X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Rally do Marrocos 2014
Publicado em: 09/10/2014

Marc Coma vence o OiLibya Rally do Marrocos e conquista o título mundial da modalidade
Redação MotoX.com.br - Carolina Arruda - Fotos: RallyZone


Marc Coma

Encerrando a temporada 2015 do Campeonato Mundial de Rally Cross Country, o Rally do Marrocos aconteceu do dia 03 a 09 de outubro. Com mais de 850 profissionais envolvidos nos bastidores da disputa, a competição passa longe de ser um evento pequeno: é atualmente o de maior extensão do continente africano.


Rally do Marrocos encerra temporada do Campeonato Mundial de Rally Cross Country

Com largada em Erfoud e final em Marrakesh, motos, carros, quadriciclos e caminhões percorreram quase dois mil quilômetros ao longo de seis estágios, totalizando 1 442 km de trechos especiais. Com trechos de alta velocidade, pistas de areia, travessias em canyons e muitos barrancos, o Rally do Marrocos também é considerado um dos mais autênticos no quesito de dificuldades naturais e também na exigência em questão de navegação.


Joan Barreda

Estágio 01: Erfoud - Damia
Deslocamento - 45km; Trecho cronometrado - 276 km

O primeiro dia de competições começou com 276 km e um nível de dificuldade básico, entretanto o suficiente para complicara vida dos distraídos. Joan Barreda que o diga, após se perder em uma das dunas, o espanhol conseguiu se recuperar e vencer o dia, acompanhado do colega de equipe Paulo Gonçalves. Marc Coma foi o terceiro colocado: "a navegação foi muito complicada no começo da especial. E esse é só o começo!", comentou o espanhol.


Jeremias Israel

Estágio 02: Erfoud - Merzane
Deslocamento - 37 km; Trecho cronometrado - 211 km

A presença da chuva determinou uma dinâmica entre as motos. Enquanto se tornou comum pequenos erros de navegação entre os profissionais, os pilotos amadores corriam em grupo por questões de segurança.

No segundo dia, Joan Barreda dominou o ritmo novamente e deixou bem claro que estava na competição atrás de vitória, o que lhe rendeu uma penalização de trinta minutos por passar em alta velocidade em uma estrada. Então Jeremias Israel, também da Honda, deu à equipe a segunda vitória na competição, com Barreda passando para o vice-líder do dia, e novamente Marc Coma com o terceiro tempo. Sam Sunderland, correndo de KTM, foi o quarto colocado.


Paulo Gonçalves

Estágio 03: Erfoud - Zagora
Deslocamento - 51 km; Trecho cronometrado - 314 km

Apesar da penalização do dia anterior, Barreda não diminuiu o ritmo e se manteve como o mais rápido. Reaparecendo entre os primeiros, depois de um dia com problemas no sistema de navegação, Paulo Gonçalves foi o segundo colocado e assumiu a liderança do rally. Marc Coma mais uma vez completou o dia na terceira posição. O espanhol reconheceu que ser muito cedo para sair dando tudo de si e correr riscos.


Sam Sunderland

Estágio 04: Zagora - Cheggaga
Deslocamento - 154km; Trecho cronometrado - 226 km

"Curto, mas cheio de pegadinhas", foi a descrição de Marc Coma sobre o quarto estágio. O espanhol aproveitou que o final do rally se aproximava para acelerar e foi o mais rápido do dia - de quebra, assumiu o controle da classificação geral. E acompanhando o pique de Coma, Sam Sunderland foi o segundo colocado com uma diferença de apenas 0.05 segundo e Toby Price, também pilotando de KTM, foi o terceiro.


Toby Price

Australiano, Price não chegou entre os mais rápidos por acaso. O piloto é o campeão do Rally Australiano no deserto, mas é novato em competições como o Rally do Marrocos. No terceiro estágio, recebeu uma penalização por passar um posto de controle. O piloto contou que a luz traseira desligou e o circuito elétrico da moto entrou em curto-circuito. "É tudo questão de aprendizado. Eu deveria ter parado e consertado, mas eu não sabia muito bem qual era o problema e não queria me perder. O terceiro dia foi definitivamente assustador sem mapa", revelou.

As motos da Honda apareceram nas quarta e quinta colocações, com Paulo Gonçalves e Joan Barreda, respectivamente.


Ruben Faria

Estágio 05: Zagora - Marrakech
Deslocamento - 210km; Trecho cronometrado - 302 km

Fazendo o máximo possível para se recuperar da penalização de meia hora, Barreda novamente não economizou na velocidade e conquistou a quarta vitória no rally. "Hoje realmente estava um perigo. Larguei acelrando tudo, mas logo que vi que era muito fácil perder o controle. Mudei a estratégia e me foquei em completar o dia sem cometer erros ou cair", explicou o espanhol.


Helder Rodrigues

Quebrando o domínio Honda-KTM, na segunda colocação, Juan Pedrero colocou sua Sherco na vice-liderança do dia à frente de Helder Rodrigues. Ruben Faria, da KTM, completou o dia na quarta colocação, em seu melhor resultado, acompanhado de Toby Price. Marc Coma foi somente o oitavo colocado, mas ainda sim, manteve a liderança na classificação geral do rally.


Pódio geral com Helder Rodrigues (3º), Marc Coma (1º) e Sam Sunderland (2º)

Estágio 06: Final em Marrakech
Deslocamento - 56 km; Trecho cronometrado - 113 km

Joan Barreda definitivamente foi o nome desta edição do Rally do Marrocos. Nesta quinta-feira (09), o espanhol conquistou a quinta vitória dentro de seis estágios. E apesar de não conseguir recuperar todo o tempo necessário para ficar com a vitória geral, Barreda terminou na quarta colocação a menos de 15 minutos do líder.


Joan Barreda

E deixa o Marrocos sonhando alto: "Acho que estamos no caminho certo e assim devemos continuar. Tenho que tentar relaxar um pouco nas próximas corridas e ser confiante no trabalho feito até o momento. Nós tentamos e agora conhecemos nossos pontos positivos, agora é tentar ser consistente. Vamos ver se conseguimos ganhar o Dakar, que tem sido nosso objetivo nos últimos anos", compartilho Barreda.

As demais colocações, da segunda a oitava, ficaram a cargo dos pilotos da KTM, com Sam Sunderland encerrando com o segundo melhor tempo do dia à frente de Ruben Faria e Jordi Viladoms, respectivamente. Seguido de Toby Price, Marc Coma foi dono do sétimo tempo - não o melhor tempo do dia, mas o necessário para vencer o Rally do Marrocos na classificação geral e o Campeonato Mundial de Rally Cross Country 2015.
 

Marc Coma

"Sabemos que o Rally do Marrocos é um dos mais difíceis do calendário, então chegamos aqui com táticas para não arriscar o campeonato. Mas a sensação é incrível e foi uma semana especial, cheia de emoções, inclusive meu aniversário. Então eu conquistei o título e venci o Rally. Ser seis vezes campeão mundial não é fácil. Tem muito trabalho por trás dessa conquista", disse o espanhol.


O Rally do Marrocos é considerado um ensaio para o Dakar 2015, que acontece dos dias 04 a 17 de janeiro percorrendo Argentina, Chile e Peru.

Resultado Final Rally do Marrocos

P Piloto Tempo País Moto Equipe
1 Marc Coma 17:37'58 ESP KTM KTM Red Bull Rally Factory
2 Sam Sunderland +5'28 GBR KTM KTM Red Bull Rally Factory
3 Helder Rodrigues +12'13 PRT HONDA Team HRC
4 Joan Barreda +12'54 ESP HONDA Team HRC
5 Ruben Faria +15'17 POR KTM KTM Red Bull Rally Factory
6 Jordi Viladoms +19'30 ESP KTM KTM Red Bull Rally Factory
7 Chaleco López +21'26 CHI KTM KTM Red Bull Rally Factory
8 Toby Price +1:01'36 AUS KTM KTM AUS Rally Factory
9 Alain Duclos +1:13'59 FRA SHERCO Sherco Rally Factory
10 Laia Sanz +1:42'56 ESP HONDA Team HRC


Vídeo










Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet