X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

1ª etapa - Três Lagoas - MS - Provas de Domingo
Publicado em: 17/04/2014

Temporada começa com bons duelos na MX1 e na MX2
Redação MotoX.com.br - Fotos: Maurício Arruda

Carlos Campano e Hector Assunção lideram o campeonato


Largada da categoria MX1


Pódio da MX2
Finalmente, no último domingo, as principais categorias do Campeonato Brasileiro de Motocross entraram em ação para as corridas de abertura da temporada 2014. O palco escolhido foi a pista de Três Lagoas (MS), que desafiou os melhores pilotos do País com muitas canaletas no traçado preparado na ótima estrutura do espaço Arena Mix. Pelo segundo ano consecutivo, o campeonato passou pelo local no extremo leste do Mato Grosso do Sul, na divisa com o Estado de São Paulo. A competição está apenas começando, mas bons duelos deixaram claro que a disputa será bastante acirrada. Na MX1, o espanhol Carlos Campano mostrou que está preparado para brigar pelo título mais uma vez e ganhou a liderança. Na MX2, Hector Assunção representou bem os pilotos brasileiros e saiu com a vitória. Também foi realizada a prova da 65cc, onde Matheus Favero conquistou o primeiro lugar.

Veja também:
- Matéria e resultados de sábado
- Galeria de imagens das corridas de domingo
- Galeria de imagens das corridas de sábado


Largada da categoria MX2

No primeiro dia do evento, outras três categorias foram disputadas. Enzo Lopes saiu na frente na Júnior, Davis Guimarães na MX3, e Diogo Nascimento na 50cc. Entre os estrangeiros que disputam o campeonato nacional na MX1, dois estreiam este ano. O suiço Julien Bill começou o fim de semana surpreendendo os adversários com a conquista do melhor tempo nos treinos, mas não conseguiu um desempenho tão bom nas provas, onde sua participação foi discreta. Já o equatoriano Jetro Salazar, velho conhecido dos brasileiros do Campeonato Latino Americano, marcou presença no pódio após duas boas apresentações. Para o atual campeão da MX1, Adam Chatfield, estar na pista e marcar alguns pontos era o objetivo. O inglês está em recuperação de uma cirurgia no ombro e longe da melhor forma. Ele saiu de Três Lagoas com a 11ª colocação e a certeza de que terá muito trabalho para manter a coroa na competição.


Carlos Campano

Apesar da pressão dos concorrentes brasileiros, foi Carlos Campano quem se saiu melhor na primeira bateria da MX1. Rafael Faria largou na frente e puxou a fila por cinco voltas, mas em seguida caiu e, no final da prova, foi parar na nona posição. Jetro Salazar, que pressionava o paranaense, assumiu o comando da bateria, mas Campano, vinha de trás com ritmo tão forte quanto o do líder e, depois de passar por Jorge Balbi, Wellington Garcia e Leandro Silva, não demorou muito para o duelo entre os dois começar. O equatoriano se defendeu e não se intimidou, mas acabou cedendo o primeiro lugar ao espanhol e completou a prova em segundo. O mineiro Jorge Balbi garantiu o terceiro lugar vencendo a disputa com Wellington Garcia pela posição. Julien Bill não teve o mesmo ritmo dos treinos, largou em sétimo, apenas uma posição atrás de Campano, e pouco conseguiu avançar na classificação terminando a bateria apenas em quinto. Leandro Silva, em seu retorno ao campeonato nacional, foi o sexto.


Jetro Salazar

Na segunda corrida, Campano mostrou que a vitória na primeira bateria não foi acaso e repetiu o resultado. Ainda no início Jean Ramos, que ocupava a terceira posição, caiu e Marcello 'Ratinho' Lima não conseguiu desviar, assim ambos deixaram o primeiro pelotão. Desta vez, Jetro Salazar saiu na frente, seguido por Faria e Balbi, e permaneceu em primeiro por metade da bateria. Balbi caiu após algumas voltas e perdeu várias posições. O espanhol largou em quinto e mais uma vez foi subindo na classificação até encontrar a hora certa de atacar o líder. Wellington também cresceu pouco a pouco na prova, acelerou forte e passou Salazar garantindo a vice-liderança. O goiano manteve um ótimo ritmo até o final e foi o único a terminar perto de Campano, cerca de cinco segundos atrás. Rafael Faria chegou a ocupar a vice-liderança e faturou a quarta colocação, seguido do venezuelano Humberto Martin. Leandro Silva foi novamente o sexto colocado e Julien Bill terminou em um apagado sétimo lugar. A disputa pela oitava posição foi decidida na última volta com Jean Ramos ultrapassando Balbi. Marcello Ratinho foi o décimo.


Wellington Garcia

Com uma performance incontestável, Campano ficou com o primeiro lugar na somatória geral e garantiu a liderança do campeonato. Com o segundo lugar, Salazar mostrou que dará trabalho este ano. Wellington Garcia foi o melhor brasileiro na disputa e ficou com o terceiro lugar. Balbi, que na segunda bateria foi somente o nono, ainda conseguiu o quarto lugar do pódio, seguido por Rafael Faria.


Jorge Balbi

O espanhol, que já possui um título brasileiro, disse que se preparou bem para este ano. "Venho fazendo uma boa pré-temporada. Ganhei todas as corridas que fiz. Aqui a pista esteve boa para andar, só que pequena. Esta etapa contou com muitos pilotos, vários com um bom nível, mas alguns que não conseguiram andar bem, tiveram dificuldade e acabaram atrapalhando um pouco." Para garantir o título deste ano, o espanhol espera sempre seguir o mesmo roteiro: "A estratégia é largar bem e buscar sempre a vitória. Se você pensa muito, acaba errando. É melhor dar tudo e ficar concentrado. Se não dá para ganhar, tem que lutar para ficar na melhor posição possível."


Rafael Faria

Jetro Salazar comemorou o desempenho nesta nova fase no Brasil. "Foi um bom começo, sem dúvida. Tive uma boa largada na primeira bateria. O Rafael caiu e eu pude imprimir um bom ritmo. O Campano vinha com um ritmo muito forte e eu segui. Havia muito trânsito e foi um pouco difícil. Na segunda bateria, eu sabia que tinha velocidade para estar na ponta. Liderei os dez primeiros minutos, depois ele passou eu eu comecei a ficar sem físico. É algo que tenho que trabalhar. A moto foi muito bem. Venho treinando com ela há dois meses. Agora é trabalhar para cumprir o objetivo que é ser campeão", projetou.


Pódio MX1

Melhor brasileiro na disputa, Wellington Garcia também saiu animado do evento. "Acredito que 10 pilotos vieram com chance de vencer. Queria ganhar, não foi possível, mas fiquei muito feliz com o meu resultado. Se não tivesse o resultado que tive na segunda bateria não ficaria tão satisfeito, mas vi que posso andar bem. Estou confiante, bem preparado e acho que isso é o mais importante na primeira etapa", disse o goiano, que mudou o ajuste da moto para a última corrida. "Tive uma dificuldade com a suspensão na primeira prova, conversei com o Da Lua (mecânico) no intervalo, ele ajustou pra mim e ficou parecendo outra moto. Isso me deu confiança na segunda bateria e fui imprimindo um ritmo cada vez mais forte enquanto os outros pilotos foram cansando. O campeonato tem sete etapas pela frente, 14 baterias e tudo pode acontecer, espero chegar na final brigando pelo título".


Hector Assunção

A primeira bateria da MX2 não teve muitas surpresas nas primeiras posições. O português Paulo Alberto, atual campeão, passou três jovens pilotos na primeira volta para começar a temporada já com uma vitória. Com uma boa performance, ele deixou os concorrentes distantes na primeira prova e cruzou a linha de chegada com 18 segundos de vantagem sobre o piloto mais próximo, o paulista Hector Assunção, seu companheiro de equipe. Hector precisou superar Anderson Cidade, que por metade da bateria ocupou o segundo lugar, mas teve que se contentar com terceiro posto, um bom resultado já que o catarinense correu ainda se recuperando de algumas lesões. Mais atrás, em quarto, Thales Vilardi conseguiu uma recuperação espetacular após se envolver em um acidente na largada. O jovem José Brayan Padilha, que conquistou o holeshot, fechou a lista dos cinco primeiros colocados.


Paulo Alberto

Na segunda bateria, Gustavo Henn surpreendeu os mais experientes e liderou as primeiras voltas. Depois cedeu a pressão de Hector Assunção, Thales Vilardi e Paulo Alberto. Os três protagonizaram um excelente duelo pela liderança, sempre com Hector na frente. Paulo chegou a superar Thales, mas devolveu o segundo lugar logo em seguida. No momento decisivo, os dois tiveram problemas para manter os óculos e, sem a proteção, acabaram sem chance alguma de atacar Hector que abriu alguns segundos de vantagem e consolidou o primeiro lugar.


Thales Vilardi

Paulo Alberto desistiu da disputa e se conformou com o terceiro lugar, já bem atrás de Thales Vilardi. Anderson Cidade caiu uma posição com relação à primeira bateria e ficou em quarto, seguido por Gustavo Henn.

Na soma das duas provas, melhor para Hector, que terminou em primeiro, seguido por Paulo Alberto. Thales Vilardi faturou a terceira posição, com Anderson Cidade e Anderson Amaral, que nas duas provas foi o sexto colocado, fechando o pódio na sequência.


Anderson Cidade

"As provas foram muito boas, foi um bom começo de campeonato. Na primeira bateria não fui muito bem, na segunda já fui bem melhor. Consegui largar em segundo e fiquei um bom tempo atrás do primeiro. Consegui passar e depois disso foi bem difícil porque fazemos muita força para a ultrapassagem, já que essa pista tem uma linha só. Temos que ficar trocando de traçado o tempo todo. Estou bem feliz com a primeira colocação", comentou Hector.


Anderson Amaral

Paulo Alberto sentiu um pouco de dificuldade. "Desde o começo não tive sorte. No final da primeira bateria minha moto deu problema, deve ter batido alguma pedra nela, e ela ficou sem água. Tive que ir para a segunda bateria com a segunda moto, toda standart, e foi bastante difícil andar no ritmo dos meus adversários. Eu tentei forçar ao máximo, mas acabei ficando sem os óculos também. O segundo lugar no geral foi bom. Conquistei pontos. Estou feliz."


Thales Vilardi destacou a dificuldade em ganhar posições no circuito. "Era um traçado difícil de ultrapassar. Toda vez que eu tentava sair do lado do Hector, eu acabava errando, até que o Paulo me ultrapassou na curva da largada. Mas corrida é assim, tem que tentar até o fim. Quando tirei os óculos perdi um pouco de tempo. Depois o Paulo ultrapassou de novo. Mas, como eu tinha dito estava difícil passar. A areia estava muito molhada. Eu já não estava enxergando mais nada e preferi não arriscar e cair. Na primeira, acabei caindo na largada, e demorei muito para passar os mais lentos. Mas, consegui um quarto lugar ainda e conquistei bons pontos. O que importa é trabalhar para o restante do campeonato", garantiu o paulista.


Matheus Favero

Entre os garotos da 65cc, Matheus Favero disparou na frente e faturou o primeiro lugar. João Pedro Raimundo ganhou duas posições ainda no início da prova e garantiu um ótimo começo de campeonato com a segunda posição. Atrás dele, mas com uma pequena diferença, ficou Rafael Araújo, o Bubinha, que fez uma sensacional prova de recuperação após uma queda no início da corrida.


João Pedro Raimundo

Lucas Disel e Bruno Schmitz, que foi o mais rápido nos treinos e também fez a melhor volta da prova, completaram a disputa em quarto e quinto, respectivamente. Diogo Nascimento, que no sábado venceu a 50cc, foi o sexto colocado com mais uma apresentação consistente. 

Mateus ficou feliz com o resultado. "Tive um bom desempenho. Larguei em segundo, consegui ultrapassar e fiquei tranquilo. O trajeto tinha bastante areia e estava bem pesado. Mantive a calma, não caí e consegui a vitória."


Pódio da 65cc

A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross será disputada em Pedra Bonita (MG), nos dias 31 de maio e 1º de junho.

Vídeo: Uma volta com Jean Ramos na pista de Três Lagoas



Resultados

P # MX1 Soma Baterias Pts R1 R2
1 115 Carlos Campano Jimenez 50 25 25
2 920 Jetro Salazar 42 22 20
3 21 Wellington Garcia Matos 40 18 22
4 3 Antonio Jorge Balbi Junior 32 20 12
5 116 Rafael Da Silva Faria 30 12 18
6 101 Humberto Alejandro Martingaraicoechea 30 14 16
7 14 Leandro Nunes Da Silva 30 15 15
8 902 Julien Bill 30 16 14
9 10 Jean Carlo Ramos 26 13 13
10 5 Marcello Ferreira De Lima 22 11 11
11 1 Adam Chatfield 20 10 10
12 67 Daniel Fretes Portiolli 18 9 9
13 121 Mateus Favero Basso 15 8 7
14 517 Gustavo Trindade Franco 12 6 6
15 185 Andre Bueno Da Costa 9 5 4
16 303 Gabriel Montagner Silva 8   8
17 72 Samuel Robaina 8 3 5
18 43 Leonardo Rodrigo Dambros 7 7  
19 799 Klayton Mesquita 7 4 3
20 36 Leandro Freitas Oliveira 3 1 2
21 25 Walter Sergio Tardin 2 2  
22 448 Wilker Rodrigo Colman 1   1

P # MX2 Soma Baterias Pts R1 R2
1 30 Hector Freitas Assunçao 47 22 25
2 1 Paulo Alberto 45 25 20
3 27 Thales Vilardi Felix Da Silva 40 18 22
4 20 Anderson Hauptli Cidade 38 20 18
5 83 Anderson Pereira Do Amaral 30 15 15
6 90 Gustavo Henrique Henn 29 13 16
7 891 Gustavo Pessoa De Souza 25 14 11
8 127 Ismael Da Costa Rojas 22 10 12
9 16 Enzo Lazaro Pedo Lopes 21 11 10
10 31 Jose Brayan Padilha Soares 21 16 5
11 32 Rodrigo Lama De Andrade Santos 18 4 14
12 112 Endrews Armstrong Nhemihes 18 9 9
13 815 Lucas Fernando Bottcher Frazão 18 12 6
14 987 Fabio Aparecido Dos Santos 13   13
15 900 Tauan Henrique Brenner 11 7 4
16 22 Rodrigo De Castro Rodrigues 10 8 2
17 99 Kioman De Jesus Navarro Munhoz 9 2 7
18 191 Pedro Iglesias Godoy 8   8
19 13 Guillermo Esteva 6 6  
20 915 Victor Martins Almeida 5 5  
21 194 Leonardo Lizott 3   3
22 197 Hugo Erthal Cabral 3 3  
23 45 Leonardo De Souza 1   1
24 80 Heber Tomaz Da Silva 1 1  

P # 65cc Laps Total Time Diff Best Time Best Speed
1 59 Matheus Favero E Silva 10 19:42.986   02:00.487 44.221
2 221 Joao Pedro De Freitas Raimundo 10 20:04.503 21.517 02:02.492 43.497
3 99 Rafael Ribeiro De Araujo 10 20:10.219 27.233 01:59.098 44.736
4 4 Bruno Fensterseifer Schmitz 10 20:21.507 38.521 01:59.932 44.425
5 11 Joaquim Antonio Neto 10 20:38.891 55.905 01:56.012 45.926
6 2 Diogo Moreira Nascimento 10 20:48.209 01:05.223 02:04.695 42.728
7 88 Pablo Olmedo 10 21:31.449 01:48.463 02:05.819 42.347
8 13 Mazoude Ramos Andrade 10 21:39.462 01:56.476 02:05.306 42.52
9 170 Keven Willian Ikeda Ramos 10 21:42.269 01:59.283 02:08.566 41.442
10 911 Thaina Fontes Constantino 10 21:54.528 02:11.542 02:08.360 41.508
11 10 Gabriel Bohrer Andrigo 9 19:59.044 1 Lap 02:05.968 42.296
12 38 Rodolfo Bicalho 9 20:12.668 1 Lap 02:12.914 40.086
13 171 Luis Eduardo Martins De Souza Filho 9 20:33.631 1 Lap 02:17.554 38.734
14 479 Jose Stênio Damasceno Neto 9 21:11.157 1 Lap 02:14.508 39.611
15 89 Jose Antonio Pedro Filho 9 21:11.405 1 Lap 02:21.083 37.765
16 44 Marcello Leodorico Fernandes Silva 8 19:03.568 2 Laps 02:00.945 44.053
17 003 Mattias Gabriel Iturbe Lopes 8 20:38.403 2 Laps 02:31.160 35.247
18 68 Arthur Castro De Oliveira 8 20:59.183 2 Laps 02:24.915 36.766
19 98 Luiz Felipe Ferreira De Oliveira 8 21:08.492 2 Laps 02:13.532 39.901
20 210 Joao Henrique Pinto Da Silva 7 14:15.411 3 Laps 02:07.087 41.924
21 119 Jhoan Pierre Michalski Bilio 7 20:37.815 3 Laps 02:31.580 35.15
22 182 Athalo Araujo Brito 4 09:40.219 6 Laps 02:24.770 36.803
23 19 Lucas Eduardo Disel 3 06:16.543 7 Laps 02:11.266 40.589
24 77 Carlos Eduardo De Souza Barros Pereira 1 01:53.107 9 Laps    

P # MX1 Bateria 1 Laps Total Time Diff Best Time Best Speed
1 115 Carlos Campano Jimenez 22 33:39.493   01:31.799 58.04
2 920 Jetro Salazar 22 33:46.104 06.611 01:31.857 58.003
3 3 Antonio Jorge Balbi Junior 22 33:54.218 14.725 01:32.716 57.466
4 21 Wellington Garcia Matos 22 34:03.360 23.867 01:32.774 57.43
5 902 Julien Bill 22 34:18.621 39.128 01:33.253 57.135
6 14 Leandro Nunes Da Silva 22 34:31.100 51.607 01:32.846 57.385
7 101 Humberto Alejandro Martin Garaicoechea 22 34:31.536 52.043 01:33.084 57.239
8 10 Jean Carlo Ramos 22 34:32.947 53.454 01:32.857 57.379
9 116 Rafael Da Silva Faria 22 34:46.167 01:06.674 01:32.185 57.797
10 5 Marcello Ferreira De Lima 21 33:56.659 1 Lap 01:35.315 55.899
11 1 Adam Chatfield 20 33:44.086 2 Laps 01:36.211 55.378
12 67 Daniel Fretes Portiolli 20 34:39.847 2 Laps 01:41.016 52.744
13 121 Mateus Favero Basso 19 33:40.193 3 Laps 01:42.859 51.799
14 43 Leonardo Rodrigo Dambros 19 34:15.140 3 Laps 01:43.325 51.565
15 517 Gustavo Trindade Franco 19 35:04.901 3 Laps 01:44.249 51.108
16 185 Andre Bueno Da Costa 18 34:08.998 4 Laps 01:52.406 47.4
17 799 Klayton Mesquita 18 34:33.724 4 Laps 01:52.141 47.512
18 72 Samuel Robaina 18 34:41.655 4 Laps 01:54.573 46.503
19 25 Walter Sergio Tardin 17 33:47.424 5 Laps 01:53.757 46.837
20 36 Leandro Freitas Oliveira 17 33:48.621 5 Laps 01:52.059 47.546
21 448 Wilker Rodrigo Colman 17 35:20.317 5 Laps 01:53.229 47.055
22 303 Gabriel Montagner Silva 3 04:38.256 19 Laps 01:44.562 50.955

P # MX1 Bateria 2 Laps Total Time Diff Best Time Best Speed
1 115 Carlos Campano Jimenez 22 34:26.211   01:33.053 57.258
2 21 Wellington Garcia Matos 22 34:31.586 05.375 01:33.358 57.071
3 920 Jetro Salazar 22 34:37.958 11.747 01:34.173 56.577
4 116 Rafael Da Silva Faria 22 34:44.907 18.696 01:33.756 56.828
5 101 Humberto Alejandro Martin Garaicoechea 22 34:54.255 28.044 01:34.196 56.563
6 14 Leandro Nunes Da Silva 22 35:07.043 40.832 01:34.959 56.108
7 902 Julien Bill 22 35:11.554 45.343 01:34.940 56.12
8 10 Jean Carlo Ramos 22 35:48.632 01:22.421 01:34.721 56.249
9 3 Antonio Jorge Balbi Junior 22 35:51.365 01:25.154 01:34.775 56.217
10 5 Marcello Ferreira De Lima 21 34:29.611 1 Lap 01:36.631 55.138
11 1 Adam Chatfield 20 34:46.527 2 Laps 01:41.009 52.748
12 67 Daniel Fretes Portiolli 20 34:57.951 2 Laps 01:42.415 52.024
13 303 Gabriel Montagner Silva 20 35:54.103 2 Laps 01:45.327 50.585
14 121 Mateus Favero Basso 19 34:26.958 3 Laps 01:46.596 49.983
15 517 Gustavo Trindade Franco 19 35:44.925 3 Laps 01:45.127 50.682
16 72 Samuel Robaina 18 35:51.212 4 Laps 01:56.157 45.869
17 185 Andre Bueno Da Costa 17 34:42.710 5 Laps 01:56.546 45.716
18 799 Klayton Mesquita 17 35:15.189 5 Laps 02:00.616 44.173
19 36 Leandro Freitas Oliveira 16 35:09.304 6 Laps 02:00.186 44.331
20 448 Wilker Rodrigo Colman 15 36:26.178 7 Laps 01:59.102 44.735

P # MX2 Bateria 1 Laps Total Time Diff Best Time Best Speed
1 1 Paulo Alberto 22 34:15.849   01:32.004 57.911
2 30 Hector Freitas Assunçao 22 34:34.427 18.578 01:33.552 56.952
3 20 Anderson Hauptli Cidade 22 35:12.372 56.523 01:33.027 57.274
4 27 Thales Vilardi Felix Da Silva 22 35:38.532 01:22.683 01:34.450 56.411
5 31 Jose Brayan Padilha Soares 22 35:49.938 01:34.089 01:35.136 56.004
6 83 Anderson Pereira Do Amaral 21 34:32.441 1 Lap 01:34.815 56.194
7 891 Gustavo Pessoa De Souza 21 34:36.795 1 Lap 01:37.557 54.614
8 90 Gustavo Henrique Henn 21 34:48.672 1 Lap 01:36.367 55.289
9 815 Lucas Fernando Bottcher Frazão 21 35:03.872 1 Lap 01:38.846 53.902
10 16 Enzo Lazaro Pedo Lopes 21 35:09.290 1 Lap 01:35.775 55.63
11 127 Ismael Da Costa Rojas 21 35:16.594 1 Lap 01:39.225 53.696
12 112 Endrews Armstrong Nhemihes 21 35:23.882 1 Lap 01:38.282 54.211
13 22 Rodrigo De Castro Rodrigues 20 34:19.716 2 Laps 01:41.050 52.726
14 900 Tauan Henrique Brenner 20 34:32.571 2 Laps 01:40.304 53.119
15 13 Guillermo Esteva 20 34:49.345 2 Laps 01:38.957 53.842
16 915 Victor Martins Almeida 20 35:20.266 2 Laps 01:42.614 51.923
17 32 Rodrigo Lama De Andrade Santos 20 35:22.821 2 Laps 01:34.785 56.211
18 197 Hugo Erthal Cabral 20 35:32.884 2 Laps 01:43.183 51.636
19 99 Kioman De Jesus Navarro Munhoz 19 34:17.198 3 Laps 01:37.556 54.615
20 80 Heber Tomaz Da Silva 19 34:29.449 3 Laps 01:47.694 49.474
21 417 Lucas Caetano Alves Moreira 19 34:30.981 3 Laps 01:45.426 50.538
22 932 Mauriti Humberto Da Silva Ribeiro Junior 19 35:07.849 3 Laps 01:49.319 48.738
23 331 Regio Antonio Da Costa Filho 19 35:14.128 3 Laps 01:41.285 52.604
24 45 Leonardo De Souza 19 35:39.565 3 Laps 01:40.974 52.766
25 242 Maykon De Souza Lini 19 36:01.932 3 Laps 01:50.431 48.247
26 316 Guilherme Majewski Pinheiro 18 34:22.431 4 Laps 01:54.172 46.666
27 342 Maylon De Souza Lini 18 34:46.437 4 Laps 01:52.184 47.493
28 291 Patrik Capila De Souza Reginaldo 18 35:09.385 4 Laps 01:51.623 47.732
29 308 Higgor De Freitas Lima 18 35:27.620 4 Laps 01:50.381 48.269
30 561 Marcio Hortense 13 23:36.227 9 Laps 01:49.189 48.796
31 2 Eduardo Ferreira Lima 11 17:34.108 11 Laps 01:35.961 55.523
32 191 Pedro Iglesias Godoy 10 16:29.336 12 Laps 01:40.407 53.064
33 214 Lucas Martini 10 17:02.638 12 Laps 01:42.289 52.088
34 194 Leonardo Lizott 9 15:36.910 13 Laps 01:40.991 52.757
35 473 Lucas Martins 7 13:02.488 15 Laps 01:48.259 49.215
36 119 Gabriel Lucas Soares 7 13:06.601 15 Laps 01:45.619 50.445
37 919 Ricardo Jurça 6 10:29.852 16 Laps 01:42.907 51.775
38 58 Leandro Davids Araujo 6 11:09.315 16 Laps 01:43.471 51.493
39 111 Gustavo Pereira Do Amaral 3 04:45.815 19 Laps 01:46.162 50.187

P # MX2 Bateria 2 Laps Total Time Diff Best Time Best Speed
1 30 Hector Freitas Assunçao 21 33:43.733   01:36.337 55.306
2 27 Thales Vilardi Felix Da Silva 21 33:50.398 06.665 01:36.587 55.163
3 1 Paulo Alberto 21 34:03.165 19.432 01:35.310 55.902
4 20 Anderson Hauptli Cidade 21 34:50.003 01:06.270 01:38.577 54.049
5 90 Gustavo Henrique Henn 21 34:52.414 01:08.681 01:36.823 55.028
6 83 Anderson Pereira Do Amaral 21 35:14.061 01:30.328 01:37.877 54.436
7 32 Rodrigo Lama De Andrade Santos 21 35:15.007 01:31.274 01:39.556 53.518
8 987 Fabio Aparecido Dos Santos 21 35:20.346 01:36.613 01:40.766 52.875
9 127 Ismael Da Costa Rojas 20 33:44.325 1 Lap 01:40.695 52.912
10 891 Gustavo Pessoa De Souza 20 33:52.107 1 Lap 01:39.181 53.72
11 16 Enzo Lazaro Pedo Lopes 20 33:53.997 1 Lap 01:40.513 53.008
12 112 Endrews Armstrong Nhemihes 20 34:19.993 1 Lap 01:41.152 52.673
13 191 Pedro Iglesias Godoy 20 34:28.852 1 Lap 01:43.356 51.55
14 99 Kioman De Jesus Navarro Munhoz 20 34:34.220 1 Lap 01:41.697 52.391
15 815 Lucas Fernando Bottcher Frazão 20 34:48.106 1 Lap 01:42.409 52.027
16 31 Jose Brayan Padilha Soares 20 34:57.363 1 Lap 01:42.320 52.072
17 900 Tauan Henrique Brenner 20 35:01.244 1 Lap 01:42.520 51.97
18 194 Leonardo Lizott 20 35:11.110 1 Lap 01:42.651 51.904
19 22 Rodrigo De Castro Rodrigues 20 35:15.458 1 Lap 01:44.012 51.225
20 45 Leonardo De Souza 20 35:23.405 1 Lap 01:44.919 50.782
21 214 Lucas Martini 19 33:55.371 2 Laps 01:45.365 50.567
22 915 Victor Martins Almeida 19 34:10.153 2 Laps 01:46.270 50.136
23 331 Regio Antonio Da Costa Filho 19 34:45.378 2 Laps 01:47.746 49.45
24 242 Maykon De Souza Lini 18 34:01.033 3 Laps 01:49.342 48.728
25 80 Heber Tomaz Da Silva 18 34:09.456 3 Laps 01:46.573 49.994
26 417 Lucas Caetano Alves Moreira 18 34:25.254 3 Laps 01:51.369 47.841
27 932 Mauriti Humberto Da Silva Ribeiro Junior 18 34:40.148 3 Laps 01:51.147 47.937
28 197 Hugo Erthal Cabral 18 34:56.258 3 Laps 01:47.624 49.506
29 291 Patrik Capila De Souza Reginaldo 17 35:40.294 4 Laps 01:51.021 47.991
30 316 Guilherme Majewski Pinheiro 16 34:27.071 5 Laps 01:55.726 46.04
31 111 Gustavo Pereira Do Amaral 15 26:28.776 6 Laps 01:42.431 52.016
32 58 Leandro Davids Araujo 11 19:29.479 10 Laps 01:45.194 50.649
33 342 Maylon De Souza Lini 11 21:36.960 10 Laps 01:53.990 46.741
34 308 Higgor De Freitas Lima 11 24:19.470 10 Laps 01:53.942 46.761
35 919 Ricardo Jurça 9 17:05.958 12 Laps 01:50.010 48.432
36 13 Guillermo Esteva 7 12:12.166 14 Laps 01:43.340 51.558




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet