X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Enduro

Mundial de Enduro - 1ª e 2ª etapas - Talca - Chile
Publicado em: 22/03/2013
Clique e saiba mais

Meo, Salvini e Nambotim vencem abertura da temporada
Redação MotoX.com.br - Lucídio Arruda - fotos: Jonty Edmunds  


Johnny Aubert


Assista na MotoX TV
O Mundial de Enduro deu a largada para a temporada 2013 aqui na América do Sul. O Chile recebeu a primeira e segunda etapas da competição que em seguida vai para a Argentina, país que sedia as duas etapas seguintes.

O ponto de partida do campeonato foi a cidade de Talca, localizada mais ou menos no centro do território chileno, 250km ao sul da capital Santiago. O final de verão da região, com clima bastante seco e quente, previa trilhas empoeiradas para os pilotos.

Os motores já roncaram para valer na sexta-feira à noite com o Super Teste no circuito construído em frente ao ginásio municipal, acompanhado por cerca de 6.000 espectadores. O francês Johnny Aubert foi o mais rápido entre os 124 participantes do GP do Chile com o tempo de 2:05.21, dois décimos de segundo mais rápido que o italiano Alex Salvini. Christophe Nambotin, também francês, foi o terceiro mais rápido no cômputo geral. Uma das vítimas do Super Teste foi o britânico David Knight que se enroscou em marcadores da pista e marcou apenas o 12º tempo geral.

1º Dia


Antoine Meo


Pierre Alexandre Renet
Como esperado o clima seco e empoeirado marcou o primeiro dia de trilhas. Felizmente a temperatura caiu um pouco em relação aos dias anteriores, aliviando um pouco a vida dos pilotos.

Na classe E1, uma batalha ferrenha entre o francês da KTM Antoine Meo e o finlandês da Husqvarna Juha Salminen. Meo foi o mais rápido em cinco dos nove trechos cronometrados e completou o dia com 28 segundos de vantagem sobre Salminen. 

O vencedor comentou: "Esse foi o início de temporada que eu estava esperando. Sabia que o Juha ia atacar no início. Consegui ganhar o primeiro teste, mas ele foi mais rápido nos dois seguintes. Depois disso apertei o ritmo e venci os quatro testes seguintes. Me senti confortável o dia todo e ao final tudo deu certo para mim."

A disputa pela vitória na classe E2 foi entre franceses. Pierre Alexandre Renet (Husaberg) faturou três das nove especiais do dia, assim como o compatriota Johnny Aubert. A diferença na soma dos tempos entre os dois foi de apenas quatro segundos.


Christophe Nambotin


Joakim Ljunggren
"Foi uma luta dura com Aubert durante todo o dia. Ele era mais rápido no Cross Teste, mas eu achei bons traçados no Enduro Teste onde é preciso pilotar suave para ser rápido", comentou Renet após o pódio. "Assim que ajustei minha pilotagem ganhei confiança a cada volta. Foi duro, mas estou feliz com a vitória."

Entre os grandes motores da Classe E3, o sueco Joakim Ljunggren (Husaberg) levou a melhor sobre Christophe Nambotin (KTM) também com uma pequena margem de 5 segundos. Apesar de ter vencido "apenas" duas especiais, contra quatro de Nambotin, Ljunggren foi quem acumulou menos tempo na chegada. O italiano Manuel Monni venceu os outros dois testes restantes, mas seu dia intercalou altos e baixos e dois testes com tempos longe dos dez primeiros o deixaram apenas na oitava posição.

"Sabia onde podia ser rápido e onde não podia e felizmente a estratégia funcionou. Depois de um inverno frustrante no SuperEnduro fico feliz em reverter as coisas aqui no Chile", comentou o sueco que não vencia desde 2009, quando ganhou uma etapa em seu país natal.

2º Dia


Juha Salminen


Alex Salvini
No segundo dia foram mais três voltas com três testes cronometrados em cada uma delas. Antoine Meo começou com mais uma performance sólida, sendo o único a completar o primeiro teste abaixo da casa dos 11 minutos. Porém, ao longo do dia cometeu alguns erros e chegou a ser ultrapassado pelo italiano Thomas Oldrati (Husaberg). Os dois chegaram praticamente empatados para o último Extreme Teste do GP, e foi justamente onde Meo reencontrou o melhor de sua pilotagem para garantir a vitória na etapa e a liderança do campeonato.

"Comecei muito bem pela manhã, mas me perdi um pouco durante o dia. Na última volta dei o meu máximo e ao marcar o melhor tempo no último Extreme Teste consegui faturar a vitória", disse Meo, único piloto das três classes principais a conquistar uma dupla vitória no Chile.

A grande surpresa do dia ficou por conta do italiano Alex Salvini, da HM Honda, que fez uma primeira volta espetacular vencendo as três especiais. Nas voltas seguintes venceu mais uma especial em cada uma e foi capaz de administrar a liderança com 14 segundos de vantagem sobre o espanhol Ivan Cervantes (KTM) e 24 sobre Aubert.

Salvini comemorou muito sua primeira vitória num GP do Mundial de Enduro: "Estou muito feliz com a vitória. A minha primeira no Enduro. Me senti forte durante todo o dia e pilotei da maneira que sei que sou capaz. Foi um grande dia!"


 

Na classe E3 Nambotin deu o troco em Ljunggren, vencendo cinco das especiais e a geral do dia com 18 segundos de vantagem, apesar de não se sentir confiante com o acerto da motocicleta.

"Apesar da vitória foi um dia difícil para mim. Eu lutei para ficar à vontade na trilha e caí mais do que gostaria. Mas estou feliz com os resultados consistentes. Consegui bons pontos nesse primeiro GP."

Brasileiro na etapa

Apesar da relativa pouca distância nessa etapa de abertura, apenas um piloto brasileiro se arriscou no GP de abertura do Mundial de Enduro. Rigor Rico competiu na classe Junior com uma Gas Gas 300 2T. Classificou-se em 23º no primeiro dia e 19º no segundo.


Rigor Rico foi o único brasileiro na competição - foto: Adalto Motoraid

“Pus a cabeça no lugar e andei com muito mais calma no segundo dia, conseguindo baixar os tempos. Errei pouco, o meu principal erro foi não conseguir subir de primeira uma ladeira no Extreme Teste e acabei perdendo bastante tempo. Andei sem cansar muito, a trilha tinha terreno acidentado e controle de horário apertado, e fui 19º”, disse Rigor.

Classificação Geral

P. E1 Total CHL País Moto
1 MEO Antoine 40 20 20 FRA KTM
2 SALMINEN Juha 28 17 11 FIN HVA
3 SEISTOLA Matti 28 15 13 FIN HVA
4 OLDRATI Thomas 24 7 17 ITA HUSABERG
5 REMES Eero 24 9 15 FIN TM
6 JOLY Jérémy 23 13 10 FRA  
7 DEPARROIS Nicolas 19 11 8 FRA YAMAHA
8 ALBERGONI Simone 19 10 9 ITA HM HONDA
9 BOISSIERE Anthony 13 6 7 FRA SHERCO
10 MICHELUZ Maurizio 11 5 6 ITA SUZUKI
11 GUERRERO Cristobal 8 8 --- ESP KTM
12 SOTO Christian 7 2 5 CHL  
13 SALAZAR Jetro 6 3 3 PER  
14 GARATE Javier 5 1 4 CHL  
15 URRUTIA Nicolas 4 4 --- CHL  
P. E2 Total CHL País Moto
1 SALVINI Alex 35 15 20 ITA HM HONDA
2 RENET Pierre Alexandre 33 20 13 FRA HUSABERG
3 AUBERT Johnny 32 17 15 FRA KTM
4 CERVANTES Ivan 30 13 17 ESP KTM
5 KNIGHT David 22 11 11 GBR  
6 MENA Oriol 20 10 10 ESP HUSABERG
7 GUERRERO Victor 18 9 9 ESP KTM
8 SANTOLINO Lorenzo 15 8 7 ESP HVA
9 BASSET Antoine 14 6 8 FRA YAMAHA
10 BALLETTI Oscar 12 7 5 ITA  
11 QUEYREYRE Alexandre 11 5 6 FRA YAMAHA
12 BENAVIDES Kévin M. 7 3 4 ARG KTM
13 ISRAEL Vicente 4 4 --- CHL  
14 CAIMI Franco 4 1 3 ARG KTM
15 ISRAEL Benjamin 3 2 1 CHL  
P. E3 Total CHL País Moto
1 NAMBOTIN Christophe 37 17 20 FRA KTM
2 LJUNGGREN Joakim 37 20 17 SWE HUSABERG
3 THAIN Rodrig 28 13 15 FRA GAS-GAS
4 CORREIA Luis 24 11 13 PRT BETA
5 LEOK Aigar 20 15 5 EST TM
6 MONNI Manuel 19 8 11 ITA KTM
7 KEHR Marcus 19 10 9 DEU KTM
8 PHILIPPAERTS Deny 15 7 8 ITA BETA
9 PLANET Fabien 14 4 10 FRA SHERCO
10 ROBERT Christophe 13 9 4 CHE HUSABERG
11 FORTUNATO Benoit 12 5 7 FRA HM HONDA
12 TARKKALA Marko 12 6 6 FIN  
13 DIAZ Homero 6 3 3 MEX  
14 OVALLE Matias 3 1 2 CHL  
15 URRUTIA Cristobal 2 2 --- CHL  
P. Junior Total CHL País Moto
1 REDONDI Giacomo 40 20 20 ITA KTM
2 MCCANNEY Daniel 28 17 11 GBR GAS-GAS
3 PHILLIPS Matthew 26 11 15 AUS HVA
4 LARRIEU Loïc 26 13 13 FRA HUSABERG
5 ROMAN Mario 23 6 17 ESP HUSABERG
6 KVARNSTROM Robert 22 15 7 FIN BETA
7 MANZI Jonathan 20 10 10 ITA KTM
8 MORI Nicolo 17 8 9 ITA BETA
9 OLIVEIRA Luis 17 9 8 PRT YAMAHA
10 MORONI Rudi 11 7 4 ITA KTM
11 HARPER Mitcham 10 5 5 AUS  
12 D'AMBROSIO Edoardo 6 --- 6 ITA YAMAHA
13 EDLUND Johan 6 4 2 SWE HUSABERG
14 ROJAS Diego 5 2 3 CHL GAS-GAS
15 GUTIERREZ Diego 4 3 1 ARG  
P. 125 Cup Total CHL País Moto
1 HERRERA Benjamin 40 20 20 CHL  
2 MCCANNEY Jamie 34 17 17 GBR HUSABERG
3 ELOWSON Albin 24 9 15 SWE HUSABERG
4 NOGUEIRA Henrique 23 15 8 PRT TM
5 TRAININI Nicholas 20 13 7 ITA HUSABERG
6 BORJESSON Jesper 20 11 9 SWE HUSABERG
7 HERRERA Diego 20 10 10 CHL  
8 KUTULAS Nicolas 14 8 6 ARG  
9 BRESOLIN Matteo 13 --- 13 ITA KTM
10 CIUCCI Dawid 11 --- 11 ITA  
11 BENAVIDES Luciano 11 7 4 ARG  
12 ETCHEVERRIA Samuel 11 6 5 CHL  
13 MARIN Alonso 7 4 3 CHL  
14 SALAZAR Ian 5 5 --- PER  
15 PAVEZ Felipe 3 3 --- CHL  
16 TAVERNE Sebastian 2 --- 2 CHL  
17 VASQUEZ Javier 2 2 --- CHL  
18 DIEZ Jorge 1 --- 1 CHL  






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet