X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Motocross Regional

2ª etapa - Copa MX Park de Motocross - São Paulo - SP
Publicado em: 25/09/2009
Clique e saiba mais

Segunda etapa da competição fez parte da Virada Esportiva de São Paulo
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Ronaldo Sampaio 


Largada MX3


Gustavo Rodrigues
Nos dias 19 e 20 de setembro, aconteceu a 3ª Virada Esportiva de São Paulo, mega evento promovido pela prefeitura, que reuniu inúmeras modalidades esportivas em mais de dois mil eventos espalhados pela cidade e, entre eles, o nosso querido motocross, que foi inserido na programação pela primeira vez através da realização da 2ª Etapa da Copa MX Park de Motocross. 

Veja Também: 
- Vídeo onboard da largada MX1

A prova estava marcada para domingo, dia 20, mas com a previsão de chuva, a organização achou por bem antecipar o evento para sábado, decisão que mais tarde se mostraria correta, já que no dia seguinte o tempo ficou realmente chuvoso. 

Foram dez baterias, das quais três infantis e uma exclusiva para motos nacionais. Dentre o excelente número de inscritos, os destaques ficaram por conta de João Oliveira, que disputou com Renato Hanser e Rogério Louro a vitória nas categorias MX1 e Força Livre, e Caio Lopes, que barbarizou na MX2 com belas entortadas na mesa de chegada. 


Alifer Rodrigues


Mateus Mendonça
Na MX3, Dener Cruzato largou na ponta mas em pouco tempo já havia perdido posições, Wagner passa a ser o líder e abre vantagem no início, mas com o passar das voltas o cansaço bateu e sua liderança começou a ser ameaçada por Roberto Gimenez e Gustavo. Os três disputaram a primeira posição durante algumas voltas, até que Gustavo passa para e segundo e pouco depois assume a ponta e vence a prova. Gimenez ainda é superado por Cláudio Amaral, que finaliza em segundo já bem perto do líder. Wagner, depois de perder rendimento, é o quarto colocado, à frente de Marcos, que foi o quinto.

As categorias 50cc e 65cc largaram juntas e nesta prova o pilotinho Mateus Mendonça não deu chances a seus adversários, vencendo após liderar de ponta a ponta, recebendo a bandeirada com grande vantagem sobre os demais. Lucas, Daniel e Kelvin, prenderam a atenção dos espectadores, enquanto decidiam quem ficaria na segunda e terceira posições. Lucas esteve sempre em segundo, mas pressionado por seus adversários não poderia errar, mais atrás Daniel não dava sossego para Kelvin, e depois de muita insistência ele finalmente conseguiu realizar a ultrapassagem, ficando com a terceira posição. O vencedor da 50cc foi Alifer Rodrigues, que chegou na quinta posição geral. Resultado da 65cc, Mateus, Lucas, Daniel e Kelvin. Na 50cc o pódio foi formado por Alifer, Rafa, João Pedro, Felipe e Diogo. 


Caio Lopes


Júlio Bill
No início da MX2, Caio Lopes largou na ponta e foi perseguido por Deninho. Mais atrás o piloto, e principal colaborador responsável pela realização do evento, André Antiório, encabeçava o pelotão que reunia também Neemias Tavares e Cláudio Amaral. Enquanto o líder abria vantagem sobre o Deninho, terceiro, quarto e quinto colocados permaneciam juntos e sem alteração em suas posições. 

Na metade da prova Neemias deu o bote e finalmente superou André, que mais tarde ainda perderia a posição para Cláudio, ficando com a quinta colocação. Caio venceu de forma espetacular, brindando o público com uma bela entortada ao receber a bandeirada quadriculada. Deninho foi o segundo, Neemias o terceiro, Cláudio o quarto e André o quinto colocado.

A categoria MX Park prestigia pilotos iniciantes, ou menos experientes, mas nem por isso deixa de proporcionar muita emoção nas disputas. Thiago e Luis, dividiram a primeira curva, Thiago se deu bem e assumiu a liderança.


João Oliveira


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 479 Fotos!
Já Luis perdeu posições ainda na primeira volta e passou a defender a quarta colocação contra Rubens. Lá na frente Thiago não conseguiu sustentar a ponta e foi ultrapassado por Júlio Bill, que levou sua moto até o final na liderança. Mike também passou Thiago e ficou com a segunda colocação. Rubens ultrapassou Luis que, na última volta, recuperou a quarta colocação. Rubens abandonou e deixou o quinto degrau do pódio para Thiago Itaquá.

Uma briga intensa entre João Oliveira, Renato Hanser e Rogério Louro, deixou indefinidas as primeiras posições até a última volta da MX1. Com uma bela largada, Renato assumiu a liderança perseguido por Rogério, enquanto logo atrás, João tinha trabalho para superar Diego Gimenez e com isto, os ponteiros abriram um pouco nas primeiras voltas. Assim que conseguiu a terceira posição, João começa a se aproximar dos ponteiros. 

Os três imprimiram um ritmo muito forte, João conseguiu a vice-liderança na metade da bateria, e à partir daí passou a pressionar também o líder. Aos dez minutos de prova, João supera Renato, mas em seguida recebe o troco e sem desistir um segundo, mantém a pressão, para na última volta, num pequeno erro de Renato em uma saída de curva, João assumir definitivamente a liderança. Renato foi o segundo e Rogério o terceiro. Diego Gimenez foi o quarto e outro Renato, pilotando a moto número 06, foi o quinto colocado, completando o pódio. 


Heriko "Salsicha"


Renato Júnior
Na prova da Nacional, Heriko e Wagner agitaram o público presente com muita briga pela primeira posição. Heriko largou na ponta, mas os dois se revezaram na liderança durante boa parte da prova. Já perto do final, Wagner sente o cansaço e diminui o ritmo, se conformando com a segunda posição, enquanto Heriko, sem a pressão do oponente, abre na frente e vence. Marcos, Manoel e Milton Medina, completaram os cinco primeiros da categoria.

A prova das motos 2 Tempos, reuniu pilotos das 250c e 125cc, que receberam premiações separadas. Éder Gonçalves não teve adversários, assumiu a liderança desde a largada e abriu vantagem volta a volta, conquistando uma fácil vitória. Lincon largou na segunda posição, mas fora de forma, não conseguiu manter o ritmo, mas mesmo assim, não vendeu barato a vice-liderança para Renato Júnior, que só conseguiu realizar a ultrapassagem na metade da prova. Alexandre também chegou em Lincon, e mesmo pressionando muito não conseguiu ultrapassá-lo. Resultado da 125cc: Éder, Alexandre, Fernando, Alex e Rogério. Resultado da 250cc: Renato Júnior, Lincon, Hugo e Allan. 


Éder Gonçalves


Marcelinho Souza
Roberto Júnior assumiu a liderança na largada da 85cc e lá ficou por grande parte da prova, mais atrás Marcelinho, único piloto a correr com uma moto 85cc 2t, enquanto que o restante competia com motos 150cc 4t, tentava se livrar do tráfego a sua frente. Mais da metade do tempo de prova havia se passado, quando Marcelinho começou realmente a apertar o ritmo e, em duas voltas, já assumia a segunda posição. Quando encostou no líder, faltavam poucas voltas para o final, tempo suficiente para que ele conseguisse a ultrapassagem para comemorar a suada vitória. Roberto foi o segundo, Flocos o terceiro, Edu o quarto e Lucas o quinto colocado.

Agora era a vez da Intermediária, que também contou com pilotos dispostos a dar tudo pela vitória, e muitas ultrapassagens aconteceram até que o pódio fosse definido. Edison largou em primeiro, mas o vencedor da categoria MX Park, Júlio, assumiu a liderança logo depois. Um grande pelotão se formou e várias ultrapassagens aconteciam o tempo todo, enquanto que, vindo de posições intermediárias, Mike foi conquistando posições até chegar no líder. Os dois passaram a travar uma bela batalha, deixando os demais competidores para trás. Nos instantes finais, o líder escorrega sozinho em uma curva e cai, o vice-líder não consegue frear e também vai ao chão. Com isto, perdem qualquer chance de pódio e Marcos herda a liderança, trazendo com ele William, Allan, Luciano e Edison, que ainda fica com o quinto degrau do pódio. 


Marcos


João Oliveira venceu novamente na Força Livre
A última prova do dia, reuniu os melhores pilotos da competição na categoria Força Livre, entre eles os já vitoriosos João Oliveira e Caio Lopes. Ao cair o gate, Renato Hanser mais uma vez assume a liderança, trazendo com ele João Oliveira e Rogério Louro em uma repetição da MX1. Entre eles agora, o jovem Deninho engrossa a disputa, assumindo a segunda posição, mas toca na roda do líder e cai, ficando para trás. 

Caio, que também teria condições de brigar pela vitória, fez uma péssima largada e acabou brigando pela quarta posição com Diego Gimenez, que se defendeu bem a prova toda, mas acabou sendo ultrapassado nos últimos 50 metros de bateria. Voltando para a briga pela primeira posição, Renato ainda mantinha a liderança e desta vez parecia que ninguém conseguiria superá-lo. A perseguição durou a prova toda e João esperou até o último instante, para roubar a liderança de Renato e conquistar mais uma vitória. Rogério também acompanhou os líderes por todo o tempo e chegou na terceira colocação. 

Fim da segunda etapa da Copa MX Park, nos despedimos aplaudindo a atitude da prefeitura, que investiu não só nos esportes de massa, mas deu também espaço a toda adrenalina e beleza do motocross. O MX Park está aberto para treinos todas as quartas-feiras e finais de semana, mais informações no site oficial da pista.

Vídeo:

Clique na imagem abaixo para dar uma volta na pista do MX Park.
Vídeo gentilmente cedido por Luiz Philippe - Booster Motorsport
 

Assista ao vídeo na MotoX TV


Resultados

50cc
1. Alifer Rodigues
2. Rafa
3. João Pedro
4. Felipe
5. Diogo
65cc
1. Mateus Mendonça (JPS Racing)
2. Lucas
3. Daniel (MR Motos)
4. Kelvin
85cc
1. Marcelinho Souza (JPS Racing)
2. Roberto Júnior
3. Carlos Flocos (MX Park)
4. Edu
5. Lucas Souza (JPS Racing)
6. ND
250 2T
1. Renato Junior
2. Lincon (Pikachu)
3. Hugo
4. Allan
125 2T
1. Eder
2. Alexandre
3. Fernando
4. Alex
5. Rogério (RBS Grafics)
6. Bruno
Nacional
1. Heriko (Salcisha)
2. Wagner
3. Marcos (Betão Preparação)
4. Manoel
5. Milton Medina
6. Alessandro
7. Kaínan
8. Calso
9. Ivanildo
10. Milton
Intermediária
1. Marcos
2. William
3. Allan (MX Park)
4. Luciano (Perninha)
5. Edison
6. Anacleto
7. Rogerio (RBS Grafics)
8. Anderson (Moto Track)
9. Mário
10. Rogério
MX3
1. Gustavo
2. Claudio Amaral
3. Roberto Gimenez
4. Wagner
5. Marcos
6. Luciano Perninha
7. Edison
8. Denner Cruzato
9. Carrato
10. Renato
MX2
1. Caio Lopes
2. Deninho (MX Park)
3. Neemias (Bia Alarmes)
4. Claudio Amaral
5. André Amtiori
6. Edy Straub
7. Roberto Gimenez
8. Paulinho Littieri
9. Willian
10. Eneias Piu
MX1
1. João Oliveira (JPS Racing)
2. Renato Hanser
3. Rogério Louro (Visual Turismo)
4. Diego Gimenez (2DI Publicidade)
5. Renato
6. Betão
7. Gustavo
8. Luiz Felipe
9. Denner Cruzato
10. Bruno Lorusso (Ksam)
Força Livre
1. João Oliveira (JPS Racing)
2. Renato Hanser
3. Rogério Louro (Visual Turismo)
4. Caio Lopes
5. Diego Gimenez (2DI Publicidade)
6. Eder
7. Betão
8. Deninho (MX Park)
9. Neemias (Bia Alarmes)
10. Edy Straubb (Moto Penha)
MX Park
1. Julio Bill
2. Mike
3. Thiago
4. Luis (Betão Preparação)
5. Thiago Itaquá
6. Carlos Rick
7. Hugo
8. Milton Medina
9. Kleber
10. Rubens (Ferrugem)






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet