X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

Final - Mundial de Superenduro - Barcelona - Espanha
Publicado em: 09/02/2012

Taddy Blazusiak é campeão com temporada quase perfeita
Redação MotoX.com.br - Malu Souza / Maurício Arruda - Fotos: Jonty Edmunds e Divulgação


Blazusiak dispara em Barcelona para conquistar o título


O polonês festejando a temporada quase perfeita
Para terminar a temporada mostrando que foi realmente absoluto, o polonês Taddy Blazusiak não deixou barato e faturou com mérito a terceira e última etapa da temporada 2012 do Superenduro, em Barcelona, na Espanha, no último fim de semana. Com outra exibição excepcional, ele levou não só a etapa, mas também o título da temporada com um campeonato quase perfeito, no qual conquistou oito vitórias em nove baterias. Na única que não venceu, nesta rodada final, ele terminou no terceiro lugar.

Além disso, recentemente, o campeão também terminou pela primeira vez com a medalha de ouro no X-Games 2011, e venceu todas as corridas no EnduroCross, nos Estados Unidos, além de alcançar o quinto título do Erzberg Red Bull Hare Scramble, evento que definitivamente o colocou no centro das atenções. Ou seja, Taddy Blazusiak mostra que é o grande nome atual dos enduros extremos.

No Superenduro, Taddy também foi intocável ao vencer a primeira rodada, em Gênova, na Itália, e a segunda, em casa, na Polônia. "Ele foi simplesmente incrível" disse o chefe da equipe KTM, Alex Doringer. "Tudo que ele fez foi perfeito. Ele teve grandes largadas e pilotou impecavelmente durante toda a noite."


Alex Salvini subiu ao pódio da competição pela primeira vez


O britânico Jonny Walker terminou o campeonato como vice-campeão
Antes da rodada final, ele tinha 39 pontos de vantagem sobre seu concorrente mais próximo, o britânico Jonny Walker, e sabia que vencendo a corrida de abertura já estaria com o título assegurado. Ao faturar a prova qualificatória da noite, ele conseguiu começar com vantagem a disputa da final. Depois de fazer o holeshot, imediatamente começou a abrir uma vantagem considerável até que a corrida foi paralisada por conta de um acidente com o segundo colocado Alex Salvini, que provocou um engavetamento (assista o vídeo na MotoX TV). No reinício, ele foi novamente mais rápido e desta vez conseguiu uma vitória confortável para assegurar o título mundial. Salvini conseguiu se recuperar bem e terminou em segundo. Lutando pelo segundo lugar no campeonato, Joakim Ljunggren terminou em terceiro, duas posições à frente de seu rival Jonny Walker.

Com a ordem de início revertida para a segunda final, Taddy tinha que largar na segunda linha. Walker começou na liderança e consolidou a posição até a bandeirada. Desta vez, não foi possível para o polonês ultrapassar todos os pilotos à sua frente, como havia feito na Itália e na Polônia, e finalmente, foi levado a terminar a bateria em terceiro, atrás do espanhol Alfredo Gomez.


Domínio absoluto: Blazusiak venceu oito das nove baterias do mundial


O espanhol Alfredo Gomez arrancou um segundo lugar em uma das disputas da noite
De volta ao posto da corrida inicial, Taddy voltou a fazer o holeshot no terceiro round e garantir mais uma vitória imponente, embora já tendo garantido o campeonato na abertura da noite no Palau Sant Jordi, deixando em segundo Ivan Cervantes e em terceiro Alex Salvini.

"Ganhar o campeonato foi o encerramento de incríveis 15 meses de corrida para mim", frisou o campeão. "Eu me concentrei muito no início, pois sabia que conseguir o holeshot seria crucial para vencer a corrida. Felizmente, eu fiz exatamente isso e tentei correr o máximo possível para abrir vantagem e evitar qualquer problema. A equipe trabalha muito duro para garantir que eu tenha a configuração perfeita para fazer meu trabalho e estou contente em recompensá-los com esse título. Agora vou fazer uma pausa de algumas semanas e me divertir um pouco antes de me preparar para a temporada do AMA Endurocross que começa em maio."



Público encheu o Palau Sant Jordi


O pódio do campeonato com Walker, Blazusiak e Ljunggren
O jovem talento da equipe laranja, Jonny Walker, ficou com o segundo lugar no campeonato e em terceiro na noite, atrás de Alex Salvini. O piloto da Husqvarna foi destaque dos treinos e conquistou seu melhor resultado na competição. "Terminar no segundo lugar geral em Barcelona foi um final perfeito de temporada. Pela primeira vez corri no Mundial de Superenduro e eu realmente gostei. Na Itália e na Polônia eu era rápido, mas inconsistente. Cometi um monte de erros que me custaram alguns bons resultados, assim em Barcelona eu me concentrei em andar muito mais suave e valeu a pena com o meu primeiro pódio. Obter a volta mais rápida nos treinos cronometrados ajudou a aumentar a minha confiança", analisou Salvini.

O Enduro Indoor, como o evento era originalmente chamado, é disputado em uma arena e os pilotos têm que passar por uma série de terríveis obstáculos. Ele tem se mostrado a solução perfeita para levar a modalidade mais próxima do público, já que o esporte, em sua forma de disputa clássica é normalmente realizado em campo aberto com voltas em torno de 70 quilômetros.

Taddy dedicou a vitória em memória do multicampeão finlandês Mika Ahola, que morreu recentemente. Já de olho nas próximas competições, ele correrá na abertura do Britsh Sprint Enduro Championship no próximo fim de semana, ao lado de outros grandes pilotos.


Clique e assista o vídeo com os melhores momentos na MotoX TV

Resultados

1ª bateria
1. Taddy Blazusiak (KTM)
2. Alex Salvini (Husqvarna)
3. Joakim Ljunggren (Husaberg)
4. Cristobal Guerrero (KTM)
5. Alfredo Gomez (Husaberg)
6. Jonny Walker (KTM)
7. Ivan Cervantes (Gas Gas)
8. Xavier Galindo (Husaberg)
9. Dani Gibert (Husaberg)
10. Lorenzo Santolino (Husqvarna)

2ª bateria
1. Jonny Walker (KTM)
2. Alfredo Gomez (Husaberg)
3. Taddy Blazusiak (KTM)
4. Ivan Cervantes (Gas Gas)
5. Dani Gibert (Husaberg)
6. Joakim Ljunggren (Husaberg)
7. Alex Salvini (Husqvarna)
8. Cristobal Guerrero (KTM)
9. Mike Hartman (Husaberg)
10. Fabien Planet (Sherco)

3ª bateria
1. Taddy Blazusiak (KTM)
2. Ivan Cervantes (Gas Gas)
3. Alex Salvini (Husqvarna)
4. Cristobal Guerrero (KTM)
5. Jonny Walker (KTM)
6. Alfredo Gomez (Husaberg)
7. Dani Gibert (Husaberg)
8. Fabien Planet (Sherco)
9. Joakim Ljunggren (Husaberg)
10. Victor Guerrero (KTM)

Classificação final do Campeonato
1. Taddy Blazusiak (KTM) 174 pontos
2. Jonny Walker (KTM) 120
3. Joakim Ljunggren (Husaberg) 108
4. Alex Salvini (Husqvarna) 94
5. Ivan Cervantes (Gas Gas) 89




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet