X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

3ª etapa - Foz do Iguaçú - PR - Provas de Domingo
Publicado em: 07/06/2012

Termina a invencibilidade de Carlos Campano na MX1. Hector Assunção é o novo líder da MX2
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Maurício Arruda


Largada da primeira bateria da categoria MX1


Veja também:
Galeria de Imagens do Evento com 668 Fotos de Domingo!
- Galeria de Imagens do Evento com 537 Fotos de Sábado!
Carlos Campano perdeu a invencibilidade na temporada 2012 do Campeonato Brasileiro de Motocross. Na terceira etapa, disputada em Foz do Iguaçu (PR), o espanhol não conseguiu repetir o desempenho das corridas anteriores e assistiu as vitórias de Leandro Silva e Wellington Garcia nas baterias da MX1. Na soma das corridas deu Leandro, segundo colocado na disputa final, mas o espanhol continua líder da temporada com 133 pontos, seguido pelo inglês Adam Chatfield (120 pts). Leandro (115 pts) é o terceiro na classificação, enquanto Wellington Garcia (106 pts) e Jorge Balbi (92 pts) são os próximos na tabela. O sexto colocado é Jean Ramos, que conta com a mesma pontuação do mineiro.

A chuva caiu durante toda a madrugada mudando totalmente as condições do terreno nas provas de domingo, dia que seguiu chuvoso praticamente até o final das disputas. O circuito extremamente rápido - e perigoso - do sábado deu lugar a uma pista bem mais lenta, com muito barro e canaletas, especialmente na segunda bateria, quando os pilotos foram cerca de 30 segundos mais lentos em cada volta em comparação aos treinos cronometrados.


Leandro Silva conquistou a primeira vitória na temporada da MX1


Carlos Campano perseguiu o paranaense até o final da primeira bateria. O espanhol não completou a segunda corrida
Na primeira bateria, Leandro e Campano duelaram. O paranaense largou na frente seguido por Humberto Martin. O venezuelano perdeu posições no início abrindo espaço para Campano e Jorge Balbi, que ultrapassou o líder do campeonato. Campano, recuperado da lesão na virilha que lhe afastou dos treinos no último mês, ainda está fora da melhor forma física, mas isso não impediu que ele entrasse na briga pela vitória. Balbi caiu e o espanhol passou a ter somente Leandro na sua frente a partir da metade da prova. Jean Ramos assumiu a terceira colocação.

Nas últimas voltas a distância entre os ponteiros era pequena, o gringo apertou o ritmo, mas o brasileiro respondeu bem e o piloto da Yamaha acabou se conformando com o segundo lugar. Mais atrás, isolado, Jean Ramos confirmou a terceira colocação. A quarta posição passou por Wellington e também por Chatfield, mas acabou com Balbi que após alguma pressão superou o inglês.


Wellington Garcia foi o grande destaque da segunda bateria


Humberto Martin conquistou o terceiro lugar do pódio das 450cc
Na segunda corrida, com o terreno mais complicado, Wellington Garcia partiu determinado a apagar o resultado da bateria anterior, onde obteve a nona posição. O ritmo intenso que o goiano impôs no início era claramente superior ao dos demais e se transformou em vantagem rapidamente. No entanto, a prova não foi perfeita para o piloto da Honda que chegou a deixar momentaneamente o primeiro lugar. "Errei e perdi a liderança para o Jean Ramos. Eu só pensava em voltar rapidamente para o primeiro lugar, não queria levar barro de outro piloto que estivesse na frente", analisou.

A tática deu certo, na volta seguinte Wellington retomou a primeira posição e Jean passou a se preocupar com a presença de Leandro Silva, com quem voltou a disputar posição. Debaixo de chuva a troca foi constante no primeiro pelotão envolvendo também Jorge Balbi e Carlos Campano. Apenas Wellington escapou na frente, mas não ficou livre de alguns sustos no giro final quando escorregou algumas vezes. "Diminui o ritmo, fui mais cauteloso e acabei levando alguns sustos na última volta", contou o vencedor da segunda bateria.

Leandro Silva fechou a disputa em segundo e na soma das corridas comemorou a conquista da etapa. "Não foi fácil. Foram duas baterias difíceis e muito disputadas. Tenho trabalhado duro com minha equipe nesta temporada e finalmente alcançamos a primeira vitória", disse o paranaense. Para o líder do campeonato o resultado final foi pior que o programado. Restavam poucas voltas para o final quando um problema mecânico tirou Campano - que naquele momento ocupava a terceira colocação - do pódio.

Quem garantiu o terceiro lugar foi Humberto Martin. Com uma apresentação consistente o venezuelano ganhou posições até os momentos finais, superando Adam Chatfield. Balbi teve o desempenho prejudicado pelas quedas e ficou com o quinto lugar.


Categoria MX2 teve novos destaques nesta etapa


Hector Assunção venceu a primeira disputa, mas enfrentou dificuldades na segunda vencida por Endrews Armstrong
Novos nomes surgiram no pódio da MX2. O até então líder da categoria, Dudu Lima, bem que tentou participar da prova, porém uma lesão muscular na perna o impediu de alinhar nas corridas. Thales Vilardi, outro favorito, também desfalcou a disputa pois fraturou um braço durante a semana. Hector Assunção aproveitou a ausência de seus maiores concorrentes e saiu do Paraná com uma folgada liderança.

Na primeira bateria as coisas correram muito bem para o paulista. Após duas voltas com liderança de Anderson Amaral, Hector alcançou o primeiro lugar e não perdeu mais. A disputa ficou pelas demais posições. Amaral na maior parte da prova protagonizou uma intensa briga com Carlos Eduardo Franco. Nos momentos decisivos o sul-matogrossense se sobressaiu e garantiu o segundo lugar. Estreando nova moto, Amaral - que agora corre de Kawasaki - ainda foi superado por Marçal Muller na disputa pelo terceiro lugar. João Pedro Ribeiro completou na quinta colocação e Ismael Rojas na sexta.


Marçal Muller estreou no topo do pódio da MX2


Carlos Eduardo Franco deixou escapar a vitória da etapa na última volta da bateria decisiva
Endrews Armstrong, que não pontou na primeira disputa, foi a grande surpresa da segunda bateria. Após um início discreto, na 16ª posição, Endrews cresceu de forma impressionante na classificação. Hector liderou mais da metade da prova, mas quando já tinha ampla vantagem se complicou com uma queda. A esta altura Endrews já ocupava a vice-liderança e pulou para o primeiro lugar.

Alguns trechos da pista estavam quase intransponíveis, com pilotos chegando a atolar. A chicane da segunda reta do circuito, que chegou a ser excluída da segunda bateria da MX1, era um dos pontos mais complicados. Na última volta, Carlos Eduardo, então segundo colocado, acabou 'agarrado' neste ponto da pista, dando adeus a vitória geral da etapa. Na bateria quem comemorou foi Endrews, seguido pelo paraguaio Leonardo Simon e por Marçal Muller. O gaúcho, que recentemente foi o melhor brasileiro da categoria no GP Brasil de Motocross, prova disputada em condições semelhantes, recebeu surpreso a notícia da vitória na etapa. "O mundial foi uma escola pra mim", afirmou Muller, feliz com o primeiro triunfo na competição nacional.

A quarta colocação foi de Leonardo Lizzot e a quinta de Pepê Bueno, de apenas 14 anos, posições repetidas por ambos no pódio da etapa. Carlos Eduardo conseguiu completar a bateria na sexta colocação. Na soma das corridas a classificação contou com Muller em primeiro, Hector em segundo e Carlos Eduardo em terceiro.


Enzo Lopes foi o primeiro colocado na categoria 150cc


Gustavo Pessoa terminou em sexto a bateria, mas foi o suficiente para vencer a 180cc
Na bateria que reuniu as classes 150cc e 180cc, substitutas da 85cc, a vitória geral acabou com a moto 105cc 2 Tempos de Enzo Lopes. O gaúcho largou na frente, mas logo foi ultrapassado por Fábio dos Santos. No entanto, a liderança do paulista durou somente duas voltas, e após um erro ele devolveu a ponta para Enzo que seguiu na frente até a bandeirada. Ambos competiram pela categoria 150cc.

A terceira colocação foi definida nos instantes decisivos, com José Brayan ultrapassando Daniel Reichhardt no último momento da prova. O quinto colocado foi Gustavo Borges.

Gustavo Pessoa foi quem se deu melhor na disputa pela primeira vitória da 180cc. Não foi uma prova perfeita, afinal ele acabou longe da disputa entre os pilotos da 150cc. Após uma má largada, Gustavo recuperou-se até o terceiro lugar geral, mas depois cometeu erros e terminou a disputa como o sexto mais rápido. Ainda assim não foi ameaçado por Matheus Souza, Pedro Ramirez e Yan Machado, respectivamente segundo, terceiro e quarto colocado da categoria.

Neste final de semana o campeonato prossegue com a disputa da quarta etapa em Nova Alvorada do Sul (MS).

 

Campeonato já tem nova disputa no final de semana

Resultados

Pos MX1 - Soma das Baterias Class Total R1. R2.
1 14 Leandro Nunes da Silva MX1 47 25 22
2 21 Wellington Garcia Matos MX1 37 12 25
3 101 Humberto Alejandro Martin MX1 35 15 20
4 407 Adam Chatfield MX1 34 16 18
5 1 Antonio Jorge Balbi Junior MX1 34 18 16
6 992 Jean Carlo Ramos MX1 33 20 13
7 115 Carlos Campano Jimenez MX1 33 22 11
8 7 Joao Paulino da Silva Junior MX1 28 13 15
9 5 Marcello Ferreira De Lima MX1 28 14 14
10 4 Roosevelt de Freitas Assuncao MX1 19 11 8
11 290 Carlos Emerson Vazquez MX1 17 7 10
12 177 Dario Arco MX1 17 8 9
13 178 Mateus Favero Basso MX1 13 6 7
14 69 Adrian Garrido Gago MX1 12 0 12
15 292 Douglas Scartazzini Parise MX1 10 10 0
16 700 Rodrigo Taborda MX1 9 9 0
17 512 Jorge Bujanda MX1 5 5 0
18 187 Lucas Favero Basso MX1 4 4 --
19 262 Rafael Batista Arruda MX1 3 3 --
20 380 Frederico Gazzola Andrigo MX1 2 2 0
21 679 Everton Bueno MX1 0 0 --
Pos MX2 - Soma das Baterias Class Total R1. R2.
1 544 Marçal Muller MX2 40 20 20
2 30 Hector Freitas Assunçao MX2 39 25 14
3 317 Carlos Eduardo Mendes Franco MX2 37 22 15
4 194 Leonardo Lizott MX2 32 14 18
5 70 Pedro Henrique Rosa Bueno MX2 28 12 16
6 938 Victor Feltz MX2 26 13 13
7 412 Endrews Armstrong Nhemimes MX2 25 0 25
8 83 Anderson Pereira do Amaral MX2 25 18 7
9 502 Leonardo Cristian Simon Loof MX2 22 0 22
10 127 Ismael da Costa Rojas MX2 21 15 6
11 90 Gustavo Henrique Henn MX2 20 11 9
12 282 João Pedro Pinho Ribeiro MX2 16 16 0
13 32 Rodrigo Lama de Andrade Santmx MX2 13 3 10
14 116 Rafael da Silva Faria MX2 12 0 12
15 144 Nicolas Rolando MX2 11 0 11
16 382 Felipe Augusto Menegazzo MX2 10 10 --
17 55 Cristian Scherer MX2 9 1 8
18 43 Leonardo Rodrigo Dambros MX2 9 7 2
19 111 Gustavo Pereira Do Amaral MX2 9 9 0
20 838 Northon Carlos Carvalho MX2 8 8 0
21 191 Pedro Iglesias Godoy MX2 7 6 1
22 832 Mauriti Humberto da Silva Rib Junior MX2 6 2 4
23 243 Leandro Davids Araújo MX2 5 0 5
24 198 Agustin Poli MX2 5 5 0
25 100 Rober Giovani Vazquez Delgadmlx2 MX2 4 4 0
26 19 Pedro Angelo Samuel De Melo MX2 3 0 3
27 214 Lucas Martini MX2 0 0 0
28 811 Gustavo Roratto MX2 0 0 --
29 104 Kaio Cesar de Miranda MX2 0 0 0
30 151 Henrique Souto Vieira MX2 0 0 0
31 136 Luiz Filipe Farias De Souza MX2 0 0 --
32 319 Juan Carlos Vazquez MX2 0 0 0
33 726 Willian Da Silva Gil Sanches MX2 0 0 --
34 994 Paulo Henrique Da Silva MX2 0 0 --

Pos 150cc Voltas Diff Total Equipe
1 92 Enzo Lopes 8   20:56.957  
2 87 Fabio Aparecido Dos Santos 8 7,001 21:03.958 Dunas, Honda / Ims,mo
3 8 Jose Brayan 8 1:26.463 22:30.421  
4 150 Daniel Reichhardt 8 0,312 22:30.733 Hotel Vale Do Jordão
5 46 Gustavo Borges 8 22,369 22:53.102  
6 199 Kioman De Jesus Navarro Mun 8 4,934 22:58.036 Giga Racing / Rinaldi
7 102 Djalma Carvalho De Brito 7 1 Lap 21:01.891 Kawasaki / Red Nose /
8 47 Marcos Vazquez 7 1:11.104 22:12.995 Ims / Pirelli / Ct Leadr
9 111 Vitor Igor De Almeida 7 2:32.180 24:45.175 X Motos Do Brasil / C
10 222 Leonardo De Almeida Da Silva 6 1 Lap 21:51.993 X Motos Do Brasil / C
11 18 Leonardo Seibert Limberger 6 1:55.069 23:47.062  
12 88 Maicon Moreira Silva 5 1 Lap 22:29.986  
13 198 Paulo Eduardo Rossatto De O150ccra 20:49.202 3:47.484
14 19 Pedro Samuel De Melo Neto 4 20,726 21:09.928 Vlt Gas Alagoas, Inte
15 51   4 4:30.067 25:39.995 Laranja Melhorança
Pos 180cc Voltas Diff Total Equipe
1 117 Gustavo Pessoa De Souza 8   22:53.398 Honda / Pirelli / Mobi
2 71 Matheus Galves De Souza 7 1 Lap 21:32.216 X Moto Do Brasil / Da
3 12 Pedro Torres Ramirez 6 1 Lap 25:10.684 Torneria Mecanica To
4 298 Yan Jose Hilario Machado 5 1 Lap 15:43.743 Real Moto Peças / Pan



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet