X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

8ª etapa - Santa Luzia - MG
Publicado em: 31/10

Ratinho e Marronzinho são campeões
Texto e fotos: Lucídio Arruda


Largada MX2

A cidade de Santa Luzia, grande Belo Horizonte, MG recebeu mais de 160 pilotos para a disputa da etapa final do Brasileiro de Motocross. Em jogo o título nas duas principais categorias a MX1 e MX2.

Após os treinos de sábado, ao final da tarde, uma fortíssima tempestade atingiu a cidade e praticamente acabou com a pista e com os boxes, pondo abaixo praticamente toda a estrutura do local. Mesmo os toldos maiores que formavam a estrutura dos banheiros e sala de imprensa não resistiram. Das barracas dos pilotos foram poucas que não viraram apenas um monte de metal retorcido.

Muitos chegaram a acreditar no cancelamento do evento, mas no domingo pela manhã toda a estrutura do circuito estava de pé novamente e a pista incrívelmente não tinha uma poça d´água.

O warm-up foi cancelado e os pilotos foram direto para as largadas com direito a duas voltas de reconhecimento. Vamos conferir como foram as provas. Lembre-se que durante a semana postaremos mais fotos e detalhes desta etapa final.


Nico Rocha

MX3 - Nico Rocha na última volta

A bateria da MX3 foi reduzida para 20 minutos mais duas voltas. O catarinense Cássio Garcia assumiu a liderança na largada e abriu boa vantagem na liderança.

O paranaense Nico Rocha não conseguiu acompanhar Cássio no início, mas durante a bateria apertou o ritmo e ao final, empurrado pelo público encostou no líder para conseguir a ultrapassagem na última volta e conquistar sua segunda vitória consecutiva.
Cássio tentou o troco e o drama resistiu até as curva finais onde os dois tiveram que se espremer entre retardatários. 

Jaques Pich ficou com a terceira posição depois de um intenso duelo com Antônio Miranda. O paulista Ricardo Kaphê Sebbe subiu ao pódio na quinta posição.

Pl MX3 Team Moto
1 239 Nicomedes Soares Rocha Mcr, Pmx, Circuit Hon
2 26 Cassio Roberto Garcia Honda, Mobil, Pirelli, Ngk, Did, Kaerre, Carr Hon
3 30 Jaques Pich Seel, Mobi Lux, Panilume Hon
4 51 Antonio Miranda(tunico) Recreio, Volkswagen Hon
5 48 Ricardo Sebbe Raid, Shift, Mitas, Emg, Monaco Yam
6 85 Fabio Aleixo Dos Santos Directlink, Carlão Racing Hon
7 79 Andre Tavares Barbosa Morato Racing Hon
8 98 Mariana Napoles Balbi Honda, Orbital, Mobil, Asw Hon
9 398 Raimundo Paulo Araújo Dp Motos, Motokar, Mcr Hon
10 61 Carlos Kettermann Copasa, Nelson Import Hon
11 102 Ricardo Kazumi Sato Hon Hon
12 38 Leo Lopes Www.leomotos.com.br Suz
13 93 Dario De Oliveira Jr Cal Imperial Yam
14 369 Marcelo Murrer Socorro Gasolina Hon
15 92 Oscar Herbert Kleiber Marazil Ltda Hon


Hector Assunção

65 - Hector vence mais uma. Zamboni é o vice.

Hector Assunção, o irmão do Roosevelt, garantiu mais uma vitória na temporada e já subiu ao pódio com o boné da Honda, indicando que na próxima temporada já defende as cores da equipe.

O matogrossense Cézar Zamboni assumiu a segunda posição logo no início e manteve a colocação até o final, o que lhe garantiu o vice-campeonato.

Em terceiro ficou Gustavo Takahashi que fez uma prova consistente e não foi incomodado por ninguém durante a corrida.

O grande duelo da prova foi entre Douglas Santos e Daniel Guelman. Os dois trocaram de posição algumas vezes até que Guelman bateu em um retardatário e caiu. Endrews Armstrong ficou com a quinta posição.

Pl 65 Team Moto
1 1 Hector Freitas Assunçao Asw, Fox, Pro Racing, Riffel Ktm
2 12 Cezar A Zamboni(cezinha) Secretaria De Esporte Estadual Ktm
3 97 Gustavo Vieira Bonaventura Takahash Circuit, Juninho Motos, Shelter Ktm
4 8 Douglas Santos Luiz Automoveis, Mcr, Vsx Ktm
5 15 Endrews Armstrong Nhemihes Torkkaerre, Enzo, Pmx, Jmr, Motul Ktm
6 7 Felipe Rejes De Simoni Acerbis, Rexon, Vsx, General Ktm
7 10 Rodrigo De Andrade Santos Color Prints, Asw
8 23 Caio Cardoso Wv Racing, Academia Movimento, Colegio De Ktm
9 37 Eduardo Leopoldo Rudnick Irmãos Maahs, Ceramfix, Freelux, Loja Letk Ktm
10 41 Gustavo R Lima(gustavinho) Asw, Socorro Gasolina Ktm
11 69 Talles H Hess(talles) Hess Express, Mcr Racing Ktm
12 13 Daniel Hiroshi Enokibara Guelman Circuit, Racetech, Motobiu Ktm
13 75 Felipe Sorrentino Ribeiro Lufi Lingerie Ktm
14 55 Gabriel Ranzani Dayco, Gr Motos, Kid's Racing Ktm
15 20 Anderson Pereira Amaral Ktm



Thales Villardi

85 - Villardi imbatível

O já campeão Thales Villardi não fez uma boa largada. Se enroscou com Dudu Lima logo após o gate e teve de recolher a aceleração na reta de largada, ficando por alguns segundos na última posição. Porém sua recuperação foi impressionante e cinco curvas mais tarde já ocupava a quinta posição.

Algumas voltas depois Thales assumiu a liderança ao ultrapassar o goiano Deni Marques, o Tuka que tentou dar o troco em seguida, mas caiu.

Gustavo Amaral assumiu a segunda posição onde permaneceu até a bandeirada.

Tuka e Lucas Cattoni brigaram durante o restante da bateria pela terceira posição, que acabou nas mão de Tuka. Anderson Cidade competiu ainda se recuperando de uma lesão e garantiu o vice-campeonato ao completar a prova na quinta posição, segurando o ataque de Dudu Lima.

Pl 85 Team Moto
1 7 Thales Villardi Felix Da Silva Honda, Fox, Zoolo, Mx Tech, Orbital, Wiseco, Hon
2 5 Gustavo Pereira Do Amaral Honda, Ultragrip, Proex, Ciclo Star, Carbox Hon
3 19 Deni Marques Filho(tuka) Bolsa Esporte Governo De Goias, Wv Racin Hon
4 9 Lucas Stein Cattoni Honda, Pirelli, Mobil Hon
5 10 Anderson Cidade Honda, Mobil, Acerbis, Expresso Joacaba, Mo Hon
6 8 Eduardo F Lima(dudu) Vaz, Yamaha, Kaerre, Toyo Matic, Zelao, Motu Yam
7 4 Kaian T Evangelista(kaian) Honda, Pura Mania, Osmoze, Tork, Bateria Ju Hon
8 6 Raphael De Simoni Acerbis, Rexon, Vsx, General Hon
9 24 Romulo Bottrel Neto(onça) Moto Street, Motoparts, Netsol, Pbf, Mrpro, Hon
10 29 Matheus Magno Nelson Lojas Planet Sport Hon
11 52 Gabriel Gentil Honda, Asw, Rinaldi, Expresso Joaçaba, Moto Hon
12 17 Rodrigo C. Rodrigues Repsol, Max Center, Pro Racing, Suspensão, Hon
13 47 Gabriel Montenegro Fox, Motorex, Racetech Hon
14 41 Fabio Cezar Renna Quartucci So Frio Ar, Sinisalo, Lg Hon
15 65 Bruno Ayrton Leles(brunin) Use Motos Yamaha, Paitrocínio Hon


Leandro Silva


MX2 - Leandro vence - Ratinho é o campeão

Além de Marcello Ratinho e Rafael Zenni, Rodrigo Selhorst e Wellington Garcia também tinham chances - embora mais remotas - de conquistar o título.

Os quatro foram apresentados ao público que tomou conta do Mega Space e, após as voltas de reconhecimento, foi dada a largada com quarenta motos no gate.

Ratinho conseguiu uma largada perfeita, mas não tão perfeita quanto a de João Toledo. Os dois iniciaram a prova na frente enquanto Zenni fez uma largada mediana e Garcia começou a prova lá atrás. Selhorst errou a terceira curva e recomeçou a prova em penúltimo.

Com um terço de prova Ratinho liderava com 9 segundos de vantagem sobre Leandro Silva e Zenni que vinha em terceiro logo atrás. Os três deram um show de pilotagem. Com a pressão da disputa pelo título nas costas tanto Ratinho quanto Zenni tinham que andar no limite e sem cometer erros, que poderiam custar muito caro. Já Leandro estava mais à vontade e pilotava mais solto. No início da prova inclusive sofreu duas pequenas quedas.

A diferença entre Ratinho e Leandro variava para cima e para baixo, mas nas voltas finais Leandro encostou e a três curvas da bandeirada tentou o bote final. Ratinho evitou o confronto, deixou a batalha de lado para vencer a guerra e comemorou emocionado o título brasileiro. Rafael Zenni chegou em terceiro e se recolheu aos boxes.

Na quarta posição chegou o paraguaio Adrian Cantero que subiu ao pódio e tudo, porém mais tarde teve de devolver o troféu pois sua motocicleta estava fora do regulamento. Com sua desclassificação Garcia e Selhorst ficaram em quarto e quinto respectivamente.


Marcello Ratinho Lima - Campeão da MX2


Pl MX2 Team Moto
1 14 Leandro Nunes Da Silva Honda, Pro Tork, Karekas Motos Hon
2 5 Marcello Ferreira De Lima Vaz, Yamaha, Kaerre, Toyo Matic, Zelao, Motu Yam
3 4 Rafael Zenni Honda, Pro Tork Hon
4 221 Wellington Garcia Matos Honda, Mobil, Ngk, Did, Pirelli, Pro Tork, As Hon
5 7 Rodrigo Clemente Selhorst Yamaha, Shift, Protork, Decar, Mp Motos Yam
6 70 Swian Zanoni Motocar, Racetech, Benazi, Tardim Kaw
7 36 Lucas Lemgruber De Moraes Dunas Race, Suzuki, Protork Suz
8 27 Renan Perine Bunij Dunas Race, Mrp, Acerbis, Asw, Alpinestars, Yam
9 21 Kurt Airton Rocha Mcr, Gerovital Yam
10 69 Fabio Grundling Teixeira Carhouse Toyota Yam
11 671 Edson Luiz Bertos(edinho) Ims, Ting, Dismotor, Guabi
12 147 Marco Antonio Baptista De Oliveira Jun Hon
13 22 Joao Toledo Suzuki, Petrobras Suz
14 37 Rafael Da Silva Faria Tork, Mcr Adrenalina Yam
15 108 Marco Tulio Couto Souza Distribuidora Rondonia, Cacapesca Amazon Hon



Jorge Balbi Jr

MX1 - Marronzinho campeão

Apenas três pontos separavam Marronzinho e Roosevelt antes da largada. E na primeira curva os dois se envolveram num acidente com Kristofer Florenzano. Inacreditável! Os dois candidatos ao título caem na primeira curva! E este foi justamente o momento decisivo em relação ao título. Marronzinho conseguiu retornar rapidamente à competição enquanto Roosevelt precisou ir ao "pit" para dar partida em sua moto recomeçando a prova uma volta atrás. 

Quem saiu em primeiro foi Massoud Nassar seguido de Jorge Balbi. Balbi assumiu a liderança na descida do tobogã, mas Massoud deu o troco logo em seguida. Na volta seguinte Balbi assumiria a liderança definitivamente. Massoud sofreu uma queda e teve de ultrapassar Maurício Arruda e Marcos Cordeiro para recuperar o segundo posto.

Cordeiro fez sua melhor prova da temporada recebendo a bandeirada em terceiro. Já pela quarta posição houve um longo duelo entre Douglas Parise e Kristofer Florenzano, onde o paranaense levou a melhor sobre o gaúcho.

Marronzinho fez uma corrida tranquila, preocupado apenas em receber a bandeirada enquanto recebia as informações sobre a posição de Roosevelt que recuperou-se até a décima posição.

O catarinense Marronzinho cruzou a chegada em sexto e comemorou seu primeiro título brasileiro.


João Paulino Marronzinho recebe a bandeirada e comemora o título na MX1


O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado e promovido pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) com patrocínio Honda, Mobil e Dunas Race, co-patrocínio Expresso Joaçaba e Yamaha.


Pl MX1 Team Moto
1 1 Antonio Jorge Balbi Vaz, Yamaha, Asw, Orbital, Recreio Yam
2 6 Massoud Nassar Neto Honda, Intermec, Mobil, Zelão, No Fear Hon
3 28 Marcos Campos Cordeiro Circuit Suz
4 12 Kristofer Florenzano Yamaha, Protork, Motul Yam
5 17 Douglas S Parise(duda) Bsc, Laucar, Valente, Total, Mcr, Vsx, C. Mez Hon
6 3 Joao Paulino Da Silva Junior Suzuki, Petrobras, Asw, Mitas, Circuit Suz
7 23 Mauricio Arruda Orbital, Vaz, Shift, JPS, Academia Antares, Suz
8 66 Gustavo Panisset(panisset) Xtreme, Limits, Speed Motos Suz
9 967 Gustavo Guimarães Rocha
10 8 Roosevelt De Freitas Assuncao Junior Honda, Circuit, Mobil, Oakley, Did, Ngk, Pire Hon
11 78 Fabiano Nestor Dos Santos Marconepeixoto, Rinaldi Kaw
12 146 Joao Henrique Guedes Pereira Leite Respar, Guerreiro Hon
13 76 João Pedro L Moreira(jp) Yam
14 63 Luciano Rocha Martins(dorico) Viação Dorico Hon
15 701 Bernardo Bens Colégio Pentagono Yam



A situação do box depois da tempestade de sábado



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet