X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

2ª etapa - Mundial de Enduro - San Juan - Argentina
Publicado em: 04/04/2012

Antoine Meo (E1) e Christophe Nambotin (E3) deixam a América do Sul invictos
Redação MotoX.com.br - Malu Souza - Fotos: Jonty Edmunds e Divulgação


Rodrig Thain durante o Super Teste disputado na noite de sexta-feira

 

Assista os melhores momentos do evento em três vídeos na MotoX TV
Antoine Meo e Christophe Nambotin alcançaram novas vitórias no Mundial de Enduro FIM neste fim de semana, respectivamente nas classes Enduro 1 e Enduro 3, durante o GP da Argentina. Depois de uma etapa de estreia perfeita no Chile, os dois voltaram a brilhar no país vizinho, onde o calor e o terreno - que mescla superfícies rígidas com partes pedregosas e macias -, foram os principais desafios do fim de semana.

Jonathan Manzi repetiu os passos dos mais experientes e fechou a etapa com duplo triunfo na Júnior. Já na Enduro 2, uma vitória para o espanhol Ivan Cervantes e outra para Juha Salimen.

Assista na MotoX TV:
- Melhores momentos do primeiro dia
- Melhores momentos do segundo dia
- Onboard com Giovanni Sala

San Juan, no Oeste da Argentina, proporcionou duras etapas, provavelmente as mais difíceis da competição até aqui. Com tempo excepcionalmente quente e um cenário deslumbrante, 15 mil espectadores assistiram os melhores pilotos do Mundo em ação. No sábado, o atleta da Enduro 2, Johnny Aubert foi o primeiro a deixar a prova por um problema técnico. Na Enduro 1, Nicolas Deparrois também não conseguiu terminar.

Enduro 1


Antoine Meo


Simone Albergoni
O piloto da KTM Antoine Meo esteve impecável na Enduro 1, com uma vitória imponente no sábado. Impondo um ritmo alucinante já na primeira volta, Meo rapidamente estabeleceu uma vitória inicial. "Este foi novamente um dia incrível para mim", confirmou o piloto. "Eu tentei abrir uma boa vantagem mesmo sabendo que os testes especiais seriam duros." O francês Marc Bourgeois também disfrutou de um dia bem sucedido e terminou em segundo lugar, com alguns momentos muito consistentes durante a prova. Dando sequência a sua segunda posição no GP do Chile, o italiano Simoni Albergoni terminou em terceiro lugar a primeira disputa na Argentina. Para o finlandês Eero Remes, terminar em quarto foi um final frustrante para seu dia. Ele perdeu para os adversários por menos de dois segundos. O italiano Thomas Oldrati, em quinto lugar, bateu o sexto, Rodrig Thain por quatro segundos.

No segundo dia, o francês Antoine Meo continuou a liderar o caminho. Ele garantiu a segunda vitória no fim de semana - a quarta na América do Sul -, com 58 segundos de vantagem sobre o italiano Simoni Albergoni.

"Retornar à Europa com quatro vitórias é o melhor começo de campeonato que eu teria esperado", comentou Meo. "Este foi um enduro muito difícil, então, sair com a vitória é mais um resultado incrível para mim."

Com Meo na frente, Albergoni, Eero Remes e o espanhol Lorenzo Santolino lutaram intensamente por um pódio. Remes conseguiu a vantagem durante a manhã, mas Albergoni diminuiu a diferença para o piloto finlandês. Ele suportou bem o calor e bateu Remes na disputa pela segunda posição. Remes venceu Santolino para terminar em terceiro. O quarto lugar do espanhol foi seu melhor desempenho no ano. O francês Rodrig Thain terminou o segundo dia em quinto à frente de Thomas Oldrati.

Enduro 2


Ivan Cervantes


Juha Salminen
Na etapa inicial na Argentina, Ivan Cervantes garantiu sua primeira vitória em mais de um ano e meio. Depois de estabelecer uma vantagem na categoria, o finlandês Juha Salimen tomou um grande choque ao ter uma pedra enroscada entre o pinhão e a corrente de sua moto e que provocou seu abandono. Beneficiando-se disso, Cervantes teve caminho mais fácil. O finlandês ditava o ritmo até o incidente durante o terceiro Cross Teste. Com a saída do piloto da Husqvarna, Cervantes subitamente encontrou-se com uma vantagem de 30 segundos e controlando a liderança, teve uma vitória merecida. "Estou tão feliz por ter finalmente vencido novamente", declarou o espanhol.

Atrás de Cervantes seguiu uma batalha entre Cristobal Guerrero e Johnny Aubert. Aubert inicialmente tinha a vantagem, até Guerrero aumentar o ritmo na última volta e ultrapassar o francês para garantir o segundo lugar. Aubert foi o terceiro. Depois de sua vitória no segundo dia na etapa do Chile, Pierre-Alexandre Renet foi incapaz de repetir o resultado na Argentina e terminou em quarto. Apesar de ganhar o Cross Teste final do dia, o italiano Alex Salvini completou um segundo atrás, em quinto. Fábio Mossini completou na sequência.

Depois da decepção no primeiro dia, o finlandês Juha Salimen se recuperou em grande estilo para conseguir a vitória no Enduro 2. "Esta é uma maneira perfeita de terminar este GP", disse Salimen. "Claro que foi decepcionante não terminar ontem, mas às vezes, esses problemas acontecem." Ivan Cervantes venceu a especial final e completou o dia com três segundos de vantagem sobre seu compatriota Cervantes, vencendo a briga pelo segundo lugar. Cervantes retorna para a Europa com a liderança na classe.

Pierre-Alexandre Renet ficou com o quarto posto. O italiano Alex Salvini melhorou seu oitavo lugar no dia anterior e completou em quinto, enquanto Fabio Mossini fechou em sexto.

Enduro 3


Christophe Nambotin


David Knight
O francês Christophe Nambotin continuou a ditar o ritmo da E3. Depois da dupla vitória no Chile, o piloto da KTM alcançou o triunfo no primeiro dia na Argentina, depois de ja ter vencido o Super Teste na sexta-feira, Nambotin definiu um ritmo incansável durante todo o dia no sábado. Sempre à frente, ele conseguiu uma vantagem de de mais de um minuto sobre seu companheiro de equipe David Knight. "Foi difícil pelo calor, mas eu fui capaz de encontrar um ritmo forte logo no início, que me ajudou a ter uma vantagem saudável", comentou. "Fora uma pequena queda no Extreme Teste, foi uma prova perfeita para mim e ser o melhor na classificação geral é um bônus."

David Knight foi o rival mais próximo do francês. Ele definiu o melhor resultado no teste final para marcar outro resultado sólido na América do Sul. O sueco Joakin Ljunggren, da Husaberg, ficou com o terceiro lugar, 37 segundos atrás de Knight. O estoniano Aigar Leok teve uma falha no técnico Extreme Teste, mas finalmente, se recuperou para terminar em quarto. O quinto lugar ficou com o alemão Marcus Kehr que fez uma forte corrida deixando Oriol Mena na posição seguinte.

Nambotin alcançou a pontuação perfeita em sua viagem sul-americana terminando invicto as duas rodadas iniciais. No segundo dia, após terceiro lugar no final da primeira volta, ele rapidamente encontrou o caminho da vitória após o segundo Cross Teste. A partir daí, manteve a liderança pelo resto do dia e conquistou sua quarta vitória na temporada. "Eu cometi um par de erros esta manhã e tive de me empenhar para recuperar-me. Pilotar no calor tornou tudo muito físico e cansativo, mas estou muito satisfeito em deixar a América do Sul como líder em pontos na Enduro 3", celebrou Nambotin.


O britânico David Knight mais uma vez terminou em segundo, após uma batalha com Ljunggren. Knight conseguiu apenas cinco décimos de segundo à frente do adversário no 12º e último teste especial.

Incapaz de manter o ritmo dos três primeiros, Aigar Leok terminou em quarto, bem distante. Marko Tarkkala saltou dois lugares em relação ao primeiro dia e terminou em quinto, enquanto Oriol Mena manteve o desepenho do premeiro dia e completou os seis primeiros.

Júnior


Pódio da Júnior no primeiro dia

Nesta rodada o italiano Jonathan Manzi colocou um ponto final nas vitórias de Mathias Bellino, que terminou cinco segundos atrás do vencedor. O argentino Kevin Benavides fez uma corrida fantástica para completar em terceiro no primeiro dia. Liderando o caminho da categoria, Manzi alcançou nova vitória no domingo. Mathias Bellino esteve impotente e não pode acompanhar o ritmo do adversário, e mais uma vez terminou em segundo. Kevin Benavides teve o apoio de sua torcida e completou em terceiro.

O próximo GP será realizado nos dias 5 e 6 de maio na Espanha.

Resultados

Enduro 1 Primeiro Dia

1. Antoine Meo
2. Marc Bourgeois
3. Simone Albergoni
4. Eero Remes
5. Thomas Oldrati

Enduro 1 Segundo Dia
1. Antoine Meo
2. Simone Albergoni
3. Eero Remes
4. Lorenzo Santolino
5. Rodrig Thain

Enduro 2 Primeiro Dia
1. Ivan Cervantes
2. Cristobal Guerrero
3. Johnny Aubert
4. Pela Renet
5. Alex Salvini

Enduro 2 Segundo Dia
1. Juha Salminen
2. Cristobal Guerrero
3. Ivan Cervantes
4. Pela Renet
5. Alex Salvini

Enduro 3 Primeiro Dia
1. Christophe Nambotin
2. David Knight
3. Joakim Ljunggren
4. Aigar Leok
5. Marcus Kehr

Enduro 3 Segundo Dia
1. Christophe Nambotin
2. David Knight
3. Joakim Ljunggren
4. Aigar Leok
5. Marko Tarkkala

Classificação geral

Enduro 1

1. Antoine Meo, 80
2. Simone Albergoni, 55
3. Rodrig Thain, 53
4. Marc Bourgeois, 51
5. Eero Remes, 48

Enduro 2
1. Ivan Cervantes, 69
2. Cristobal Guerrero, 58
3. Pela Renet, 54
4. Juha Salminen, 51
5. Alex Salvini, 45

Enduro 3
1. Christophe Nambotin, 80
2. David Knight, 63
3. Aigar Leok, 56
4. Joakim Ljunggren, 53
5. Oriol Mena, 46




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet