X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

1ª etapa - Mundial de Enduro - Talca - Chile
Publicado em: 27/03/2012

Temporada começa na América do Sul com a participação de 150 pilotos
Redação MotoX.com.br - Fotos: Jonty Edmunds e Divulgação


Pódio da Categoria E2


Assista os melhores momentos do evento em três vídeos na MotoX TV
A temporada 2012 do Mundial de Enduro começou de forma diferente este ano, na América do Sul, com as surpresas das trilhas de Talca, no Chile. Em um fim de semana super disputado, houve predominância de pilotos franceses no pódio. No sábado, os 150 pilotos inscritos, uma participação bem expressiva que não costuma ser vista na Europa, começaram o desafio com o Super Test, organizado no centro de Talca e que os colocou frente a frente, dois de cada vez. Espetáculo imperdível para os milhares de espectadores, que na grande maioria assistia pela primeira vez às corridas do Mundial e o talento da elite do enduro.

Assista na MotoX TV:
- Melhores momentos do primeiro dia
- Melhores momentos do segundo dia
- As gatas do Mundial de Enduro

Rodrigo Thain (HM Honda) venceu o primeiro teste especial de 2012. Logo depois, terminaram Christophe Nambotin (KTM) e Johnny Aubert.


Antoine Meo


Rodrig Thain
Garantindo um começo perfeito de temporada, Antoine Meo (KTM) venceu a categoria Enduro 1 dando início ao dominínio francês. O percurso de 65 quilômetros foi na medida para o habilidoso piloto da KTM que terminou com boa vantagem sobre Rodrigo Thain, no primeiro dia e sobre Simoni Albergoni, no domingo.

Meo começou muito forte com o terceiro lugar no Cross Teste. Depois de uma ligeira queda no Extreme Teste, o francês rapidamente tomou o controle da sua classe. O duas vezes campeão fechou a prova com 1min21seg de vantagem sobre o segundo colocado, seu compatriota Rodrigo Thain. "Vencer esta corrida é a realização de um sonho para mim", confirmou Meo. "Eu estava doente a última semana e não esperava isso. Estou muito feliz por conseguir um vitória tão cedo nesse campeonato", disse ao final do primeiro dia.

Juha Salminen também teve um início perfeito de temporada ao vencer a primeira fase da altamente competitiva Enduro 2. Depois de terminar em sexto lugar o Super Teste, o piloto finlandês rapidamente começou a impor um impressionante ritmo nos testes especiais. Muito consistente, Salminen terminou o primeiro dia com 18 segundos de vantagem sobre Ivan Cervantes (Gas Gas), que ficou em segundo lugar. "Este é o melhor início de temporada que eu podia esperar. Eu apenas tentei andar suave e consistente, sem grandes erros, e felizmente, eu fui capaz de vencer", avaliou.


Mundial de Enduro pela primeira vez começou na América do Sul


Christophe Nambotin
Christophe Nambotin levou sua KTM ao primeiro lugar da Enduro 3, seguido por Aigar Leok e Oriol Mena. O sempre forte David Knight não conseguiu mais do que a quarta colocação no primeiro dia. Na Junior, a vitória foi de Mathias Bellino (Husaberg).

Depois de um sábado emocionante, o segundo dia de corrida do Mundial no Chile, acabou sendo uma prova imprevisível. A série testemunhou disputas acirradas, com os pilotos lutando pela vitória sob o sol quente de Talca.

Foi mais um dia duro, no qual Antoine Meo garantiu sua segunda vitória no Enduro 1. Meo liderou mais uma vez o caminho na Enduro 1. Começando o desafio da manhã com o Cross Teste em plena forma, o francês rapidamente começou a se colocar na frente. No Enduro Teste, lento e técnico, Meo mais uma vez encontrou seu passo e aumentou o ritmo para definir o melhor tempo nos cinco testes que restavam. Com uma vitória com 30 segundos de diferença para o segundo colocado, Simoni Albergoni (HM Honda), Meo deixa o Chile com uma distância máxima de pontos.

"Foi um sonho. Os meus tempos foram bons o dia todo e eu fui capaz de vencer. Espero que eu possa continuar com esses resultados na próxima semana, na Argentina", analisou Meo.

Depois de uma decepção no primeiro dia, Albergoni teve um desempenho impecável no domingo para garantir o segundo lugar, atrás de Meo. Em sua melhor forma no Enduro Teste, o italiano terminou 21 segundos à frente de seu companheiro Rodrigo Thain, que após seu segundo lugar no primeiro dia, ganhou outro pódio para a equipe Honda, com o terceiro lugar do domingo. Atrás de Thain, o atual campeão da classe Júnior, Jeremy Joly (Yamaha) fez um excelente início de temporada com o quarto lugar. Melhorando seu resultado sobre o dia anterior, Matti Seistola (Husqvarna) terminou em quinto. Marc Bourgeois (Yamaha) foi incapaz de repetir o pódio do primeiro dia e terminou em sexto.


Ivan Cervantes


Juha Salminen
Porém, na Enduro 2 ocorreram mudanças, Pierre-Alexandre Renet foi quem levou a melhor. Renet deixou a decepção do dia anterior de lado para buscar a vitória no domingo na Enduro 2. Finalizando o primeiro Cross Teste apenas dois segundos atrás do vencedor de sábado Juha Salminen, o francês saiu claramente focado em buscar a vitória, o que de fato conseguiu.

"Hoje (domingo) foi um resultado muito melhor que o de ontem", avaliou Renet. "Ontem cometi muitos erros, mas hoje fui capaz de andar forte e rápido para conseguir a vitória. Foi um grande final para um fim de semana bastante duro. Perseguindo o vencedor bem de perto, o espanhol Ivan Cervanates (Gas Gas) terminou com o segundo lugar, resultado que lhe deu a primeira colocação no GP do Chile. Com marcas consistentes nas especiais do dia, o espanhol definiu o tempo mais rápido no Enduro Teste, para terminar 25 segundos atrás de Renet. Vítima de numerosos acidentes no fim de semana, Alex Salvini (Husqvarna) se recuperou bastante para reivindicar o pódio na primeira disputa do ano. Cristobal Guerrero mais uma vez andou bem e terminou com o quarto lugar. Já Salimen não conseguiu repetir o desempenho do primeiro dia e terminou em quinto. O italiano Oscar Balletti completou os seis primeiros colocados.


Teste de concentração antes da largada


David Knight
Nas outras classes, novamente tudo igual. Christophe Nambotin venceu a Enduro 3 e Mathias Bellino a Júnior, o que resultou em domínio francês nas quatro classes. Na E3 David Knight melhorou o desempenho e subiu ao segundo posto, mas o resultado não foi suficiente para superar Aigar Leok na soma dos dois dias.

Em homenagem ao multi-campeão falecido no início deste ano, foi disputado o troféu "Mika Ahola Brave One", que premiou os mais rápidos nas especiais Enduro Teste. Antoine Meo venceu a disputa no primeiro dia, mas o desempenho de Christophe Nambotin no segundo foi o que prevaleceu.

O Mundial de Enduro segue na América do Sul em sua segunda etapa, já no próximo final de semana, dias 31 de março e 1º de abril, em San Juan, Argentina.

Resultados

E1 Primeiro dia
1. Antoine Meo, France, KTM
2. Rodrig Thain, France, HM-Honda
3. Marc Bourgeois, France, Yamaha
4. Lorenzo Santolino, Spain, Husqvarna
5. Eero Remes, Finland, KTM

E1 Segundo dia
1. Antoine Meo, France, KTM
2. Simone Albergoni, Italy, HM-Honda
3. Rodrig Thain, France, HM-Honda
4. Jeremy Joly, France, Yamaha
5. Matti Seistola, Finland, Husqvarna

E2 Primeiro dia
1. Juha Salminen, Finland, Husqvarna
2. Ivan Cervantes, Spain, Gas-Gas
3. Oscar Balletti, Italy, Beta
4. Cristobal Guerrero, Spain, KTM
5. Johnny Aubert, France, KTM

E2 Segundo dia
1. Pierre-Alexandre Renet, France, Husaberg
2. Ivan Cervantes, Spain, Gas-Gas
3. Alex Salvini, Italy, Husqvarna
4. Cristobal Guerrero, Spain, KTM
5. Juha Salminen, Finland, Husqvarna

E3 Primeiro dia
1. Christophe Nambotin, France, KTM
2. Aigar Leok, Estonia, TM
3. Oriol Mena, Spain, Husaberg
4. David Knight, GBR, KTM
5. Joakim Ljunggren, Sweden, Husaberg

E3 Segundo dia
1. Christophe Nambotin, France, KTM
2. David Knight, GBR, KTM
3. Aigar Leok, Estonia, TM
4. Joakim Ljunggren, Sweden, Husaberg
5. Oriol Mena, Spain, Husaberg

Troféu Mika Ahola "Brave One"
1. Christophe Nambotin, France, KTM
2. Ivan Cervantes, Spain, Gas-Gas
3. Simone Albergoni, Italy, HM-Honda
4. David Knight, GBR, KTM

Clasificação do campeonato

E1

1. Antoine Meo, France, KTM, 40
2. Rodrig Thain, France, HM-Honda, 32
3. Marc Bourgeois, France, Yamaha, 25
4. Simone Albergoni, Italy, HM-Honda, 23
5. Matti Seistola, Finland, Husqvarna, 21

E2
1. Ivan Cervantes, Spain, Gas-Gas, 34
2. Juha Salminen, Finland, Husqvarna, 31
3. Pierre-Alexandre Renet, France, Husaberg, 30
4. Cristobal Guerrero, Spain, KTM, 24
5. Alex Salvini, Italy, Husqvarna, 23

E3
1. Christophe Nambotin, France, KTM, 40
2. Aigar Leok, Estonia, TM, 32
3. David Knight, GBR, KTM, 29
4. Oriol Mena, Spain, Husaberg, 26
5. Joakim Ljunggren, Sweden, Husaberg, 23



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet