X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

Enduro de Erzberg 2014 - Erzberg - Áustria
Publicado em: 04/06/2014

Jonny Walker domina a edição comemorativa de duas décadas da prova
Redação MotoX.com.br - Carolina Arruda - Fotos: Philip Platzer/ Jonty Edmunds/ Future 7


Largada do Erzberg Rodeo 2014


 Um dos sufocos da prova
A 20ª edição do Erzberg Rodeo aconteceu neste final de semana na Áustria. Quase dois mil pilotos estiveram presentes no prólogo na tentativa de ser um dos 500 competidores que enfrentariam oficialmente o calvário do "Iron Giant", a montanha principal do evento.

Confira:  clipe com os melhores momentos do Erzberg 2014

"Olhando para o que era o Erzberg Rodeo há 20 anos, é assustador como a ideia da prova se desenvolveu nestas duas décadas. O evento se tornou maior, mais profissional, entretanto, a motivação e a atmosfera originais... você pode sentir em todo lugar aqui", avaliou Heinz Kinigadner, diretor esportivo da KTM. "Enquanto são milhares de fatores envolvidos, no fim das contas, são apenas alguns aficcionados do off road tentando subir uma montanha. Tiro meu chapéu a todos que vieram tentar e aos organizadores", completou.


Jonny Walker


"Carl's Dinner": a temida seção de pedras
É claro, a marca austríaca tinha motivos de sobra para comemorar a edição 2014 da prova. O garoto da equipe, Jonny Walker, venceu a prova com tranquilidade. Desde o início o britânico comandou claramente a disputa e se distanciou rápido do pelotão.

"Acreditei que podia vencer essa corrida e foi exatamente por isso que larguei", contou Walker logo na chegada. "Me senti pronto e dei tudo o que tinha. No geral, a corrida foi boa, não cometi erros e venci. É incrível vencer desse jeito", afirmou. O inglês ainda se lembrou dos contratempos do último ano. "Todo mundo sabe a importância dessa prova e como é difícil vencer, então deixar as decepções do ano passado para trás. Voltar ao topo é fantástico", completou.

O evento principal se concretizou de forma frustrante para Graham Jarvis, o favorito da prova. O piloto da Husqvarna se enroscou logo no começo com outros competidores e caiu, ficando com um bom prejuízo no tempo. Jarvis ainda conseguiu se recuperar no "Carl's Dinner", a infâme seção de pedras, e assumir a vice-liderança empurrando Andreas Lettenbichler, da KTM, para o último degrau do pódio.


Graham Jarvis


Paul Bolton
"Para ser honesto, minha chance de vencer já tinha ido por água abaixo na primeira montanha. Larguei até que bem, mas na primeira subida uns pilotos cairam na minha frente e, tentando desviar, eu cai. O ritmo estava muito alto e foi difícil atacar para recuperar o tempo. Quando cheguei na segunda posição, Walker já estava muito longe. Foi decepcionante, eu queria vencer", confessou Jarvis.

Para se ter ideia, Walker completou a prova em 1h37min38seg e Jarvis em 1h50min50seg. Cerca de dois minutos atrás do vice-líder, Andreas Lettenbichler foi o terceiro colocado depois de desbancar Alfredo Gomez. O alemão da KTM ficou satisfeito com resultado: "É incrível terminar o Erzberg no pódio. É como um vitória o terceiro lugar e estou feliz. Foi um dia difícil", contou.


Alfredo Gomez

Gomez, da Husvarna, ficou na quarta colocação à frente de Paul Bolton, da KTM. "A corrida começou bem, mas no meio eu cometi quatro grandes erros. Não cheguei a cair, mas perdi tempo em alguns dos morros, o que me custou a chance de terminar com pódio. É decepcionante, porque eu senti que tinha velocidade para estar entre os três primeiros. Mas quarto lugar é um bom resultado".

De 500 pilotos que largaram no último domingo, apenas 31 completaram a prova passando pelos 20 postos de controle dentro do prazo de quatro horas. E David Knight, da Sherco, ficou de fora da lista: sua moto quebrou depois do 16º pc.

A próxima chance de lutar contra as montanhas do Erzberg ainda não está definida, uma vez que não foi divulgada a data do evento em 2015. Mas uma coisa é certa, mesmo sabendo que a única coisa que vão levar para casa é um punhado de machucados e cicatrizes como troféu, em torno de dois mil pilotos vão alinhar novamente na próxima edição brigando por uma chance de estar entre os 500 competidores na largada oficial.


Andreas Lettenbichler


Dougie Lampkin


Jonny Walker

Resultados

1. Jonny Walker (UK) 01:37:38
2. Graham Jarvis (UK) 01:50:50
3. Andreas Lettenbichler (GER) 01:53:01
4. Alfredo Gómez (ESP) 01:53:53
5. Paul Bolton (UK) 01:55:21

Vídeo


Assista na MotoX TV








© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet