X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Rally dos Sertões - 10ª Etapa - Goianésia (GO) - Goiânia (GO)
Publicado em: 03/08/2013

Paulo Gonçalves surpreende e fatura título do Rally dos Sertões 2013
Redação MotoX.com.br – Carolina Arruda – Fotos: Edo Bauer/ Victor Eleutério/ Eric Schroeder/ FotoArena/ DFotos/ Vipcomm/ Gustavo Epifanio

Jean Azevedo encerra participação como o melhor brasileiro. Marc Coma é o mais rápido do dia


Paulo Gonçalves


Marc Coma e Paulo Gonçalves, separados na disputa do título do Mundial por apenas três pontos
Neste sábado (03), a 21ª edição do Rally dos Sertões chegou a fim, na cidade de Goiânia, após mais de 4000 quilômetros percorridos em dez dias. Foram percorridos 290 quilômetros, sendo 123 de trecho cronometrado, da cidade de Goianésia até a capital de Goiás, onde foi consagrado o campeão 2013 da competição: Paulo Gonçalves.

O português tinha como trabalho a fazer apenas manter a calma e a vantagem no acumulado. E missão cumprida quando Gonçalves foi o terceiro colocado do dia e, pela primeira vez, o primeiro colocado em uma etapa do Mundial de Rally Cross Country.

“É uma vitória muito importante para mim e para todo o time Speedbrain, depois de vários segundos lugares por várias rodadas do Mundial. Não tenho palavras para a vitória de hoje, estou muito feliz”, comentou Gonçalves. “É claro que essa conquista não é somente minha, é graças ao trabalho de todo o time – sem o trabalho da equipe isso não seria possível”, reconheceu o campeão do Sertões.

Agora Gonçalves e toda a caravana do Mundial seguem para o Egito, onde acontecerá a última rodada do Mundial. O português segue na vice-liderança do campeonato, apenas três pontos atrás de Marc Coma, primeiro colocado. Com o sucesso alcançado no Brasil, o piloto se anima para a final. “Estou ansioso para a etapa egípcia. Vou lutar bastante pelo título mundial”, declarou Gonçalves.
  

Marc Coma


Cyril Despres
E ficou para o defensor do título mundial, Marc Coma, o tempo mais rápido do dia. O espanhol marcou a terceira colocação no acumulado. “Não tinha muito mais o que fazer, apenas tentei terminar bem. Foi estágio curto com uma parte bem rápida e outra na montanha. Não corri muitos riscos, mas tentei ser o mais rápido possível. Era tudo que dava para fazer”, avaliou Coma.

Sobre o rally, o balanço geral do espanhol ainda lamenta a roda quebrada na etapa maratona. “No geral, foi um bom rally. Perder mais de 40 minutos e ainda conseguir terminar no pódio significa que eu tenho que estar mais que feliz. Conquistamos três vitórias nesses dez dias”, comentou. Segundo o piloto, a parte física ainda estava “inteira”. “Fisicamente, me senti bem. Agora é continuar o trabalho”, acrescentou.

Cyril Despres foi o segundo colocado na etapa, a frente de Paulo Gonçalves, e vice-campeão do rally. O campeão do Dakar 2013 reconheceu as dificuldades do Sertões. "Sempre há muitos problemas a serem enfrentados em um rally e este Sertões foi um em que administrar o equipamento era essencial para vencer. Parabéns ao Paulo, ele fez um ótimo trabalho, tentamos o nosso melhor, mas para mim não funcionou”, declarou o francês. “Mas de qualquer forma estou muito feliz em terminar em segundo com a equipe nova. Foi uma viagem bacana. A avaliação da moto foi muito positiva. Tomei alguns sustos, mas o importante foi terminar e cumprir a meta. O Brasil é um país muito especial e é muito legal receber esse calor sul-americano", completou Despres.
  

Jakub Przygonski


 
O quarto melhor tempo do dia ficou por conta de Jakub Przygonski. O polonês ficou com a quinta colocação no geral. O companheiro de equipe, Ruben Faria, não completou a participação no rally por conta de um pulso machucado após a primeira metade da competição.

Fausto Mota ficou com a quinta colocação, seguido de Michael Metge, piloto de apoio de Despres. Então foi Jean Azevedo que completou o dia na sétima posição, o melhor brasileiro do dia também foi o melhor brasileiro no acumulado da competição em quarto lugar.

É a 18ª participação do paulista no Sertões, desta vez o piloto largou testando o próprio desempenho por conta de uma luxação no ombro direito adquirida poucos dias antes da disputa durante os treinos. “Tive a opção de não largar neste Sertões para não forçar o ombro, mas eu queria saber como seria o meu rendimento. Não poderia ficar com esta dúvida”, contou.


Jean Azevedo


Ricardo Martins
A lesão explica o começo conservador de Jean Azevedo na prova, que a cada etapa foi subindo posições. “Eu me superava todo dia. Completar cada especial era uma vitória”, analisou. Sobre o rally, o piloto não considerou a edição deste ano a mais complicada. “O Sertões 2013 foi bastante duro, de muita quebradeira. Não posso dizer que foi o mais difícil, mas com certeza um dos mais difíceis”, avaliou.

Ricardo Martins completou o dia na oitava posição. O catarinense confirmou vice-campeonato na categoria Production entre as motos. “Agora é só alegria. Foi um rally duro e perigoso, me dediquei bastante para estar aqui. Estou muito feliz por ter dado tudo certo e agradeço a todos que torceram por mim”, disse Martins, também oitavo colocado no acumulado. O companheiro de equipe, Leandro Silveira, foi o nono colocado, à frente do brasileiro Ezair Bossa , que encerrou o Sertões estreando entre os dez primeiro colocados do dia.


Moara Sacilotti


Robert Nahas
As duas mulheres sobre duas rodas na competição completaram a prova mostrando muita determinação. Moara Sacilotti fez o 25º tempo e faturou a categoria feminina no Mundial. “Foi muito bom completar, mesmo machucada. Na hora de subir na rampa a gente até esquece as dores”, contou a brasileira, 28ª colocada no acumulado. Marieta Moraes encerrou a participação no Sertões com a 20ª posição no geral. 

Entre os quadriciclos, Robert Nahas faturou a primeira colocação do dia e no acumulado. Pouco mais de dois minutos deram à vitória a Nahas sobre Marcelo Medeiros. “Foi por pouco que consegui”, contou o piloto. Já nos UTVS, Carlo Collet, ao lado do navegador Marcos Gouvea, foi o campeão.

Nos carros, mais uma vez Stéphane Peterhansel, hexacampeão do Dakar sobre duas rodas, se sagrou campeão dominando a categoria em praticamente todos os dias. O Sertões foi um treino para o Dakar 2014. “Quando começamos, nós tínhamos em mente vencer e melhorar o carro. As configurações desse Mini são as mesmas que utilizaremos no Dakar, então estamos muito felizes e satisfeitos com os resultados”, avaliou.


Stéphane Peterhansel

O título dos caminhões estava decidido há algum tempo. No início do rally, a disputa estava entre os caminhões de Guido Salvini e Edu Piano. Porém, na metade da competição, o veículo de Salvini quebrou e a briga pelo título se deu como encerrada. Edu Piano completou a prova no tempo total de 32h35min46s.


Jean Azevedo


Paulo Gonçalves


Festa brasileira na recepção de Jean Azevedo

Resultados da etapa

1. Marc Coma - 01:26:51
2. Cyril Despres - 01:26:57
3. Paulo Gonçalves - 01:27:46
4. Jakub Przygonski - 01:28:55
5. Fausto Mota - 01:30:47
6. Michael Metge - 01:30:06
7. Jean Azevedo - 01:32:31
8. Ricardo Martins - 01:29:29
9. Leandro Silveira - 01:33:49
10. Ezair Bossa - 01:36:01

Classificação Final

P N Piloto Penalidade Total Diferença Do 1º
4 Paulo Goncalves   30:27:38 -
5 Cyril Despres   30:52:38 00:25:00.7
1 Marc Coma   31:04:02 00:36:24.4
25 Jean Azevedo   31:47:47 01:20:09.4
3 Jakub Przygonski   31:59:14 01:31:36.2
7 Michael Metge 00:10:00 32:47:58 02:20:20.5
34 Fausto Mota 00:20:00 32:55:19 02:27:41.2
17 Ricardo Martins 00:04:00 32:55:34 02:27:56.3
50 Raul Lima 00:03:00 34:37:04 04:09:26.6
10º 43 Ezair Bossa 00:01:00 35:06:24 04:38:46.4
11º 19 Leandro Silveira 00:20:00 35:22:46 04:55:08.1
12º 33 Dominique Robin   35:38:35 05:10:56.9
13º 20 Fabricio Bianchini 00:08:00 35:58:11 05:30:32.9
14º 37 Wilson Franceschi 00:12:00 36:45:51 06:18:13.0
15º 30 Glauco Feitosa   37:00:41 06:33:02.1
16º 26 Norton Lopes   37:03:57 06:36:19.5
17º 29 Eduardo Amaral 00:27:00 40:19:18 09:51:40.3
18º 22 Ricardo Medeiros   40:19:39 09:52:01.3
19º 45 Israel Carvalho Segundo 00:48:00 42:18:51 11:51:13.2
20º 47 Marieta Moraes   44:46:19 14:18:41.1
21º 36 Rui Oliveira 08:20:00 47:14:30 16:46:52.1
22º 31 Julio Zavatti 20:45:00 57:54:31 1d 03:26:5
23º 41 Luiz Almeida Jr. 20:11:00 58:54:08 1d 04:26:2
24º 23 Marcos Finato 25:27:00 64:03:32 1d 09:35:5
25º 46 Guilherme Kury 20:47:00 64:06:29 1d 09:38:5
26º 13 Ike Klaumann 30:30:00 65:08:42 1d 10:41:0
27º 8 Humphrey Van Basel 25:00:00 72:57:55 1d 18:30:1
28º 16 Moara Sacilotti 41:50:00 84:43:13 2d 06:15:3
29º 10 Dario Julio 60:11:00 96:25:23 2d 17:57:4
30º 39 Roberval Silva 61:01:00 106:26:15 2d 03:58:3
31º 27 Wilson Pereira Jr. 75:37:00 120:32:32 2d 18:04:5
32º 44 Danilo Gomes 79:10:00 121:37:47 2d 19:10:0
33º 11 Ramon Sacilotti 87:55:00 128:23:45 2d 01:56:0
34º 18 Guilherme Piva 89:07:00 132:25:01 2d 05:57:2



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet