X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Rally dos Sertões - 4ª etapa - Uruaçu - Porangatu (GO)
Publicado em: 28/07/2013

Rally conhece terceiro nome diferente a vencer: Cyril Despres domina o domingo
Redação MotoX.com.br - Carolina Arruda - Fotos: Edo Bauer/ Marcelo Maragni/ Eric Schroeder/ Vitor Eleutério/ FotoArena / Idário Café/ DFotos/ Vipcomm

Marc Coma segura liderança no acumulado. Paulo Gonçalves cai para o terceiro lugar. Deni Nascimento estreia como melhor brasileiro do dia
 

Cyril Despres


Jean Azevedo
Neste domingo (28) aconteceu o quarto estágio do Rally dos Sertões. As motos seguiram de Uruaçu até Porangatu, dentro do Estado de Goiás. A quilometragem do dia foi relativamente baixa, com 289 quilômetros no total, sendo 233 de trecho cronometrado. O fato não torna a etapa menos exigente, já que os competidores enfrentaram estradas com cascalho e chão duro.

Jean Azevedo explica melhor: “Achei uma prova traiçoeira, com erosões e lombas. Apesar do trecho rápido, qualquer descuido poderia me levar a um tombo”, contou o pentacampeão da prova.

O atual líder do rally reforça o comentário do brasileiro. “O estágio de hoje era muito mais rápido do que os anteriores, mas também com muita poeira, pouco grip e pouca visibilidade. Temos que estar alertas o tempo todo porque neste tipo de terreno não dá para cometer erros. O chão maltrata bastante os pneus e todos sofremos um pouco nos últimos quilômetros”, comentou Marc Coma.

Marc Coma ainda segura a liderança no Sertões, mas hoje não foi o dono da vitória e ficou com a segunda colocação. O espanhol hoje cedeu terreno para Cyril Despres, que venceu com 24 segundos de diferença. O francês presenteou a Yamaha com seu primeiro triunfo depois de assinar com a marca. 
  

Marc Coma


Paulo Gonçalves
"Primeira especial que venço com Yamaha, então é um dia bastante especial para mim e para a equipe. Foi a especial mais emocionante da minha vida, bem aberta com alguns buracos”, revelou Despres. “O começo foi num ritmo tranquilo. No abastecimento, eu estava a 1min13 do Marc Coma e passei a forçar mais. A uns 20 km do final, cometi um pequeno erro e perdi um pouco de tempo, o que é muito quando se trata de um competidor como o Marc perto de você", comentou o francês, agora segundo colocado no acumulado.

E cadê o português? Paulo Gonçalves ficou na terceira colocação. O piloto decidiu fazer uma corrida mais conservadora durante o domingo: “Hoje foi um bom dia para mim e para a equipe. Depois de sair da pista no estágio três, decidi não correr muitos riscos. Até porque os três dias mais difíceis estão pela frente”, comentou Gonçalves. “Espero ganhar terreno na segunda à frente do Marc e do Despres, já que o estágio será bem longo e mais técnico”, completou.
  

Ruben Faria


Jakub Pryzygonski
Ruben Faria foi o quarto, seguido de Deni Nascimento, o melhor brasileiro do dia na disputa.
"O dia começou bem gostoso, do jeito que prefiro andar, em trechos rápidos e sinuosos e foi assim até a parte da serra com as subidas e descidas”, avaliou o quinto colocado. “Enquanto eu não me acostumar 100% com a moto eu não vou forçar nestes trechos. A estratégia é manter o foco para não desconcentrar, porque quero muito terminar este rally. Vou aproveitar os dias rápidos para acelerar o máximo que puder e nos outros vou ser conservador”, completou Deni Nascimento.

A sexta posição ficou para Michael Metge, que chegou alguns segundos à frente de Jakub Pryzygonski. E então os brasileiros Dário Júlio, Jean Azevedo e Ike Klaumann, respectivamente, completaram os dez primeiros colocados.

Ike Klaumann segue como o melhor brasileiro no acumulado, mas se revela cauteloso na competição. “Eu não penso em ser o melhor brasileiro. Tenho feito uma pilotagem segura, consciente. Infelizmente tivemos duas baixas na equipe e isso mexe de certa forma conosco. Preciso manter o meu ritmo, sem sustos”, afirmou o catarinense.
 

Ike Klaumann


Dário Júlio
Os companheiros de equipe de Klaumann, Dário Júlio e Jean Azevedo também avaliam a situação do time e agora focam na etapa maratona que promete desafiar os competidores:

“Nossa equipe está bastante concentrada e ciente do que precisa fazer no Rally dos Sertões. Teremos mais um bom teste com a etapa maratona. O equipamento está perfeito e espero que consigamos mantê-lo assim até o término da competição”, comentou Dário, oitavo colocado no acumulado.

“Vamos amanhã para primeira perna da etapa maratona”, disse Jean Azevedo, décimo no acumulado. “Os próximos dois dias serão muito importantes na prova, afinal qualquer problema poderá causar maiores transtornos já que não teremos manutenção”, ressaltou.

Nesta segunda-feira, os competidores seguem de Porangatu rumo à Natividade (GO). Será um dia mais longo com percurso de 487 km, com 295 de especial. A etapa maratona marca metade do Rally, nela os competidores não podem contar com ajuda mecânica externa.

Esses dois dias também podem ser especialmente decisivos para o trio que comanda a liderança do Sertões. Marc Coma, Cyril Despres e Paulo Gonçalves contam com uma diferença de dez minutos em relação ao quarto colocado, Ruben Faria, e no momento restringem a disputa pelo primeiro lugar entre si, mas se tratando de um rally, com tantos quilômetros pela frente, muita coisa pode acontecer.
 

Jean Azevedo

Já Nielsen Bueno e Guto Klaumann que deixaram a disputa por conta de acidentes, seguem acompanhando de perto a equipe pela competição. Nielsen Bueno lamentou o fim da participação por conta do pulso direito fraturado: “Larguei com o intuito de dar o meu melhor e correr sem erros. Sabia que tinha condições para isso. Se o Michael Metge tivesse me deixado ultrapassar, nada disso teria acontecido", comentou o mineiro.
  

Cyril Despres
    

Marc Coma
 

Paulo Gonçalves
    

Ike Klaumann
  

Dário Júlio

Resultados

1 - Cyril Despres - 2h38min14s
2 - Marc Coma - 2h38min38s
3 - Paulo Gonçalves - 2h40min08s
4 - Ruben Faria - 2h41min56s
5 - Deni do Nascimento - 2h44min02s
6 - Michael Metge - 2h44min20s
7 - Kuba Przygonski - 2h45min02s
8 - Dário Júlio - 2h45min51s
9 - Jean Azevedo - 2h46min24s
10 -Ike Klaumann - 2h47min06s






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet