fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

Pró - 1ª etapa - Sábado - Limeira - SP
Publicado em: 16/05/2015

Competição começou com vitória de Duda Parise na MX3
Redação MotoX.com.br - Fotos: Maurício Arruda


Largada da categoria MX3

O Brasileiro de Motocross Pró começou nesta tarde, em Limeira (SP), com a disputa da categoria MX3, única corrida do nacional realizada no primeiro dia do evento de abertura da temporada, que também teve provas válidas pelo estadual, rebatizado neste retorno de Paulistano de Motocross. Antes disso, a programação contou com os treinos livres e cronometrados onde também entraram em ação as classes MX1, MX2 e Júnior. O tempo bom ajudou e os pilotos da MX3 voltaram para a pista no fim da tarde, dando tudo na briga pelo pódio. A vitória ficou com o gaúcho Duda Parise, que retorna ao campeonato com pinta de favorito entre os veteranos.

Veja também: Galeria de imagens de domingo

Amanhã, a partir das 9h, a programação recomeça no Motódromo Carlos Alberto Nunes, no Horto Floresta. As provas começam às 11h30 com duas baterias da MX1, duas da MX2 e uma da Júnior. O canal SporTV transmite ao vivo a segunda bateria da MX1, às 15h50. A competição na íntegra pode ser vista pela internet através do link http://www.motox.com.br/motoxtv/web/live.aspx?idclipe=42.


Duda Parise

Duda Parise assumiu a liderança desde o início da corrida da MX3, com Mariana Balbi ocupando a segunda colocação. O gaúcho impôs seu ritmo e logo conquistou alguns segundos de vantagem, suficientes para controlar qualquer ataque dos adversários. Mariana suportou por algumas voltas a pressão dos concorrentes, mas acabou cedendo a vice-liderança para Milton Becker, o Chumbinho que passou a forçar mais o ritmo tentando se aproximar do líder. A mineira também não conseguiu segurar Marcos Cordeiro, que após se envolver em um acidente com Walter Tardin no início, conseguiu boa recuperação alcançando o terceiro lugar. André Stocovich, Richard Berois e Willian Guimarães também apareciam entre os principais pilotos na disputa. 


Milton Chumbinho Becker

Na frente, Parise não foi incomodado conquistando a vitória. Atrás dele, as posições só foram verdadeiramente definidas após o pódio. Mesmo perseguido por Cordeiro, Chumbinho permaneceu em segundo até a bandeirada, mas acabou penalizado em 20 segundos por saltar um obstáculo sob bandeira amarela. Com isso, passou a ocupar o terceiro posto e Cordeiro o segundo. Deste jeito ambos receberam a premiação. No entanto, logo após, Cordeiro foi desclassificado, por não ter deixado a moto no parque fechado ao término da bateria, então, Chumbinho voltou à vice-liderança.

Mariana, que chegou em quarto, subiu para terceiro e André Stocovich também passou para uma posição acima, ficando com o quarto lugar. Com a mudança, Richard Berois conquistou o quinto lugar e Stefany Serrão o sexto.


Mariana Balbi

Satisfeito com a vitória, Parise disse que conseguiu contornar algumas pequenas falhas para terminar na frente. "Eu cometi alguns erros que quase comprometeram o resultado. Mas, estava bem preparado e isso ajudou bastante. Eu estou muito feliz", disse o piloto que estava há mais de um ano afastado da competição nacional. "Desde que sofri o acidente em 2013 não consegui mais voltar ao Brasileiro. Ano passado tive um problema de família e não tinha cabeça para competir. Voltei a treinar na metade do ano já focando no Brasileiro. Fiz uma pré-temporada forte, usei o Campeonato Gaúcho para ver onde eu estava mal, onde tinha que melhorar e isso foi muito importante para mim. Trabalhei em cima do que eu estava precisando e cheguei aqui bem focado. Foi um prova perfeita. Vou tentar buscar esse título", planejou o gaúcho que já foi campeão da categoria em 2011.


Chumbinho ficou visivelmente irritado com a punição que tomou. "Não comecei a correr hoje ou ontem. Acho que precisa haver um treinamento melhor para os bandeiras. Me deram uma penalização que não mereço. Até porque quando saltei já reclamei na hora. Eu não teria como voltar atrás na subida do pulo. Na curva já olhei para o bandeira. Não estava agitada. Depois estava agitado, como é que vou fazer? Não posso olhar o tempo todo para o bandeira. Eu não tenho nenhuma penalização desse tipo estando há 32 anos no meio do Motocross. Se eu não sei o que é isso...", comentou o piloto, antes de saber da penalização de Cordeiro, que no final das contas fez com que ele mantivesse a segunda colocação conquistada na pista.

Treinos cronometrados - Clique aqui para ver os resultados completos


Hector Assunção


Jetro Salazar
Leonardo de Almeida fechou os treinos cronometrados com o melhor tempo na Júnior. Com sua Honda, o piloto cumpriu o percurso em 1min41s227. Renan Goto garantiu a segunda colocação, com cerca de um segundo de diferença. Renato Paz, o Muguinho, fez um tempo muito próximo e garantiu o terceiro lugar, seguido por Leonardo Cassarotti e Bruno Schmitz.

Dudu Lima e Hector Assunção, considerados favoritos na MX2, disputaram o melhor tempo nos cronometrados. Dudu, que corre praticamente em casa, acabou levando a melhor e fechou o treino com 1min32s253. Hector ficou 156 centésimos a frente e será o primeiro a alinhar no gate da categoria. O terceiro lugar foi para o jovem Pepê Bueno, que chega para brigar com os mais experientes na categoria. Gustavo Pessoa foi o quarto e Anderson Amaral o quinto.

Quando chegou a vez da tomada de tempo da MX1, a disputa ganhou mais velocidade e pela primeira vez foi registrado um tempo abaixo de 1min30s. O feito foi do equatoriano Jetro Salazar, que com o tempo de 1min29s856 foi o mais rápido entre todos na nova pista do Horto Florestal. O paranaense Jean Ramos, que cumpriu o percurso em 1min30seg220, será o primeiro brasileiro a alinhar na largada com a segunda colocação. Aliás será o único entre os cinco primeiros, já que o português Paulo Alberto, o venezuelano Carlos Badiali e o inglês Adam Chatfield ocupam as posições seguintes.

Paulistano

Nas disputas válidas pelo Campeonato Paulistano de Motocross, das categorias Intermediária MX1, Intermediária MX2, MX3 e MX4, os vencedores foram, respectivamente, Rodrigo Oliveira, Lucas Caetano, Chiquinho Velasco e Hermílio Marcelino.


Pódio MX3 Paulistano


Pódio MX4 Paulistano


Pódio Intermediária MX2 Paulistano


Pódio Intermediária MX1 Paulistano

Resultados das provas de sábado

P No. MX3 V Diff M.v. Patrocinador
1 992 Douglas Scartazzini Parism 15 23:57.338 1:38.916 Escuderia X / Boril
2 2 Milton Becker 15 22,788 1:39.286 Pro Tork / Borilli /
3 81 Mariana Napoles Balbi 15 55,658 1:42.172 Pro Tork/Kawasaki
4 227 André Stocovich 15 1:17.495 1:43.829 Stocovich Design
5 9 Richard Gabriel Berois Bemudez 15 1:23.304 1:44.507 Sudati Mdf / Lucian
6 29 Stefany G. Serrao 15 1:39.979 1:45.467 Honda Ims General
7 21 Willian Guimarães 14 1 Volta 1:42.669 Pro Tork / Rock Par
8 932 Erivelto Donizete Rossi Nicoladelli 14 1 Volta 1:44.959 Pro Tork/Kawasaki
9 731 Vagner Lachi 14 1 Volta 1:46.568 Freeway / Protork
10 75 Fabiano Guimaraes Ribeiro 14 1 Volta 1:50.600 Borilli Pneus / Lom
11 71 Francisco Luiz 14 1 Volta 1:48.496  
12 225 Tiago Benevides De Carvalmx 14 1 Volta 1:49.232 Bertato & Benevide
13 72 Samuel Robaina 14 1 Volta 1:51.950 Kz Motos
14 98 Alessandri Pereira Dias 14 1 Volta 1:52.200 Mrp Racing / Asw /
15 929 Ricardo Franzini 14 1 Volta 1:52.096 Escuderia X/Honda
16 727 Gustavo De Oliveira Visotm 14 1 Volta 1:51.120 Visoto Equipamento
17 44 Adriano Cesar Gelli 14 1 Volta 1:48.661 Sw 4 Extensor De C
18 232 Rodrigo Siqueira 14 1 Volta 1:52.902 Estrutura Modas /
19 712 Adenir Gilvani Da Veiga 14 1 Volta 1:53.863  
20 556 Everson Luciano Silva 14 1 Volta 1:56.062 Mais Engenharia
21 911 Rene Rodrigues 14 1 Volta 1:52.044 Água Poá / Kbça Rac
22 747 Hermilion Marcelino 13 2 Voltas 1:54.857  
23 973 Adriano Ribeiro Sgobin 13 2 Voltas 1:51.568  
24 914 Luciano Luiz Farias 13 2 Voltas 2:00.681 Luciano Laminas /
25 444 Claudio Cesar De Camilo Diniz 13 2 Voltas 1:53.815 Camilo Diniz Advoc
26 972 Ailton Avelino Alves 13 2 Voltas 2:01.707 Sandro Motos / Pro
27 259 Diego Secco Ribas 13 2 Voltas 2:02.524 Tuboponta / Antoni
28 248 Rodolfo Jose Bastos Vasconcelos 11 4 Voltas 2:14.606 Carlão Motos Raci
29 841 Ricardo Paes 11 4 Voltas 1:58.318  

Paulistano de Motocross

P. # Intermediária MX2 V Diff M.V. Equipe
1 417 Lucas Caetano 12 - 1:41.319  
2 7 Matheus Coradini 12 24,331 1:45.135  
3 881 Pedro Claudio Azevedo 12hn   0.027 1:43.268  
4 917 Murilo Tomazelli Scisci 12 48,792 1:45.373 Ims Racing
5 641 Diego Gabriel Marcolin 12 51,436 1:47.051 Nadiggi Veiculos, Ims Racing, C
6 79 Edgar Camargo 12 1:04.781 1:47.955 Ims
7 559 Gabriel Henrique Elias 11 1 Volta 1:48.829  
8 27 Murillo Burger 11 1 Volta 1:53.644 Help Molas/Difesa/Tk Maquine/
9 4 João Batista Da Silva 11 1 Volta 1:53.570  
10 949 Tiago Dos Santos 11 1 Volta 1:52.170  
11 42 Paulo Eduardo Anselmi 11 1 Volta 1:57.902 Mecanica Vera Cruz, Secretari
12 3 Jean Marino Ferreira Kal8f 8 4 Voltas 1:55.039 Nd
13 715 Bruno Francisco Lopes 6 6 Voltas 1:48.702 Regis Preparaçoes/Bom Pastor
P. # Intermediária MX1        
1 128 Rodrigo Marçal De Oliveira 12   1:43.162 Moteis Sunny Day/Balbi School
2 51 Bruno Navas Araujo 12 18,168 1:45.576 Grupo Montanna
3 111 Fernando Jose 12 21,685 1:46.795  
4 306 João Vitor da Silva 12 24,962 1:46.641  
5 31 Rodrigo Yamamura Guim12ães   40,629 1:44.818 31 Motosport, Magnanimo,pizza
6 474 Omar Abraao 12 1:17.541 1:51.515  
7 26 Mauricio Roberto   757 1:51.989 Agua Viva Piscinas,discos Mast
8 171 Marcio Faria Takamune 11 1 Volta 1:51.524 Petit Motos/Ct Gattaz/Mgk Con
9 580 Augustinho Godim Teixe11a   1 Volta 1:58.925  
10 89 Reginaldo de Jesus 0 2 Voltas 2:02.435 Drogaria Avenida Apiai Sp /Orl

Confira a programação do segundo dia do evento:

Domingo (17/05)
Warm up

9h às 09h20 MX2
9h30 às 9h50 MX1
10h às 10h15 Júnior
Provas
11h30 - MX2 - 1ª Bateria - 30min. + 2 voltas
12h20 - MX1 - 1ª Bateria - 30 min. + 2voltas
13h10 - Junior - 20 min. + 2 voltas
13h40 - Pódio categoria: Júnior
14h - Cerimonial
14h30 - MX2 - 2ª Bateria - 30min. + 2 voltas
15h10 - Pódio categoria: MX2
15h50 - MX1 - 2ª Bateria - 30min. + 2 voltas
16h45 - Pódio categoria: MX1

*Programação sujeita a alterações








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet