X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Trial

Mundial Indoor - 10ª etapa - São Paulo - SP
Publicado em: 13/03

Raga conquista quarto título em São Paulo
Texto: Lucídio Arruda - Fotos: Luiz Cláudio Garcia 


Adam Haga


No final de semana passado, quase que de surpresa, os melhores pilotos de Trial do Mundo desembarcaram em São Paulo para a disputa da 10ª etapa do Campeonato Mundial 2006.

O GP Repsol cidade de São Paulo foi disputado no Ginásio da Portuguesa e os organizadores já avisaram que ano que vem Adam Raga e companhia devem retornar para uma etapa no Ginásio do Ibirapuera.

O Trial é sem dúvida a modalidade mais exótica do motociclismo e também a que o grande público tem menor intimidade. As provas no Brasil são quase inexistentes e a participação de pilotos e público nos eventos domésticos bem baixa.

Este evento em São Paulo mostrou que o Trial Indoor tem tudo para emplacar e boas possibilidades de crescimento no Brasil. Basta seguir a fórmula aplicada no Mundial, levar o evento onde o público está. Mesmo com a divulgação meio em cima da hora e com a noite chuvosa do dia do evento o público compareceu. Como é um tipo de evento bastante portável fica aí a dica para o campeonato brasileiro, já que bons ginásios e arenas de rodeio não faltam pelo país afora.


Jerony Fajardo
A pista de São Paulo tinha sete sessões com o limite de sete minutos para percorre-las. Cada vez que o piloto apóia um pé no chão perde um ponto. Caso apóie os dois pés ou sofra uma queda é penalizado em cinco pontos, o máximo por sessão.

Na primeira fase classificatória cada um dos sete pilotos piloto dá uma volta completa no circuito. Há também a prova de salto em altura que penaliza por cada vareta derrubada.

Na segunda fase apenas os três melhores pilotos participam para definir as posições do pódio e aí a disputa é sessão à sessão.

A pista apresentou um nível técnico digno do Mundial e em muitas das sessões era difícil até "adivinhar" qual era o trajeto correto antes de começar a competição. O obstáculo mais difícil foi sem dúvida a sessão da caçambas que apenas Jeroni Fajardo foi capaz de completar, mesmo assim com penalizações.

No Trial Indoor cada piloto tem o seu "mochileiro", um assistente que auxilia "limpando" o terreno e também é uma espécie de anjo da guarda sempre pronto para segurar a motocicleta (ou piloto) caso algo dê errado nos obstáculos mais difíceis.


 Takahisa Fujinami
Em caso de quedas ou problemas mecânicos o piloto pode simplesmente trocar de motocicleta, basta pegar a moto reserva e partir para a próxima sessão.

No GP Brasil os espanhóis Adam Haga e Jeroni Fajardo e o japonês Takahisa Fujinami foram os classificados para a fase final onde Haga confirmou o favoritismo e de quebra faturou seu quarto título mundial.

Resultados:

1 Adam Raga (Gas Gas), 11
2 Takahisa Fujinami (Montesa), 17
3 Jeroni Fajardo (Gas Gas), 18
4 Toni Bou (Beta), 9
5 Albert Cabestany (Sherco), 12
6 Tadeusz Blazusiak (Scorpa), 17
7 Dougie Lampkin (Montesa), 25

Veja Também:

- MotoxTV: Dois clipes inéditos e exclusivos com imagens incríveis das provas!





Imagens Relacionadas:


Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet