X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Rally

3ª e 4ª etapas - Rally dos Sertões - Bacabal (MA) /Carolina (MA)
Publicado em: 22/08/2012
Clique e saiba mais

Felipe Zanol sofreu penalidade na etapa desta quarta-feira e cedeu a vitória a Jean Azevedo
Redação MotoX.com.br


Felipe Zanol - foto: Marcelo Maragni / Red Bull


Jean Azevedo
foto: Theo Ribeiro / Fotoarena
O calor segue como um dos fatores determinantes no Rally dos Sertões. A região Nordeste que recebe a competição tem marcado altas temperaturas e dificultado ainda mais a vida dos pilotos. Sem a tradicional presença dos adversários estrangeiros no páreo, a liderança de Felipe Zanol entre as motos vai se consolidando. O mineiro venceu duas das quatro etapas disputadas até agora e ampliou a vantagem para o segundo colocado Dário Júlio. Nesta quarta-feira, a disputa foi entre Barra do Corda e Carolina, ambas dentro do Estado do Maranhão, e foi bastante longa com 523 quilômetros, sendo 309 de trechos cronometrados. 

Assim como na etapa de ontem, a disputa hoje ficou entre Zanol e Jean Azevedo, que vem em uma crescente na competição. Porém, mesmo com a forte concorrência do adversário, o líder garantiu uma boa vantagem  de quase cinco minutos à frente. No entanto, no final do dia, a organização divulgou uma penalidade de 8min30s por ele ter ultrapassado a velocidade permitida em uma zona de radar. Com isso, a vitória do dia ficou com Jean, o terceiro piloto a garantir a vitória na competição. Dário Júlio chegou em terceiro lugar, com o experiente Dimas Mattos em quarto e Guilherme Piva em quinto. 


Dário Júlio foto: DFotos / Vipcomm


Dimas Mattos
foto: Theo Ribeiro / Fotoarena
"A quarta etapa lembrou um enduro de regularidade nos seus primeiros 200 km. No meio da mata, muitos trechos travados e referências da planilha uma em cima da outra. Já no final a pista abriu e deu para atingir velocidades maiores", comentou Jean Azevedo ao final do dia. 

Os irmãos Ike e Guto Klaumann, coincidentemente, sofreram com o mesmo problema e tiveram de cumprir a etapa no sacrifício. Os dois tiveram uma avaria no suporte do tanque de combustível de suas motos, mas ainda assim, concluíram o percurso. Ike ainda terminou em sétimo e Guto em 24º lugar.

Entre os quadriciclos, a vitória foi dia foi do líder Marcelo Medeiros, que completou o percurso em 5h45min43. Nos UTV's, a dupla Edgley Dobrinho/Rodolfo Brito foi a mais rápida com 5h48min31.

Zanol garantiu a vitória durante a terceira etapa entre Bacabal e Barra do Corda, no Maranhão. A especial com 149 quilômetro foi marcada pelo forte calor novamente. Mas, nem as condições climáticas nem os obstáculos do caminho de muita areia, pedra e piçarra impediram o bom desempenho do mineiro na etapa maratona. Porém, o resultado foi muito apertado, já que a vantagem para o segundo colocado, Jean Azevedo foi de apenas um segundo. 


Marcelo Medeiros foto: Theo Ribeiro / Fotoarena


Ike Klaumann - foto: Theo Ribeiro / Fotoarena
Sem poder fazer manutenção no equipamento por conta da etapa maratona, a ordem do dia foi poupar. E, a receita foi seguida à risca por Zanol. "Foi um dia bem mais tranquilo, bem mais gostoso. Poupei o equipamento, já que depois desta etapa maratona não podemos contar com ajuda mecânica externa. Mas foi uma especial bem rápida, com o cabo enrolado o tempo todo", descreveu o mineiro. 

Logo após a grande disputa entre os dois ponteiros, o mineiro Dário Júlio também manteve a boa fase com o terceiro lugar apenas dez segundos atrás do segundo colocado, seguido por Nielsen Bueno e Ricardo Martins um pouco mais distantes. 

Nos quadriciclos, Tom Rosa venceu pelo segundo dia consecutivo, e nos UTV's, o primeiro lugar ficou com a dupla Thiago Sperancini/Thiago Vargas.

O piloto Alex Denker Filho sofreu um acidente durante a terceira etapa e teve de ser socorrido de helicóptero e levado ao hospital em São Luís. Segundo a organização ele passou por uma cirurgia, mas segue bem.

Saindo de Carolina, hoje a competição chega ao Tocantins. A quinta etapa será concluída em Palmas, depois de 472 quilômetros, entre eles 238 cronometrados. A prova promete um pouco de tudo no percurso como cascalho, areia, mata-burros e muita velocidade em alguns trechos. 

Moara Sacilotti
foto: Theo Ribeiro / Fotoarena

Quinta etapa
Quinta-feira (23/08)
Carolina (MA) - Palmas (TO)
Deslocamento Inicial: 3 km
Trecho de Especial: 238 km
Deslocamento Final: 231 km
TOTAL: 472 km

Resultados

3ª Etapa

1. Felipe Zanol 02h06min25
2. Jean Azevedo 02h06min26
3. Dario Julio Souza 02h06min36
4. Nielsen Bueno 02h09min15
5. Ricardo Martins 02h10min48
6. Gregorio Caselani 02h11min10
7. Ike Klaumann 02h11min36
8. Fabricio Bianchini 02h11min55
9. Glauco Feitosa 02h13min46
10. Guto Klaumann 02h14min19

4ª Etapa
1. Jean Azevedo 4h46min42
2. Felipe Zanol 4h41min15
3. Dário Julio 4h51min34
4. Dimas Mattos 5h23min53
5. Guilherme Piva 6h16min50
6. Nielsen Bueno 5h19min22
7. Ike Klaumann 5min31s19
8. Fabrício Bianchini 6h13min05
9. José Dutra Junior 5h35min53
10. Ricardo Medeiros 5h35min58

Acumulado após quatro etapas
1. Felipe Zanol 11h54min46
2. Dário Jùlio 12h07min51
3. Jean Azevedo 12h20min28
4. Nielsen Bueno 12h54min27
5. Ike Klaumann 12h56min17
6. Dimas Mattos 13h09min20
7. Guto Klaumann 13h43min27
8. Ricardo Martins 13h55min43
9. Ricardo Medeiros 13h59min30
10. Gregório Caselani 14h17min25






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet