X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

7ª etapa - Mundial de Enduro - Heinola - Finlândia
Publicado em: 05/09/2012

Antoine Meo (E1) e Christophe Nambotin (E3) comemoram títulos por antecipação
Redação MotoX.com.br - Texto: Malu Souza / Maurício Arruda - Fotos: Jonty Edmunds / Enduro ABC


Três títulos da temporada foram definidos no GP da Finlândia


Assista os melhores momentos na MotoX TV
A etapa da Finlândia do Mundial de Enduro neste fim de semana, começou com uma feliz notícia para o francês Christophe Nambotin já no sábado. Com uma temporada repleta de bons resultados até aqui, o piloto da KTM comemorou antecipadamente o título da categoria Enduro 3. No caminho oposto, o finlandês Eero Remes, que esperava uma boa participação em casa, teve uma roda de sua moto quebrada durante o Super Teste de sexta-feira à noite, ficando de fora da competição na Enduro 1. A categoria também já definiu campeão, Antoine Meo conquistou mais um título para a França, país que sedia a final do campeonato, nos dias 20 e 21 de outubro. Na Enduro 2 a disputa segue equilibrada e só será definida na etapa decisiva.

Assista 3 vídeos na MotoX TV:
- Melhores Momentos 1º Dia
- Melhores Momentos 2º Dia
- Highlights Team Husaberg

Enduro 1



Antoine Meo, campeão mundial Enduro 1


Simone Albergoni
Depois de um começo lento e com muita precaução no primeiro Enduro teste, Antoine Meo se viu em uma situação pouco familiar com o sexto lugar, porém, pouco a pouco foi chegando em sua tradicional forma e alcançou a ponta da categoria. O francês terminou o primeiro dia apenas três segundos à frente do finlandês Matti Seistola. "Eu pilotei com muita precaução na primeira volta. Assim que eu encontrei meu ritmo eu acelerei. Eu dei tudo que eu pude na volta final e fui capaz de vencer", contou Meo.

No dia seguinte, Meo não precisou se esforçar muito para comemorar o título da categoria antecipadamente. "Eu trabalhei tão duro para este momento e agora que aconteceu, é simplesmente fantástico", disse o piloto que garantiu a vitória com uma rodada de antecedência. O italiano Simone Albergoni foi o mais rápido do dia e conquistou sua primeira vitória desde 2009. Meo foi o segundo, com o também italiano Thomas Oldrati, que subiu da quinta posição do primeiro dia, para o terceiro no domingo. Atrás dos três ponteiros, Fabien Planet ficou com o quarto posto e o finlandês Roni Nikander com o quinto.

Seistola também travou uma forte batalha com Rodrig Thain pelo segundo lugar e no final, conseguiu garantir o posto e, por pouco, a primeira vitória da temporada. Depois de seu desapontamento com o GP da Suécia, Thain retornou ao pódio pela primeira vez depois de Portugal, no terceiro lugar. Com 21 segundos de desvantagem da briga pela vitória, Fabien Planet ficou em quarto, enquanto o italiano Thomas Oldrati assegurou o quinto lugar.

Enduro 2



Pela Renet


Cristobal Guerrero
Na Enduro 2, a briga pelo título continua entre Pela Renet e Cristobal Guerrero. Renet levou a vantagem no Enduro Teste final, bateu o adversário por apenas quatro segundos e com a vitória ampliou sua liderança. "Foi uma luta muito dura, bastante acirrada", destacou o francês. Cristobal teve que se contentar com o segundo lugar. Levando vantagem sobre uma penalidade aplicada a seu companheiro na equipe Husqvarna, Alex Salvini, Juha Salminen terminou com a terceira colocação com o italiano caindo para sexto. O português Luís Correia terminou oito segundos atrás de Salminen, enquanto o espanhol Ivan Cervantes completou o Top 5.

A longa batalha pela vitória no domingo foi travada mais uma vez entre Pela Renet e Cristobal Guerrero. Os dois andaram juntos todo o tempo e Renet só levou vantagem no último Enduro Teste para conquistar a liderança. "Foi uma incrível batalha com Cristobal, mas eu administrei bem o último Enduro para vencer. Não havia nenhuma diferença entre nós dois e eu sabia que teria que pilotar muito rápido para estar na frente", resumiu o francês. Guerrero, com uma diferença insignificante, ficou com a vice-liderança. Mais distante da briga pela vitória, Juha Salminen completou no terceiro lugar, 16 segundos atrás de Guerrero. Em uma boa estreia, mais uma vez, Luís Correia fez uma uma ótima apresentação e terminou em quarto, mas o português acabou desclassificado dos dois dias. Segundo os comissários de prova sua moto não tinha os 290cc exigidos pelo regulamento da classe E2. A medida apurada indicou 289,79cc, ou seja, ele foi penalizado por correr com um motor de cilindrada menor que a permitida. No entanto a diferença era desprezível, certamente por variações que podem ocorrer em uma linha de produção, e em nada favoreceriam o desempenho do piloto. Por isso, parece que faltou bom senso na decisão. Antoine Basset, que havia concluído em oitavo no primeiro dia, subiu três posições e ainda ganhou mais um posto com a desclassificação de Correia.

Enduro 3


Christophe Nambotin, campeão mundial Enduro 3


Aigar Leok
No primeiro dia na Finlândia, Christophe Nambotin fez de tudo para garantir a vitória e seu primeiro título mundial. O francês controlou a tensão e da maneira mais tranquila possível se garantiu na frente. "Estou tão feliz agora", declarou o campeão ao fim da prova. "Eu sabia que eu poderia conquistar o título hoje, então lutei muito pela vitória. Esta temporada foi mais do que perfeita para mim e, finalmente, o sonho de me tornar campeão do Mundo se tornou realidade." Com Nambotin assegurando sua 12ª vitória da temporada, a briga ficou pela segunda colocação entre o sueco Joakin Ljunggren, o estoniano Aigar Leok e o finlandês Marko Tarkkala, favorito por correr em casa até uma penalidade o jogar para o sétimo lugar. Leok vinha garantindo o posto até sofrer uma queda no último Enduro Teste e ceder a posição para o sueco, terminando em terceiro. O espanhol Oriol Mena foi o quarto, também depois de um erro, 17 segundos à frente do italiano Manuel Monni, quinto colocado.

Aigar Leok teve uma ótima performance no domingo para conquistar sua primeira vitória na Enduro 3, depois de dominar a prova praticamente desde a largada. "Me sinto incrível por ter vencido. Muita coisa veio junta para eu conseguir este resultado. Foi um sonho realizado", comemorou o vencedor. Após conquistar o título antecipado no dia anterior, Nambotin não conseguiu obter a mesma performance e, depois de inúmeros erros, terminou o dia em segundo, com Ljunggren muito próximo em terceiro. Com seu melhor resultado na temporada, Marko Tarkkala ficou com o quarto posto, à frente de Oriol Mena.

Júnior


Mathias Bellino, campeão mundial Júnior

No sábado, Mathias Bellino garantiu sua décima vitória e o título da temporada. No segundo lugar do pódio, pelo segundo fim de semana seguido, ficou o inglês Danny Mccanney. Depois de um desafiante e técnico Enduro Teste, o italiano Rudy Moroni terminou em terceiro, seguido por Jonathan Manzi e Robert Kvarnstrom.

No domingo, a surpresa foi a vitória de Mccanney, que garantiu a vantagem após uma boa briga com Kvarnstrom, que depois de alguns erros, caiu para quarto na classificação. Jonathan Manzi conseguiu crescer ao longo da prova e terminou em segundo, enquanto o britânico Alex Rockwellfoi o terceiro. O argentino Kevin Benavides chegou na quinta posição. Com dores no pulso, o campeão Bellino foi apenas sexto colocado no domingo.

Youth Cup


Giacomo Redondi segue vencendo na Youth Cup

Não houve muitas mudanças no primeiro dia da Youth Cup com a vitória de Giacomo Redondi, seguido por Jamier Mccanney e Matteo Bresollin. Redondi garantiu a vitória de ponta a ponta no domingo, com Mccanney em segundo e o sueco Mikael Person em terceiro.

Resultados

Enduro 1 Primeiro Dia

1. Antoine Meo (KTM)
2. Matti Seistola (Husqvarna)
3. Rodrig Thain (Honda)
4. Fabien Planet (Sherco)
5. Thomas Oldrati (KTM)

Enduro 2 Primeiro Dia
1. Pela Renet (Husaberg)
2. Cristobal Guerrero (KTM)
3. Juha Salminen (Husqvarna)
4. Ivan Cervantes (Gas Gas)
5. Alex Salvini (Husqvarna)

Enduro 3 Primeiro Dia
1. Christophe Nambotin (KTM)
2. Joakim Ljunggren (Husaberg)
3. Aigar Leok (TM)
4. Oriol Mena (Husaberg)
5. Manuel Monni (KTM)

Enduro 1 Segundo Dia
1. Simone Albergoni (Honda)
2. Antoine Meo (KTM)
3. Thomas Oldrati (KTM)
4. Fabien Planet (Sherco)
5. Roni Nikander (KTM)

Enduro 2 Segundo Dia
1. Pela Renet (Husaberg)
2. Cristobal Guerrero (KTM)
3. Juha Salminen (Husqvarna)
4. Antoine Basset (Yamaha)
5. Ivan Cervantes (Husqvarna)

Enduro 3 Segundo Dia
1. Aigar Leok (TM)
2. Christophe Nambotin (KTM)
3. Joakim Ljunggren (Husaberg)
4. Marko Tarkkala (Beta)
5. Oriol Mena (Husaberg)

Classificação do Campeonato

Enduro 1

1. Antoine Meo (KTM) 237
2. Rodrig Thain (Honda) 174
3. Thomas Oldrati (KTM) 166
4. Matti Seistola (Husqvarna) 162
5. Eero Remes (KTM) 162

Enduro 2
1. Pierre Alexandre Renet (Husaberg) 228
2. Cristobal Guerrero (KTM) 217
3. Juha Salminen (Husqvarna) 204
4. Ivan Cervantes (Gas Gas) 155
5. Johnny Aubert (KTM) 122

Enduro 3
1. Christophe Nambotin (KTM) 274
2. Joakin Ljunggren (Husaberg) 204
3. Aigar Leok (TM) 202
4. Oriol Mena (Husaberg) 167
5. David Knight (KTM) 162






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet