X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

4ª e 5ª etapas - Rally dos Sertões 2010 - Alto Paraíso / Palmas
Publicado em: 16/08/2010

Durante o fim de semana, Marc Coma se consolida na liderança e Felipe Zanol assume a segunda posição geral
Redação MotoX.com.br - Texto: Renato Fernandes


Felipe Zanol
Foto: Theo Ribeiro / Divulgação Sertões

4ª etapa (14/08) - Alto Paraíso (GO) / Dianópolis (TO) - Total do dia: 514 km
Deslocamento: 2 km
Especial: 240 km
Deslocamento: 272 km


Marc Coma
Foto: Marcelo Maragni / Divulgação Sertões
O quarto dia de disputas no Rally Internacional dos Sertões ligou as cidades de Alto Paraíso (GO) e Dianópolis (TO), totalizando 514 quilômetros. A especial de 240 km disputada no sábado (14/08), contou com a segunda vitória consecutiva de Felipe Zanol, apenas 19 segundos à frente de Marc Coma, que com esta segunda colocação, manteve a frente da classificação geral.

Mesmo sofrendo uma queda durante a especial, Zanol conseguiu o melhor tempo do dia: "Eu não esperava ganhar a especial novamente hoje (no sábado, 14). No quilômetro 20 do trecho cronometrado estava devagar, mas errei uma curva e acabei batendo em uma cerca. Foi bom demais vencer a quarta etapa, mesmo perdendo um pouco de tempo por conta do erro", comentou o piloto, que passou a ocupar a segunda posição nos tempos acumulados.

Deni Nascimento foi o terceiro melhor do dia -mesma posição que ocupa na classificação geral -, completando a etapa à frente do polonês Kuba Przygonski e de Juca Bala, que repetiu a quinta colocação do dia anterior. A categoria motos teve três baixas na quarta etapa. Felizmente todos foram rapidamente resgatados pela eficiente equipe médica do rali. Estão fora da competição o francês Ludovic Boinnard, mais um a ter uma clavícula fraturada; o chileno Daniel Gouet, com rompimento de ligamento no tornozelo direito; e o brasileiro Fábio Vinícius Morés, com uma luxação no ombro esquerdo. 


Rafal Sonik
Foto: Theo Ribeiro / Divulgação Sertões


Márcio Oliveira
Foto: Theo Ribeiro / Divulgação Sertões
Já nos quadriciclos, o paulista Carlo Collet assumiu a liderança da competição, ao concluir a especial na segunda posição. A vitória novamente ficou com Rafal Sonik. "Foi uma especial muito rápida, muito agressiva. Adoro dias assim e queria que todos fossem como este. Até aqui, a prova está perfeita e sigo gostando bastante do Sertões", comentou o polonês, que sofreu uma punição de 26 minutos e, com isto, Collet lidera com uma vantagem de 16 segundos.

O deslocamento da quarta etapa foi um dos maiores até agora, com 272 quilômetros, o que desgastou ainda mais os competidores. "Hoje, além da especial bastante difícil, com muita navegação e velocidade, o deslocamento final cansou bastante. Terminei bem a quarta etapa e estou preparado para enfrentar os próximos dias de Sertões, que devem apresentar dificuldades ainda maiores", comentou Francinei Costa, terceiro entre os quadris.


David Casteu
Foto: Theo Ribeiro / Divulgação Sertões

5ª etapa (15/08) - Dianópolis (TO) / Palmas (TO) - Total do dia: 455 km
Deslocamento: 28 km
Especial: 209 km
Deslocamento: 218 km


Dário Júlio
Foto: Fábio Davini / Divulgação Sertões
No domingo (15/8), a quinta etapa do rali marcou a metade da competição. Chegando à Palmas, capital do Tocantins, o primeiro piloto a completar o percurso foi Marc Coma, que percorreu os 209 quilômetros da dura especial entre Dianópolis e a capital tocantinense em 2h45min20s. Mais de dez minutos à frente do brasileiro Felipe Zanol, o segundo do dia e da classificação geral.

"Foi bem difícil. Parecia uma etapa do antigo Camel Trophy (famosa competição off road realizada entre 1980 e 2000), de tão exigente que era. Trilhas fechadas, muitos rios para atravessar... Então, foi bem complicado para mim, porque a minha moto é bem grande para este tipo de rali. Fico feliz em ter superado todas estas dificuldades e ter vencido esta especial", comentou o espanhol, bicampeão do Rally Dakar.

Após o problema enfrentado por Zé Hélio, no terceiro dia, o catalão vem travando uma disputa muito acirrada com Zanol e Deni Nascimento, que ocupam segunda e terceira posições, respectivamente, na classificação acumulada, com tempos bem próximos do líder. Outro destaque desta quinta etapa foi o mineiro Dário Júlio, com o terceiro melhor tempo entre as motos. 



Robert Nahas
Foto: Fábio Davini / Divulgação Sertões


Kuba Przygonski
Foto: Theo Ribeiro / Divulgação Sertões
Numa especial mais travada, com trilhas fechadas e muita navegação, o tricampeão brasileiro de enduro de regularidade se sentiu em casa e o excelente resultado o colocou na quinta posição geral. "Foi um dia longo, muito cansativo, teve que navegar muito, planilhar o tempo inteiro. Foi um trecho de muitos obstáculos, muitas situações de risco. Como eu venho de experiência com o Enduro (de regularidade) pude planilhar e pilotar bem", destacou Dário.

Zé Hélio segue enfrentando a poeira para se manter no grupo de elite da competição. Largando em 26º na etapa de domingo, completou os 240 quilômetros de especiais com o oitavo melhor tempo, subindo para a 33ª posição geral, depois de cair para o 53º posto na terceira etapa, quando teve problemas mecânicos. 

O pentacampeão do Rally Internacional dos Sertões prevê que o pior ainda está por vir, como a temida etapa maratona, onde os competidores não podem contar com apoio mecânico, prevista para esta segunda-feira (16/8), sexto dia de rali. 


Deni Nascimento
Foto: DFotos / Equipe Petrobras


Francinei Costa
Foto: Theo Ribeiro / Divulgação Sertões
Serão 439 quilômetros, 330 deles de trechos cronometrados, entre Palmas (TO) e São Félix do Tocantins (TO), no coração do Jalapão, região inóspita que costuma impor obstáculos imprevisíveis. “As próximas etapas devem ser as mais decisivas da prova. Iremos passar pelo centro do Jalapão, bem no coração desta região extremamente difícil. Será muito importante estar bem fisicamente e ser muito cauteloso com o equipamento, para evitar qualquer problema, já que não poderemos contar com apoio mecânico”, alertou Zé Hélio.

Mais dois pilotos entre as motos abandonaram o rali depois de se acidentarem. Juca Bala, que vinha subindo de produção nas últimas etapas, sofreu um forte acidente ao cair em uma cratera. O experiente competidor teve fratura no úmero esquerdo, no rádio direito e lesão na coluna torácica. Outro piloto que está fora desta 18ª edição é Eduardo D’Agostini Martins, com lesão na coluna.

A disputa entre os quadriciclos continua acirrada, o polonês Rafal Sonik é o primeiro na classificação acumulada, mesmo sofrendo 40 minutos de penalidade, o que o deixou na quarta posição da etapa. Márcio Oliveira foi o segundo do dia, pulando para a mesma posição na classificação, enquanto Francinei Costa foi o terceiro e agora ocupa a quarta colocação. 


Carlo Collet
Foto: Theo Ribeiro / Divulgação Sertões


José Hélio
Foto: Idário Café / Mundo Press
A vitória da quinta especial, ficou com Robert Nahas, o bicampeão da categoria, que já havia vencido o primeiro dia de competição, voltou a ser o mais rápido, depois de enfrentar um problema mecânico no sábado. "Foi um dia duro, com muita pedra e algumas pegadinhas na navegação. Mas foi uma especial muito gostosa, não tive problemas. No final, ainda tivemos o Super Prime. Sempre acho uma iniciativa legal, pois as pessoas das cidades que nos recebem têm a oportunidade de ver a gente competindo", disse.

No domingo, além da dura especial, os pilotos de todas as categorias ainda disputaram um Super Prime na Praia do Prata, em Palmas (TO), com a presença de um grande público. Para carros, quadris e motos, o tempo da volta no circuito fechado, será acrescido no trecho cronometrado. A sexta etapa, com 330 quilômetros de especiais, será do tipo maratona e consiste em um dia no qual os pilotos não podem receber auxilio das equipes para o reparo de suas máquinas após o fim da especial. Deste modo, os competidores terão de consertar seus próprios equipamentos antes da perna entre São Félix do Tocantins (TO) e Balsas (MA).

Resultados 4ª etapa - Motos:
1º - Felipe Zanol (BRA) - Honda - 02h56min36s5
2º - Marc Coma (ESP) - KTM - 02h56min55s5
3º - Deni Nascimento (BRA) Honda - 02h58min59s8
4º - Kuba Przygonski (POL) - KTM - 03h03min06s9
5º - Juca Bala (BRA) - KTM - 03h03min48s2
6º - David Casteu (FRA) - Sherco - 03h04min02s8
7º - Dário Souza (BRA) - Honda - 03h07min00s2
8º - Guto Klaumann (BRA) - Yamaha - 03h08min50s2
9º - Jacek Czachor (POL) - KTM - 03h10min32s5
10º - Norton Lopes (BRA) - Honda - 03h13min06s7
* Resultados extra oficiais

Resultados 4ª etapa - Quadris:
1º - Rafal Sonik (POL) - Yamaha - 03h19min21s7
2º - Carlo Collet (BRA) - BRP - 03h23min06s6
3º - Francinei Costa (BRA) - Yamaha - 03h26min53s8
4º - Márcio Oliveira (BRA) - KTM - 03h28min24s8
5º - Sérgio Klaumann (BRA) - Honda - 03h31min05s9
6º - Heronaldo Marinho (BRA) - Yamaha - 03h48min02s5
7º - Rodolfo Brito (BRA) - Yamaha - 03h56min27s3
8º - André Suguita (BRA) - KTM - 03h56min27s8
9º - Marcelo Medeiros (BRA) - Yamaha - 03h56min40s2
10º - Mauro Sierra (URU) - Yamaha - 04h03min44s6
* Resultados extra oficiais

Resultados 5ª etapa - Motos:
1º - Marc Coma (ESP) - KTM - 02h45min20s2
2º - Felipe Zanol (BRA) - Honda - 02h55min37s6
3º - Dário Souza (BRA) - Honda - 02h56min42s5
4º - Deni Nascimento (BRA) - Honda - 02h58min36s8
5º - David Casteu (FRA) - Sherco - 02h59min48s2
6º - Guto Klaumann (BRA) - Yamaha - 02h59min56s5
7º - Jacek Czachor (POL) - KTM - 03h01min38s6
8º - Zé Hélio (BRA) - BMW - 03h04min31s1
9º - Ramon Sacilotti (BRA) - Yamaha - 03h06min03s5
10º - Kuba Przygonski (POL) - KTM - 03h03min06s9
* Resultados extra oficiais - Tempos do Super Prime não incluídos na somatória da especial

Resultados 5ª etapa - Quadris:
1º - Robert Nahas (BRA) - Protótipo - 03h16min07s5
2º - Márcio Oliveira (BRA) - KTM - 03h23min22s9
3º - Francinei Costa (BRA) - Yamaha - 03h25min45s8
4º - Rafal Sonik (POL) - Yamaha - 03h26min48s4
5º - Rodrigo Varela (BRA) - Suzuki - 03h32min42s9
6º - Sérgio Klaumann (BRA) - Honda - 03h37min07s6
7º - Tom Rosa (BRA) - Yamaha - 04h03min08s0
8º - Rodolfo Brito (BRA) - Yamaha - 04h08min24s2
9º - André Suguita (BRA) - KTM - 04h13min42s3
10º - Marcelo Medeiros (BRA) - Yamaha - 04h21min35s0
* Resultados extra oficiais - Tempos do Super Prime não incluídos na somatória da especial

Classificação Geral Acumulada - Motos:
1º - Marc Coma - 12h42min39s4
2º - Felipe Zanol - 12h59min22s0
3º - Deni do Nascimento - 13h03min45s5
4º - David Casteu - 13h17min39s4
5º - Dário Souza - 13h19min27s3
* Resultados extra oficiais

Classificação Geral Acumulada - Quadris:
1º - Rafal Sonik - 14h53min38s0
2º - Márcio Oliveira - 15h26min29s5
3º - Sérgio Klaumann - 16h17min40s5
4º - Francinei Costa - 16h27min24s5
5º - Rodolfo Brito - 17h08min16s1
* Resultados extra oficiais



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet