Reichhardt 6
20 782 Rodolfo Da Cunha Urbano 3
21 992 Douglas Scartazzini Parise 2
22 841 Ricardo Paes 1
P. No. MX2 Pts
1 891 Gustavo Pessoa De Souza 47
2 2 Eduardo Ferreira Lima 47
3 1 Hector Freitas Assunçao 35
4 97 Pedro Henrique Rosa Bueno 33
5 282 Joao Pedro Pinho Ribeiro 31
6 134 Caio Lopes Fernandes 30
7 932 Rodrigo Lama De Andrade Santos 30
8 16 Enzo Lazaro Pedo Lopes 28
9 112 Endrews Armstrong Nhemihes 27
10 31 Jose Brayan Padilha Soares 24
11 83 Anderson Pereira Do Amaral 18
12 58 Leandro Davids Araujo 17
13 945 Leonardo De Souza 15
14 24 Tauan Henrique Brenner 14
15 119 Gabriel Lucas Soares 10
16 987 Fabio Aparecido Dos Santos 9
17 61 Frederico Molina Spagnol 6
18 417 Lucas Caetano Alves Moreira 5
19 143 Vinicius Abreu De Sa 5
20 289 Gabriel Dupont Carbonera 5
21 48 Jose Felipe Mombach 4
22 915 Victor Martins Almeida 2

Resultados das Baterias

P No. MX1 Bateria 1 V Diff Mv Patrocinador
1 211 Paulo Alberto 22 33:12.480 1:32.145 Honda / Mobil / Pirelli / Ims / Vu
2 920 Jetro Salazar 22 11.611 1:33.072 Escuderia X/Honda/Xmotos Do Br
3 1 Carlos Campano Jim 22 32.058 1:32.858 Yamaha / Grupo Geração / Asw / P
4 10 Jean Carlo Ramos 22 40.245 1:34.467 Yamaha / Geração / Pirelli / Asw
5 909 Miguel Cordovez 22 41.962 1:34.573 Escuderia X/Honda/Xmotos Do Br
6 21 Wellington Garcia 22 43.655 1:34.501 Honda / Ims / Pirelli / Mobil
7 407 Adam Chatfield 22 54.167 1:34.847 Honda / Ims / Vulcano / Ipiranga
8 5 Marcello Ferreira D 22 1:05.462 1:34.534 Emg Racing / Kawasaki / Rinaldi
9 101 Humberto Alejandro 22 1:15.994 1:35.576 Mt Racing, Mouramotos / Fly, 100
10 22 Carlos Vicente Badi 22 1:25.452 1:35.198 Yamaha / Grupo Geração / Asw / P
11 3 Antonio Jorge Balbi 21 1 Volta 1:36.236 Pro Tork, Kawasaki / Tendas Ltda
12 27 Thales Vilardi 21 1 Volta 1:38.119 Asw / Yamaha / Sub27 / Pirelli / M
13 931 Rafael Zenni 21 1 Volta 1:40.295 Mx7 Shop / Rafael Zenni Mx Traini
14 700 Rodrigo Pereira Nhe 20 2 voltas 1:41.339 Belparts / Serginho Suspençoes
15 150 Daniel Reichhardt 20 2 voltas 1:42.292 -
16 740 Diego Rogerio Tavar 19 3 voltas 1:46.813 Belparts / Spy Evs Twinair Flomo
17 16 Gelson Almeida Car 19 3 voltas 1:45.603 Margel Veiculos / Pix Graphics /
18 117 Lucas Publio Ferrei 14 8 voltas 1:46.562 Refrigerantes Rinco / Gradual M
19 992 Douglas Scartazzin 12 10 voltas 1:41.118 Escuderia X / Borilli Racing / Bsc
P No. MX1 Bateria 2 V Diff M.v. Patrocinador
1 1 Carlos Campano Jim 22 33:57.990 1:34.744 Yamaha / Grupo Geração / Asw / P
2 211 Paulo Alberto 22 4.982 1:33.779 Honda / Mobil / Pirelli / Ims / Vu
3 10 Jean Carlo Ramos 22 7.582 1:34.931 Yamaha / Geração / Pirelli / Asw /
4 407 Adam Chatfield 22 8.740 1:35.320 Honda / Ims / Vulcano / Ipiranga
5 21 Wellington Garcia 22 14.799 1:34.985 Honda / Ims / Pirelli / Mobil
6 22 Carlos Vicente Badi 22 16.183 1:35.246 Yamaha / Grupo Geração / Asw / P
7 920 Jetro Salazar 22 19.674 1:34.511 Escuderia X/Honda/Xmotos Do Br
8 3 Antonio Jorge Balbi 22 35.564 1:35.525 Pro Tork, Kawasaki / Tendas Ltda
9 5 Marcello Ferreira D 22 53.105 1:36.055 Emg Racing / Kawasaki / Rinaldi
10 27 Thales Vilardi Fel 22 56.141 1:37.098 Asw / Yamaha / Sub27 / Pirelli / M
11 909 Miguel Cordovez 22 56.776 1:37.226 Escuderia X/Honda/Xmotos Do Br
12 101 Humberto Alejandro 22 1:23.240 1:36.931 Mt Racing, Mouramotos / Fly, 100
13 931 Rafael Zenni 21 1 Volta 1:41.038 Mx7 Shop / Rafael Zenni Mx Traini
14 700 Rodrigo Pereira Nhe 21 1 Volta 1:41.885 Belparts / Serginho Suspençoes
15 87 Otávio Pelegrino Ch 19 3 Voltas 1:45.957 Playstation / Alpinestars / Pista
16 16 Gelson Almeida Car 19 3 Voltas 1:50.766 Margel Veiculos / Pix Graphics /
17 117 Lucas Publio Ferrei 18 4 Voltas 1:51.560 Refrigerantes Rinco / Gradual M
18 782 Rodolfo Da Cunha U 17 5 Voltas 1:55.167  
19 740 Diego Rogerio Tavar 16 6 Voltas 1:51.153 Belparts / Spy Evs Twinair Flomo
20 841 Ricardo Paes 11 11 Voltas 2:02.859  
Pos No. MX2 Bateria 1 V Diff M.V. patrocinador
1 2 Eduardo Ferreira Li 22 - 34:47.636 1:36.774 Emg Racing / Kawasaki / Rinal
2 891 Gustavo Pessoa De 22 9.968 1:36.294 Ims / Honda / Levorim / Ipirang
3 1 Hector Freitas Assu 22 11.028 1:36.473 Honda / Mobil / Ims / Pirelli
4 932 Rodrigo Lama De An 22 16.029 1:38.039 Escuderia X/Honda/Xmotos Do
5 112 Endrews Armstrong 22 17.869 1:37.292 Chicken Brasil / Orange Bh / K
6 282 Joao Pedro Pinho Ri 22 24.576 1:37.937 Yamaha/Grupo Geração/Pirelli
7 16 Enzo Lazaro Pedo Lo 22 26.150 1:36.671 Pirelli/Oakley/Motul/Ktm-dafr
8 97 Pedro Henrique Ros 22 26.605 1:36.392 Protork- Jett- Troylee Desing
9 134 Caio Lopes Fernande 22 50.493 1:37.311 Ims / Honda / Levorin / Ipirang
10 31 Jose Brayan Padilha 22 52.756 1:38.602 Kaiani Malhas / Ims / Schumi M
11 58 Leandro Davids Ara 22 1:09.404 1:39.632 Ims/Fazenda Rosinha/Wg21/Co
12 24 Tauan Henrique Bre 22 1:14.833 1:40.253 Yamaha / Grupo Geração / Asw
13 83 Anderson Pereira D 22 1:17.623 1:39.305 rota Do Mar/Irrigacao Borbo
14 945 Leonardo De Souza 22 1:38.424 1:40.255 Escuderia X/Honda/Xmotos Do
15 119 Gabriel Lucas Soare 21 1 Volta 1:39.764 skullracing / Tdg Construtor
16 289 Gabriel Dupont Carb 21 1 Volta 1:42.395 Borilli Racing / Mcr, Gaia Mx,
17 48 Jose Felipe Mombach 21 1 Volta 1:44.184 Supermercado Mombach / Pai-t
18 143 Vinicius Abreu 21 1 Volta 1:42.964 dunas / Honda / Ims / Pirelli
19 417 Lucas Caetano Alves 21 1 Volta 1:43.424 Quality Mix / Motofield / Stoc
20 915 Victor Martins Alme 20 2 Voltas 1:44.952 Piradiesel / Rc31 / M.negretti
21 173 Francisco Welligto 20 2 Voltas 1:46.513 Pit Stop Acessorios / Purezza
22 32 Carlos Tavares Evan 20 2 Voltas 1:47.798 Honda / Pirelli / Ims / Orbital
23 61 Frederico Molina Sp 20 2 Voltas 1:42.540 Yamaha / Asw / Subs / Pirelli
24 881 Pedro Claudio De Az 20 2 Voltas 1:46.686 Grupo Er / Posto Pit Stop / Far
25 306 Joao Vitor Da Silva 19 3 Voltas 1:47.776  
26 55 João Pedro Fonseca 19 3 Voltas 1:51.603 oxxy Racing / M1 Tcnologia / H
27 59 Vinicius Ferreira 19 3 Voltas 1:49.503 Videira Horti Fruti Granjeiro
28 172 Joao Gabriel Da Veg 19 3 Voltas 1:51.165 Tholokko / Biogas / Zequinha
29 118 Christian Madalena 19 3 Voltas 1:51.408  
30 559 Gabriel Henrique El 18 4 Voltas 1:56.873  
31 278 Otavio Adriane De O 17 5 Voltas 1:55.224 kamikaze Racing
32 246 Michael Pereira Dej 16 6 Voltas 1:55.090 mm Radiadores / Prefeitura M
33 987 Fabio Aparecido Do 12 10 Voltas 1:38.455 Yamaha, Grupo Geracao,pirell
P. No. MX2 Bateria 2 V Diff M.v. Patrocinador
1 891 Gustavo Pessoa De 22 34:09.600 1:34.921 Ims / Honda / Levorim / Ipiranga /
2 2 Eduardo Ferreira Li 22 12.459 1:35.374 Emg Racing / Kawasaki / Rinaldi
3 97 Pedro Henrique Ros 22 12.743 1:35.885 Protork- Jett- Troylee Desingn /
4 134 Caio Lopes Fernande 22 25.726 1:35.487 Ims / Honda / Levorin / Ipiranga /
5 282 Joao Pedro Pinho Ri 22 27.224 1:36.841 Yamaha/Grupo Geração/Pirelli/As
6 1 Hector Freitas Assu 22 31.070 1:35.515 Honda / Mobil / Ims / Pirelli,yos
7 16 Enzo Lazaro Pedo Lo 22 40.646 1:36.470 Pirelli/Oakley/Motul/Ktm-dafra/
8 31 Jose Brayan Padilha 22 46.922 1:37.604 Kaiani Malhas / Ims / Schumi Mot
9 932 Rodrigo Lama De An 22 57.433 1:37.550 Escuderia X/Honda/Xmotos Do Br
10 112 Endrews Armstrong 22 1:01.019 1:37.175 Chicken Brasil / Orange Bh / Kini
11 83 Anderson Pereira D 22 1:19.224 1:38.362 Rota Do Mar/Irrigacao Borborem
12 987 Fabio Aparecido Do 22 1:26.434 1:38.934 Yamaha, Grupo Geracao,pirelli /
13 945 Leonardo De Souza 22 1:29.522 1:39.360 Escuderia X/Honda/Xmotos Do Br
14 58 Leandro Davids Ara 21 1 Volta 1:40.158 Ims/Fazenda Rosinha/Wg21/Coco
15 61 Frederico Molina Sp 21 1 Volta 1:39.635 Yamaha / Asw / Subs / Pirelli / Mo
16 24 Tauan Henrique Bre 21 1 Volta 1:39.759 Yamaha / Grupo Geração / Asw / P
17 119 Gabriel Lucas Soare 21 1 Volta 1:40.809 Skullracing / Tdg Construtora /
18 417 Lucas Caetano Alves 21 1 Volta 1:43.687 Quality Mix / Motofield / Stocovi
19 143 Vinicius Abreu De Sa 21 1 Volta 1:41.695 Leo Capixaba/Maíra Distribuidor
20 915 Victor Martins Alme 21 1 Volta 1:42.697 Piradiesel / Rc31 / M.negretti Pre
21 881 Pedro Claudio De Az 20 2 Voltas 1:45.341 Grupo Er / Posto Pit Stop / Farma
22 841 Paulo Vitor Cunha G 20 2 Voltas 1:47.101 Basilata S/A / Prefeitura Rio Ver
23 289 Gabriel Dupont Car 20 2 Voltas 1:42.581 Borilli Racing / Mcr, Gaia Mx, Bik
24 173 Francisco Welligto 20 2 Voltas 1:46.090 Pit Stop Acessorios / Purezza Es
25 32 Carlos Tavares Evan 19 3 Voltas 1:47.080 Honda / Pirelli / Ims / Orbital
26 55 João Pedro Fonseca 19 3 Voltas 1:52.035 Oxxy Racing / M1 Tcnologia / Hss
27 59 Vinicius Ferreira De 19 3 Voltas 1:47.473 Videira Horti Fruti Granjeiros /
28 172 joao Gabriel Da Veig 18 4 Voltas 1:53.962 Tholokko / Biogas / Zequinha Ra
29 559 gabriel Henrique El 18 4 Voltas 1:52.344  
30 246 michael Pereira De J 17 5 Voltas 1:52.598 Mm Radiadores / Prefeitura Muni
31 118 christian Madalena 11 11 Voltas 1:54.554  
P. No. MX Junior V Diff M.V. Patrocinador
1 62 Leonardo De Almeid 14 23:39.747 1:45.030 Dunas/Honda/Pir
2 183 Tallys Nathan Silva 14 6.160 1:45.531 Rótulo Do Corpo
3 101 Renato Costa Matto 14 26.561 1:45.970 Yamaha Geração
4 57 Joseildo Ferreira Lo 14 29.048 1:46.792 Motel Puras Sedu
5 24 Thiago Henrique Br 14 30.963 1:47.696 Yamaha / Grupo G
6 111 Iuri Beltrao Naves 14 46.175 1:48.953 Sementes Gerpan
7 40 Bruno Fensterseife 14 1:04.317 1:47.926 Tbt Suspensoes /
8 92 Marcus Henrique Di 14 1:07.115 1:51.393 Tribo Motos / As
9 91 Gabriel Germano Ca 14 1:25.545 1:51.105 Retifica São Fran
10 170 Keven Willian Ikeda 14 1:30.306 1:50.160 Ctmtracing / Asw
11 989 Leonardo Augusto N 14 1:42.360 1:50.804 Kawasaki Green T
12 383 Augusto Caliman 14 1:49.607 1:53.750 Açai Vitanat Raci
13 21 Lays Lobato Cazadin 14 1:51.349 1:53.913 Circuit / Mrpro /
14 59 Matheus Favero E Si 14 4:23.472 1:50.282 Giga Racing / Dr
15 15 Pedro Biasoli Mager 13 1 Volta 1:51.439 Lider Mx / Martin
16 138 Rodolfo Bicalho 13 1 Volta 2:00.032 Ims Racing / Genu
17 61 Enzo Pereira De Oliv 13 1 Volta 2:00.188 Dg21/Ims/Acaivit
18 73 Emmanuel Batista De 11 3 Voltas 1:59.057 Autopeças Sanvie







Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet