fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

Mundial de Enduro - 1ª e 2ª etapas - Talca - Chile
Publicado em: 20/04/2015

Campeonato começa com domínio francês e finlandês na América do Sul
Redação MotoX.com.br - Carolina Arruda - Fotos: Future7Media


Talca (Chile) já recebeu também passagens do Rally Dakar

Neste final de semana, a elite da modalidade se reuniu para iniciar a temporada 2015 do Mundial de Enduro. Com o cancelamento da rodada brasileira, o palco da abertura foi a cidade chilena de Talca.

1ª etapa


Antoine Meo

No sábado (18), os pilotos foram recebidos com sol e tempo ameno. As condições aparentemente perfeitas acirraram as disputas nas principais categorias. Que o diga Antoine Meo, da KTM. O defensor do título na E2 chegou a ficar na liderança, depois caiu para a terceira colocação, enquanto Pela Renet assumiu o controle. No final do dia, um tombo de Renet entregou a vitória para Meo, porém o piloto ainda conseguiu segurar o segundo lugar à frente de Alex Salvini, da Honda.


Christophe Nambotim
"A competição sempre é apertada na E2 e hoje não foi diferente. Me esforcei mais perto do final e tudo deu certo. O solo estava escorregadio, mas o dia foi muito bom para mim", declarou o francês. O chefe de equipe da KTM, Farioli completou: "Ele foi implacável, caiu algumas vezes, mas esteve sempre acelerando".

Já na E1, Christophe Nambotin aproveitou a chance para deixar claro: ele não quer nada menos do que o título 2015. O piloto da KTM venceu com uma margem de 62 segundos sobre Marc Borgeouis, da Yamaha - retornando às provas depois de passar o último ano se recuperando de uma lesão. "Foi um dia difícil, mas venci então estou feliz. Estava bastante fácil cometer erros e como Marc estava muito rápido, precisei puxar muito durante toda a etapa", revelou Nambotin. Estreando com classe na categoria, Daniel Maccanney completou o pódio. 

Retornando com tudo depois de se recuperar de uma lesão no joelho, Mathias Bellino foi o mais rápido da E3 com sua moto dois tempos. "É fantástico começar o ano com vitória, especialmente depois do meu machucado no ano passado. Me senti bem e mantive o ritmo durante o dia. O Extreme Teste foi difícil para mim, mas sem grandes erros, consegui completar", comentou o piloto da Husqvarna. A vice-liderança ficou para Matti Seistola, da Sherco, que ultrapassou Matt Phillips perto do final.


Mathias Bellino

Na Júnior, Jamie Maccanney foi o mais rápido, seguido de Giacomo Redondi e Diogo Ventura.

2ª etapa

Depois da recepção calorosa, no domingo, o tempo chileno fez questão de dificultar a vida dos pilotos. A chuva forte durante a madrugada obrigou a organização a encurtar o trajeto do dia com alguns ajustes na rota. Mas é claro, o time dos que sempre veem o copo d'água meio cheio concordaram que as condições estavam à altura de um Mundial de Enduro.


Daniel Maccanney

Na E1, Eero Remes se adiantou para jogar água fria nas chances de uma segunda vitória de Nambotin. "O primeiro dia foi terrível para mim, então no domingo eu queria fazer melhor. Não achei que a situação estava tão ruim, então acelerei durante o dia. Nambotin cometeu um erro e consegui ficar com a vitória", explicou o finlandês.

Depois de um tombo no começo do dia, Nambotin se recuperou até a segunda posição à frente de Maccanney. O piloto da Husqvarna tem dado sinais de que será uma preocupação dos veteranos da categoria. "Estou muito satisfeito com meus resultados. Cheguei aqui buscando terminar entre os cinco primeiros e estive no pódio durante os dois dias. Também é meu primeiro ano de quatro tempos, então ainda não me acostumei, mas estou pegando velocidade!", avisou o inglês.

Diferente do seu companheiro de equipe, Meo foi insuperável no domingo, faturando a segunda vitória na E2. No final do dia, o francês cruzou a linha de chegada com cerca de 80 segundos de vantagem sobre Pela Renet. "Fiquei surpreso com o quão rápido eu estava. Geralmente, em dias escorregadios e molhados o Renet é mais rápido. Mas assim que vi a diferença de tempo, fui puxando cada vez mais", revelou o francês. A terceira colocação de novo ficou com Alex Salvini.


Pela Renet


Aigar Leok
Quem se despediu do Chile com um sorriso no rosto foi Matti Seistola, da Sherco. Estreando este ano na E3, o finlandês garantiu sua primeira vitória na categoria e no campeonato - o piloto, há três anos no Mundial de Enduro, nunca tinha vencido. "Me senti bem no primeiro dia e soube que era capaz de brigar pela ponta. Quando vi que larguei bem, me senti confiante e fui em frente", explicou Seistola.

As surpresas na classe não pararam por ai. Aigar Leok fez a segunda colocação enquanto Jonathan Barragan, da Gas Gas, subiu pela primeira vez no pódio do Mundial, em terceiro. Bellino foi obrigado a se contentar com o quarto lugar.

Novidades também na Júnior: Alessandro Battig, da Honda, superou Giacomo Redondi pela vitória. Jamie Maccanney foi o terceiro.

O campeonato agora retorna à Europa, mais especificamente, para Jerez, na Espanha, onde serão realizadas a terceira e a quarta etapas nos dias 09 e 10 de maio.

Vídeos





Resultados

Pos. E1 Total CHL País Moto
D1 D2
1 NAMBOTIN Christophe 37 20 17 FRA KTM
2 REMES Eero 33 13 20 FIN TM
3 BOURGEOIS Marc 30 17 13 FRA YAMAHA
4 MCCANNEY Daniel 30 15 15 GBR HVA
5 GUERRERO Cristobal 22 11 11 ESP YAMAHA
6 ALBERGONI Simone 19 9 10 ITA KAWASAKI
7 SANTOLINO Lorenzo 19 10 9 ESP SHERCO
8 MARTINI Gianluca 14 6 8 ITA YAMAHA
9 HUBNER Edward 14 8 6 DEU KTM
10 MORONI Rudi 14 7 7 ITA SHERCO
11 ROJAS Diego 9 4 5 CHL YAMAHA
12 GUNDERSEN Kjetil 9 5 4 NOR HONDA
13 URRUTIA Nicolas 6 3 3 CHL YAMAHA
14 PIZARRO Gaspar 2 --- 2

Pos. E2 Total CHL País Moto
D1 D2
1 MEO Antoine 40 20 20 FRA KTM
2 RENET Pierre Alexandre 34 17 17 FRA HVA
3 SALVINI Alex 30 15 15 ITA HONDA
4 AUBERT Johnny 26 13 13 FRA BETA
5 GUERRERO Victor 20 11 9 ESP KTM
6 BETRIU Jaume 19 8 11 ESP HVA
7 LARRIEU Loïc 19 9 10 FRA SHERCO
8 MENA Oriol 16 10 6 ESP BETA
9 DUMONTIER Romain 15 7 8 FRA YAMAHA
10 MORI Nicolo 12 5 7 ITA KTM
11 PHILIPPAERTS Deny 11 6 5 ITA BETA
12 MOSSINI Fabio 7 3 4 ITA HONDA
13 SMITH Josue 7 4 3 CHL SUZUKI
14 BALUT Gabriel 4 2 2 CHL YAMAHA
15 GARATE Javier 2 1 1 CHL
 
KTM
 

Pos. E3 Total CHL País Moto
D1 D2
1 SEISTOLA Matti 37 17 20 FIN SHERCO
2 BELLINO Mathias 33 20 13 FRA HVA
3 LEOK Aigar 28 11 17 EST TM
4 PHILLIPS Matthew 23 15 8 AUS KTM
5 TARROUX Jeremy 20 9 11 FRA SHERCO
6 OLDRATI Thomas 20 10 10 ITA HVA
7 BASSET Antoine 18 13 5 FRA GAS-GAS
8 MONNI Manuel 17 8 9 ITA TM
9 BARRAGAN Jonathan 15 --- 15 ESP GAS-GAS
10 CORREIA Luis 14 7 7 PRT BETA
11 JOLY Jérémy 12 6 6 FRA KTM
12 CERVANTES Ivan 9 5 4 ESP KTM
13 LEON Ricardo 7 4 3 CHL HONDA
14 RAMDOHR Francisco 4 3 1 CHL SUZUKI
15 GALLEGOS Alvaro 2 --- 2 CHL YAMAHA
16 GALLARDO Manuel 2 2 --- CHL TM
17 MILLA Fernando 1 1 --- CHL HVA









Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet